Caminhos Bovinos - Parte II

16:10 | 04/09/08 | Walter Valdevino

Já que tem gente por aí aparentemente bastante perturbada com uma tal de “campanha para desestabilizar o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem“, e com tirar “esqueletos do armário“, nada melhor do que citar a matéria do Giovani Grizotti na Zero Hora (mídia má, feia, bobona, gollpista) de hoje falando sobre secretárias de empreiteiras contratadas pelo Daer que trabalham para engenheiros do órgão.

Ante$, porém, duas lembrança$:

1) REMEMBER - para todo e o eterno sempre - o que disse o ex-chefe da Casa Civil Bubu$atto em conversa gravada pelo vice-governador Paulo Feijó:

Todos os governadores só chegaram aqui com fonte de financiamento — hoje é o Detran, no passado foi o Daer. Quantos anos o Daer sustentou?

Relembrou? Ok. Pois agora esqueça, porque Bubu afirmou depois que não era nada disso e que os 20 minutos da gravação (sem nenhum corte) estavam fora de contexto. O Bovinão inteiro, que tem o povu mais pulitizadu du Braziu, engoliu a descuLLpa (não aconteceu nada com ninguém = engolir. Ok? Ok? Ok).

2) Lembra daquela matéria também do Giovani Grizotti sobre laudos fraudulentos que permitiam que ônibus de turismo e fretamento de passageiros circulassem mesmo tendo mais de 20 anos de uso, que é o limite estabelecido pela lei? Pois bem, quem deveria fiscalizar o troço era justamente o Daer. A matéria acabava com um guincho estacionando a carcaça abaixo na frente do prédio do Daer na capital bovina, na Av. Borges de Medeiros, e o Grizotti pedindo para o diretor-geral do Daer descer para checar se o bu$ão tinha condições de circular.

daersucata.jpg
E$queleto fora do armário

Chega de e$queleto e vamos às falcatruas:

Funcionários de empresas atuavam dentro do Daer

Secretárias de empreiteiras contratadas para fazer obras no Estado trabalhariam para engenheiros do órgão

Funcionários de empresas contratadas para realizar obras em rodovias do Estado trabalhavam dentro do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Essas empresas seriam responsáveis pelo pagamento dos salários de secretárias de engenheiros que trabalham na autarquia estadual.

(…)

O alerta de que supostas irregularidades estariam ocorrendo dentro do Daer foi feito à reportagem da RBS TV por um funcionário que pediu para não se identificar. Ele diz ser servidor do departamento há mais de 20 anos.

Uma coisa de compadre, né? No momento em que uma empreiteira cede funcionário para trabalhar dentro do Daer ou de qualquer outro órgão público, o acesso já fica mais fácil, entendeu? Eu acredito que é uma troca de favores. Essa empreiteira pode ter alguma vantagem – disse.

Um dos casos estaria ocorrendo na unidade do Daer de Esteio, na Região Metropolitana. Em um diálogo por telefone com a reportagem da RBS TV, a secretária do coordenador Saul Uguini confirmou que é funcionária da Enecon, empresa de consultoria em obras rodoviárias que tem contrato com o departamento.

(…)

Situação semelhante estaria ocorrendo em Palmeira das Missões, no norte do Estado. Conforme conversa, também por telefone, com o repórter, a secretária do coordenador do Daer, Tobias Medeiros, afirma que é funcionária da Mac Engenharia, a mesma empresa que alugou o carro usado pelo superintendente afastado do Dnit.

(…)

Contraponto

O que diz a assessoria de imprensa do Daer

A propósito da existência de casos de empregados de empresas contratadas pelo Daer desenvolvendo atividades junto a dois distritos da autarquia, o órgão esclarece que, no caso do 1º Distrito, sediado em Esteio, a funcionária faz parte de um contrato de empresa de consultoria Enecom – Engenheiros, Economistas e Consultores SA e desenvolve atividades administrativas voltadas à supervisão da obra do Contorno de Bom Princípio (RS-122), que está sendo executada pela empresa Brasília Guaíba – Obras Públicas Ltda. No caso de empregada de empreiteira trabalhando em atividades administrativas do 17º Distrito, em Palmeiras das Missões, a diretoria do Daer instaurou, nesta data, sindicância para apurar a situação apontada pela equipe de reportagem e tomará as medidas administrativas e disciplinares cabíveis. O fato denunciado não era do conhecimento da diretoria do órgão, que não aceita esse tipo de irregularidade e garante eliminar esta e qualquer outra situação semelhante, uma vez que a sindicância atingirá todos os Distritos Operacionais do Daer.”

Ah, sim: se Tico e Teco ainda não deram as mãos, aviso que o “Caminhos Bovinos - Parte I” e o “Caminhos Bovinos - Parte II” significam que haverá mais partes. Ok? Ok?

Tags: , , ,

Postado por Walter Valdevino, 16:10, 04/09/08, na(s) categoria(s) Demência moral. Você pode acompanhar os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Deixe um comentário ou coloque um trackback em seu site.

12 comentários para “Caminhos Bovinos - Parte II”

  1. Jean Baptiste diz:

    Esse Da camino é cheio de dedinhos. Não quis apresentar o nome do “agente público” falcatrua e que deve estar rindo a essa hora. Se ele continuar demorando a divulgar, vai ficar sem tempo na agenda quando a coisa começar a explodir (Daer, Detran, Corsan,…).

  2. O Parcial diz:

    A lei do mais forte impera no seio do Brasil/Rio Grande.
    Até que ponto esse tipo de coisas será suportado pela população?
    Continuaremos na luta…

  3. Nico diz:

    Sabe, isto de empreiteira tem muuuuita coisa. Muita bola de um produtor de aço, de um outro produtor de concreto, de madeira, de eletroeletrônicos, de softwares e uma série de outros. Quem esquecerá tal generosidade na hora da licitação?

  4. Lulu diz:

    Cara, é só dar uma olhada no link para o SICEPOT prá ver que é uma grande máfia.
    As empresas consultoras do DAER, que deveriam fiscalizar as obras do DAER, são as famosas MAGNA, ECOPLAN, STE, ENECOM, SD e Beck de Souza.
    Mas não é que o presidente do SICEPOT é o dono da STE, conhecido como Ali Baba na CPI do jogo Bixo que quase ferrou o Olívio.
    Ainda fazem parte do “sindicato” a SD e a Beck de Souza.
    Uma graça, fiscalizam as empresas Brasilia Guaíba, SULTEPA, RIBAS, MAC e TONIOLO que também fazem parte do SICEPOT e executam as obras do DAER.
    Obras superfaturadas arranjadas pelo Paiva e Cia.
    Tudo em família, não?
    Sindicato, máfia e famiglia, hum….
    Onde entra o Quadrilha ai?

  5. Moses diz:

    O que eu acho estranho é que todo mundo sabe como funciona (ou alguém aqui não sabe que é assim?) e aí pinçam um episódio, ENVOLVENDO O GOVERNO FEDERAL, ÓBVIO.
    Será que alguém aqui acha que quando um secretário lá do CAFFFFFFF precisa de um estagiáro liga pra FDRH, Administração?
    É isso que dá ler a zóia.

  6. Moses diz:

    Outra coisa: as “facilidades” não são exatamente na execução, mas na renovação dos contratos, que aí não precisa de licitação. Ok? Ok.

  7. fer diz:

    “Luta”… hhshshfhshfsfhss. Dei uma de Waldick Soriano agora.

  8. Felipe de Caxias diz:

    Esse novo escândalo(?) - hoje ninguém mais se escandaliza com nada, apenas provou e comprovou a conversa que o vice-mauzão gravou sorrateiramente com o Bu$$ato.

  9. Bragarowski diz:

    O DAER de Palmeira das Missões jurisdiciona a obra da RST 472, entre Tres Passos e Tenente Portela, base da deputada Zilá, presidente do PSDB-RS, executada pela MAC Engenharia.
    Por isso a “necessidade” de colocar uma funcionaria da MAC trabalhando ao lado, na frente, atrás, embaixo e em cima do engenheiro Tobias.
    OK? OK? Yes.

  10. Bragarowski diz:

    Mais uma:
    em Tres Passos (base da deputada Zilá) também está rodando alegre e saltitante o famoso Pa$$at alemão que pertencia a governadora Yoda, que ajudou no pagamento do cafofo real tucano.
    Pode não ter nada a ver, mas que atiça a curiosidade bovina, coooomo atiça!!! Parece que o comprador pagou R$ 26 mil.

  11. Solange diz:

    Boa noite
    acabei de ver na tv-com, que o reporter Giovani Grizotti , ganhou um prêmio com o artigo as carcaças.Tudo bem ,merecido,mas pergunto para ele onde esta a funcionaria que alegremente mostrou capazidade para conduzir o seu desempenho no setor de oficinas mecanicas,dizendo a verdede, como funcionava as vistorias mecanicas,O sr reporter, não poderia ir direto na chefia e fazer as perguntas que o sr queria ouvir,sem prejudicar uma funcionaria de baixo escala?
    Durma bem ,pois eu não consigo, não esqgueço a cena que eu apareço no fantastico,e outra vezes no nosso jornais,a minha vontade era de me matar de tanta vergonha,pois fui uma vitima na sua mão,aparencendo eu rindo,o sr usou a sua visita no daer, como um dono de oficina preocupado para abrir uma oficina,assim eu atendi o sr com tuda a minha educação,filha de militar, e não gosto de ir em repartição publica mun.est.fed, e ser mal atendida.pesse bem antes de prejudicar funcionarios sulbaternos.

  12. Camilo diz:

    Solange, vai na PAMPA, na BAND, na GUAÍBA e no SBT.

    ALGUÉM vai comprar a tua história. Sério.

Comente