Arquivo para a categoria ‘Havaianas da Adidas’

Oi, adoramos que vocês se informem. Para nós

7:11 | 20/01/09 | Rodrigo Alvares

‘Pai’ da internet faz abertura oficial da Campus Party 2009

Tim Berners-Lee participou de contagem regressiva no palco.

Governador José Serra e prefeito Gilberto Kassab compareceram.

Foto: Renato Bueno/G1

“Oi, pessoal. Olhem o nosso prazer em compartilhar informação com vocês”

“O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o governador do Estado, José Serra, também participaram da abertura. Kassab reforçou o apoio da prefeitura ao evento, e terminou puxando palmas em homenagem aos participantes.

O governador Serra confessou que, desde que aderiu à internet, considera-se um ‘viciado’, e disse que a Campus Party Brasil está se tornando, para a tecnologia, o que a Fórmula 1 é para o automobilismo.”

A Nova Corja na Campus Party

18:52 | 19/01/09 | Rodrigo Alvares

Os organizadores da Campus Party 2009 clamam que o evento tem 43 patrocinadores, entre empresas privadas e governos. A maior parte do festerê é bancada, como quase todo mundo sabe, pela Telefônica. Até aí, tudo bem.

Foto: Rodrigo Alvares

Bem-vindo, cale a boca e faça mega uploads

O que eu não entendi muito bem durante a entrevista coletiva deles foi a irritação quando perguntei qual era o valor total para bancar o festerê no Centro de Eventos do Imigrantes. Apesar de a Telefônica ter dispendido cerca de 40% dos R$ 10 milhões gastos no ano passado, disseram que em 2009 tudo sairia por R$ 7 milhões.

Foto: Rodrigo Alvares

“Aqui, nós temos superinternautas”

Como os banners do encontro também mostravam os logotipos do governo federal (Ministério da Cultura), Prefeitura de São Paulo e Caixa Econômica Federal, questionei quanto cada empresa pública pagou para ter seu nome ali. Ninguém na mesa quis responder quanto de dinheiro público foi investido.

“A informação é pública”, mandaram. “Temos 49 empresas privadas aqui. É melhor perguntar a elas”. Depois de inisitir mais um pouco, eles gentilmente me mandaram procurar essas coisas no Diário Oficial. Mal aí.

O eterno retorno das Havaianas da Adidas

16:14 | 28/02/08 | Rodrigo Alvares

Bolsa inspirada em malote da PF vira moda em SP

bolsa.jpg
Neste ano eleitoral, a tendência é de que políticos e assessores usem a bolsa para andar na rua despercebidos como agentes da Polícia Federal

É pouco provável que a Polícia Federal imaginasse que estava criando moda quando começou a usar malotes para carregar materiais apreendidos durante operações policiais. Mas foi o que acabou acontecendo em São Paulo.

Há cerca de cinco meses, a artista plástica Pinky Wainer começou a vender em sua loja na Zona Oeste da capital paulista as “bolsas malote”. A inspiração surgiu assistindo às operações da PF em jornais televisivos. “Eu via os policiais saindo com aquelas bolsas cheias de dinheiro”, diz Pinky. (…)

A Polícia Federal não considera um problema a cópia dos modelos, desde que eles não estampem o emblema da corporação. O acessório pronto e exposto, virou ‘hit’ da loja. A bolsa foi feita em três tamanhos: P, M e G. A maior tem 50 cm de altura por 35 cm de largura e sai por R$ 170. A média tem 40 cm de altura por 30 cm de largura e sai por R$ 110. O menor tamanho, de 30 cm de altura por 25 de largura, não é mais vendido.

“A graça é que é um malote de verdade”, conta Pinky, que obedeceu até as cores dos malotes originais. As bolsas são confeccionadas apenas nas cores azul (banco), verde (correios), preto (polícia) e amarelo.

As Havaianas da Adidas. Capítulo 12: animais

11:29 | 13/10/07 | Rodrigo Alvares

Noves fora a grunhidez característica de boa parte dos bípedes habilitados com polegares, indicadores e neon azul nos carros, a fauna doméstica brasileira é a categoria que os nativos usam para ter filhos que durem menos tempo, custem a metade e que, ainda assim, aceitam ser dominados por eles por causa de uma coisa chamada Culpa (para alternativas, ler tópico Plantas). Ainda não existe uma explicação científica, mas algumas dessas pessoas realmente ponderam sobre a condição humana dos bichos.

bruce.jpg

Cão Bruce prefere passear no carrinho de bebê

luck.jpg
Coelho Luck adora roer fios do telefone

Se tu chegares na casa dos pais para algum Almoço de Domingo e encontrar aquela amiga gagá com o poodle roxo no colo, comendo à mesa no mesmo prato dela, acenda o sinal de alerta e vá embora sem tirar os olhos deles. A outra alternativa é jogar o poodle pela janela e não esperar qualquer tipo de reação quando for se servir. Caso a ação degrade ainda mais o ambiente - probabilidade de 100%, segundo estatísticas -, as opções ficam a cargo da sua imaginação. O autor enfatiza que Também Jogar a Amiga da Janela, mesmo no andar térreo, pode resultar em problemas mais terrenos do que ir para o Inferno Canino.

É tarde para as Havaianas Franciscanas

20:05 | 09/10/07 | Rodrigo Alvares

HAVAI.JPG
Franciscanos do PPS? A piada vem sempre pronta de Brasília

“Manifestantes da Juventude Popular Socialista, ligada ao PPS, foram detidos pela segurança do Senado, quando tentavam chegar ao gabinete do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). Os jovens pretendiam entregar a ele e a outros senadores peemedebistas sandálias de dedo, como resposta à declaração feita na semana passada pelo senador Wellington Salgado (PMDB-MG), que classificou os dissidentes de seu partido de ‘franciscanos’.” (Radiobras)

Felizmente, essa tendência religiosa e educacional - à qual fui submetido no colégio, tanto que me formei em Jornalismo - está em franca decadência. Do contrário, saberiam que Renaaan está há tempos no lado negro da força: As Havaianas da Adidas.

Havaianas da Adidas®

16:50 | 23/07/07 | Walter Valdevino

O estimado leitor Rafael se deu ao trabalho de personalizar de personalizar o belo par de chinelas a bela chinela abaixo e criou a versão Nova Corja para este objeto representante máximo do espírito nacional.

havainasdaadidas1.jpg

Como vocês sabem, o conceito sociológico “Havaianas da Adidas” foi criado pelo jornalista e sociólogo Rodrigo Alvares, chefe do Conselho Editorial desta Corja.

Dúvidas? Consulte djá nossa categoria Havaianas da Adidas.

Aproveitando a homenagem do leitor, informamos que a expressão Havaianas da Adidas já está registrada em cartório; o livro Havaianas da Adidas I será publicado em breve.

Virei lulista

14:57 | 26/01/07 | Renato Parada

“Eu tenho dito a todos os dirigentes latino-americanos: nós temos parar de viajar o mundo chorando a nossa miséria e importando culpados pela nossa desgraça. Muitas vezes, a responsabilidade é nossa”.

Lulão mandando bronca no Fórum Econômico Mundial. Gostei de ver.

A ressurreição das Havaianas da Adidas

18:32 | 27/11/06 | Rodrigo Alvares

A demência chegou mais cedo para o verão. Depois de toda a campanha encampada no blog pela legalização da chinelagem do Litoral Gaúcho, a escritora Martha Medeiros retoma a grita pela Glamourização desse pedaço de areia com água que insistem em chamar de praia no Rio Grande do Sul. Desistam. Sério.

Meu H

“Torres é uma praia encantadora, com atrações para todo mundo. A escritora Martha Medeiros, por exemplo, fica fascinada pelo Festival de Balonismo, em maio. Para o verão, Martha dá dicas de lugares que ela freqüenta:

O rústico Cantinho do Pescador, para tomar uma caipirinha no fim de tarde;

A pizzaria Manjericão, para apreciar boa comida em um ambiente agradável;

O Restaurante Molhes e seus frutos do mar;

A Super Livros, que tem revistas, livros e jornais;

Inaugurado recentemente, o Pub da Ilha ainda não recebeu a visita da escritora, mas já tem a sua indicação.

Quer ganhar uma camiseta da Nova Corja?

14:20 | 13/08/06 | Gabriel Brust

Então responda a instigante pergunta “o que você faria para ganhar uma camiseta vagabunda da Nova Corja?”. A melhor resposta ganha uma camiseta de péssima qualidade cuja estampa mostra o rosto do filósofo Walter Valdevino, acompanhado do endereço do blog e da clássica manifestação valdeviniana “MORRI”. A reprodução da estampa está aí ao lado, embaixo da enquete.

Respostas devem ser enviadas ao novacorja@gmail.com

Havanas de Adidas

9:43 | 13/08/06 | Renato Parada

“Bom domingo a todos. Tá tudo bem.”

ex-PT

11:30 | 17/07/06 | Rodrigo Alvares

Os ex-petistas confirmam a falência simbólica de suas ações do passado pré-Mensalão e fazem recomendações para que os militantes do PT deixem de ser militantes do PT:

O decálogo petista

Veja as recomendações:

1) Não expor o candidato a situações de risco.
2) Evitar viagens para Estados com divergências entre aliados.
3) Evitar entrevistas e coletivas.
4) Só falar com a imprensa quando tiver um tema específico e definido pela campanha.
5) Não comentar assunto negativo para o governo, deixando essa função, de preferência, para os ministros.
6) Falar sempre de temas positivos.
7) Não participar de debates.
8) Explorar mais a postura de presidente do que a de candidato.
9) Evitar a presença física no comitê de campanha.
10) Esfriar a campanha, participando de poucos atos públicos, pois uma disputa acirrada e dinâmica só interessa aos adversários.

A morte das Havaianas da Adidas

11:35 | 20/06/06 | Rodrigo Alvares

Está em curso na cidade de Porto Alegre uma desapropriação objetiva – sem simbolismos – dos lugares e pessoas responsáveis pelo fenômeno da hiperinflação simbólica que viemos a conhecer como As Havaianas da Adidas. Infelizmente, todo o seu conteúdo se liquefez na selva semiológica que é a capital dos gaúchos. Agora temos a Ex-teoria da Teoria, o segundo estágio das Havaianas da Adidas: A Expropriação das Havaianas.

A Ex-teoria, enquanto segundo estágio das Havaianas, conclama as pessoas a reconherem e retomar para si os lugares que não mais se encaixam na primeira definição e que, por essa razão, merecem ser banidos do imaginário porto-alegrense.

O prazo de validade de Porto Alegre expirou. A primeira vítima foi o Bar da Ovelha, tão desfigurado que agora é conhecido apenas como ex-bar da ovelha. Assim mesmo, sem letras maiúsculas. Uma lista preliminar foi feita, sinta-se à vontade para acrescentar:

ex-bells

ex-beco

ex-garagem

ex-ocidente

ex-fabico

ex-porto alegre

ex-pt

(more…)

As Havaianas da Adidas conquistam o mundo

15:55 | 08/06/06 | Rodrigo Alvares

Eu avisei que era uma questão tempo até que as Havaianas da Adidas conquistassem o mundo. De Porto Alegre para fora. E de volta para Porto Alegre. Prepare to be boarded:

Na internet, clientes personalizam sandálias para eventos

Folha Online

Há alguns meses, sandálias personalizadas no estilo das Havaianas vêm ganhando espaço em eventos e festas - no casamento dos apresentadores Angélica e Luciano Huck, todos os convidados receberam um par. Esta customização pode ser feita via internet, no site da empresa de convites e acessórios Dom Bosco.

Em Crie sua Sandália, os internautas visualizam uma sandália branca que pode ganhar diferentes cores na tira e no solado. Também é possível adicionar etiquetas e criar frases, além de ver algumas sugestões da empresa.

Depois de escolher o modelo, o internauta deve preencher um cadastro e enviá-lo pela internet, caso queira fazer o orçamento da sandália. A empresa faz vendas a partir de 108 pares, que variam de R$ 10,30 a R$ 22 cada.

As Havaianas da Adidas. Capítulo 12: animais

23:05 | 08/05/06 | Rodrigo Alvares

billy_leash.jpg

A novidade dos últimos dias é a quantidade de gente que leva os gatos para passear de coleira pelas ruas de Porto Alegre. Sete casos no fim de semana. Deve dar um espasmo de prazer amarrar o bichano pelo pescoço e arrastá-lo pela rua para mostrar que é você quem manda na peça. Todo mundo acredita.

A seguir: a maneira mais segura para colocar a focinheira no seu coelho.

Vamos Glamourizar a Padre Chagas

20:14 | 02/04/06 | Rodrigo Alvares

A rua Padre Chagas congrega tudo o que há de mais chique e fino no elegante bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre (RS). Suas cinco quadras oferecem recursos elaborados para quem deseja se manter na eterna busca pelas Havaianas da Adidas em Porto Alegre. Entretanto, falta a principal mudança no horizonte para que não apenas a rua, mas que a porquice de seus transeuntes acesse o Verdadeiro Glamour: latas de lixo. Muito populares na maioria das cidades do mundo, descansa a caminho da aposentadoria um exemplar com mais de vinte anos admistrando o lixo très chic dos porto-alegrenses – na esquina com a rua Hilário Ribeiro. Se duvida, tire fotos com o seu celular.