“Ah, tem que pagar?”. O fracasso da TV digital brazileira em ato contínuo

2:13 | 18/04/08 | Leandro Demori

Entrevista com Erlei Guimarães, diretor de conectividade da Positivo Informática, empresa que fabrica conversores.

Posso dizer tranqüilamente que a TV digital brasileira fracassou?
Nos seus termos, pode. O mercado não respondeu de forma alguma às expectativas da indústria. Veja você que hoje, menos de seis meses depois do lançamento oficial do sistema, estamos discutindo como “relançar” a TV digital no Brasil. Isso desde a parte técnica até esclarecimentos para o consumidor. Neste ponto, digo tranqüilamente que foi feita uma comunicação direcionada só para classe A e B que têm TV de Plasma. Faltou explicar as vantagens para a maior parte das pessoas.

Quais são os principais erros do sistema?
São vários, por isso já se fala em relançamento. O projeto foi desenvolvido ao longo de 2007 e a grande dificuldade era que as especificações técnicas estavam sendo trabalhadas em paralelo com a indústria. Estávamos caminhando meio que no escuro. Tecnicamente, achava-se que não teria áreas de sombra (onde não há sinal), mas tem. Além disso, ninguém avisou à população que para pegar o sinal precisa de antenas UHF, que ninguém usa. Em São Paulo, as antenas de transmissão estão em vários pontos da cidade, mesmo assim há sinal ruim, imagem blocada, congelada.

Claramente não funciona.
Na prática, muito pouco. Está sendo um grande aprendizado, todos estamos aprendendo.

Se funcionasse, quais seriam os benefícios em relação a TV convencional?
Por enquanto, somente imagem de qualidade de um DVD (definição padrão de 480 linhas). Quem tem TV de plasma teria um ganho maior (1080 linhas). Aí já é uma qualidade muito perceptível. Imagem muito mais cristalina e profunda que permite ver detalhes que a definição normal não dá.

E quanto à interatividade, a capacidade de montar sua própria grade de programas e quetais? Me parece que esse é o grande barato…
Sinceramente, isso está bem distante. Estamos diante de um problema inesperado: há a obrigatoriedade do pagamento de royalties que ninguém havia se dado conta. Terá de haver acordos para o pagamento desses royalties, que não estavam na conta.

Como assim? Foi lançado um sistema e NINGUÉM sabia que tinha que pagar licença? Explica melhor, por favor.
Acontece que o sistema brasileiro, o Ginga (o nome já remete ao fracasso) tem dois módulos, um desenvolvido pela PUC Rio – que está pronto – e outro Java, desenvolvido pela Universidade Federal da Paraíba, que é baseado em tecnologia estrangeira com uma série de softwares que a indústria só foi tomar conhecimento nesse momento. Busca-se o royaltie free, mas isso ainda depende de uma negociação. Além do mais, o próprio Ginga ainda está em fase de testes e desenvolvimentos. Por outro lado, os difusores (TV e rádio) precisam definir como será feita essa interatividade.

Obrigado, Erlei. A partir de hoje vou dizer para todo mundo que a TV digital brasileira não existe.
Obrigado.

Tags: , , , ,

Postado por Leandro Demori, 2:13, 18/04/08, na(s) categoria(s) Demência seletiva. Você pode acompanhar os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Deixe um comentário ou coloque um trackback em seu site.

62 comentários para ““Ah, tem que pagar?”. O fracasso da TV digital brazileira em ato contínuo”

  1. Walter Valdevino diz:

    Melhor entrevista do universo.

    Prova FINAL de que Braziu = FALÊNCIA MORAL.

  2. Guillermo diz:

    Deixa ver se eu entendi… o sistema “Java” (linguagem open source) é o que tem que pagar royalties???? Tá… me chama de burro, mas nem tanto…

    Tá na cara que o engravatado da Positivo não sabe do que está falando.

    Portanto, Valdevino DEFINITIVAMENTE esta NÃO é a melhor entrevista do universo (talvez seja para quem não manja nada do assunto).

    DÁ-LHE GRÊMIO!!!

  3. Andreas diz:

    Sim, Java é OS. Mas isso não quer dizer que os softwares desenvolvidos em Java sejam todos gratuitos. Pergunta pra Oracle como ela ganha dinheiro…

  4. Alisson Coelho diz:

    Pra mim a TV digital nunca existiu…
    Só serviu pra matar aula na faculdade discutindo essa bosta!

    Pergunta, Onde é Paraíba? Que lugar é esse?

  5. Lolesco diz:

    “Todo$ e$tamo$ aprendendo.”

  6. Anônimo diz:

    O projeto está sendo desenvolvido desde 2004 (não 2007). A Universidade Federal da Paraíba está desde aquela época dizendo que está com o sistema “na mão”.
    Sim, todo mundo sabia que tinha que pagar royalties. Até pro padrão MPEG4 tem que pagar royalties.
    Trabalhei um tempo no desenvolvimento de um pedaço da TVD, numa certa universidade, num certo estado do sul. Foi aí que comecei a ter os primeiros contatos diretos com desvios de verbas, politicagem e gente tentando fazer as coisas não funcionar de propósito. Antes, isso era coisa que eu via na TV.
    Havia um comitê gestor, que congregava todas as instituições envolvidas e tomava as decisões com um certo critério. Aí, no meio da brincadeira (2005), eis que atolam, sem vaselina, um novo ministro das comunicações, o Hélio Costa. “Pára tudo! Agora vamos usar o sistema japonês. Foda-se!”.
    Detalhe: o sistema japonês NÃO É o mais adequado pro Brasil, por uma série de fatores especialmente relacionados à transmissão/recepção do sinal.
    Ei, o que um #%$@ de repórter tem de competência pra decidir da cabeça dele um padrão de TV? Ei, não eram justamente do padrão japonês os codificadores que a Globo estava adquirindo na época? Ei, esse Hélio Costa por acaso não é um daqueles caras grandões da Globo? Pois é…

    Não tem como funcionar. Nunca teve.
    Viva o BRAZIL ZIL ZIL ZIL

    Desculpem o anonimato.

  7. Cynthia diz:

    “Pra mim a TV digital nunca existiu…
    Só serviu pra matar aula na faculdade discutindo essa bosta!” [2]

  8. Cardoso diz:

    “Estamos diante de um problema inesperado: há a obrigatoriedade do pagamento de royalties que ninguém havia se dado conta.”

    MEO DEOS.

  9. Willian Wallace diz:

    não adianta, migrar é a única solução.

  10. Leandro Demori diz:

    “Sim, Java é OS. Mas isso não quer dizer que os softwares desenvolvidos em Java sejam todos gratuitos. Pergunta pra Oracle como ela ganha dinheiro…”

    Guillhermo?

  11. Lolesco diz:

    Mas hein, pra dar certo não era só copiar tudo dos americanos?

    Ginga?? Que porréssamermão?

  12. Ana diz:

    Não sei porque se fala tanto em modernização da gestão pública no Brasil.
    Modernização ou seria implantação? Como se pode “modernizar” algo que nem implantado foi?
    Essa é uma das provas de que esse item não existe.

  13. Bruno Galera diz:

    Qualquer coisa feita em software livre é gratuita. Aham.

    Como tem gente imbecil nesse mundo, pelamordedeus.

  14. Lucas Colombo diz:

    O nome do $i$tema é Ginga??
    Brasileiro não desiste nunca, mesmo.

  15. Ed diz:

    Chama o Steve Jobs que ele resolve essa merda.

  16. Pase diz:

    Opa

    Vou linkar no blog que o pessoal da Famecos tá fazendo sobre o assunto - http://tvmaisinternet.wordpress.com/ . Esse processo seria divertido se não fosse trágico. O Demori mandou bem, mas tem outras questões bem piores que essa, como os próprios aparelhos que andam pelo mercado sem ter middleware (os benditos códigos) pra Interatividade e nem tem como dar upgrade. Ou seja, o cara que comprou um set-top box pra ver Pânico na TV! em HD vai ter de comprar outro.
    Sem falar que as emissoras tão com receio de gerar material em HD porque sabem que o pessoal vai gravar e por na rede, como já tem, ou sair por aí vendendo, quase que uma Tropa de Elite HD :)
    Em janeiro passei uma manhã na Sta Ifigênia e o que mais vi foi cartaz dizendo “não vendemos TV Digital”. E o pior, o Brasil poderia ter dado O salto tecnológico, mas sabe como é né, as decisões, as pressões, a fadiga (®Jaiminho). Brazil zil zil zil sempre!
    abraços

  17. JP diz:

    Acho que chamar o Steve Jobs é pouco, vendam logo o Bananão pra Apple, e num instante ele resolve isso aqui.

  18. joao diz:

    Opinarei a entrevista, deixando sentimentos a parte. Bem se vê que, o ilustre diretor da Positivo, empresa de Curitiba, não tem a minima condição técnica de opinar sobre este assunto. Do ponto de vista recepção, a TV Digital NÃO é um fracasso. Eu tenho receptor digital e tv lcd fullhd 1080p na minha casa, na casa de minha mãe e da minha irmã, em locais totalmente distantes e diferentes uns dos outros. Meu apartamento no centro da capital paulista me possibilita receber todas as emissoras que transmitem nesta banda, sem antena externa, bastando uma antena UHF interna do fabricante RCA. Já na casa de minha mãe, em São Miguel Paulista, extremo leste, tem 2 receptores. Para não haver o “mosaico” (congelamento em granulação por quebra do sinal) houve a necessidade de colocar uma antena UHF para cada receptor, ponto à ponto, ou seja, sem imenda. Cada imenda que houver rouba sinal, portanto, só fazendo assim, ponto a ponto (compre um rolo de fio de bitola 26, o mais potente e faça a ponta na antena e puxe o fio até o receptor, sem imenda) com antena dedicada. Na casa da minha irmã, na região do pico do Jaraguá, onde sinal aberto nunca chegava, só com parabólica assim como na casa da minha mãe, também a TV Digital pega sem problemas. Antes de criticar, há que se ler manuais de instrução dos conversores, conversar com antenistas e técnicos. Em todos os casos, não contratamos ninguém para instalar, nós mesmo fizemos a instalação. As antenas externas usadas são do tipo “jacaré comendo peixe”, ou seja assemelham-se a uma boca aberta de jacaré com uma vareta tipo espinha de peixe saindo desta boca. Tenho visto fimes em alta definição e som 5.1, assim como futebol. Quanto a aparelhos japonêses da Globo, acho que quem opina nem assistiu ainda TV Digital. A pior qualidade de imagem e menor quantidade de programação é a da Globo, que usa Ampex (norte americana). A RedeTV!, Band e SBT usam câmeras HDTV Ikemura, com lentes Canon. A Globo transmite algo em torno de 1 hora/dia em HDTV enquanto RedeTV! 24hrs/dia, a Band umas 8 horas/dia, o SBT, MTV e Record umas 5 horas/dia. A Gazeta não transmite em fullhd, só dtv. E a Cultura, ninguém tem nem idéia se vai entrar nesta banda. Acho que antes de falar algo, o ilustre coxa branca deveria conhecer Sampa, ter um aparelho lcd fullhd e usar aparelhos dos concorrentes, porque o Positivo é podre, não tem saída hdmi, nem video componente, só video composto. Resolução péssima, e trava. Acho que o diretor da Positivo se referiu então ao fracasso do aparelho dele. Os demais, Semp, Aiko, Philips e Sony, são excelentes.

  19. mcb diz:

    Salto tecnológico é o cacete!
    Qualidade de imagem pra vê o Faustão e BBB. Ah-pára-o-meo.

  20. Leandro Demori diz:

    joao

    “Na minha casa, na casa de minha mãe e da minha irmã pega, logo, não há problemas de recepção”. Olha quanta volta tu teve que fazer (instalar antena, comprar cabos específicos, conversar com técnicos) pra fazer o sinal pegar. Agora imagina o Zé Mané (99% da população) que “comprou” a idéia do Hélio Costa de que era só adquirir os aparêio e ver o mundo mais bonito. FRACASSO RETUMBANTE.

    Além disso, depois de toda essa mão, a tua TV digital se resume à melhor qualidade de imagem e som, quando o conceito todo é infinitamente mais amplo do que isso. Mais DOIS MIL ANOS pra funcionar.

    E a maior demência, disparado, é a questão dos royalties. O diretor de uma empresa que trabalha com isso 200 horas por dia está INVENTANDO essa situação, sendo que o objetivo dele é que tudo esteja 100% pra vender os tais aparelhos? Não.

    Pense SEMPRE no pior. Em 99% dos casos = realidade.

  21. gg diz:

    Anônimo, o Rei da Internet!

  22. Maikovisky diz:

    Um cara que tem grana de comprar uma TV FULL HD terá a vantagem de ver imagens em HD, mas aquele trabalhador miserável que ainda tem uma TV P&B, qual a vantagem dele? Nenhuma…
    Se ao menos as emissoras se preocupassem menos em transmissão em HD e resolvessem pensar em multiprogramação, seria BEM mais interessante para o povão, ao menos teria mais opções de programação… Inclusive poderiam passar 2 jogos simultaneos no mesmo canal.
    Como diz um amigo meu “O que eu quero ver Faustão em alta definição com som 5.1.” O que adianta ver um jornal nacional, da sbt, da record em HD? Para descobrir que os apresentadores tem rugas?
    Quanto ao Ginga, para mim já começou a fracassar quando colocaram o nome de Ginga, outra o pessoal da PUC-RJ e da UFPB, nunca liberam nada do código deles, nem para fazer a maltita integração entre os trabalhos dos consorcios que participaram do desenvolvimento do padrão brasileiro.
    Alias o modelo japones só é diferente no modo de transmissão o resto é tudo parecido com o europeu e americano. E tem mais, teremos que pagar a mais pelos set-top-box só por que é feita em baixa escala, pois só usam o ISDB no japão, alias só em algumas cidades japonesas… O ISDB é um fracasso até no japão.
    Ahh e cade a tal fábrica de semi-condutores que o Japão ia construir e que era a grande vatagem??

    Quem $aiu ganhando e o quanto ganhou com toda essa história?

  23. Valter diz:

    Não sou político nem participo das decisões. Sou técnico e participo ativamente do processo da TV Digital brasileira.

    Até entendo a revolta vista nos comentários acima, mas parece que não estão baseadas em uma visão profunda de tecnologia, e sim na vontade que tudo funcione perfeitamente e imediatamente.

    1. Sobre o ISDB (modelo japonês). É sem dúvida a decisão TECNOLÓGICA mais adequada. O DVB (Europeu) necessita antenas com um ganho 2dB a mais. Ou seja, se o DVB fosse escolhido, teríamos MAIS ZONAS DE SOMBRA AINDA.

    2. Sobre os royalties. Não há como culpar o Ginga pelos royalties. Na verdade, o royaltie incide principalmente sobre o MHP (Multimedia Home Platform), que vem do padrão Europeu DVB. Escolhendo o DVB, estaríamos presos no royaltie deles. Como no Brasil foi definido o Ginga, temos a possibilidade tecnológica de usar o NCL na parte declarativa (free, pois é feito na PUC-RIO) e uma máquina JavaTV na parte procedural (a Sun está liberando os direitos). Assim, não se paga royaltie. Essa questão do royaltie veio pois alguns fabricantes quiseram comprar o MHP pronto e instalar nos seus set-top boxes. Claro que isso paga royaltie, pois é proprietário do DVB.

    3. Sobre o funcionamento em geral. É ingênuo quem pensa que um sistema complexo como a TV Digital vai começar o funcionamento e atingir perfeitamente TODAS as regiões do local. Isso acontece passo a passo. Quem não se lembra de quando entrou a telefonia celular? Tínhamos que ir com uns “tijolões” para um local alto pois o sinal era mais forte. Em vários momentos não vinha sinal, pois toda a célula estava ocupada. E agora, como está? Bem melhor. A TV digital será a mesma coisa. As zonas de sombra serão cobertas gradativamente.

    4. Sobre os outros Países. Também acho ingênuo idolatrar o mundo fora do Brasil, como se lá não houvessem problemas. A TV Digital começou por volta de 1998 nos outros Países. É ingenuidade achar que em pouco mais de 4 meses o Brasil tinha que estar num estado tão avançado quanto lá. Quantas vezes os Estados Unidos prorrogaram o final da TV Digital lá? Agora, finalmente, acho que é sério e eles vão finalizar de verdade a transição em fevereiro de 2009.

    5. Sobre alguns comentários. Graças a Deus que o brasileiro não desiste nunca, e muitos lutam por um País melhor. Se todos seguissem ao pé da letra alguns “desabafos” vistos nos comentários, o Brasil estaria mais entregue à tecnologia estrangeira do que já é.

  24. gbruno diz:

    O grande problema esta no desespero, tanto da industria quanto do governo.

    No caso do governo, a ideia da TV Digital como uma “arma politica”. Neste ponto, lançaram uma especificação incompleta (faltou algo fundamental, MIDDLEWARE!). Porque essa velocidade toda pra lançar uma especificação? Não podiam esperar uma definição se será MHP, Ginga, etc? Na epoca, nao se sabia nem o que seria o Ginga!
    E porque tem que custar U$100? Inviavel para uma tecnologia tao nova! Ta certo que vai baratear, mas o preço inicial é sempre alto (assim como foram os celulares).
    O resultado? STBs sem middlewares (terei que substituir o meu no futuro?) e ninguem comprando porque o governo diz que “esta caro” quando na verdade esta no preço justo, até barato demais em alguns casos. É o preço da inovação. O STB mais avançado do mundo para um dos paises mais pobres? Evidente que vai levar anos para todo mundo adotar e acredito que so va baratear quando outros paises, mais ricos, adotarem um padrao semelhante e aumentar a demanda…

    Ja a industria, desesperada, tenta acompanhar o governo lançando no mercado STBs incompletos (sem middleware)… E quando o povo reclama, tenta “criar” uma nova especificação comprando algo que pode não ser compativel (MHP) e depois reclama de royalties que podiam não existir se esperacem mais…
    Alem disso, emissoras não ampliam a abrangencia do sinal porque não tem demanda e, novamente, ninguem compra…

    Em resumo… se é um fracasso, acho cedo para dizer… Mas do geito que andam as coisas, a tendencia atual é essa mesma, e não será por problemas técnologicos, mas por falhas de implantação!

  25. Leandro Demori diz:

    Para quem ainda não entendeu: o fracasso está em lançar um sistema com toda a pompa ANTES de saber exatamente como tudo vai ser. Não estou aqui para discutir a TV digital TECNICAMENTE, tarefa para a qual me julgo tão incompetente quanto o ministro Hélio Costa.

  26. dante diz:

    acho curioso quando dizem que o brasil é um país “pobre”.

    o brasil não é pobre.

    o brasil é burro.

  27. Marcelo Träsel diz:

    1 - Em minha opinião, o tal de João trabalha numa fábrica de STBs ou outro tipo de atividade ligada diretamente à TV digital. Aliás, parece saber demais sobre a Globo para ser opinião isenta, embora queira parecer.

    2- Valter, o Brasil se vendeu para o Japão para implantar às pressas a TV digital e, pior de tudo, nem recebeu o pagamento, que era a tal fábrica de semicondutores.

    3- O problema maior nem é a questão técnica, que será resolvida de um jeito ou de outro (embora tenha sido a maior barbeiragem). O problema mesmo é que todo o sistema foi criado para que nada mude na organização econômica e política da TV brasileira. Poderíamos ter dobrado o número de canais abertos e ainda inserido interatividade, mas preferimos deixar tudo como está, só mais bonito.

    De minha parte, pretendo fazer todo esforço possível para transformar meu computador conectado à Internet em televisão. Tenho pena é dos pobres, que continuarão tendo de agüentar a mesma programação babaca.

  28. joao diz:

    Caro Marcelo Träsel.

    O tal de João não trabalha no meio, ou ligado a tv digital, ou coisa parecida. Trabalha com autopeças, mas faz algo que quem nasceu após 1980 não faz: lê, não tem euforia de crer em tudo, e pesquisa muito antes de emitir um parecer, pois cabe a quem pesquisa não falar bobagens. O conteúdo da televisão brasileira não precisaria ser discutido agora, mas sim antes de deixar as novelas transmitirem conteúdos de mentes deturpadas, assim como a maioria dos filmes americanos, que impuseram padrões morais abomináveis, banalizando violência e desrespeito. E acima, o que vi foi muita intolerância de todos, até minha mesmo. Mas tv digital NÃO é conteúdo, é tecnologia. Quem quiser discutir conteúdo, tem que entrar em outro forum, especíico para conteúdo. E muitos disseram sobre “pobre”. O que é ser pobre? É mais ligado a materialidade ou a cultura de cada indivíduo? Há muito pobre, endinheirado, e estes são os mais perigosos, pois usam da arrogância e violência para se impor, já que são desprovidos de cultura, educação (em seu amplo sentido) e jamais serão ouvidos sem usar a força. Concordo plenamente com o “gbruno”, porém discordo do Leandro Demori. Só há que se lembrar que, se o sistema japonês não agradou a muitos opinantes aqui, ele é gratuito e atende a pobres sim. Pobre também gosta de evolução tecnológica e para isso existem as Casa Bahia e tantas outras que parcelam em dezenas de vezes. Então, Full HD NÃO é exclusividade de uma classe social. Há também quem assim como eu, trabalhador de produção, mediamente remunerado, pode ter. E há também quem se interesse não porque é do meio ou tenha que estudar para provas de faculdade. Há também pessoas comuns, como eu, que estudam o assunto. Só isso.

  29. Leandro Demori diz:

    Mas, Johnny, não concorda comigo no que? Quando digo que o sistema foi lançado de forma política e sem o menor critério?

  30. André diz:

    “Mas tv digital NÃO é conteúdo, é tecnologia”.
    desculpa, mas esse é o argumento de quem tenta justificar essa escolha e não nota que estamos no século XXI. TV Digital, antes de definir que tecnologia, é definir o que queremos passar, que recursos essa TV vai ter, pra depois pensar em como passar isso. Sem falar que debater por comentário de blog, usando uma ID e mail qualquer é fácil hehe.

  31. joao diz:

    Caro Leandro.

    Eu discordei de sua colocação “Agora imagina o Zé Mané (99% da população)”, demonstra um pré conceito, e se colocando pairando acima de outras opiniões ou nivelando todos brasileiros como idiotas. Há pessoas que esquentam bancos universitários e são burras, enquanto outros que nem formados são demonstram inteligência acima da média. Para seus contemporâneos, Einstein era um “Zé Mané”.
    Voltando a tv digital, acho então que o nome deveria ser outro, porque o digital na minha opinião diferencia, em princípio (mas não se fecha nisso) o modo de tráfego dos dados, portanto, a tecnologia empregada. Volto a insistir, o conteúdo é outra coisa. Quanto ao André dizer que debater por comentário, usando uma ID e e-mail qualquer é fácil, me parece que esse é o método designado pelo blog, não fui eu quem criou esta regra. Se for pra revelar o nome, eu não tenho nenhum problema, mas desde que todos assim o façam. Por que só eu tenho que revelar, já que houveram tantas opiniões carregadas de paixões, ufanismos e enfáticas? Eu, como consumidor e que tem usufruido a plenitude disponível do sistema, estou satisfeito. Tenho a paciência suficiente para entender a plurianuidade do sistema, que está pevisto ser concluído em 2016. Entrei nesta, e no capitalismo, há aqueles que aderem no início para baratear o sistema para os que vem depois. Eu, assim como os mais de 1 milhão de pessoas que hoje desfrutam o sistema não temos que ser atacados, mas sim ouvidos. Há também neste rancor um pouco de inveja, pois o sistema é caro e as frustações de não o ter são descarregados em críticas. É como o conto da raposa e as uvas.

  32. Leandro Demori diz:

    Joao, não me entenda mal: me incluo nos 99% dos Zé Mané. Não saco NADA de TV digital e, vendo o Hélio Costa falar no ano passado, achei que a Mulher Melancia ia se materializar na minha sala.

    - Braziu, sempre.

  33. Marcelo Träsel diz:

    joão, todos os autores da nova corja usam seus nomes verdadeiros, caso não tenha notado. sobre os outros comentaristas não temos controle algum.

    lamento se sua defesa implacável da tv digital me fez inferir que fosse um funcionário de uma empresa ligada ao ramo (há muitos outros comentaristas nesse post que têm interesses diretos no assunto, para o bem e para o mal). agora que você forneceu mais dados, estou convencido que lhe devo desculpas por isso. a chave é esse trecho:

    “Tenho a paciência suficiente para entender a plurianuidade do sistema, que está pevisto ser concluído em 2016. Entrei nesta, e no capitalismo, há aqueles que aderem no início para baratear o sistema para os que vem depois. Eu, assim como os mais de 1 milhão de pessoas que hoje desfrutam o sistema não temos que ser atacados, mas sim ouvidos. Há também neste rancor um pouco de inveja, pois o sistema é caro e as frustações de não o ter são descarregados em críticas. É como o conto da raposa e as uvas.”

    obviamente, você está tentando justificar para si mesmo um investimento de milhares de reais para benefícios pífios. só uma projeção no mais clássico estilo freudiano justifica o apelo para a fábula da raposa e das uvas. presto aqui minha solidariedade por você ter caído no conto do vigário do hélio costa.

    quanto aos pobres, refiro-me à parcela da população que vive perto ou abaixo da linha da pobreza, mas ainda assim consegue ter uma televisão no barraco para esquecer das mazelas da vida. esses é que ficarão reféns do faustão em alta definição. os endinheirados poderão sempre assinar tv a cabo ou baixar seriados da web.

    quanto ao crediário das casas bahia, não recomendo a ninguém. principalmente a quem não tem dinheiro e, portanto, não devia gastar com juros estratosféricos.

  34. dante diz:

    bá, faustão em alta definição = MUITO MEDO

  35. joao diz:

    Caro Marcelo.

    Quem reclamou sobre se esconder atrás de ID foi o André, não eu. Coloquei que sigo as regras do blog. De resto, ok.

  36. joao diz:

    Caro Marcelo.

    Quem reclamou sobre se esconder atrás de ID foi o André, não eu. Coloquei que sigo as regras do blog. De resto, ok. Quanto a todos os demais tópicos, é o mesmo que discutir religião, futebol ou política: cada um tem uma maneira de entender e enxegar. Eu em nenhum momento me vi enganado, é como ter uma mulher infiel, todo mundo sabe do risco. Mas por que as pesoas mesmo sabendo se submetem? Por que se vota naqueles que nos ferram? Então, por que acatar este sistema? Nem sempre ser rebelde é salutar, haja visto os que foram torturados e morreram por ideais, que foram vencidos. Quando o estupro é eminente … assim disse nossa ministra. E olha que não sou político e tão pouco gosto de algum partido politico. Estou neste mar de opiniões, dando um voto, e sem esta tese freudiana. Ele não era normal.

  37. A Nova Corja » Blog Archive » O fracasso da TV digital brazileira II - a saga diz:

    […] da repercussão da entrevista com o diretor da Positivo, seguimos a série sobre a vergonhosa não-TV digital do Braziu. A Nova Corja conversa com André […]

  38. A visão da Positivo sobre a TV Digital « TV + Internet diz:

    […] A entrevista toda tá aqui. Semana passada conversei com eles e rendeu uma conversa maior. Expliquei algumas coisas que conversamos em aula com o pessoal e outras que explicamos mais por aqui. Confira a outra entrevista aqui. […]

  39. A Nova Corja » Blog Archive » TV digital? Não, obrigado diz:

    […] abril deste ano publicamos uma entrevista com Erlei Guimarães, diretor de conectividade da Positivo Informática, empresa que fabrica conversores para TV […]

  40. E a TV digital no Brasil… « Lead us into temptation diz:

    […] Entrevista com Erlei Guimarães, diretor de conectividade da Positivo Informática, empresa que fabr… […]

  41. Mauro diz:

    Este post é ridículo. Eu me lembro bem que só foi chegar o primeiro televisor Estereo na minha casa lá por 1997. Imagino portanto que “A televisão em estereo no Brasil foi um fracasso retumbante”.
    Essa gente acha que existem tecnologia sem custos, sem royalties e sem dificuldades técnicas que seja capaz de chegar à casa de 170 milhões de pessoas em um ano??
    Se conclusões desse tipo pudessem ser tiradas tão rapidamente, essa tal de positivo é que seria um fracasso (basta ver quantos brasileiros têm computador em casa, segundo a lógica do Sr Erlei Guimarães). A Positivo não é um fracasso, nem a TV digital. Fracasso foi essa entrevista.

  42. adso diz:

    a maior piada da tv digital é que ao invés de abrir pra ter mais quinhentas emissoras, vai ser aberto pras mesmas tornarem sua qualidade super-mega-hiper-pé-de-galinha.
    braziu.

  43. Anonimo diz:

    Problema é q todos acham q colocar um sistema desse é muito simples e que ninguem ta com a bunda sentada num cadeira, queimando os miolos tentando resolver os problemas que surgem…
    Falo isso pq já trabalhei no projeto Ginga e sei o qto a galera rala pra colocar a coisa pra frente e fazer o nome do Brasil reconhecio, sem precisar ficar se submentendo a tecnologia desenvolvida em outros paises…. Agora é muito mais fácil ficar com a bunda em frente a TV (ou computador), reclamando q o projeto já começou errado pelo nome “GINGA” e por outras 1000 outras coisas…
    Se Thomas Edison se deixasse abater pelas críticas daqueles que não fazem &$%* nenhum, além de criticar as tentativas e erros dos outros, hj provavelmente estariamos todos no escuro ou vivendo a luz de velas.
    Como diz a velha frase ” Melhor ficar calado e deixar q todos imaginem q você é um tolo, do que abrir a boca e acabar com a dúvida!!!”
    Portanto, pensem nisso…

  44. Anonimo diz:

    Interessante como os preconceitos afloram em um momento como esse. “Onde é a Paraíba? Que lugar é esse?”

  45. Anonimo diz:

    Vamos então achar algum afro-descendente que trabalhou no projeto Ginga para então poder dizer “Ahhh, foi trabalho de nego”.

  46. Tiago diz:

    Viva o padrão PAL/M 2.0!

  47. Anonimo diz:

    Ah sim, NOTA:

    O problema dos royalties é por causa do GEM (se vc nao sabe o que é, então nem leia meu comentario), que se baseia no padrão MHP, e possui um plano de cobrança de licença impraticavel (de acordo com a audiencia prevista).

    Por isso que os padroes de TV Digital interativa nao saem do papel, nem mesmo no Japao, que apenas o BML (declarativo) é usado (pelo problema dos royalties).

    Recentemente a empresa que controla a patente do MHP viu que iria perder muito se o brasil e o japao adotacem uma API que seria definida pela SUN e seria free, dai ela liberou a licença do MHP para sistemas de broadcast, dai eu nao sei mais em que pé está essa situação.

    Por isso acho que essa entevista é um fracasso, e que ao invés de falar merda em comentarios inuteis aqui.. O buraco é mais em baixo!

  48. cidadão brasileiro diz:

    Só tem gente desinformada com aquela velha falácia de “no Brasil nada dá certo”. Então pronto, viva o Brasil de vocês que nada dá certo, esse Brasil aí cheio de preconceitos e gente ignorante que fala mal do que não sabe.
    Pra quem não sabe o receptor de TV Digital da Positivo foi líder de reclamações no PROCON, tanto que foi tirado do mercado - realmente essa TV Digital dele deve ter fracassado.
    Acredito que algumas coisas foram precipitadas, mas não se pode falar mal de algo que ainda não começou de verdade. E como não se libera código do Ginga? Procura no Google que você acha toda a documentação e código de referência.

  49. Rodrigo diz:

    “a maior piada da tv digital é que ao invés de abrir pra ter mais quinhentas emissoras, vai ser aberto pras mesmas tornarem sua qualidade super-mega-hiper-pé-de-galinha.
    braziu.”

    A questão QUALIDADE DE TRANSMISSÃO X MULTIPROGRAMAÇÃO é uma decisão de projeto da emissora de televisão. Explicando em linhas gerais, o padrão MPEG, especificado pelo padrão brasileiro de TV digital, permite compactar o sinal transmitido pela emissora,”sobrando”, desse modo, espaço no espectro de transmissão. Aí vem a questão se a emissora deve aumentar a QUALIDADE DO VÍDEO E DO ÁUDIO para ocupar toda a “banda de transmissão” ou se cria outros canais para ocupar o restante da banda (MULTIPROGRAMAÇÃO).

    Ai, meus amigos, é uma simples decisão de mercado. As emissoras de televisão vão decidir se é mais vantagem $$$ para elas criarem MULTIPROGRAMAÇÃO ou aumentar a QUALIDADE DE TRANSMISSÃO. Não é o governo brasileiro, nem o padrão brasileiro de Tv digital, nem muito menos o Ginga que vai dizer o que as emissoras vão fazer com seu espaço de espectro. É uma questão de decisão das emissoras !

    Para emissoras como a TV Senado ou Tv Cultura acredito que seja interessante a MULTIPROGRAMAÇÃO, mas para emissoras como a Globo, por exemplo, a maior qualidade de áudio e vídeo, talvez, seja mais vantagem.

    Ahh..e se vocês não quiserem assistir ao Faustão em alta definição, mudem de canal, ou melhor, desliguem a televisão e vão ler um livro, assim vcs param de “falar” besteira na Internet e o “achismo” infudamentado chega ao fim.

  50. Leandro Demori diz:

    Adoro ver comentários de gente que não leu o post.
    [Rodrigo, reveja]

  51. Rodrigo diz:

    Caro amigo,

    Li o Post. O meu comentário foi em relação ao comentário do outro amigo de cima e não referente ao Post como um todo.

    Vc não viu a citação em cima do meu comentário ??? Acho que não…ou fingiu que não viu, sei lá…

  52. Ginga, só no natal. « Simulações diz:

    […] TV Digital, TV Globo Você otário que comprou um aparelho televisor desses gigantes, um conversor desses da Positivo. Vai ficar feliz com essa notícia. Seu aparelho de 400 reais não estará defasado já em março. […]

  53. Rodolfo diz:

    “ginga” tenho uma notici pra vc tbm…uma tv lcd vai substituir,ate pq as tvs antigas consomem muita energia entaum o “otario” pod comprar uma tv lcd c/ painel ips ate pq c vc leu materias..sobre plasma converso etc…governos vao banir a plasma entaum a tv lcd é a mais sugerida!!!

  54. Camilo diz:

    http://adrenaline.com.br/forum/aparelhos-de-tv/247702-plasma-lcd-vantagens-desvantagens-reais.html

  55. João Rúbio. diz:

    Parabens Antonio. Você disse tudo. Aliás, não é só o reporter, são todos estes @$#@& desse governo, que nos loteiam sem se importarem se quer com o preço, desesperados em fazer propaganda populista, com tudo que seja possível enganar os tontos que com serteza os manterão no governo 20 anos como querem. Enquanto isso, eu vou me virando aqui; depois que essa TCHURMA chegou, salve-se quem puder; PLASMA, LCD, pra que!?
    Eu que sou desconfiado, e tanto que não voto nessa TCHURMA, (como fiz também quando vi os politicos unidos pra tirar Collor) perguntei pra mim mesmo: Se é bom pra eles, será bom pra nós!? Claro que não! Comprei uma TV daquelas de bundão mesmo, e um conversor Positivo, e pronto; Ganhei sim uma bela imagem e todos canais com a mesma qualidade, que é tudo que prezo. Que se dane o DTV; na verdade o que queriam mesmo era faturar alto e rapido. Rapido demais; sabe aquele cafezinho que você acha que esta na temperatura e manda, depois fica com ele cozinhando a boca sem saber o que fazer, e acaba empurrando goela abaixo que parece não parar mais de queimar? Então! Assim! É que o pessoal não fica atento, essa ai, é só uma mentirinha, já estamos pagando caro por muitas outras e muitas ainda virão à tona. É a conta política! Paresse que sai fora do assunto? É mas, só parece!
    Um abraço a todos.

  56. João Rúbio. diz:

    Opa!! Desculpem os erros, principalmente o PARECE. Eu estava na velocidade da luz. Perdão.

  57. almirusso diz:

    poxa,quanta cultura de entretendimento,eu sou uma pessoa muito lego nesta parte de entendimento,mas confesso q muitos tem razao,e outras nao tem razao,verdades q tem sentidos e outras q nao tem sentido,como dizia socrate,”so sei que nada sei” mas nesta historia vejo na minha concepçao de pessoa lega neste assunto,quem verdadeiramente quem esta saindo ganhado sao a midiapolitica,e as programçao continua,em beneficio proprio,sem preocupaçao se alguem tem se quer uma tv colorida para assistir esses programas desculturado do nosso dia a dia,que nao ensina nada de bom pra as crianças ,que tanto falam que sao o futura da nossa naçao.acho que todos direspeitam a a justiça,pq nao tem medo da mesma,pq as leis so beneficiam os grande,os pequeno acuado e esquecido,estao assistindo duentimente jogos,novelas,seriados,jornais de acidentes e violencias,enquanto o salvador da patria pra mudar este quadro esta duente,e ninguem qer ajudar ele pra ficar boa da saude o sr.BRASIL.pede ajuda pra seus futuros recenacidos sem tantas acidentes e desigualdade sociais que a cada dia vem se tornando a maior epidemia crecente ,que se pode cuidar apenas com um remedio chamado: (força de vontade) daqueles q despoliticamente esta matando a noes brasileiro a cada dia no passado,no futuro e no presente,e infilismente ficamos as vezes egoista e ambisiosos e tetraplegico sem se mexer so observando as coisas erradas e absurdas que deveria acabar,mas infilismente agente nao faz nada e o Sr.Brasil esta na uti,esperando com esperança isso um dia tudo mudar,mas sera que tera jeito?desculpa a todos se falei muitas tolisses,um abraço a todos.

  58. Marcos Sartori diz:

    Naum ligo pra TV digital Aberta. Qualidade de Imagem pra ver oque? Faustão e novela?

    Antes que pode-se passar canais fechados pelo ar e cobrar pela chave de criptographia, barateando o custo de ter que por parabolica ou cabo. Como se faz no sistema DVB-T.

    Onde me toca, vou continuar usando DVB-S na Sky. Só falta este governinho de merda querer meter bedelho na TV fechada tambem.

    Isso tem intere$$e$!!! Naum duvido ter Sarney e Petralhas envolvidos!

  59. adolfo j cardoso diz:

    como serà possivel trabalhar com um computador que a ent.ex. sabota blocando,som emage de webcam,som com eco,imaginabel e impossivel de escutar,imseportavelàs orelhas, blocages doMSN live, disemdo que oblige se fechar pour mutivo tecnique e durate semanas non havre,e porfite para cortàr o skype ou o som que non se houve ou o webe came esta ligàdo todo o tempo mas non envia a image!!!!bijarre para poder fazer face ompro à tres semanas novo compotador tchiva e recomeça o mesmo travalho, porque o meu nome e sempre o mesmo. terei quepassar de homem para uma filha para por o nome de mulher ?????????cerà sà a societe M.S. made em todo o Mumdo………..bràbo ou serao racistas ?????

  60. Urdu diz:

    Excellent! I read a lot of articles to find this information but never saw this explained so well.

  61. tom ford eyewear diz:

    tom ford eyewear…

    A Nova Corja » Blog Archive » ?Ah, tem que pagar??. O fracasso da TV digital brazileira em ato contínuo…

  62. Lucretia diz:

    Good day! I just want to give you a big thumbs up for
    your excellent info you’ve got here on this post. I’ll be returning to your blog for more soon.

    my weblog - dr oz garcinia

Comente