Democracia madura

9:13 | 09/06/06 | Daniel Gallas

“Pelo menos duas hipóteses podem explicar o recuo do TSE, nenhuma delas passível de comprovação integral, pois os ministros insistem que só buscaram a tal segurança jurídica:
1) Foi uma decisão meramente política. A pressão de deputados e de senadores teria encontrado guarida certa entre os ministros;
2) A maior corte eleitoral brasileira teve um surto de amnésia de conhecimentos legais na terça-feira. A memória foi recobrada em 48 horas para que a decisão fosse totalmente reformada.
Pior para a credibilidade do TSE só se essas duas hipóteses juntas fossem verdadeiras.”

Fernando Rodrigues, na Folha de hoje, faz a melhor análise que li sobre a gigantesca patuscada do TSE.

Postado por Daniel Gallas, 9:13, 09/06/06, na(s) categoria(s) Eleições 2006. Você pode acompanhar os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Deixe um comentário ou coloque um trackback em seu site.

Comente