Dose diária de demência – quinta-feira – 08/06/06

9:00 | 09/06/06 | Walter Valdevino

- Ai, não tem banda larga nem ar-condicionado - Líder preso do MLST compara ginásio a “campo de concentração”.

- Derrota suprema do país inteiro – Kennedy Alencar fez uma boa análise da situação dos partidos políticos depois da decisão do TSE de cumprir à risca a verticalização. PSDB e PFL declararam intenção de romper a aliança nacional. MÃÃS, eis que, na calada da noite, o TSE recua e volta a flexibilizar a verticalização. A justificativa é pura demência: “Não estou convencido que a decisão de terça-feira seja inconstitucional. O que me comove é o fator insegurança no meio político”, disse o ministro Cezar Peluso ao justificar o novo entendimento sobre a verticalização.

- Ninguém quer – Só apareceu uma proposta de comprar da Varig, feita pelo TGV (Trabalhadores do Grupo Varig): R$ 1,010 bilhão (US$ 449 milhões). Valor patético diante do preço mínimo estabelecido (US$ 860 milhões). Ainda hoje, sexta-feira, um juiz decidirá que fim levará mais uma derrota gaúcha. Comenta-se que a proposta não é séria.

- Escaparam - O relatório da CPI dos Bingos pediu o indiciamento de 79 pessoas e de quatro empresas. Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente, e José Dirceu, não foram incluídos.

Postado por Walter Valdevino, 9:00, 09/06/06, na(s) categoria(s) Dose diária de demência. Você pode acompanhar os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Deixe um comentário ou coloque um trackback em seu site.

1 comentário para “Dose diária de demência – quinta-feira – 08/06/06”

  1. lucas c. diz:

    A varig virou derrota depois que virou carioca.
    Até os cariocas sabem disso.

Comente