Você é um imbecil

7:06 | 02/03/09 | Leandro Demori

Vou abrir a semana com uma pequena história para aqueles que nasceram para brilhar. Isso mesmo: você, VOCÊ! que nasceu para o sucesso por que, afinal, ser um loser é para o perdedores, oh! redundância da existência. Deixe isso para os outros, aqueles que eram a má influência na “Infância Segundo Sua Mãe”.

Sinceramente? Não sou lá de me impressionar muito. Trabalhei em redação por anos, recebia fotos de pessoas completamente mutiladas por uma barbaridade qualquer da vida e, enfim, a gente acaba se acostumando. Como tenho meus limites pessoais e perder a humanidade não faz parte do meu projeto de vida decidi sair dessa. A política, por mais suja que possa ser, acaba virando uma imensa piada. Afinal de contas, se VOCÊ que é o interessado maior em melhorar as coisas não faz nada, eu é que não me sinto na obrigação de fazer.

Mas preste atenção nessa história.
Preste muita atenção nessa história.

Você que está aí pensando em como se integrar ao mondo capitalista que irá lhe trazer a felicidade, o mondo capitalista que fantasia na sua existência doente. Você que não “mede esforços”, que “veste a camisa”, que faz hora-extra sem receber porcaria alguma e que passa por cima de tudo e de todos porque, “Ei, o mercado de trabalho é Thomas Hobbes, merrmão”.

Pois saiba que você é um idiota.

Leia este e-mail que recebi durante o final de semana e tenha certeza disso: VOCÊ é um tremendo, um imenso, o maior idiota de toda a existência.

“Então, fui pro curso sozinha, pois é assim que tem que ser. Não pode ir com seu carro, não pode conhecer ninguém lá dentro. E assim foi. Ah! 1.500 reais. Por dois dias. Tem que ser levada por alguém que já fez o curso.

O lugar é paradisíaco. Em meio à campos de golfe, chalés e flores e mais flores, se esconde um barracão sem janelas de uns 7×5 m. Um contrato é assinado: a obediência às regras é condição sinequanon. Fazer o quê? você. já tá lá mesmo…

122 pessoas agrupadas no barracão, cadeiras rigorosamente enfileiradas, palco na frente. É feita uma palestra para apresentação da chefia. Uns dois médicos, vários terapeutas, cada cara mais esquisita. (Começo a desconfiar que entrei numa roubada). Depois de uma leve palestra introdutória, cheia de recomendações e regras, começa o workshop. Retiram-se as cadeiras. Nós que temos que arrumar e desarrumar tudo. Quando se entra no barração não pode sair. Nem se você. tiver morrendo por falta de ar, nem com crise epilética. Ir ao banheiro então, nem pensar!

Celulares e outras mordomias são terminantemente proibidos. Conversas ou risos, forget it. Eles dizem o que tem que ser feito e você. repete. Detalhe: além da cara de mal encarados, eles todos se vestem de preto total. Os homens de terno.

1º exercício: uma fila parada e a outra andando olhando e gritando para quem estava parado, de um a um, coisas meigas como: COVARDE, IMPOTENTE, BOSTA, PREPOTENTE, ETC. Assim de um em um todos eram expostos a ouvir por 121 vezes, e a dizer 121 impropérios. Algumas pessoas, Leandro, choravam muito. Desesperadas. Outras pareciam o Hanibal em dia de festa. Não podia rir, por todos os lados havia um deles te fiscalizando e SURPRISE, te castigavam por qualquer coisa que achassem merecedora de. Eu, essa criatura selvagem que você. já conhece, me rebelei nos primeiros 5 minutos e levei um balde de água fria na cabeça. Depois do quinto balde e encharcada, fui levada por dois torturadores para fora e convidada a me retirar. “Agora eu vou ficar. E vocês. parem de pegar no meu pé”. E eles: “Pelo contrário, vamos pegar muito no seu pé”. OK.

Isso durou das 19:56 até às 4:32 da manhã. Os horários são assim. Tinhamos q. voltar ao barracão às 7:00. Detalhe: tinha que voltar com um texto decorado sobre vencedores e perdedores. “E, aí de quem não souber tudo na ponta da língua, os castigos vão ser tão terríveis que vocês. nunca mais se recuperarão. Coisas inimagináveis poderão ocorrer” - Imagina, tava todo mundo fragilizado, cansado, só escutando grito, confinado, o ar condicionado ora muito frio, ora muito quente, sem poder tomar nem água, nem ir ao banheiro, sem poder falar com a pessoa ao lado, BIZARRO, SINISTRO -

Aí, pequeno, que eu tava com uma enxaqueca de matar e como não podia tomar remédio, fiquei
numa fila que eles me colocaram para conversar com o médico, que me disse com grande tédio que minha dor de cabeça era uma muleta e era bom eu desafiá-la.

Saí dali atordoada e procurando meu chalé. Só via as pessoas sonambulando, robotizadas, tentando decorar aquela jóia de literatura:… “Se você. pensa que é um derrotado você. será derrotado . Se não pensar, quero a qualquer custo, não conseguirá nada.”…

O quarto era minúsculo e tinha 4 camas. Isso era o q. menos importava, porque a última coisa a fazer era dormir. Fiquei debaixo do chuveiro por muito tempo, tentando recobrar minha sanidade. E pensei “fucsia” com esses versos de merda, “sucesso a qualquer custo” não é minha praia. Saí de lá melhorzinha e mal tive tempo de engolir um suco e já escutei os acordes de “Assim Falava Zaratrusta” que era o sinal de que faltava um minuto para entrar no barracão.

Quase ninguém decorou e quem decorou o fez com erros. Daí fomos todos castigados. Nos levaram para um corredor de 3 m. de largura por 10 de comprimento. Formamos filas e tinhamos que ficar estáticos com distancia de um palmo entre um e outro. Vigiados de perto não podíamos fechar os olhos, nada. Ficamos assim por umas 3 horas. Eles iam chamando um por vez, e podíamos escutar os gritos vindos do barracão. É incrível a fragilidade do ser humano. Naquelas horas tudo passava na minha cabeça. De choque elétrico a torturas inimagináveis. Era isso que eles se referiam quando disseram que nunca poderíamos imaginar etc. A nossa imaginação bate qualquer realidade: o medo, o pânico te assombra de tal forma que nenhuma realidade pode ser pior.

Mas a espera, o sofrimento te detonam de tal forma que bagaço é pouco. Quando você. sai dali tem uns minutos para comer e uma nova chance de memorizar o texto. Só pra não te dar um segundo de paz. Soa o Zaratrusta e volta pro barracão. Entra o Tadashi. Pede o texto. Grita, Berra, e muda de assunto: “Terapia da Raiva”: explica uma formação esdrúxula e um círculo se forma no centro. Todos temos que respirar de uma determinada maneira, em determinada posição. Isso com ele aos gritos, num microfone, e os “torturadores” andando entre nós, fiscalizando. Daí que o bicho pega. É inacreditável. Se eu não tivesse visto acho que não acreditaria, pois ninguém que sai de lá conta o que viu ou o que se passou. Só de te contar, já estou passando mal. Por isso parei antes.

A reação das pessoas varia muito: alguns fazem que vão vomitar, outros vomitam… detalhe: fica tudo lá. Outros começam a estrebuchar, tipo Igreja Universal ou Terreiro. A gente tem que ficar com os olhos abertos, respirando olhando pra frente. Mas o q. você. não vê nem pela visão periférica, você. pressente pelos ruídos. É macabro.

Os torturadores vão avisando pro Tadashi quem está pronto (surtado), e a pessoa é encaminhada para o centro onde TODOS assistem aquela pessoa gemer, urrar, e o Tadashi vai botando pilha pra pessoa surtar mais um pouquinho. Quando em frangalhos, um torturador recolhe aquele ser que vai para uma parte do recinto, onde guarnecidos com bastões de madeira, batem em almofadas, ensandecidos, ou se atiram pelas paredes, uma coisa. Eu vi isso acontecer 121 vezes e só pensava: ‘Somos animais e selvagens. Um leão não faria isso, nem um elefante. Qual a explicação disso? Nunca mais confiarei em ninguém da minha espécie.”

Eu estava nessa onda quando Tadashi, him himself personifica ao meu lado, segura meu braço e manda: “Agora você” Eu disse: “Mais tarde eu vou, ainda não estou preparada” E ele, malvado: “Você vai!” Eu praticamente berrei: “NÃO VOU”. Ele: “Ou vai ou saí agora” Eu disse: “Saio com prazer”.

Se você. me perguntar o sentido de tudo isso, talvez você. possa me dizer. O que sei é que já são 180 mil pessoas que participaram desse treinamento e pertencem à “Família Silva” e existem muitos outros cursos “avancé”. Tem um em que a pessoa é obrigada a andar num caminho em brasas. Ele é referenciado e tratado como “Tadashi, meu rei”. É tipo um reverendo moon dos trópicos. O que sobrou disso tudo foi uma descrença enorme na racionalidade do ser humano.

Sabe, eu fiquei durante bastante tempo chocada. Escrevi pro XXX, redação da XXX, ele me respondeu, pessoalmente, dizendo até o nome do repórter que mandaria lá. Acontece que o cara, Tadashi, é muito inteligente, muita gente viu a entrevista na Marília G. e senso comum, “ele é o cara”. Acontece que a partir de então passei a acreditar que ela leva bola, pois é impossível, como uma jornalista séria, não checar, não investigar. O mais sinistro é que mesmo sem conversar com “os colegas”, você. percebe que tem muita gente póbre, digamos assim. Com o tempo, conversando com pessoas que já ouviram falar dele, soube que muitas empresas mandam empregados. Vamos imaginar, por hipótese, você. é empregado e seu chefe manda você. fazer um curso desse: “leadership trainning”, no mínimo é pra te preparar pra alguma função de maior responsabilidade, certo? Em chegando lá, você. desistiria, ou passaria por cima dos outros que nem um trator pra mostrar pro seu chefe que você. é um fodão?

Agora, pra mim, o que realmente pegou foi o fato de minha filha e meu genro terem ido, cada um na sua vez, terem insistido muuuiiito pra eu ir e continuarem frequentando e amando o Tadashi. Não entendo de jeito nenhum. Ela é arquiteta, mas sofre de paulistice, vai ver que é isso. Resultado dois pontinhos, estamos sem nos falar. Isso é grave.

Claro que pode publicar, vai ser um prazer! Acho que nem tem a ver citar nomes. Vou gostar de ler sua versão. Quem sabe tu não me ajuda a entender? Nós estamos aqui pra acrescentar, não é mesmo?

Manda ver.
Bjo.”

Tags: , , , , , , , ,

Postado por Leandro Demori, 7:06, 02/03/09, na(s) categoria(s) Demência, Demência moral, Demência seletiva. Você pode acompanhar os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Deixe um comentário ou coloque um trackback em seu site.

365 comentários para “Você é um imbecil”

  1. Julio diz:

    “Voce.” e “voces.” (note o ponto final depois de cada palavra) fode. Feio.

    Eu consigo imaginar o que ela passou so’ tentando ler a merda do texto com esses pontos flutuando no meio.

  2. fernando diz:

    Mas que coisa louca isso. Parece a Terceira Onda. ( http://en.wikipedia.org/wiki/The_Third_Wave )

  3. Gustavo diz:

    Nunca tinha ouvido falar disso aí. Ainda bem que eu sou cético de carteirinha e nunca gostei desses treinamentos de pressão. Aliás, muitas das práticas questionáveis que hoje são difundidas no mercado têm a ver com este tipo de mentalidade.

    Lamentável o que ela passou. Fazes muito bem em divulgar.

    Ah: e quem vê o site, pensa que é tudo maravilhoso.

  4. João Carlos Cembranel diz:

    Massss… e as provas do PSol, onde estão mesmo?

  5. João Carlos Cembranel diz:

    PS: Stálin e Pol Pot matavam, não se limitavam a fazer lavagem cerebral, matavam mesmo, e mataram milhões, tudo em nome do bom e santo comunismo ou socialismo.

  6. cristiano diz:

    poisé,
    achei q estava lendo sobre outro instituto,
    mesma história, campo de golfe e pá…
    dizem q muda a vida do vivente,
    como somos gaúchos, nao somos enganados p esse tipo de cousa!
    mas pelo visto é igualzinho, nao te dizem o q acontece, gostei de ler esse relato pq era justo o q eu imaginava,
    em resumo é coisa p quem nunca viveu emoções, nunca embarcou num ônibus p o nordeste passando pelo interior, p exemplo…
    http://www.maurinoveiga.com.br/

  7. Vaz Bisneto diz:

    EU ACHO que isso é uma escolha. quem concorda com a filosofia do “vença ou vença”, quer porque quer “vencer”, “subir na vida”, etc etc, E se sujeita a esse tipo de coisa, PAGANDO, tendo convicção de que isso será salutar para a sua carreira, que vá em frente.

    ninguém é obrigado a entrar, ou é?

    se eu tivesse 1500 reais pra escolher, acho que dava de ENTRADA num cruzeiro com o roberto carlos. deve ser engraçado vê-lo de bermudinha com uma perna só. ou ele fica o tempo inteiro de calça?

  8. Marcos diz:

    Eu entraria “postal” e certamente estrangularia os treinadores e/ou os perfuraria com o primeiro objeto agudo que encontrasse. Eles se arriscam.

  9. Juca Brito diz:

    Eu sei que é feio, mas estou sentindo inveja. Não uma invejinha boba, daquelas que a gente esquece depois do almoço.

    Não. Uma invejona das brabas. Daquelas da gente revirar o estômago e cravar as unhas na palma da mão.

    Pensem bem! Barracões fechados… temperaturas extremas… banhos de água fria… gritos, insultos e perdigotos… tortura, sofimento e humilhação…

    Eu realmente PRECISO abrir um curso desses.
    Especialmente dirigido para políticos e técnicos de futebol.

  10. Cesar diz:

    Acho que tua amiga é meio fraca. Deve ter sido criada pela avó. Fiz um curso semelhante. Ela exagerou horrores. “Torturadores”. Nossa….certamente criada pela avó.

    E qual é o mal de condicionar sua postura para ter uma atitude vencedora na vida? Se achar isso ruim, condicione para ter uma atitude perdedora….ou monte uma barraca de suco na Ilha do Mel.

    Só não critique algo que não conhece apenas pelo relato de uma guria que não aguentou o tranco de um curso que tem até gente de 80 anos que aguenta.

  11. Arbo Menna diz:

    inacreditável. se o sim, senhor do jim carry seria o fim, o q é isso?

    Cesar, convido você a fazer um relato minucioso então.

  12. Arbo Menna diz:

    jim carrey

  13. Gustavo 2 diz:

    O local citado não seria o Palácio Piratini ?

  14. Gustavo 2 diz:

    Mas falando sério que porra é essa de eu ter q provar ser “alguém” pra assumir um cargo ou até mesmo assumir uma postura melhor na vida ter q passar por essa humilhação e os resultados desse curso quem tem ?

    Mas eu sou fodão vou fazer o cruso porque eu tenho pau grande e sou machão, tomo 5 caixas de ceva sozinho e não fico bêbado e após os ensinamentos vou poder passar por cima de todo mundo e serei absoluto - estilo 300 de Sparta !

    Ainda bem q sua amiga é um ser humano q se enxerga como tal, parabéns por desistir de tamanha cretinisse

    ha ha ha ha ha ha ha

  15. Carmencita Bovineide diz:

    Não acredito que a Van tenha passado por tudo isso. Ainda não li tudo. Vou ler depois me torturando com um potinho de sorvete como sobremesa.

    Zaratrusta.
    Yeah! Zara thrusts.
    (Webster: thrust = to put (as an unwilling person) forcibly into a course of action or position)

    Mas o melhor de tudo até agora foi isso:
    Aí, pequeno,

  16. Leandro Demori diz:

    ou monte uma barraca de suco na Ilha do Mel.

    Meu sonho.

  17. Cesar diz:

    Não é o caso de fazer relato minucioso. Até pq a intenção é justamente essa…eu relatar o que se passa no curso tiraria a oportunidade de pessoas que não fizeram descobrir por si o que acontece…por isso acho que a menina do relato foi meio amadora em seu relato.

    O que posso dizer é que é uma experiência. Lavagem cerebral? Pode ser. Mas todos os dias passamos por isso, vendo TV, lendo jornais….tudo condiciona nossa mente para alguma coisa….

    Um curso desses apenas te ajuda a condicionar sua mente para atitudes positivas….não é só vencer ou vencer como disse o vivente ali em cima….o curso te ajuda a parar para pensar sobre a importância que vc dá para cada coisa….é cada um que vai tirar suas próprias conclusões….

    O curso aborda vários pilares que estuturam nossa vidate:

    Ajuda a perceber que vivemos essa vida alucinante, só trabalhando e se matando….e que temos que parar pensar no que importa…dar atenção para nossa família, para as pessoas que amamos….qualquer hora pode acontecer de vc perder alguém querido. Nesse mesmo sentido, ajuda a conscientizar que temos que dar atenção para nossa própria saúde….

    Com relação a trabalho que é o ponto abordado pelo Jornalista Leandro…é o que eu falei….qual o problema de se condicionar para lidar com as situações da vida como um vencedor? E qual o problema de ser ajudado para isso? Nós não fazemos cursos técnicos de MBA, Mestrado e etc? Qual o problema de fazer um curso que te passa técnicas de mentalização de pensamentos positivos? De auto-estima? Quem aqui é um superman que não se sente frustrado de vez em quando? E sinto muito….a vida realmente é uma selva de pedra….pq que é PECADO querer VENCER??? Eu trabalho, o mundo é capitalista….quero ser promovido, quero ser reconhecido…pq que não posso desejar isso???

    O curso aborda tbm a ética…não é vencer por vencer….como falei, são atitudes para vc se sentir bem consigo mesmo….trapacear ou passar por cima de alguém não é algo que faça alguém se sentir bem…não é esse o conceito…o conceito pe acordar, saber que tem um leão para matar no dia (quem não tem?), e encarar isso de uma maneira disposta…saudável….harmonica…pensar que vc trabalha, mas que tem uma familia, tem amigos, tem sua saúde…que tudo tem que estar fluindo…

    Deve ter um monte de charlatão na área…mas como em tudo….certamente existem cursos sérios e que dão um bom retorno a quem faz…

    Mas pensem o que quiser disso…pensem que é uma lavagem cerebral que faz coitadinhos sofrerem na mão de inescrupulosos torturadores com sede de sangue….O que me espanta é o Lenadro repassar um email COITADINHO desses sem checar o que realmente se passa….analisando SÒ UM LADO DA MOEDA….afinal nesse blog vcs sempre pregamo bom jornalismo, ou seja, aquele isento…do jeito que foi escrito tá até preconceituoso…

  18. Träsel diz:

    Não entendo por que alguém quer fazer um curso para ficar MAIS agressivo.

  19. Leandro Demori diz:

    E, Cesar: se pra se acreditar um “vencedor” (uiui) tu precisa ser chamado BOSTA, levar balde de água fria na cabeça e ainda PAGAR por isso sugiro exército dos EUA.

    Dão cidadania e pagam bem.

    Ao menos tu vai ser um bosta com a farda da América.

  20. Cesar diz:

    Balde = um copo plastico de café com dois dedos de água…

    E não é para ficar mais agressivo….a guria não conseguiu nem ir até o fim do curso….não entendeu o que se passa….

    Mas falei demais….vou voltar a trabalhar aqui….pois estou com sede de sangue e preciso passar por cima de uns 2 ou 3 colegas de trabalho ainda antes do almoço….pois preciso VENCER e ser um CAPITALISTA EXEMPLAR.

  21. Luciana diz:

    De acordo com o site do Instituto, em alguns “cursos” é vedada a participação de gestantes. Curioso, né, Cesar?

  22. Cesar diz:

    PÔ….e essa de ser chamado de bosta…isso não passa de técnica….quem idealizou o curso provavelmenhte estudou a respeito….nesse momento é isso…num outro, é o contrário um circulo com pessoas te falando coisas positivas…etc….Na faculdade capitalistra e sanquinária que fiz tive que estudar sobre situações extremas, casos quase improváveis…mas que serviam para saber mensurar os casos reais….dentro do programa desse curso TERRORISTA…..que como nome diz: É UM CURSO….vc está reservando um momento para refletir sobre essas situações EXTREMAS (que não é necessariamente o que vc vai passar pela sua vida)….Um time de futebol…faz aqueles treinos com campo menor, só podendo dar um ou dois toques na bola….no jogo o campo vai ter o tamanho natural…etc…

  23. Arthurius Maximus diz:

    Absurdos como esses nada dignificam a pessoa. O intuito da pressão para a participação nada mais é do que o desejo íntimo e perverso de ver o outro sofrer o mesmo que você já sofreu.

    Esses canalhas charlatães deveriam ser presos.

  24. Cesar diz:

    O que tem a ver….Gestante tbm não pode praticar determinados tipos de esporte….não aconselho uma gestante a praticar escalada tbm….ora, o curso lida com fortes emoções mesmo…qual o pecado?

    Bom…deu….fui….senão serei decapitado nesse MUNDO FEROZ….

  25. cinara diz:

    olha só, eu não pagaria para sofrer desse jeito nem f* gostoso.
    eu, só de ler o relato já fiquei enojada. tive um chefe, estrangeiro, num determinado emprego que agia mais ou menos assim com seus subalternos. um dia eu me emputeci e mandei ele ir à luta. perdí um empregaço mas ganhei auto-confiança.
    deus sou eu! (?) ou deus está em mim? (!)
    que se f* do tadaschi e seu curso de merda.

  26. Vaz Bisneto diz:

    ô Cesar, tu não te sente humilhado com alguém jogando qualquer quantidade de água na tua cara COM O INTUITO de te humilhar?

  27. Ricardo diz:

    O curso não tem nada a ver com humilhação. Vcs estão partindo da premissa equivocada.

  28. Navegador diz:

    Sou advogado trabalhista. Canso de assistir a julgamentos no TRT em que empresas muito prestigiadas são condenadas a pagar indenizações por dano moral a seus empregados exatamente por adotarem tais práticas humilhantes como “incentivadoras” de maior produtividade, sempre na área de vendas. Os caras estão fazendo escola. E as empresas estão embarcando nessa. Não sei se as indenizações fixadas pelo TRT (em média, 30.000 reais) vão inibir essa prática. Vai ver que dá resultado. Tudo pelo lucro. Dignidade é coisa de perdedor.

    Eu também prefiro a barraquinha. Pelo menos ninguém vai cagar na minha cabeça.

  29. adso diz:

    o mais bizarro é essa maioria angustiada defendendo essas técnicas.
    afinal, dignidade é coisa de ‘perdedor’, o que importa é ser ‘vencedor’, mesmo que isso signifique ganhar salario minimo mais gorjetas de metas.

  30. Luciano diz:

    blá blá blá. nada mais nada menos que mais um esperto com uma idéia maluca que alguém mais maluco ainda compra, e defende como se tivesse algum fundamento, que na realidade não há nenhum, apenas o jeito esdrúxulo que leva a uma demência coletiva de “meu deus, não é que faz sentido mesmo”. a la “o segredo”.
    existem muitas formas de ser vencedor e ético, e perceber as coisas a sua volta. só que é chato parar e filosofar sobre a vida, quando se pode gastar 1.500 reais no curso da moda que te faz passar por ridículo e depois poder contar pra todo mundo, ter o status de “passei pelo curso do tadashi”.
    precisamos voltar as origens. sermos mais filósofos, contestar a essência e tudo ao nosso redor. mas é utopia que isso aconteça, porque caso acontecer, seria uma nova “moda”, uma nova “onda”, a onda da filosofia, etc e tal. a demência coletiva nos levou a um colapso de idéias puras. lamentável.

  31. genitalgenial diz:

    só gente fraca faz um curso desses pra ficar mais forte.
    que nojo que eu tenho desse bob justus way of life….
    vitória não é ter, é não precisar…
    O Cesar ai pagou pelo curso? se fosse inteligente usava o dinheiro pra ganhar mais dinheiro e não ficar enfiando mais lixo na cabeça …
    paga pau MESMO.

  32. Cusatto diz:

    Quem paga mil e quinhentos pra passar por isso merece desfrutar cada centavo. Sugiro que troquem aqueles cursos que nossos vereadores fazem com o nosso dinheiro em Camboriú por algo do tipo isso. Afinal, alguém tem que chamá-los do que eles são sem arriscar perseguição jurídica.

    E sobre as provas do PSOL, acho que vão aparecer sim. A casa vai CAIR. Collor será fichinha.

    TODOS aqueles que mamam nessa teta irão perder seus empregos e links patrocinados, e irão perambular pelos gabinetes da assembleia e camaras municipais, onde ninguém sequer os receberá.

    Tucanos ladrões terão que mudar dos condomínios para a Azenha ou a Assis Brasil ou, os que tiverem mais sorte, para a Cidade Baixa. Não serão mais convidados para nenhuma das rodas boas. Virarão todos uma espécie de Lair. Um dhalit.

    Bem feito.

  33. Carmencita Bovineide diz:

    vc está reservando um momento para refletir
    Mas dá tempo nessa imersão toda?

    E tem que passar mesmo por isso para ser atendente de telemarketing?

  34. Carmencita Bovineide diz:

    Ah! PECADO é uma palavra que não deveria existir nos dicionários. PECADO é isso: viver em PECADO, com a ideia de PECADO na cabeça.

  35. Francisco Luz diz:

    Precisa de curso para ser gente ou ter PENSAMENTO POSITIVO?

    Por deus, parece o curso de iniciação da tropa de elite. Prefiro assistir o filme, muito mais barato.

  36. Camilo diz:

    Bom, com tanta gente fazendo este curso, o mercado fica saturado de VENCEDORES COM MENTE CONDICIONADA PARA ATITUDES POSITIVAS. Logo, não há mais DIFERENCIAÇÃO ou DESTAQUE.

    Aí entra o MEU CURSO.

    Pagando 1500€00, tu podes receber um CONSOLO XG no rabo, e assim entenderás que todos tomamos no cu, a vida é assim mesmo, DOG EAT DOG etc.

    O curso do XIMBINHA que todos estão comentando agora ficará ultrapassado, e os que o fizeram tornam-se automaticamente losers.

    Cesar, me manda teu endereço que quero enviar um convite. Seja O NOVO VENCEDOR.

  37. dante diz:

    bom, se o cara precisa de um CURSO pra ser ÉTICO…

    JAMAIS SERÁ.

  38. Leandro Demori diz:

    Camilo: nunca mais viverei.

  39. adso diz:

    camilo,

    acho que o cesar vai comprar uma franquia desse curso.
    manda bala véio.

  40. Cesar diz:

    Ok. Vcs venceram. Comentadores profissionais de blogs….Não conheço e não gostei!

  41. Camilo diz:

    Demori, aguenta AS PONTA que tou indo abrir SUCURSAL do curso aí na BOTA em AGOSTO. MILANO, OK…….

    & S€WA, OK!

    EH-CAM-PEAUM!
    EH-CAM-PEAUM!
    EH-CAM-PEAUM!

  42. Camilo diz:

    Faltando ATITUDE VENCEDORA aí, Cesar.

    Aguardo endere$$o.

  43. Tadashi Tacanotro diz:

    Fui convidado pela ex namorada do galã Giane@#$ a participar de um desses talk shows da vida, para falar do meu imeeen$ô e imen$$urráveLL $$u$$E$$o, obtido graças a subpopulação subdesenvolvida e carente brasileira, ameroíndios ávaros por afagos depois que os chicoteio até darem o c* se assim eu o exigir ou um dos meus a$$eclas o desejarem. Gente de 5ª.
    Por míseros 500 dólares ou algo assim eu os anfritiôo no meu hotel - fazenda na cidade de Itú, reduto de biliardários paulistas. Estou construindo uma pista de pouso para helicópteros e jatinhos particulares, para facilitar a chegada de CEOs aos meu spa instrutivo, para ver se assim dou um upgrade ao populacho atual. Gentinha escrõta! Vomitam e peidam e arrotam, um horror!
    É claro que estando eu no talk show acima citado discorri longamente sobre minha formação em Harvard, o que per si garante meu $u$$e$$o e humilhou toda a produção inclusive a aprensentadora. Discursei longamente sobre as novas técnicas usando neurolinguística, coisa que pobres não fazem a menor noção do que se trata e minha abordagem em análise cognitiva, técnica usada apenas por multinacionais globalizadas no trato do “rat’s race” o que a piãozada nunca sequer ouviu sobre.
    Quando aquela PRETENCIOSA EMBOTOCADA PRETENSA mulher, me perguntou o que eu faria com MEU dinheiro amealhado a duras penas, tendo que conviver com a plebe, eu lhe disse que tinha planos para a construção de uma Universidade na Amazônia, no meio da selva, uma coisa state-of-the-arts, sacam? Congregaria os MAIORES E MELHORES cientistas e biólogos do mundo inteiro para juntos estudarmos todo o potencial daquelas terras hoje contrabandeadas, surradas, maltratadas, e vendidas para o estrangeiro. Sou assim um ser superior, só viso o bem. Parabéns Cesar Augusto I, continue a fazer meus cursos. Tenho alguns “avancé” no qual vc. aprenderá a andar num caminho de brasas, e não se preocupe pois os pé sempre cicatrizam. Bem E Paz, gentalha ignara! Vai abrir um curso agora no fim de semana. Não deixem de ir.
    Com Carinho.

  44. Carmencita Bovineide diz:

    Comentadores profissionais de blogs

    Bem! Eu não trabalho porque não preciso. Pago pessoas para trabalharem por mim.

    Mesmo assim, apesar de não ser profissional de nada e de ser uma comentadora amadora (amo comentar), eu reconheço que meus comentários têm qualidade profissional. Meus comentários são vencedores.

    Não conheço e não gostei!
    Por que pagar na mesma moeda que esses comentadores ignorantes usaram? Eles não conhecem o curso e também não gostaram dele. O que falta a vocês é esvaziarem seus potinhos, como na alegoria do noviço gafanhoto que queria aprender mais, mas a sua mente estava sempre cheia de ideias já concebidas como um potinho cheio de água. Nada mais entrava na sua cabecinha. Entrementes, o mestre falou-lhe: esvazie seu potinho!

    Assim, esvaziem seus potinhos, baldinhos e copinhos de café!
    Todos!
    Já!

  45. Carmencita Bovineide diz:

    Nova notícia bombástica: http://tinyurl.com/aq668a

    Estou chocada!

  46. dante diz:

    oi, cá.

    lá do teu link:

    “Obviamente isso é um castigo de Deus.

    Essa busca incessante por beleza é coisa de Satanás, e Deus em sua sabedoria lhe usou como exemplo de seu amor incontestável aos homens, tanto que enviou seu filho para lavar nossos pecados.

    Ore bastante e deixe suas pernas peludas quando estiver melhor.

    Te convido a visitar uma igreja, de preferência a Assembléia de Deus, onde as mulheres não se depilam e são amadas por Deus, como ele as fez.

    Paz dO Senhor”

    esse sim é comentador profissional…

  47. Adam Smith diz:

    Alguem vai participar do cruzeiro com palestra / Show do Bob Justus? 800U$ a bricadeira.

  48. João Carlos Cembranel diz:

    Quando um cara bem articulado, escrevendo bem, desmonta os comentários e desfaz todo um “castelo de cartas”, o que ele ganha? Vociferação, ofensas, ódio perpétuo, ridicularização, etc.
    Todos os comentários nefastos contra o César só servem para mostrar que ele definitivamente estava com a razão.
    É triste observar isso, considerando que estamos no RS e nosso povo é reconhecido pela cultura e boas maneiras, motivo pela qual embora tenha minhas reservas com o curso e tal, dou total soliedariedade ao César e demonstro meu pesar pelas malediscências que foram feitas contra seu brilhante post.
    Com relação a moça que não aguentou o tranco, paciência, isso não a desmerece, só demonstra que ela é o que todos nós somos, ou seja, “humanos”.
    E ter “sucesso” não é ter o carro do ano e viver em alta sociedade, ao menos para mim, pois o que existe de melhor na vida é de graça. A amizade, o amor de uma mulher/homem, um filho(a), a vocação profissional, etc.
    Um bom final de segunda a todos e uma ótima semana de alegrias a todos.

  49. Pellizzari diz:

    Esse cheiro que você está sentindo não é meu, não. É do ralo. A vida é dura, meu amigo.

  50. Adam Smith diz:

    Quem desmontou o que Jose carlos? Esse curso ainda me parece uma bela de uma bosta mesmo. Mais otario ainda quem paga 1.5k pra se sentir motivado. Eu me motivo muito mais com 1.5k numa “casa de familia” com umas gostosa top de linha…

  51. dante diz:

    “É triste observar isso, considerando que estamos no RS e nosso povo é reconhecido pela cultura e boas maneiras”

    desculpe-me a impertinência, sr. cembranel, mas quero esclarecer apenas um ponto: o povo do RS é conhecido pela GROSSURA, não pelas boas maneiras.

    boa semana!

  52. Francisco Luz diz:

    Nunca vi ninguém elogiar um gaucho por ser educado. Bem pelo contrário.

    E se é assim, prefiro perder.

    Perdi,
    perdi e
    perdi outra vez.

  53. Fróid diz:

    # João Carlos Cembranel diz:
    16:24, 02/03/09

    Quando um cara bem articulado, escrevendo bem, desmonta os comentários e desfaz todo um “castelo de cartas”, o que ele ganha? Vociferação, ofensas, ódio perpétuo, ridicularização, etc.
    Todos os comentários nefastos contra o César só servem para mostrar que ele definitivamente estava com a razão.
    É triste observar isso, considerando que estamos no RS e nosso povo é reconhecido pela cultura e boas maneiras………

    ==========================

    Agora o Cembra viajou de vez….. como tratar de forma cortez alguém que aprova o ato de “cagar na cabeça de outrem”??

    E aqui no RS nóis semo grosso mesmo!! Boas maneiras é “cosa de guri criado pela vó, tchê!!!”

  54. Ariela diz:

    A estupidez humana não tem limites, mesmo. Acho que foi Skinner que escreveu, em um livrinho muito singelo, que humanos são capazes de fazer qualquer coisa para se sentirem aceitos ou parte de alguma coisa.

    César: O que posso dizer é que é uma experiência. Lavagem cerebral? Pode ser. Mas todos os dias passamos por isso, vendo TV, lendo jornais… […].

    Se as pessoas começarem a comer seu próprio cocô em plena Padre Chagas, dizendo que isso é certo, que é conveniente, que é a única saída, que é apenas para alguns selecionados que têm AmEx ouro, enfim, então, devo eu também comer?

    Minha cabeça delirante não aceita nem entende esse tipo de argumento.
    Ainda bem que sempre fui autista. Sou looser, sou livre. Sou looser, mas não como cocô só porque todo mundo come.

    Aliás, essa patetice de looser é bem coisa de americano. E olha a lambança que está a vida deles. Quem é que agora vai salvar os vecedores? Os fedorentos e frouxos e pervertidos europeus.

  55. adso diz:

    acho que cembranel é a própria Yeda.

  56. Vaz Bisneto diz:

    Acabei de mudar de ideia e acho que o Cembranel está certo em defender o Cesar.

    Nunca antes na história desta corja alguém tinha feito um comentário tão bem articulado, bem escrito e preparado para vencer e obter sucesso na vida como o do Cesar.

  57. Vaz Bisneto diz:

    Ariela, sobre comer cocô: O que posso dizer é que é uma experiência. Todos os dias passamos por isso, vendo TV, lendo jornais, etc.

  58. Pellizzari diz:

    Putz, não tinha visto esse negócio de “boas maneiras do gaúcho”. Hahaha. Povo mais tosco do Brasil, pelamor.

  59. Camilo diz:

    Ahn, manauara ftw?

    Tudo a meishma boshta, na real. Só muda o ORGULHO CHIMARRÃO E GRITARIA.

    asçkdhgjaç

  60. Leonardo diz:

    Cesar e JCC:
    Por favor, definam “sucesso”.

  61. João Carlos Cembranel diz:

    Sucesso é ser feliz dentro das possibilidades de cada um e da forma que a vida permite, estar em paz consigo mesmo e, acrescento eu, pouco se lixar com o que os outros pensam ou deixam de pensar (especialmente dos post’s aqui). rererererere
    Outro detalhe importante, o gaúcho não é conhecido por ser “grosso” e sim por sua bravura, coragem e rudeza, mas até o meu conterrâneo MANO LIMA, a qual muito apreço tenho, inobstante sua maneira é estremamente cortês e de fino trato nas lides do dia-a-dia. E “cultura” significa simplesmente aceitar e respeitar as opiniões alheias, sem necessariamente baixar para a ignóbil avacalhação, isso sim é ser “imbecil”!
    Ah… ia esquecendo, não sou a Yeda, meu nome é autêntico, não uso pseudônimo e não escondo o que penso.

  62. Ariela diz:

    No site, o cara oferece curso de “Vivência Xamânica”, não dá para acreditar. Mas deu vontade de me matricular, só para processá-lo por humilhação e maus-tratos. Infelizmente, o curso não é para ateus.

    Essa gente faz montanhas de grana sem nenhum tipo de episteme, às custas da vulgarização da ideologia do self made man. E, como se trata de um “instituto”, nem pagam impostos. Ódio.

  63. Carmencita Bovineide diz:

    Quando um cara bem articulado, escrevendo bem

    Ãhn?

  64. Carmencita Bovineide diz:

    Ai, Ariela! Que nojo!

    O cocô é a prova viva de que o bem e o mal habitam em nós. Nos nutrimos de coisas boas e expelimos o que é ruim. O cocô é um loser. O bem sempre vence. O bem é vencedor.

  65. Vaz Bisneto diz:

    69 Poemas
    João Carlos Cembranel

    Se fosse apenas pelo número cabalístico que intitula este livro, poderíamos imaginar que se trata apenas de um conjunto de poemas eróticos. Porém, além de sensualidade, temos o dualismo de yang-yin expresso no poetar de João Carlos Cembranel: do princípio ativo ou masculino e do passivo ou feminino.

  66. João Carlos Cembranel diz:

    Tem na Saraiva MegaStore por R$20,00 o exemplar, ou me dá teu endereço que te mando autografado.
    Abra$$o!

  67. Carmencita Bovineide diz:

    ““cultura” significa simplesmente aceitar e respeitar as opiniões alheias, sem necessariamente baixar para a ignóbil avacalhação, isso sim é ser “imbecil”!”

    Isso mesmo! Nada como um comentário amoroso e respeitoso como esse.

  68. Vaz Bisneto diz:

    Exijo comi$$ão.

  69. Van diz:

    É verdade, Ariela, a “família Silva” diz que todo dinheiro arrecadado vai pra uma instiutição de caridade chamada “O SOL”

  70. van diz:

    Cembra, não entendi: qual a diferença entre ser rude e ser grosso?

  71. Magno Sena diz:

    Se isso é um curso de aprendizagem, ficaria muito mais barato e eficiente se
    praticasse nos morros do Rio de Janeiro. Seria menos selvagem.

  72. van diz:

    Cesar> “Mail COITADINHO” (?) “A guria não conseguiu nem ir atá o fim do curso… não entendeu o que se passa…”"Não é o caso de fazer relato minucioso. Até pq. a intenção é justamente essa… eu relatar o que se passa no curso tiraria a oportunidade de pessoas que não fizeram descobrir por si o que acontece… por isso acho que a menina do relato foi meio amadora em seu relato”.
    ————————————————————————————–

    Ao contrário, meu bem, a menina coitadinha é uma mulher bem sucedida e consciente que não gosta de ser passada pra trás e nem comprar gato por lebre. Por isso a “menina coitadinha” aguentou até 2/3 do blablabla, para ter CERTEZA do que era e assim, na frente de 121 homens e mulheres coitadinhos, submissos e estrebuchantes e na frente de tadashis soberbos e ladrões sair elegante e educadamente e exigir - olhos nos olhos - aí Leandro, meus 1.500 reais de volta, pro safado estelionatário do Tadashi e como ele recusou a princípio, pedi uma NF. Ele, que pra me olhar tinha que subir num banquinho, não aguentou tanta sinceridade e verdade e imediatamente disse na frente da sua chefia: Você terá TODO o seu dinheiro de volta. E assim foi feito. Na terça feira o cheque me foi devolvido pelo correio.
    Por favor, Cesar, reveja sua noção sobre quem é coitadinho e quem é corajoso.
    De leve.

  73. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Ai! Mas por que usar a palavra “fria” para me classificar, então?

  74. van diz:

    Aiaiai Carmencita tá querendo elogios.. vc. é hot, hot, hot, ok? a olhos vistos.
    Era só pra disfarçar. Mas todo o resto era a mais pura verdade. Bundas ao vento! Ah, Búzios! Lá estarei até o fim do meus dias. J’adore, Dior!

  75. Gustavo 2 diz:

    Quero ver maluco pegar esses miliquinhentú e fazer uma doação pra quem mora numa favela fudida e nunca vai ter condição alguma de “ser alguém” na vida”, nunca tinha lido nada a respeito e achei a pior coisa do mundo, esses senhores que defendem tal prática deveriam realizá-la em seus parentes filhos e esposas pra que eles sejam mais do já são e assim tornaren-se seres elevados e pra construir uma sociedade de pessoas fortes. Quero ver se depois desse curso viajandão neguinho aprende a lidar com um vagabundo com uma arma enfiada na tua boca e pedindo pra vc passar o dinheiro, quero ver se depois desse curso o cara vai ir lá no Piratini e exigir um governo decente e blá, blá, blá. Casca grossa é, sei …

    Corajosa é a faxineira que sai lá da Restinga às 4h da matina pra lavar roupa de burguês estúpido q se limita a dar um ranchinho no Natal e fazer de conta q a Maria é dá família há 30 anos, essa sim mo meu entender é mulher de verdade.

  76. Ariela diz:

    Carmencita, temos coisas ignóbeis dentro de nós (embora a paz com as vísceras seja altamente recomendável, segundo a psicanálise).

    Sério: para encarar o Tadashi, só o Poderoso Kutumi – aquele que tudo vê e tudo sabe – e seu umbigo que emite feixes de luz.

  77. cinara diz:

    só uma perguntinha inocente, que nunca quis calar: por que diabos gaúchos falam, “vou ir”, “vamor ir”, “vai ir” ? quelle horror !
    isso é errado, erradíssimo demais.
    depois reclamam quando as atendentes falam que vão estar transferindo sua ligação, senhooooor … !

  78. bituca diz:

    “só uma perguntinha inocente, que nunca quis calar: por que diabos gaúchos falam, “vou ir”, “vamor ir”, “vai ir” ? quelle horror !
    isso é errado, erradíssimo demais.
    depois reclamam quando as atendentes falam que vão estar transferindo sua ligação, senhooooor … !”

    uma coisa nao exime a outra.

    esse tadashi tomou um MEGATROTE no quartel e agora fica aí devolvendo. falta paz nas vísceras.

  79. João Carlos Cembranel diz:

    Olá amigos, vou aproveitar o gancho dos amigos que apreciam este amado blog como eu, e que de graça trouxeram a tona meu rico e amado livro de poemas, e vou - a pedido - ditar um dos poemas que eu mais aprecio.

    A MAÇÃ

    Da árvore proibida, lá no alto
    do paraíso, te tirei
    quando senti tua textura delicada
    procurei descascar-lhe com carinho e ternura
    para então sentir teu aroma
    e apreciar tua textura
    ver o vermelho se tornar álveo
    suavemente roçar o fruto
    para, primeiro, experimentar o caldo
    e só então poder em ti cravar os dentes
    linda, madura, cheia de doçura
    não podia saber quão bom era o proibido
    até colher o pecado da luxúria

    Detalhe: no livro têm poemas em italiano e espanhol também, e a crítica recebeu muito bem este meu singelo livro, conforme a crítica da revista APLAUSO nº 94 de OUT/08.

    (PS: o Demori confirmou presença no lançamento do livro na Saraiva e deu cano, perdeu o rega-bofe e a festa de promoção na tia Carmen’s, bancada pela editora é claro, uma pena, tava ótima, se quiser as fotos com as “bunny girls” me pede em privado… abra$$o)

  80. Leandro Demori diz:

    Cembranel, TERRORISTA. Sabe o preço da carne aqui na Europa? Pois.

    O cano foi necessário, eu tava em tratativas de viagem.

  81. gg diz:

    Eu me amarrei foi ter link para deficientes visuais.

    hakaksjkasjdkaskajkj

  82. Santo diz:

    Ah! Lembrei de um livro (Carma Cola) que conta sobre a roubada que os ripongas encaravam na Índia, época dos desbundes.

    Tinha um Ashram onde o guru mandava os gringos pro porão, e lá tinha uns “yogis” bem pacíficos, que aguardavam os caras com uns porretes, e enchiam os gringos de porrada, até quebrar um braço. Era para aprender a se despreenderem.

    Ou o Ashram do guru que cagava em privada de ouro. O alemão foi pra lá, buscar a iluminação. Como não era milionário, o guru o pôs para esfregar vasos sanitários. Esse foi todo o seu ensinamento espiritual durante anos.

  83. gg diz:

    Caras, bom era o tempo em que os instrutores davam porrada - mesmo - e não eram processados. Isso aí é coisa de paulista ganhando demais no mercado financeiro. Preferia quando a cocaína corria solta no mercado. Agora é tudo muito gay.

  84. van diz:

    Cembra, estou diliciada, por favor versos em italiano, pede a galera em transe.

  85. van diz:

    gg, só paulista que ganhou e perdeu dinheiro na bolsa, por onde vc. tem andado. manô!

  86. van diz:

    Santo, até hoje faz parte da educação da família real britânica lavar privadas públicas, veja anúncio da Timberland com o principe William de joelhos lavando a dita, ele, o herdeiro real aparecia com uma sandália da Timberland, que mais tarde tornou-se anúncio da marca com grande sucesso. No Japão tb. é costume corrente. Faz parte de um ritual de humildade.
    Muito diferente é vc. pagar caro por um curso visando seu aperfeiçoamento como ser humano e acabar tendo que rastejar em võmito de um colega e sendo humilhado sem saber pelo quê.

  87. Alessandro Martins diz:

    Sério… parece ter saído de um livro do Chuck Palahniuk. Alguém aqui leu Assombro? É tão absurdo que é difícil de acreditar que algo assim existe.

    Alguém mais confirma essa história?

    Abraços a todos!

  88. Cesar diz:

    É van. Vc é corajosa. Parabéns pelo seu sucesso!

    Engraçado como todo mundo critica, fala mal, faz graça, na maioria das vezes de um jeito ofensivo, só pq alguém não tem a mesma opinião.

    Li novamente o que escrevi e não lembro de ter ofendido ninguém (talvez peguei um pouco pesado com a Sra. Van) mesmo assim nada demais.

    Por outro lado, a maioria dos comentários foram me CHINELEANDO.

    Falam do radicalismo do curso (que pra mim sinceramente não importa se vcs acham bom ou ruim). Radical mesmo me pareceu a maioria dos comentários.

    Então não posso ter meu ponto de vista e não posso manifestá-lo.

    Realmente. Vocês estão todos certos!

  89. Cesar diz:

    Ah e como disseram ai…relamente, sou um fraco, preciso de curso pra ser ético, gosto que caguem na minha cabeça, gosto de ser humilhado, prefiro pagar 1,5K (nerdismo?) para me motivar, fui criado por minha vózinha, adoro pagar para levar balde de água fria na cabeça, sou atendente de telemarketing, quero receber um CONSOLO XG no rabo.

    Puts ótimos argumentos. Sou um fraco mesmo. Só cursos motivadores para me fazer feliz.

  90. Cesar diz:

    Como é demente quem é gremista. Tem que ser muito idiota para torcer pro tricolos. Como pode ser tão retardado. Bom mesmo é o Inter. Só lunático não percebe.

    Como pode ser tão idiota quem prefere morar em apartamento e não gosta de casa. Que coisa idiota. Tem mais é que tomar no rabo.

    Outras pessoas já pensaram assim. Por conta disso fizeram limpezas étnicas lá pelo leste europeu só pq não entendia como sua raça era tão superior a dos demais. No Irã também se pensa assim, tem jornalista que tem que se exilar em outro país pq pensa diferente. Na China limitam o uso de internet.

    Enfim, problema meu. O que eu poderia esperar lendo um blog gaúcho, cheio de orgulhosos gaúchos sempre com se ponto de vista rígido.

    Ok? Podem continuar tirando onda com o que eu escrevi. Afinal vcs não concordam.

  91. Juca Brito diz:

    Ci[g]nara diz:

    só uma perguntinha inocente, que nunca quis calar: por que diabos gaúchos falam, “vou ir”, “vamor ir”, “vai ir” ? quelle horror !
    isso é errado, erradíssimo demais.

    Ah, o leigo doutrinador!

    Que figura fantástica e insubstituível. Sinto falta de mais comentaristas desse naipe aqui no NC. Seria ainda mais divertido, divertidíssimo demais. Mas tudo bem, tudo bem. Não posso mesmo ter tudo, pois nem fiz o curso de Vencedores Rastejantes.

    E agora, com vocês, o outro lado da moeda (ligeiramente mais confiável, eu suponho):

    http://www.sualingua.com.br/05/05_vouir.htm

  92. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    embora a paz com as vísceras seja altamente recomendável

    Eu estou em paz com as minhas entranhas. Mesmo depois de ter sido toda rasgada naquele acidente. Eu não gosto é de cocô. Só isso.

    Você viu que coisa estranha chamar as tripas de entranhas? Deviam ser “saidanhas”: a saída cloacal. Se bem que há quem as use como entradas & bandeiras, mesmo.

  93. Camilo diz:

    NC: Os melhores comentários, os melhores comentaristas.

  94. Juca Brito diz:

    Prezado Cesar,

    Nós acreditávamos em você. Daquele grupo de frouxos, você foi o único que realmente mostrou o Olho do Tigre. O Coração da Águia. O Nariz do Javali. Eu disse ao Mestre que você já tinha brilho próprio antes mesmo de fazer o curso, e ele concordou. Decidimos que você seria o primeiro a submetido pelo Teste Derradeiro - o linchamento moral no blog da Nova Corja.

    Nós sabíamos que você estava pronto. Depois do nosso curso, sabíamos que você resistiria à pressão sem tremer uma pálbebra, sem dilatar uma narina. Você sairia imaculado, intocado, inalcançado. Nós forjamos esse post, com a ajuda de dois grandes amigos nossos, para fisgá-lo para a discussão, e deu certo. Aí nos começamos a observá-lo.

    Não preciso dizer que você fracassou, preciso, Cesar? O Mestre, misericordiosamente, se recusou a ler até o fim, e talvez somente isso o tenha livrado do harakiri. Mas não pense que nos sentimos vencidos.

    Não.

    Jamais.

    Na verdade, você significou um grande aprendizado para nós, Cesar. Uma lição de humildade, necessária a quem já considerava o Método perfeito. Agora, nós vamos mudar, reformular tudo, virar de cabeça para baixo. E você está convidado, Cesar. Nós queremos você no nosso novo curso.

    Nível Jardim A, ok?

    Um abraço fraterno.

  95. estranho tipo diz:

    “# Cesar diz:
    15:18, 02/03/09

    Ok. Vcs venceram. Comentadores profissionais de blogs….Não conheço e não gostei!

    Looooooooooser, loooser!

  96. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Eu acho que a Van foi muito corajosa ao esclarecer a autoria do relatado.

    Não ligue, querida! Essas coisas de deixar transparecer a identidade das pessoas que preferem ficar incógnitas são típicas de jornalistas preocupados apenas em dar o furo.

    Bem! Eu uso a tecladomancia. Posto minhas mãos sobre o teclado com toda a tranquilidade, vou lendo o que está escrito e percebo o que está as entrelinhas etéricas. São os engramas do tecido nervoso cibernético.

  97. estranho tipo diz:

    Acho um barato o lance da alteridade (http://pt.wikipedia.org/wiki/Alteridade) eu/eles, os outros… e por aí.

    Falam em vencedores, vencer o quê cara-pálida?
    Perdedor é quem nasce ferrado e não tem onde cair morto e
    vencedor é o rico/remediado que fica poraí contaminando a Terra com seu cocô, poluindo o ar e falando asneira. Acha que tem que superar o seu colega para ter uma breve vida de riquinho: cheirando cocaina e se achando um deus.

    Vaidade, tudo vaidade. Essa baboseira de vencedor/perdedor é vaidade.

  98. Camilo diz:

    @Carmencita: “Bem! Eu uso a tecladomancia. Posto minhas mãos sobre o teclado com toda a tranquilidade, vou lendo o que está escrito e percebo o que está as entrelinhas etéricas. São os engramas do tecido nervoso cibernético.”

    Ah, p[b]á[/b]ra, Carmencita!

    “vc.” é TRADEMARK da van(essa) e todos sabem. Ok que a abreviação estava estava corrigida automaticamente, mas tava na cara.

    MENAS, da próxima, OK! espeero q. vcs. consigao……

    Ass.: Camilo Tio Sukita

  99. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    “vou ir”, “vamor ir”, “vai ir” … vão estar transferindo sua ligação

    Não se pode afirmar que é errado. Eu não sou daqui, acho estranho, mas sei que não é errado. Nem em português e nem no castelhano, onde é usado de forma rotundamente espraiada.

    http://www.sualingua.com.br/05/05_vouir.htm

    “Vão estar transferindo” também não é tecnicamente errado, mas é uma aberração. Há casos em que se pode usar o gerúndio dessa forma, por exemplo: vou sair de viagem agora e amanhã às 10 horas “vou/devo estar chegando a Berlin”.

    Mas essa coisa do futuro do gerunditivo para indicar algo no presente é algo usado para deixar transparecer erudição de forma bizarra. Não importa a origem. É uma aberração. Porém, vai tomar corpo e invadir o corpus deste idioma. Infelizmente.

    Enfim, gerundismo é uma aberração inventada no centro do país e alastrou-se como peste. Claro! Tudo o que acontece no “umbigo do centro” e no “centro do umbigo” deste país é mais importante do que qualquer outra coisa vinda de qualquer lugar.

  100. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Ah, p[b]á[/b]ra, Carmencita!

    Está bem! Se prefere que eu pare…

  101. João Carlos Cembranel diz:

    A PEDIDO 1

    CON TE

    Io che amo
    ti voglio per mia donna
    quando sei vicina a me

    Io che amo solo te
    dimmelo tu anche se no lo vuole
    mi vita è staze com te

  102. genitalgenial diz:

    saca só o estilo desse curso:
    http://video.google.com/videoplay?docid=-22650799994423481
    capacitar funcionários de acordo com as necessidades de uma empresa é por ai…
    Michael Scott e Dunder Mifflin Paper Company style…

  103. João Carlos Cembranel diz:

    A PEDIDO 2

    Tinha dito que também escrevi em espanhol, então aí vai o primeiro poema deste que vos subscreve e vos saúda.

    Mi puta hermosa

    Te quiero
    como te quieras
    Me quiero
    como te quieras

    Te quiero
    rubia
    Te quiero
    morocha

    Te quiero
    para mí
    Me quiero
    para tí

    Pero, todos tienen
    a tu
    Y solo ustéd
    tiene a mí

  104. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Quem é o sujeito de “vuole”?
    Além disso, …

  105. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Nem é a pedido, mas vou mandar mesmo assim. Adoro poemas de amor.

    Descansa
    La Carmencita

    Conta-me a tua história
    que o teu silêncio esconde
    num limbo da tua memória
    e te faz vagar não sei onde.

    Se o teu tempo se esgota,
    e se mais um fardo parece
    que toda tua alma lota:
    recosta-te já e esquece!

    Não quero roubar teu segredo
    e nem quero ser inimigo.
    Não compreendo o teu medo,
    mas não condeno e não digo.

    Faz a tua sina mais mansa.
    Diz tua sorte e descansa!

  106. Diogo diz:

    Tentando entender:

    Tenho que pagar R$1500,00 contos para que me causem vômito, dores de cabeça, e me xinguem de má, feio e bobo? Se eu não der bola, SOU O CARA??

    Hkljdfhlasjfhlasdjfhlsak.

    Já fiz muito dessas na época da faculdade. Só que ao invés de ressaca moral, era ressaca etílica mesmo.

    O bom que era bem baratinho, e os xingamentos eram autoaplicáveis. Ia em frente ao espelho, noutro dia e lascava: seu IMBECIL, agora aguenta a dor de cabeça. E nem se invente em dormir na sala de aula!

    Chupa essa japa! LOSER!

  107. Charlie diz:

    Fórmula BOPE para um bom desempenho nos negócios: PEDE PRA SAIR!! PEDE PRA SAIR!!

    haha

    Hilário!

  108. Charlie diz:

    Não entenderam a situação do Cesar. Ele gastou 1.500 pila para ser humilhado! Vocês queriam o que? Que ele dissesse que foi o pior investimento da vida dele?

    Pior! No fim do curso não rolou nem um fuzil, farda preta e uma carteira funcional… tsc tsc!

    rsrs

  109. Ariela diz:

    Chuck Palahniuk eu li aquele em que o guri vai se masturbar na piscina e tem não só o pinto como também as vísceras literalmente chupadas pelo cano. Muito bom (o conto). Nunca mais pude olhar o ralo da banheira sem recordar a história.

    Falando em vísceras e entranhas, Carmecita: concordo com tua lógica.
    Mais estranho seria porém que em vez de entranhas elas fossem extranhas. [putz!]

    Esse post sangrou.

  110. Ariela diz:

    Ah, então você não vai curtir meu post bovinense, Carmencita: só falo nisso.

  111. van diz:

    Transcrevo, para os interessados, os versos que tinham que ser decorados no curso de tortura tadashi, para avaliação da galera. Espero que eu não seja eletrocutada por isso:

    Filosofia do Sucesso
    “Napoleon Hill”

    “Se você pensa que é um derrotado
    você será derrotado.
    Se não pensar, quero a qualquer custo
    não conseguirá nada.
    Mesmo que você queira vencer, mas pensa que
    não vai conseguir
    a vitória não sorrirá para você.

    Se você fizer as coisas pela metade
    você será um fracassado.
    Nós descobrimos neste mundo
    que o sucesso começa pela intenção da gente
    e tudo se determina pelo nosso espírito.

    Se você pensa que é um malogrado
    você se torna como tal.
    Se você almeja atingir uma posição mais elevada
    deve, antes de obter a vitória
    dotar-se da convicção de que conseguirá
    infalivelmente.

    A luta pela vida, nem sempre é vantajosa
    aos fortes, nem aos espertos.
    Mais cedo ou mais tarde
    quem cativa a vitória é aquele que crê plenamente:
    EU CONSEGUIREI”.

  112. van diz:

    Agora, fala sério, precisa de Harvard para isso? Neurolinguística? Análise Cognitiva? Começo a ficar com medo do Obama.
    Por favor, só pela divulgação do lema do tadashi, depositem na minha conta R$ 656, 26, afinal preciso ser uma vencedora a qualquer custo.

  113. marlon diz:

    @Cembra:

    “mi vita è staze [???] com te”

    “Pero, todos tienen a tu” {???]

  114. Emilio diz:

    A minha mulher fez por “convite” da empresa onde ela trabalha. Não sabia não desse linguajar chulo a motivar os participantes, mas nesse mundo cão tais coisas não me suprendem mais.

  115. Emilio diz:

    Van desculpa mas a minha cara cônjuge alega que em nenhum momento foi chamada de bosta ou muito menos de merda, apenas de cocô. Tu não entendeu nadinha de nada. Ela como mora em São Paulo conhece mais do que tu. Bjs

  116. Fróid diz:

    Acabo de lançar um curso igualzinho a esse….. e por apenas 500 pilas.

    Com cocô cherosinho…. 750,00. Aproveitem o liquida Porto Alegre.

    Quem não ficar satisfeito receberá de volta o livro de um de nossos comentaristas……

    Abra$$o!!!

  117. Leandro Demori diz:

    Carmencita, vamos estar esclarecendo uma coisa: vamos estar dizendo que a Sr. Ju$tiça, em uma eventual complicação, não poderia estar arrolando a Sr. van sem que eu, jornalista, revelasse sua identidade, pois gostaria de estar deixando claro que tenho direito de proteger uma fonte.

    Gostaria de estar deixando claro também que é isso o que importa na proteção da identidade, e que deixei tudo como estava sabendo que (obviamente) os comentaristas mais assíduos a identificariam e mostrariam solidariedade. Isso era importante.

    Se você tivesse parado para pensar por um segundo não teria dado uma de “X-9″ no post.

    Agora vou ir comer.

  118. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    tenho direito de proteger uma fonte

    Só que não soube proteger.
    Se os mais assíduos identificariam, então mais alguém além de mim teria falado.

    Aliás, não é este o blog que quer deixar tudo às claras? Ou por inteiro ou nada.

    E eu me mostrei solidária desde o começo, dizendo que não acreditava que ela tinha passado por isso. Eu não estava errada, pois sabia que ela não era de se sujeitar a tratamentos com vieses xogúnicos.

  119. Leandro Demori diz:

    Só que não soube proteger.

    Quem é van? Nome? Onde mora? O que faz?

    Obrigado.

  120. Leandro Demori diz:

    Aliás, não é este o blog que quer deixar tudo às claras? Ou por inteiro ou nada.

    Nenhum sentido.

  121. João Carlos Cembranel diz:

    Eu de saída denunciei/identifiquei Stálin e Pol Pot, mas não me dei conta da VAN.
    Aliás, nem sabia que a Van era também a Carmencita.
    Quando vai ter um chopp “di grátis” (= por conta da NovaCorja) para podermos nos conhecer “face-to-face”?

  122. cinara diz:

    eu “vou ir” no cursinho que o froid lançou. taí. gostei. cocô cheirozinho, huuummmmm, que booooooooommmm!

  123. van diz:

    Don’t get it too personal, Cembra.

  124. Fróid diz:

    João Carlos Cembranel diz:
    11:36, 03/03/09

    Aliás, nem sabia que a Van era também a Carmencita……

    ===========================

    Continuas não sabendo….. ADFHFHKL!!

    ——————————————————————-

    Cinara, matricula aceita. Favor depositar hoje!!

    Ah…. e é “cherosinho” mesmo. Cheirozinho fica muito certinho….AASJDFL!!

  125. Camilo diz:

    “Aliás, nem sabia que a Van era também a Carmencita.”

    De onde isso, Cembranel?

  126. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    para podermos nos conhecer “face-to-face”

    Nunca. Prefiro a morte.

    A Van mora em SP e não gosta de lá. Eu moro aqui e não gosto mais daqui. Já fui assaltada demais.

  127. van diz:

    Eu fico impressionada como Fróid faz sucesso com a mulherada… Uma ligação íntima talvez, eu acho que Fróid deveria escrever para Yeda, talvez participar das reuniões íntimas com a chefa.

  128. van diz:

    Carmencita vc. seria a pessoa certa pra participar desses workshops. no final de dois dias juntinhos seria: Tadashi, meu rei e Carmencita, minha Rainha. Só luv só luv, Só luv só luv…

  129. pedro eslota daique diz:

    To chocado e super solidario com a van. E me lembrei agora que que o USARMY promovia tatamento pra drogados nos moldes de treinamento militar padrão. Mas era correto, na medida que um treinamento militar pode ser humano. Mas não tinha essas coisas baixas e pretenciosas. Vi somente depoimentos doloridos e agradecidos. To chocadissimo e agradeço a corja por chamar ao assunto. É um absóóórdio. Sinto vontade de levar o tal do guru prum tratamento no meu Konzentrationslager Restinga, a Ariela tem ótimas terapias.

    Van: To pasmo, a coisa toda é tao sacana - o detalhe do recibo deu o tom real, colocando abaixo os motivos acima citados pelos “defen$$ores”.
    Obrigado por alertar-nos !

    Carmencita: vermiss dich, glücklich bist du mal wieder da - TOTAL kräftig

  130. van diz:

    At Camilo: Vc. é TRADEMARK de van(essa) e todos sabem.

    *Recomendo dois copos de sukita em jejum todos os dias, até a volta de Tiele.

  131. Carmencita Bovineide diz:

    Carmencita vc. seria a pessoa certa pra participar desses workshops.

    Só se eu puder levar uns chicotinhos básicos e fazer com que lambam meus dedos dos pés.

  132. Carmencita Bovineide diz:

    Carmencita: vermiss dich, glücklich bist du mal wieder da - TOTAL kräftig

    Glücklicherweise. Hoffentlich.
    Aber ich weiß nicht ganz genau, wer du bist.

  133. pedro eslota daique diz:

    deixa, deixa eu levar minhas ferramentas, o livro do bu$$ato e os CDs do venom e da panic e do mano lima, depois chamo o Regener pra supervisor. Mas o leandro talvez encontre algo bem mais torturante na berlusconia.

  134. Tiele diz:

    van: desenha pra mim?! :-P

    eu tou ed olhoe mvo cêis.

    miuitio ciuaddio, OK. tcahu!

  135. van diz:

    $enhor… Estola Dick, que língua é essa? Ah essa corja é totalmente demais. Me coloca mais pra baixo que o Tadashi. Mistura de Seu Craisson com Anguela Mierckel. Eu não pedi recibo, Estola Dick, pedi Nota Fiscal, OK? Obrigada pela solidariedade. Vou te chamar, quando me conclamarem a depor contra o Zé arruela dos trópicos, já que o pequeno Lelêlelé, fez o favor de divulgar meu mail a ele dirigido, pro planeta inteiro. Dizem que em Itu, estão bolando um secret rescue pra me pegar. Já avisei aos seguranças.

  136. pedro eslota daique diz:

    van: “Eu não pedi recibo, Estola Dick, pedi Nota Fiscal, OK?”
    desculpe a imprecisão, foi so pra citar rapidamente, além de trabalhar ouvindo rock dos anos 70 pra me lembrar como a era a vida com generais.

    Chama eu, o WV e o pessoal da bom jesus, ai jesus! Mas posso te esconder no meu bunker em sao francisco de paula, a cidade que so tem 2 estações, o inverno e a rodoviária, fora o inigualavel pastel de pinhão. Tem lugar :)

  137. van diz:

    Pronto, Camilo, Tiele voltou! Pare com sukita, dá hemorróidas.

    @Tiele “Miuitio ciuaddio, OK. tcahu!”

    Ti, explique-se, que mistério é esse, peloscéos, quem te alopra desse jeito? não sei se sou eu que fiquei com paranóia persercutória pós tortura, vai saber, como disse passei a desconfiar de todos da minha espécie.

    Não irei, estola dick. No máximo farei meus roles diários no parque.

  138. Camilo diz:

    Oi, Tiele.

    Parei com a sukita.

    ojud.

  139. Tiele diz:

    Van, é ohmemagem a um gremde amigo noçio que açim coom todos aq ui, o,duj esça coraj!

    Fioca fria! :) beijio

  140. Tiele diz:

    Camilo, única notícia.
    Obrigada! :)

  141. Another diz:

    Sugestãããããã. Procurem nos youturbis o filme Stallone Cobra, mas tem que ser o dublado pelo SBT. “Corrão” para a parte em que ele entra no mini-mercado (é, não entendi a nova ortografia) e olha pro bandidu e diz: “você é um cocô e eu vou matar você!”
    Adoro…

  142. Lúcifer diz:

    Ueeeebaaa!!! Finalmente um curso a minha altura. Pode ser que aprenda novas técnicas, afinal de contas, esses caras entendem do riscado. Vou cheio de esperança e com maior amor pelos seres sensíveis que encontrarei lá.Fui…

  143. G.G. Allin diz:

    O curso é voltado justamente para pessoas que só são capazes de refletir sobre a própria vida (e buscar alguma melhoria) à base de relho e gritaria. Isso explica a devoção pós-curso, também.

    Quando se aposentarem, AQUELA depressão, né gente?

  144. Picadinho diz:

    Gostei do curso, mas só freqüento se puder ir armado. Com um fuzil. E granadas. E uma motosserra a diesel.

  145. van diz:

    Acabei de voltar da minha sessão de shiatsu com minha japa zen, aquela que conhece meio mundo. Ela me garantiu que não ia adiantar me avisar o quê era o babado antes de eu ir, pois, segundo ela, se eu não fosse “telia desunion com filha do mesmo jeito, RAI!, porque filha ia achar que massagista era mais importante, RAI! Disse que se meter entre a Família Silva e os não iniciados “é briga de gente glande. RAI! e, ” que cada um cuide do seu próprio jardim, ou horta, ou sei lá o quê ela quer que eu cuide.RAI! “Japonê$ podelo$o, peligo$o, RAI!” trabalhava com irmão, irmão moleu, RAI!!
    “Como assim? quem matou?” Eu já estava em pânico, suando em bicas, mas ela me galantiu, ops, garantiu que foi morte natural, ainda bem…

  146. Picadinho diz:

    “Acho que tua amiga é meio fraca. Deve ter sido criada pela avó. Fiz um curso semelhante. Ela exagerou horrores. ‘Torturadores’. Nossa….certamente criada pela avó.”

    César, benzinho, se você deixar seu endereço mando alguns amigos entusiastas do DARWINISMO te fazerem uma visita. Eles são meio violentos, mas nada que um homem VENCEDOR, que curte testar seus LIMITES, não vá curtir.

  147. van diz:

    RAI!

  148. Machópakas Milk diz:

    Aviso aos borrabotas de plantão desse blagh! ôpa, blog: Já fiz esse curso, tempos antes de entrar para as Forças Armadas dos Estados Unidos do Brasil. Não achei nada demais. O que eu mais estranhei no relato de nosso ilustre blaaagheiro, ôpa, blogueiro, foi o fato de o cara não ter gostado quando a chica pediu o recibo. Aí sim a coisa ficou esquisita. Esse cara certamente sonega impostos.

  149. Leandro Demori diz:

    Alguém traduz?
    Obrigado.

  150. van diz:

    Leandro Demori expecialista em terrorismo bloguense. In case of, just in case of, desse japa transformista vir tirar satisfação pra cima de moi, eu te faço vir da conchinchina, de bota e tudo, vestido de gaúchito, provar o improvável, ma che peça esse caudilho! e ainda por cima não entendeu o
    Machopacas Milk? Ora pois, tu não assiste TV aí na bota? ele é o Sean Penn, na figura do Milk, aquela bicha famosa que levou os prêmios. Italiano treslokado, agitador pós moderno. Vá. RAI!

  151. van diz:

    Jucabrito, há muito não o vejo, mas devo ressaltar que como sempre, adorei seu comment. Ri à larga. Coisa que não ando fazendo muito ultimamente, visto minhas desventuras na tratativa de me transformar numa pessoa melhor.
    No entanto, nada me deterá; antes de ser uma Silva, sou uma brasileira e como todos sabemos, não desistimos NUNCA. Estou pensando seriamente em ir procurar Dalai Lama e seguir-lhe os passos. Ou talvez ficar em total imersão por 4 meses, num ashram na Índia, como fez Elizabeth Gilbert.
    Mando notícias, RAI!

  152. van diz:

    Se a situação apertar vou até o Projac mesmo, me oferecer como figurante da novela de Glória Perez.

    RAI!

  153. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    A RAI não dá para aguentar, Van. Programação horrível. Melhor a NHK.

    ??? (hai)

  154. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Não aceita hiragana.

  155. van diz:

    Carmencita, RAI é uma saudação japonesa. Em qualquer restaurante japa, vc. cumprimenta assim, que quer dizer qualquer coisa de “oi” a “sim” ou “OK”.
    Lá no Tadashi tb. é assim: a chefia convencionou que deveríamos responder, sempre, com “RAI”. Vcs. não vão a restaurante japa aí em POA?

  156. Carmencita Freifrau von Fernsehglotzen diz:

    Faz tempo que não vou a restaurante japonês, pois sempre preciso pedir sushi sem peixe e misoshiru sem hondashi (que leva peixe). Aí, eu desanimo.

    Enfim, nos restaurantes daqui eu nunca ouvi “hai” como saudação. E nos do Japão também não. Geralmente ouve-se “irasshaimasê” (bem-vindo/a), que é o que também aprendi nas aulas de japonês que tive no Japão e no ICJ da PUCRS.
    http://tinyurl.com/bxhcqx

    Hai:
    http://wiki.answers.com/Q/What_does_hai_in_Japanese_mean

    Uma vez eu vi uma barata num corredor da PUC. Saí correndo e gritando. A gente não pode pagar caro e ter que conviver com baratas.

  157. van diz:

    Carmencita, querida, eu sempre me surpreendo muito com vc. Única. Unique. Vero. Depois falaremos sobre isso.
    Sabe, quando saí do Tadashi fiz questão de levar comigo as anotações, enfim, tudo que recolhi do tempo que estive lá, para tentar, mais tarde, dar algum sentido ao que vi e vivi.
    Hoje, continua sendo terrível realmente e tenho certeza JAMAIS me recuperarei daquilo lá. Estou dizendo isso pois o querido Lêle disse que colocou um link pro Tadashi acessar aqui, então - e um dia vc. tb. abriu seu coração pra mim: não tenho mais esperanças, nenhuma. De Yeda, leia-se Piratini à Brasília, passando por Obama e ao mais fudido dos mortais, não sei quem é, em seu estado bruto, o menos selvagem dos seres humanos e aonde está a saída.
    Fugi inteiramente ao assunto. O que queria lhe dizer é que são 12 as regras dadas para serem obedecidas, sem questionamentos, e a 12ª é literalmente a seguinte: …”entre 2.345 palavras, foi eleita a palavra japonesa: HAI = SIM para nos comunicarmos”. HAI!

  158. Felipe de Caxias diz:

    Eram todos eleitores da Yoda…

  159. Marcio diz:

    Recomendo a leitura de ‘O calvário dos carecas’, de Glauco Mattoso, sobre os ritos de iniciação/passagem ao longo da história. Excelente análise sobre ‘trotes’ em universidades, rituais indígenas, pancadaria e escatologias no quartel, máfia, gangues e afins. “Quer estar aqui onde estamos? Então agüente surra, humilhação, beba xixi e coisas piores, que veremos se é capaz”, resume a idéia toda. Alguns trechos do livro são revoltantes.

    O resto é 171 de quem quer faturar na atual onda de auto-ajuda empresarial e no desespero do ’ser feliz usando gravata’.

  160. Luciano diz:

    Simplesmente inacreditável

    e mais ainda comentários como “atitudes para vc se sentir bem consigo mesmo”

    Medo

    Eu, desse lado da moeda

  161. Jota diz:

    Coisa de puto e ponto final.

  162. Prestes diz:

    O cara que precisa desse tipo de curso sempre será um perdedor, seja lá o que isso signifique.

  163. Camilo diz:

    Perdi.

  164. Ariela diz:

    > van diz:
    Carmencita, RAI é uma saudação japonesa. Em qualquer restaurante japa, vc. cumprimenta assim, que quer dizer qualquer coisa de “oi” a “sim” ou “OK”.
    Lá no Tadashi tb. é assim: a chefia convencionou que deveríamos responder, sempre, com “RAI”. Vcs. não vão a restaurante japa aí em POA?

    Falando em saudações, lembrei do Heil — que falando parece HAI!
    Ui.

  165. Carmencita Bovineide diz:

    Ai!

  166. Nane diz:

    Orra, vc saiu na pior parte do curso???

    Deixa eu te contar, depois dessa parte o curso toma outro rumo e é light pra caramba, kkkkkkkkk. Qdo ia melhorar vc não estava lá, hehehe.

    Fiz o curso e a terapia da raiva é uma que eu não faria novamente, concordo com vc é horrivel mesmo, mas onde fiz o curso (fiz em outra instituição) não tinha essa de vomitos, bosta e afins que vc citou aí. Vc acabou perdendo a parte de relaxamento, de concientização de familia, amor, trabalho, saude, a parte da festa (e que festa), o aprender a ouvir verdadeiramente, entender o qto faz bem perdoar entre muitas outras coisas que cada um aprende ali, coisas que as vezes a gente até sabe mas passa desapercebido e ali vc começa a pensar mais sobre.
    Pela primeira parte do curso (q vc citou) eu tb não pagaria de jeito nenhum, mas pela segunda parte se desse pagaria para vivenciar tudo de novo. Mas cada um com seu cada qual e todos respeitando a decisão do outro.

    Abraço

  167. Nane diz:

    Ah! Só por curiosidade, depois do corredor não tem nada antes do almoço? Pq no meu curso teve um momento de super descontração.
    E falando na terapia do Napoleon Hill que vc não gostou, acho que vai da interpretação de cada um. Essa terapia para mim foi muito importante, pq em algumas situações largava as coisas qdo não estava conseguindo concluir (ñ todas coisas logico) e isso me deixava chateada as vezes. Na primeira vez não consegui falar a filosofia do sucesso me deparei mais uma vez com algo que não consegui concluir, na segunda chance eu consegui e isso significou muito pra mim. Agora tenho um atitude diferente em relação as coisas que faço.
    Lógico que eu poderia conseguir isso no trabalho, fazendo rapel, lendo um livro ou qualquer outra forma, mas essa foi a que me fez ter outra conciencia. A filosofia pra mim nem fez tanto sentido, o que fez sentido pra mim foi vencer o desafio de le-la, o que naquele estresse todo não é nada facil.

    Ninguem vai te eletrecutar não, mas assim como vc expor que não gostou e respeito tua opinião, espero o mesmo respeito da tua parte ;)

    Abraço

  168. Nane diz:

    Ah! Outra coisa… (to cheia de curiosidade) vcs não poderiam mesmo conversar entre si?????? Em nenhum momento???? Caraca, durante a palestra troquei algumas ideias (coisa rapida) com a pessoas q estavam do meu lado, eles brincavam muito com a gente e a gente com eles, as palestras foram super descontraidas. A hora dos coffes então era ou troca de ideias das palestras e risos. Acho que uma coisa q diferencia é que no curso que fiz não tinha um japones, e no seu acho que por ser oriental eles tem mais rigidez. Sei lá

  169. Davi diz:

    pra começar…. gaúcho é tudo prepotente mesmo… se acham os donos da verdade e razão… e pq usam tanto o “mããããã” nos intervalos entre palavras e frases?.kkkkkkkk vcs são bizarros… ainda mais os que vem pra sp e nesse puta calor continuam chupando mate amargo em pleno 35ºC….
    mas voltando ao assunto…. acabei entrando nesse blog… pois alguns amigos me convidaram para fazer o tal curso… já por várias vezes tentaram… e nunca cheguei a lembrar no outro dia para ao menos procurar na internet… hoje resolvi procurar algo pra entender…
    pra mim essa mulher que escreveu é no minimo uma covarde… se fosse tudo o que disse conseguiria ter terminado a porcaria do curso para falar com propriedade…
    esse cesar fica se expondo a toa…
    vc viu o comentário de alguem que teve capacidade pra terminar o curso e fazer algum comentário?
    será que o que realmente estava reservado para esse curso estava no final?
    para os realmente tivessem capacidade para chegar ao nivel?
    lembrando que esse eh um curso de iniciação e tem vários outros lideres….
    todos meus amigos que fizeram o curso ou são empresários bem sucedidos ou empregados realizados… e nada disso veio devido ao curso… o curso eh apenas uma tecnica que segundo eles foi de extremo proveito… muitos já levaram pais, mãe, etc…
    essa tiazinha ai já entrou querendo causar e nao aproveitou nada…
    se queria sair, já devia ter saido logo… segundo meus amigos tem um tempo para isso… onde dos fracos são limados…
    vcs precisam ler muito ainda…
    não fiz o curso, mas me despertou a curiosidade de aprender…
    vcs não tem nem a pachorra de ler direito e interpretar as coisas… a tiazinha tomou copo dagua na cara por nao conseguir decorar um texto por diversas vezes… vai ser limitada a pressão assim no mobral…kkkkkk

    acho que vcs deviam investigar mais antes de dar tanta opnião baseada em apenas uma fonte, que não me parece nenhum pouco confiável…

  170. Leandro Demori diz:

    Davi ok legal Kkkkkkkk.

    vc fortãum intelijência tadashi karate kkkkkkk.

    eu limitado “mããããã”.

    kkkkk.

  171. van diz:

    Família Silva absolutely. Parasitas da pior espécie. Sabe, adoraria ser gaúcha… mas sou carioca da gema.
    Foi pela minha experiência de praia, uma verdadeira democracia da areia, onde se convive, de boa, com todo tipo de gente, que aprendi a conviver com a malandragi = VOCÊS.
    No outro dia recebi, um e-mail. Quase morri de susto li na cx. de entrada: comunicamos o falecimento do filho do nosso amigo da Família Silva, Diego, um jovem morto por acidente brutal. Foi mandado por conhecido meu, um membro da Família Silva, uma pessoa bem frágil, q. está passando por momentos mais frágeis ainda, e que, by the way, conseguiu ir até o fim do estelionato, ops, leadership trainning.
    Engraçado a vida dessas pessoas, depois do curso, desandou. Vcs deveriam ser processados. Ainda estou pensando seriamente nisso.

  172. van diz:

    Mexer com Xamanismo, bruxaria e magia negra dá nisso. Por acaso. sou católica, e sou feliz por isso.

  173. fernando diz:

    Periodite grave (… … … … ……). A cura é uma surra de cinta.

  174. fernando diz:

    Aliás. Educação no Bra$il: não temos.

  175. van diz:

    O Torturador de Terno Preto, ops, Davi: saber escrever deveria ser condição para um torturador, senão vejamos:
    “para os realmente tivessem capacidade para chegar ao nível? lembrando que esse eh um curso de iniciação e tem vários outros líderes…” Ã?
    *Não entendi niente. Ainda bem, prova da minha sanidade*

    …”baseada em apenas uma fonte, q. não me parece nenhum pouco confiável…”
    Eu acho q. vc. quis dizer q. não me parece nem um pouco confiável. Ah, tá.
    O poema, “kkkkkkkkk” “mããããmã” tá errado? Puxa, copiei da apostila q. vcs. me deram. Napoleon Hill, não, obrigada, prefiro Paulo Coelho.

  176. Mobral diz:

    que nível é esse? Lata d’água na cabeça?

  177. zeleandro diz:

    empregados realizados = capachos que levam comida no rabo diariamente E GOSTAM

  178. Uiiiiii diz:

    @ Davi:”…onde dos fracos são limados…”

    eu prefiro o clássico * Onde Os Fracos Não Têm Vez *, frase do faroeste famoso, justamente sobre a desconstrução do herói.

    Davi cresce. Vc. escolheu o super herói errado.

  179. Davi diz:

    mããããã!
    super herói?
    kkkkk…… eu não acredito em nenhum tipo de doutrinador… soh defendo os que precisam de alguma coisa pra poder se encontrar…
    uns vão na ”casa” do padre, outros na ”casa” do pastor, cada uma acredita no que quiser e lhe faz bem…
    eu nunca precisei fazer o curso do cara pra saber entender muitos dos seus principios… tudo que ele prega e defendido de diversas formas a milhões de anos…
    mas eh igual aos evangélicos, eles se privam de muitas coisas por achar que Deus quer… onde Deus fala na biblia que eh proibido beber, fumar, etc…
    aos católicos, espero que se denominem católicos e particpem pelo menos das missas… os padres tb pregam… somos os piores, por isso estamos aki… felizes os ignorantes, pq deles é o reino dos céus…
    só não entendo tamanha furia com uma pregação dos tais cursos de liderança que embora não religiosa, leva alguns principios de várias crenças…
    Deus é muito mais que isso, ele nos permite acreditarmos no que quisermos… felizes os que tem uma cabeça forte e sabem sonhar, um sonho = uma realização… (para os que nao deixam sonhar)

    kkkkkkkk
    pros Gaúchos Deus tinha que falar bah! tche! mããããã!!!kkkkkk
    o regionalismo de vcs eh ridiculo…
    maior mercador consumidor de Pepsi do Pais.kkkk pq? ah tem uma fabrica em POA….
    segunda maior cerveja vendida!!! Polar..kkkkk que lixo….
    kkkkkkkkk se o tal do Tagashi fosse mãããã Gaucho…. com certeza esses iriam defender com unhas e dentes….

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    quanto a Van… para falta de argumentos eh foda… ter que apelar para erros de portugues…. kkkkkk
    ignorância da minha parte…. eh que fiz curso de datilografia e acabei atropelando algumas palavras, e como achei que isso fosse uma espécie de blog e não um livro… nao revisei o texto:

    “para os realmente tivessem capacidade para chegar ao nível? lembrando que esse eh um curso de iniciação e tem vários outros líderes…” Ã

    valos lá senhora detalhes… acrescente um ”que” depois do “para os”….. kkkkkk eh “lideres” por “niveis”… eh ia ficar dificil de entender mesmo…kkkk essa parte ficou estranho mesmo… espero que agora tenha entendido….

    quanto ao nenhum um pouco…. ou nem um pouco….
    acho que dá pra entender neh!

  180. Davi diz:

    Van. desculpe peguei mais um erro no novo texto… mercador = mercado…
    mas faz um favor faz a sua revisão primeiro… depois faço todas as correções..kkkkk mãããaã

  181. Van diz:

    Vou chamar meus amigos gaúchos para se defenderem.

  182. Tiele diz:

    Como será um pessoa que ri: “kkkkk”?

    Me deprimi! :(

  183. Davi diz:

    igual um pato… quáquá quá quá… quer que desenhe?kkkkkkkkkk

  184. Jan diz:

    Tá, naum deu pra ler tudo, mas o objetivo foi atingido. Eu ia fazer esta m*, mas ninguem me explicava o q acontecia lá. Q m* cara, f*, inacreditavel, decadência total. Domínio da mente nao se obtem desta forma, alias desta forma se obtem o contrario é q nem transgenico: no futuro conheceremos os verdadeiros resultados.
    Valeu!

  185. van diz:

    Oi Ti, bjca. É isso aí Jan, Tadashi? evite fortemente.
    Ah! Os meus padrinhos da família Silva? depois do curso se desentenderam geral. Estão se separando em litígio, um horror, totalmente dispensável. Vou falar, esse Tadashi só dissemina a violência e o terror, a submissão e a conivência com o sistema.

  186. Célia diz:

    Eu gostaria de dizer para a senhora que escreveu, para dar um pouco de credito para a sua filha, pois você não terminou o curso, e tudo o que você relatou tem um porquê a ser explicado e vivenciado no final. Todos que terminam entendem e se emocionam ( pois suas reservas foram tiradas com o cansaço e a pressão). Nada mais radical do que deixar de falar com uma pessoa querida por uma coisa que você mesma considera besta.

  187. ABMP diz:

    Seguirá a seguinte denúnica Pública Incondicionada por fraude, maus tratos, privação, encarceramento, constrangimento, danos morais, coação, tortura, etc.

  188. Izabel diz:

    Lamentável pessoal!!!!

    Fico triste em ler um artigo como esse, distorcido e sensacionalista….Se o treinamento fosse desenvolvido dessa forma, com certeza as pessoas seriam indicadas por seus inimigos e não amigos, parentes e até os próprios pais, como acontecem na maioria das vezes.Fui participante em um desses treinamentos com mais 70 pessoas.Há de se dizer que é um treinamento de impacto sim mas, para quem quer vencer seus medos,superar as fraquezas e se redescobrir esse é um momento único.Ele só pode ser feito uma vez na vida, portanto os R$1.500,00 são muito bem investidos.Conheço várias pessoas que fizeram outros cursos também e tiveram a oportunidade de transformar sua convivência familiar, profissional e acima de tudo, adotar uma filosofia universal, que é transmitir o bem a todos INCONDICIONALMENTE.
    Ainda bem que vivemos num país que nos dá a liberdade de expressão, no entando devemos levar em consideração que o teclado, assim como papel, aceitam qualquer coisa escrita.

  189. Cris diz:

    Cesar, Célia, Izabel…muito triste ler tudo isso né…só quem realmente fez o curso por completo entende o propósito disso tudo…nada de torturas…alias são essas pessoas que postaram esses comentários maldosos que mais precisariam fazer o curso…
    Mas enfim…é como diz a Filosofia do Sucesso…”Mais cedo ou mais tarde
    quem cativa a vitória é aquele que crê plenamente.”
    …aquele que crê em sua própria capacidade de ser melhor…
    Quem sabe um dia eles possam comprovar o que estamos dizendo…ou mesmo adotar atitudes menos radicais e entender que antes de julgar algo, devemos saber do que estamos falando…mtos aqui até distorceram alguns dos comentários…acredito que todo ser é digno de evolução…mesmo que levem tempos para essa concretização…
    Muita luz no caminho de todos vocês.

  190. Camilo diz:

    Luz no caminho:

    ====*====

    (vou tentar de novo, ok!)

    ( )*( )

  191. Lenon diz:

    OBRIGADO POR TER ESCRITO, VOCÊ ME SALVOU DE UMA TREMENDA FURADA!

  192. Marcos Cabral diz:

    Interessante… estive lendo todas as bobagens que escreveram… e uma coisa me chama a atenção… uns defendem a coitada que como diz não é coitada… outros o tal do Tadashi… mas me diga.. ela foi amarrada para lá… me parece que não… ela foi espancada… não me parece também o caso… e os milhares que passaram e sobreviveram… tiraram algum proveito… e se foi bom para eles.. alguém perguntou… interessante também…
    Outro ponto… ela foi… recebeu o dinheiro de volta… me parece que tudo correu em ordem.. Outro ponto.. me parece que quem a levou era ou é alguém especial para ela… não acredito que ela de fato seja ruim, má ou então alguém que mereça ser chamada de coitada.. e será que há alguém que mereça… mesmo aquela empregada que levanta as 4 da matina….
    Sabe o que me parece.. é que dos 122 um se foi e 121 ficaram…
    Quem está sendo julgado aqui… há comparações das mais estapafurdias.. sou bom porque tomo uma caixa de cerva.. não sou coitada sou vivida.. eu sou bom ele ruim… que dureza….
    Leandro… uma sugestão que tal se fossemos fazer o curso e tirassemos nossa conclusão… minha sugestão…
    Eu não gosto de algo… mereço ser punido.. ou gosto e mereço da mesma forma…. bem… sabe o que eu acho… que ela deveria falar com quem a levou… há algo estranho nesta história.. mas o mais estranho a mim é a forma como se julga algo… olha… não estou do lado nem da pseudo coitada que não é coitada, mas que aqui se poe como tal que foi enganada pelos homens de preto… (ou por quem a amava ou ainda ama, ou gosta ou gostava sei lá) nem do cara (Tadashi) que é o cara, ou não, ou acha que é, ou acham…. bem sei lá… mas acho estranho.. como a mim é estranho discutir histórias e fatos que não conhecemos… mais estranho é que milhares tenham passado.. e aqui tenhamos apenas um relato… bem procurarei algo mais sério com que me ocupar…

  193. Alguem diz:

    Esta mulher, deve ter sido criada pela avó, e não sabe o que esta falando!
    Ela não entendeu o curso, pois não foi até o fim.
    eu fiz, e não me arrependo, não voltei mais no instituto, depois do curso,mas foi uma experiencia incrivel.
    Não julguem sem saber, os relatos dela, não condizem com a realidade, a realidade que ela desistiu na metade, é bem provavel, que ela tem dificuldades de enfrentar seus pequenos desafios no dia dia.

  194. EU VOU !!!! diz:

    hilário ler os post’s de vc’s, como é possivel tanta gente desocupada, comentando os exageros de uma pessoa notadamente covarde, que ampliou o impacto do treinamento à medida de seus traumas e de sua covardia. eu fiz o leader training, levei as pessoas que eu amo, e frequento sim as “acolhidas”, pq, ao contrario do que foi dito exaustivamente, lá se aprende a lidar com todas as emoções, com a raiva, é certo, faz parte, ,mas também com o amor.
    ser um vencedor, e conseguir a qualquer custo, não se refere ao material, com vc’s imaginam, refere-se a ser feliz. quem quiser viver a experiencia de ser feliz, eu recomendo que procure o curso… mas não me peça para leva-lo, eu só levo quem merece….OK

    abç a todos… ah ! eu sou SILVA sim

  195. Luciane diz:

    Eu acabei de fazer o curso, em outra instituição, e foi o melhor final de semana da minha vida, já viajei para vários lugares, participei de muitas palestras com palestrantes renomados, tenho estudo. E lá vivenciei o que vivemos no dia a dia e muitas vezes não sabemos como lidar, e muitas vezes por isso não alcançamos nossos objetivos, e quando falo em objetivo, não é só financeiro. Nós muitas vezes criticamos sem conhecer, agora quero ver você ir lá e depois dar o seu relato. Queria que todos estivessem sentindo o que estou sentindo hoje, UMA FELICIDADE IMENSA, não por ter e sim por ser.

  196. Caroline diz:

    Pessoal,
    Sou da familia SILVA, com muito orgulho e felicidade.
    É verdade que o curso faz você passar por alguns desconfortos que não estamos acostumados, mas isso faz parte para vermos nossos limites e nossas fragilidades, se não como saber o que temos a conquistar. Quero esclarecer o que na verdade é um copo de água, é um castigo sim, mas um castigo por você não levar a sério sua vida e ficar rindo e zombando das outras pessoas que estão lá. Os gritos com palavras supostamente severas, na verdade é um momento aonde identifica fragilidades suas escondidas atrás da mascara do dia a dia. É uma pena que ela tenha saído no momento aonde colocamos todas nossas fragilidades para fora, pois o passo seguinte era de descobertas, fortalecimento de valores, sentimentos, ela perdeu a parte mais brilhante do curso. A parte final é aonde todos podemos reconhecer os esforços e descobrir o quanto foi maravilhoso o final de semana. Para todos os SILVAS 1,2,33333,44. Beijos Saudosos da Gauchinha.

  197. Secretária do Tadashi diz:

    Caroline Silva,
    Rai!
    Amada, você já sabe contar até 1.000? E até R$1…. OPS, 1.500?
    Ó T I M O! Só estes nos interessam, eheh.
    Volte Sempre, estamos planejando um novo massacre, digo, curso.
    Silva, amada, lhe ensinaremos a andar sobre pedras em brasa. Um luxo!
    Não esqueça de pagar seu seguro de saúde, just in case!
    ABRA$$$$O$$$

  198. Luciane diz:

    QUEM ACREDITA SEMPRE ALCANÇA!! Continue respirando aconteça o que acontecer. 1,2,3333,4, com muito orgulho sou SILVA.

  199. Luciane diz:

    Tem sempre alguém querendo destruir o que é feito de bom neste país, tenha um objetivo maior nesta vida, quem sabe utilize toda sua energia para o bem.

  200. Edineusa diz:

    Luciane
    O patrao do cleidovaldo meu esposo é um omi muitcho bão e pagou o curço pra nois. Vo copiá suas palavra bunita. Ele sabe o que é feito de bom neste país. Foi danado de otimo. Num precisu acisti magi a super baba , agora nos educa us meninu igual os omi de pretu. ficou se lhe mais faciu e nois tem mais tempu pra furnica goistosu todas noiti.
    Vo cunseilia oceis. Coloqui u baudi cum agua e mete um copo de agua no meio das cara du menino si ele nun te obedece.
    Foi tum otimo qui cleidovaldo pediu pro seu ze du posto pra separar um latao bein grandao iguao do seu tadashi, noçu rei. Agora nois joguemu agua na cara dus safadu qui vem no barracu molesta nois.
    Otra idéa danada de boa foi o tacu q. cleidovaldo arrumo. nois bate com ele nas cabessa dus meninu e de todo mundo qui merece
    ja avisei pro cleidovaldo qui eh pra num se engrassa comigu q. eu do porrada.
    Antis eu era uma muié fracota. agora ja sei vence e subi na vida.
    VIVAMEUREI.

  201. Regina diz:

    O Tadashi e sua “corja” só estão trabalhando um pensamento atualmente.

    QUE HAJA AMOR, COMPAIXÃO E PAZ ENTRE TODOS OS SERES DO UNIVERSO.

    Realmente por aí da pra perceber o quanto eles são terrivelmente cruéis.

    Como pode uma pessoa desequilibrada, que omitiu uma série de atividades e fatos, inclusive mudando a ordem dos fatos, receber o crédito e o apoio de quem não conhece e nunca ouviu falar nada?
    Como pode alguem julgar sem ouvir alguem dentre as centenas de pessoas que fizeram o curso e que estão se sentindo super bem?
    Por exemplo a primeira atividade que ela cita não é verdadeira. A primeira é uma atividade positiva de Amor e Afirmação positiva.
    Cada atividade de Amor ou de contato com nossas sombras interiores, antes de ser aplicada é explicada e quem tem um pouquinho de inteligencia entende a dinaminca e a importancia. Nenhuma atividade desagradavel fica sem um fechamento adequado onde aprende-se a dar um significado positivo as coisas ruins que encontramos em nosso interior e passamos a conviver mais tranquila e amorosamente nos entendendo melhor. Eu fiz e me senti muito bem, não frequento nem tomei o instituto como uma religião.
    Penso que quem quer uma ferramenta em sua busca interior pode fazer esse treinamento, e mais alguns que eles ou outros grupos oferecem, mas consciente que nao é a resposta para tudo, é apenas um meio para enxergarmos algumas coisas. A busca interior é uma constante durante toda nossas vidas. Leituras, peças teatrais, cinema, terapia … tudo se complementa.
    Ela cita amadoristica e passionalmente um curso onde se é obrigado a andar sobre brasas….da vontade de rir…como uma pessoa pode ser capaz de distorcer as coisas para buscar auto afirmação… Eu não fiz esse curso mas procurei saber com quem fez…e garanto ninguem é obrigado a nada, nem tem castigo se nao quiser andar sobre as brasas…a unica coisa é que para quem quiser e conseguir acreditar em si…consegue caminhar sobre uma trilha de brasas ardentes sem queimar os pés…eu não entendo como, mas procurei e conversei com varios que ja fizeram esse curso e conseguiram.
    Essa pessoa além de demonstrar sérios problemas de necessidade de auto-afirmação, por esse texto, demonstra ser manipuladora e amadora, pois se fosse uma profissional procuraria argumentos bem fundamentados em fatos reais e não pessoais e passionais mal vivenciados.
    O mais triste é o comportamento demonstrado por escrito acima, de varias pessoas, em aceitar tudo o que se diz sem buscar saber o que é verdade.
    É preciso pensar e buscar fatos para se construir uma opinião verdadeiramente ponderada.

  202. Luciana Candido diz:

    10001 % REGINA…PARABÉNS!!!!

    DISSE TUDOOOO, ESTÁ NA HORA DE VC COMEÇAR A ENCARAR SEUS MEDOS QUERIDA, CHEGA DE JOGAR NAS COSTAS DAS PESSOAS SUAS FRUSTRAÇÕES E MEDOS, O QUE VC DIZ REFERINDO-SE A SUA FILHA E AO SEU GENRO…DÊ-SE POR PRIVILEGIADA, POIS SÓ QUERIAM LHE PROPORCIONAR O CONHECIMENTO DO AMOR…QUE É O QUE ESTÁ FALTANDO NESSE CORAÇÃO DURO E RANCOROSO…PENSA…QUEM SERÁ QUE ESTÁ SE ENGANANDO NISSO TUDO ??? MUITA LUZ NESSE CORAÇÃO

  203. claudia diz:

    Realmente vc não sabe o que está dizendo.
    Balde de aguá?
    Aonde?
    Que imaginação fértil vc tem…..
    Copinho sim e com muito respeito.
    Insultos jamais era e é permitido neste curso.
    Realmente não tenho palavras para descrever o q sinto por este relato pobre e mentiroso.
    Realmente tenho pena de vc que não sabe descrever verdadeiramente o que foi o curso.
    PENA.

  204. claudia candido diz:

    Pobre coração, não aproveitou nada do curso, além de tudo é mentirosa.
    toma vergonha na cara.
    Tenho pena de vc.
    Coitadinha.

  205. Camilo diz:

    Tópico sempre cheio de VENCEDORES ashlaçshdçauarçlhsasd

  206. diz:

    **SÓ TENHO ALGO A DIZER SOBRE TUDO ISSO

    DEUS É AMOR E NÃO TORTURA,NÃO PRECISAMOS COLOCAR
    TODO NOSSO ODIO PARA FORA, APENAS DEVEMOS PEDIR PARA DEUS
    AQUILO QUE NÃO CONSEGUIMOS TER.
    SE VC TEM ODIO PEÇA A DEUS PRA TE DAR AMOR,SE VC NÃO TEM PACIENCIA PEÇA A DEUS PARA TER.

    NÃO PRECISA PAGAR PARA TER ALTO CONFIANÇA
    EU ACHO TUDO ISSO DITO NA CARTA UMA TORTURA SIM.
    CONHEÇO PESSOAS QUE FORAM E RELATARAM TUDO ISSO QUE FOI DITO.

    PRA MIM SIM UMA TORTURA

    DEUS É AMOR

  207. Camilo diz:

    E SE PAGAR PARA TER AUTO CONFIANÇA, DIGA A DEUS.

    :)

  208. van diz:

    É verdade Camilo, auto confiança é um resgate com vc. mesmo. Não tem preço, não tem curso.

  209. Paula Pimenta diz:

    Essa pessoa parou de falar com a filha!!!!??. Depois de tantos anos espero que tenha voltado atras. Olha que personalidadezinha hem!!!!. Cinco anos de idade. Bateu o pé! Ficou braba! E de mal! Deveria ter aproveitado o curso para crescer. Imatura! Tudo bem, cada um tem seu tempo. Essa pessoa tem que estar exatamente onde está!

  210. Sou SILVA e dai?? diz:

    E assim é !
    Tem cada absurdo escrito neste blog, cada barbaridade de gente insana q dá vergonha do ser humano.
    Ninguem é obrigado a fazer nada, muito menos os cursos, concordo com alguem q disse `vc foi pq que quiz, pagou pq quiz, ficou ou saiu pq quiz`. Então para de enxer o saco.
    Quem ’são estes, que se prestam a gastar um dinheiro, que não é pouco, pra depois ficar falando mal? Estes sim, são desequilibrados.
    Acredito que todos ja tenham ouvido a celebre frase `Ame-me ou me odeie`. E é exatamente isso. E sabe o q é melhor? Quem não gostou, recebeu seu dinheiro de volta.. então quer saber?
    Vão procurar o que fazer.

  211. Sergio diz:

    E não é a “massa” um grupo de pessoas fracas que abrem mão da própria verdade para pegar uma verdade de prateleira, ali, em uma embalagem bonita, pronta, sem ter certeza do que está dentro?

    E não é parte do “mondo capitalista” deixar-se levar pela correnteza de opiniões formadas?

    Esse tópico é rico, porque une em debate dezenas de grandes sábios independentes, mentes desenvolvidas e muito bem formadas, que não se submetem às artimanhas de uns poucos charlatães que querem apenas ganhar dinheiro às custas dos outros, menos bobos que eles.

    Sábios e independentes que são, não precisam experimentar aquilo sobre o que falam, pois têm sempre razão e são amigos íntimos da Verdade.

    Sendo seres que caminham com as próprias pernas, inteligentes que são, conseguem enxergar toda a verdade a partir da opinião de um do grupo, grupo forte e que caminha sempre junto na mesma direção do líder. Ahh, o líder. O líder é aquele que tem um teco a mais de coragem, que experimenta, que se expõe e, então, leva a grande verdade ao grupo que, unidos e independentes que são, estão sempre agarrados uns aos outros, andando na mesma direção, mesmo que às vezes um ou outro olhe para trás e se pergunte “será que é aquele o caminho? Ah.. deixa pra lá e vamos todos juntos andando e cantando, seguindo a canção…”.

    Ai daquele que, sendo desse grupo, experimentar o mesmo que o líder experimentou e ver de uma forma diferente. Ai desse…

    … e não seria esse grupo, a grande massa? Uma massa de sábios independentes que têm opinião própria, de uma única pessoa?

    Abraçados que estão, são felizes, completando uns aos outros em sua grande unicidade, sendo aceitos e fortificando a opinião única. A carência de ser ouvido permanece escondida nas sombras, mas se manifesta na luz das palavras firmes e convictas, soltando aos ventos a grande verdade.

    Feliz aquele que encontra um tópico desse para se unir ao grande grupo, mais feliz aquele que, em força, experimenta a vida e apenas enxerga o caminhar da massa.

    E não é a insegurança em si mesmo que gera grandes críticas? E não é a carência de ser ouvido que cria a necessidade de ser aceito na louvável massa?

    Uma grande pessoa, um grande doutrinador aquele que escreveu seu relato. Uma grande massa de seres com opiniões próprias a seguindo. Uma grande massa…

    Poucos aqueles que enxergam de longe a grande massa. Abençoados esses que têm coragem. Felizes que são, tem força para caminharem seus próprios caminhos.

    Um alerta, meus amigos: esconde-se um enorme perigo à alma, enxergar o caminho da vida com os olhos de outros.

  212. Talita diz:

    Acho um absurdo a pessoa falar o que não sabe, o que não sente…uma pessoa que não teve coragem de enfrentar seus medos, que não se permitiu ser amada, que nao se permitiu sentir…Tenho certeza que se essa pessoa que deu esse relato ridiculo, se tivesse ido até o final, o discurso seria outro…uma pena, mas, afinal, cada um tem aquilo que merece, e enxerga aquilo que quer ver…mas deveria ter guardado esse relato para si so, pois ninguém no mundo tem culpa dela ser frustada, e o que ela trouxe de volta de la, vai continuar ai, e ela vai continuar com a duvida…

  213. Andre Silva Gaivota diz:

    Gente mediocre que fala o que não sabe. Pelo menos falam o que querem. Coitados daqueles que são obrigados a conviver com vocês. Podem me criticar a vontade porque não voltarei a visitar essa página. Já perdi tempo demais lendo o texto de uma desistente orgulhosa e provavelmente frustrada e os comentários de várias pessoas que não fazem a mínima idéia do que estão realmente criticando. Acredito que o mundo precise de gente assim, deve haver um propósito para vocês existirem. Mas, não tenho interesse ou tempo de descobrir qual é. Fui. Feliz 2010.

  214. João Marcos Godoy diz:

    Caros Leandro e Van (e demais leitores), acredito e espero que de alguma forma vocês também leiam este post.

    Não faço contribuições constantes a blogs, mas gosto de acompanhar este e alguns outros. É fonte de informação, diversão e é muito bom ver que existem lugares com voz ativa, irreverente e porque não dizer, contundente.

    Não conheço o tal curso, não o fiz. Fui convidado no ano passado (o que me levou a buscar informações na internet e achar este blog) mas decidi não ir atrás, o que vi não me atraiu. Acabei fazendo contato com pessoas que fizeram e ouvi a maior variedade de relatos.

    Falo com todo respeito à Van que teve essa experiência: nenhum desses relatos chegou perto do que foi narrado. Mas eu não me surpreenderia descobrir que o que a Van narrou seja fato. Vemos de tudo por este país, por este mundo.

    Naturalmente, o relato me chamou a atenção e me fez pensar. Porém confesso que me estranha ouvir tantos relatos positivos e poucos negativos. Cada um tem a sua percepção, viva a liberdade, e que continue assim. O mesmo valor que dou à opinião dos outros, dou à Van também.

    Porém não deixa de ser uma situação aonde estou enxergando a realidade pelos olhos dos outros. Posso tomar a verdade da Van ou de outro, é a minha escolha. Para formar a minha verdade eu acredito que preciso construir a MINHA opinião sobre o tema. Para isso teria que provavelmente, ir lá e fazer o tal curso. Digo que é quase certo que eu não vá. Não para dar razão a esta ou aquela opinião, mas por não se tratar de algo que me incomode ou que fará diferença atualmente.

    O que me incomodou também não foram os relatos. Cada um que foi lá viveu aquela experiência de acordo com seu olhar, com seus valores. Eu não deixaria meu filho pular de uma plataforma de madeira, amarrrado por um cipó, em direção ao chão para provar que é homem. Tem gente que faz isso no nosso mundão. O que é certo para um, é errado para outro. Então a visão dos que foram no curso, pertence a cada um. Respeito também a coragem da Van em se manifestar, bem como a dos demais em dar a cara para bater. Tenho a crença que é a partir da discussão saudável (mesmo que regada a um ou outro xingamento) e da manifestação de opiniões é que também evoluimos.

    Não sou jornalista e nem trabalho em meios de comunicação, Leandro. Sou corretor de seguros. E o que te falo agora, também é dito com muito respeito, e talvez com uma boa dose de desconhecimento da sua área.

    O que me incomodou foi a forma de publicação do relato da Van, que foi feita por alguma razão, seja ela confiança, amizade, parceria, a simples divulgação de uma notícia, não importa - o relato dela foi publicado e passou a ser comentado sem que fosse feita qualquer confirmação da veracidade da história e dos fatos que ela narrou ali. Você assinou a publicação, cumpriu seu papel de divulgar algo que pode ou não ser uma ‘falcatrua’ mesmo! São alertas como este que não nos deixam cair em roubadas. Ótimo.

    Porém há alguns sinais claros (ao menos para mim) de que é necessária uma confirmação, de alguma forma, do que está sendo dito pela Van e em consequência por você a partir do momento que você assina o post. Fica no ar aquela impressão de que é uma discussão-pela-discussão somente. Não critico nem coloco em xeque aqui seu profissionalismo e seu trabalho. Só acredito que para validar e para tornar esta discussão ainda mais rica e útil, que é crucial saber com mais detalhes sobre o que se está assinando ou escrevendo, afinal, há uma responsabilidade muito grande sua e imagino que você queira zelar por ela. Ao menos teríamos a sua visão, a sua forma de enxergar essa realidade. Sem isso, Leandro, retira do ar ou apaga o nome do japonês das tags e do texto… Pode não te agradar e você pode não concordar. Também não sei quais problemas ou questões isso pode trazer, você pode responder melhor do que eu.

    Não imagino como você faria isso, cara… indo lá, falando com o japonês, com outras pessoas, não sei. Com eu disse, não é minha área. Mas penso que seja com o japonês, com a Yeda ou com qualquer outro, fazer o papel completo é um bom caminho. Penso que é algo que te ajuda e nos ajuda e muito. Fazendo isso ou não, só te peço que esta opinião seja respeitada.

    Abraços e um bom final de semana,

    João M. Godoy

  215. Lucas diz:

    O curso é maravilhoso, mudou a minha vida para melhor. Falar na internet é facil e mentir mais facil ainda, porem falo de coração, o curso é muito bom todos deveriam fazer e descobrir a verdade.

  216. Camilo diz:

    LEIA O LIVRO UNIVERÇO EM DEZEMCANTO.

  217. Douglas diz:

    Bando de gente fraca.. quem critica o curso não sabe de nada.. inclusive essa tonta do relato que não aguentou ir até o final. Esse curso serve para mostrar que todos somos iguais, que todos somos humanos, que todos morreremos um dia, independendo do seu cargo, renda, cor ou raça.

    E quem foi a anta que escreveu que este curso deixa as pessoas agressivas? ele faz totalmente o oposto, ele transforma pessoas arrogantes, agressivas, mesquinhas, esnobes, apáticas e inflexíveis em pessoas calmas, controladas, empáticas e positivas. E isto não sou eu que digo, eu vejo todos dias, convivo com pessoas que fizeram e mudaram depois, de pessoas mandonas, arrogantes para pessoas empáticas e humildes!!

  218. Camilo diz:

    @Douglas:

    “Esse curso serve para mostrar que todos somos iguais, que todos somos humanos, que todos morreremos um dia, independendo do seu cargo, renda, cor ou raça.”

    Ou seja, o curso serve para mostrar o que todos já sabem.

    Ou precisa pagar para saber disso, Douglas?

    ojud.

    Segundo parágrafo. Aham, nótaci.

    SENTA LÁ, CLÁUDIA.

  219. LT diz:

    Me desculpem, questão de opinião, eu não acho legal a forma que o curso é vendido, Lugar paradísiaco, site com frase lindas, imagens muito bem selecionadas, para na realidade vc pagar por um quarto que não poderá dormir, tem frigobar no quarto, mas fica vasio. O curso se dá em um galpão sem janelas, te humilham, passam recolhendo os oculos, brincos e acessorios, por causa dos castigos, na verdade suas energias são colocadas a zero, vc não dorme, trabalha em dinâmicas seguidas, é humilhado com palavras e castigos terríveis, deixam sua energia a zero, onde assim ficamos em estado de alfa, todo zen, onde é possivel considerar um momento ideal para uma suposta lavagem cerebral, enfim, acho que o curso é humilhante, terrível frequentado por pessoas que buscam uma solução, mas que são fragililizadas.
    É estranho determinadas situações referente tambem a pagamentos, insistem e dão preferências para pagamento em espécie…
    sei lá

  220. LT diz:

    Dizem que o curso serve para mostrar que todos somos iguais, mas o dono de um destes cursos e palestrante se contradiz neste quesito, é uma pessoa arrogante que começa explicando que o curso inicia-se as 20:59hs porque ele quer, ele é o dono do curso e começa a hora que bem entende.
    Muito balela dizer que este curso mostra que somos todos iguais, me desculpem, mas é supostamente uma característica de uma corrente. Sempre convidando outras pessoas e tal..
    Na verdade nos bastidores do LEADER TRAINING, vc passa um grande sufoco, é humilhado, xingado, judiado, fica trancado num galpão não podendo sair antes do horário determinado, rigor militar, te humilham, judiam, castigam, depois que vc fica todo fragilizado começa o trabalho deles…na sua cabeça..questão de opinião mas acho que a legislação deveria atuar no marketing enganoso utlizado pelos mesmos..

    http://nadaalemdeumsonho.blogspot.com/2010/02/curso-leader-trainning.html

  221. Arianna diz:

    leandro, pode por favopr entrar em contato comigo?
    meu email: aalzuguir@gmail.com

  222. leandro diz:

    Eu fiz este curso!

    E esta pessoa nao soube aproveitar o investimento de R$1.500,00 que fez.

    Esta foi a experiencia mais marcante da minha vida. Nao me importo se alguem acredite ou nao.
    Mas como referencia, a pessoa que escreveu esta carta chega a ser tão desnorteada que nao consegue confiar inteiramente nem mesmo nos proprios familiares satirizando a propria filha e o genro.

    Talvez falte encontrar a si própria. e a restuarar a confiança em algum ser humano neste mundo.

    Fiz o curso, chorei, gritei, fiquei rouco, senti frio, calor, ódio, e amor.
    Nao me arrependo de nada, por que vivi inteiramente nesses dias.

  223. leandro diz:

    quase esqueci de dizer…
    nunca jogaram um balde de água em ninguem… e sim um copo d’água….
    imagine por aí a veracidade do resto das informaçoes deste e-mail…
    (nem sei oque estou fazendo aqui, blog qualquer…)

  224. Paulo diz:

    Caros amigos, se vocês não conhecem pessoas que fizeram o curso até o fim, não o julguem. Não se trata de uma terapia para loucos que só querem vencer financeiramente. Essa mulher que fez 1/3 do curso não sabe de que está falando.
    Eu o fiz e não me arrependo. Se precisasse pagar 10 vezes mais por ele, teria feito do mesmo jeito e não sou uma pessoa com dinheiro sobrando, mas somente o resgate de vida que pude fazer após o curso com uma pessoa da minha família já valeria por tudo que passei lá.
    Trata-se de uma terapia de choque sim, que te ajudará em vários aspectos. Não se pode contar as coisas que acontecem porque o EFEITO SURPRESA é primordial. Somente por isso. Há uma frase célebre da psicanálise que diz: SOMENTE O SER QUE TIVER CORAGEM DE CONHECER AS SUAS SOMBRAS CONSEGUIRÁ ACHAR O SEU LADO LUZ.
    Portanto, é somente esse o objetivo do curso: arrancar as suas máscaras para te fazer um ser mais pleno e conhecedor de si mesmo. Então, caro amigo, respeite um trabalho sério do Instituto Tadashi Kadomoto. Garanto para vocês que se cada ser humano deste treinamento passasse por um treinamento desses, este mundo seria muito melhor.
    Após o relato da senhora do post acima, entendo perfeitamente porque até pessoas da família dela deve estar ignorando-a. Seu texto explicita muitas de suas máscaras: ARROGÂNCIA, PRECONCEITO, INTOLERÂNCIA, IMPACIÊNCIA e muita, mas muita falta de HUMILDADE.
    Que pena que atualmente, sejamos obrigados a conviver com pessoas como ela, que não buscam o crescimento pessoal em todos os aspectos de suas vidas.
    A propósito: o Instituto TK colabora com mais de 100 instituições sem fins lucrativos como asilos e orfanatos. Aliás, um dos objetivos do curso, mais que melhorar a saúde financeira das pessoas, é abrir os olhos dos treinandos para o bem estar de toda a sociedade e preservação da natureza.
    Como disse Einstein: “Que tempos esses ops nossos, hein! É mais fácil quebrar um átomo do que um preconceito”.
    Um abraço carinhoso a você que teve a paciência de ler isto até o final e que HAJA AMOR, COMPAIXÃO E PAZ ENTRE TODOS OS SERES DO UNIVERSO.

  225. van diz:

    Paulo e outros tantos,
    Veja bem: Eu escrevi para o Leandro, a minha experiência do Inst. TADASHI, como amigo.
    Eu jamais imaginei que ele fosse responder ao meu e-mail com um: “POSSO PUBLICAR?”
    A Nova Corja tinha um viés político. Eu contei pro Lelê pois estava MUITO triste, e sinceramente tinha vergonha de contar, pros meus parentes e amigos, que tinha feito esse curso.

    EU NÃO SABIA O QUÊ ERA, PENSEI QUE ERA UM CURSO DE LIDERANÇA.

    Tinha vergonha de pensar no quê vi lá dentro e pior saber que eu tinha participado daquilo por vontade própria. Então, só pra vc. saber:
    Escrevi para o Leandro, porque tinha a impressão que ia desabar se não falasse com alguém. Foi uma catarse, entende, e é tudo exatamente do jeito que contei. Não faria sentido nenhum inventar uma história que eu estava contando em confidência. Para quê?
    Quando o Leandro me respondeu, perguntando “Posso publicar?” Não consegui dizer ” NÃO”.
    Eu pensei: Por que não? Talvez seja um jeito de eu fazer uma catarse, e tb. queria ouvir a opinião dos notáveis comentaristas da Nova Corja. (HEHE)
    Talvez tivesse sido melhor dizer Não e não ter levantado tanta polêmica.
    ———————————————————————————–
    Tenho uma amiga que é dona de um salão de beleza, em São Paulo, Lucy, 40 anos, nissei. Ela me disse - só depois que voltei do curso - “fiz o curso com o irmão do Tadashi , foi horrível”
    A família dela é do paraná e ela teve que fechar o salão e ficar quase 15 dias com eles para se restabelecer.
    Eu perguntei pra ela: “Por que vc. não me contou isso antes?” Ela me respondeu? ” Vc. é muito corajosa, eu tenho muito medo deles”.
    Como assim? Vc. foi até o fim e tem medo?
    Ela disse? “Eu fiquei tão chocada que fingi no final”
    - Fingiu? COMO ASSIM? Isso não é sexo nem nada.

    Continuou: ” Quando vc. se sente barbarizada, humilhada, qualquer carinho que alguém te faz, depois, é benvindo. É isso que acontece com as pessoas lá. Estão com tanto medo e vergonha por terem se submetido a passar por TUDO QUE ELES MANDAM, que é natural que sintam um alívio e bem estar por ter terminado e estarem sendo, de uma certa forma, premiadas com um happy ending.”

    Quanto à minha filha, graças a Deus, voltou a morar comigo. Foi mais de um ano de sofrimento. Ela ficou meio abobada, aceitava um relacionamento machista e agressivo. Os dois frequentavam o TADASHI.
    Agora ela se separou legalmente, e esta trabalhando, tá ótima como sempre foi.
    Se vcs. concordarem comigo ou não, tanto faz. Mas como diz o Camilo: CAOTELA MÁXIMA.

  226. van diz:

    Aliás, acho que o nome disso é Síndrome de Estocolmo. Acho que é esta a inspiração do curso.

  227. Lívia diz:

    Bom fiz este curso, e seria terrível mesmo, se fosse desse jeito que ela descreveu, mas a sua amiguinha aí, exagerou muiiiiitooo.

    Talvez ela não tem entendido desde o começo quando nos avisaram no inicio do curso que o objetivo deles eram nos desconfortar, pois é necessário para o crescimento, agora se ela não entendeu e não estava de coração aberto, deveria ter ido embora no mesmo dia.
    E não tirar expectativas de pessoas que tinham interesse em fazer o curso pque tem algum interesse em crescer na vida , escrevendo essas bobagens e dando uma de coitadinha.

  228. edivaldo diz:

    eu fiz o curso e poço afirmar que é muito exagero dessa pessoa que comentou.ela nao comentou que ninguem é obrigado a ficar no curso, logo no inicio e falado que vc nao esta em um hotel pra passiar e sim para fazer um curso ,e eles sao bem claro quando falam que quem nao quiser ficar ,pode passar na portaria e pedir o dinheiro de volta,só fica quem quer,e alias ela nao terminou o curso entao ela nao sabe do melhor que é no ultimo dia e que vale todo centavo gasto,comcluindo com toda dificuldade de aceitar alguem apontando seus erros eu adorei e vou fazre outros…..

  229. LT diz:

    o texto a seguir foi extraído do orkut:

    DINAMICA DO ESPELHO
    Vou contar mais uma dinamica do curso: “Como ser um boçal”….hahahahahahhahaha

    Seguinte…

    Todo mundo tem que “xingar” ( não vale palavrão) a pessoa da frente de vários nomes que vier a cabeça…Como feio, bobo, mentiroso, covarde e por aí vai….Só que vc tem que fazer isso urrando….porque senão, vc toma agua na cabeça…..

    Eu tomei agua duas vezes pq nao conseguia xingar e ria….

    Poxa, como vou xingar uma pessoa que nem conheço…

    A grande moral da dinamica é que quando vc xinga o seu colega é como se xingasse vc. Como se fosse um espelho…

    Eta bestialidade….

    O que tem de gente que chora por sentir-se mal com a situação é um absurdo….Clima pesado tb…

    http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=5039228&tid=2590645337894785432

  230. LT diz:

    DINAMICA DA CADEIRA
    Bom, o propósito desta dinãmica é do “treinando” expelir toda a raixa contida.
    Desta forma, colocam umas quatro cadeiras no centro de um círculo formado pelos “treinandos” e cada um dos “treinadores”, que no meu caso foram: O Arita, a mulher dele, a filha dele e o genro, o Rodrigo.
    Desta forma, cada um ia pegando uma pessoa. As mulheres, pegavam as mulheres e os homens , os homens. Sendo assim, a pessoa pegava um porrete e dava na cadeira pra botar pra fora sua raiva.

    Minha opinião: Eu até acho válido q as pessoas coloquem pra fora sua raiva, pq tem gente q tem dificuldade de expressar suas emoções.
    Tanto q chega uma hora, q o clima fica pesadérrimo, parece q tem uma energia negativa no ar, por conta da agressividade desta dinamica.

    O que eu acho errado, é obrigar as pessoas a fazerem.

    Tipo, eu não tenho problema nenhum em botar a raiva pra fora.Não sou reprimida.Sou bem resolvida..QUnado to com raiva, boto logo pra fora e tal, portanto, pra mim, esta dinamica não faria efeito..TANTO Q EU FIQUEI POR ULTIMO, e quando a Harue( mulher do Arita) veio me buscar pra fazer, eu disse a ela q não queria, mas como lá vc tem q fazer, é obrigado…eu peguei o porrete ( cara, eu sou hilária…rs)e comecei a rir e falei pra ela q não tinha necessidade disso, pq eu não tava com raiva de ninguém e de nada…E lea:”Como não? Solta isso e tal..” E eu falei q não tinha nada pra liberar …e tal…Então, dei umas porradinhas de leve na cadeira e só….
    É isso q eu acho errado nesta parada chamada de curso. A generalização…Porra, eles generalizam os sentimentos de todo mundo….Da mesma forma q tem gente ali reprimida, tem gente q não é e tal…Mas eles colocam todo mundo no mesmo patamar..Tipo, “Coitados, não conseguem lidar com este sentimento e eu tenho a resposta pra sua cura”..sabe?
    Bom, é isso…Vc ve as pessoas se transformando..nego dá cada porretada..rs…
    Outra coisa q eu não gostei…
    Da agressividade..eu vi o Rodrigo e a mulher dele , a filha do Arita, pegando as pessoas com uma agressividade tamanha,

    sem necessidade, sabe? Tanto q eu fiquei me escondendo pra ficar por ultimo e ir com a HARUE.Pq se eu fosse com a filha dela , não daria certo…Não ia me pegar pelo pescoço mesmo….whatever…
    Gostaria de colocar aqui q o Rodrigo me tratou super bem, mesmo sendo grosso nesta dinamica com os homens, ele o “curso” inteiro foi super gentil comigo..não tenho o q reclamar dele.
    É isso..depois falo mais…

    Texto pesquisado e extraído do orkut
    http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=5039228&tid=2462224005415670168

  231. LT diz:

    texto abaixo pesquisado e extraído do orkut:

    VERDADE SOBRE O LTII - GAIVOTA
    DEPOIMENTO DE QUEM FOI LONGE DEMAIS…

    “Verdade sobre LTII Gaivota
    * Eles não jogam agua, nos é quem jogamos em nós mesmo
    * Tem uma fila indo para um caixão, todos olham e tem um espelho lá dentro
    * levam agente em um ritual, onde acabamos saindo lá no final do hotel, atraz da igreja, e tem centenas de cruzes com nossos nomes e fotos
    * O pior fazem agente escrever nosssas feridas mortais, em quase 15 quilos de jornal, isso apos um dia sem dormir, depois fazem agente colocar os jornais em um saco, e levam para o cemitério citado, no qual batemos com um bastão por uma hora
    * O combate é com base nos dez pergaminhos
    * Até nas refeições tem atividades, no LT I , pelo menos agente consegue comer
    * São 6 horas de respiração vomitando

    Boa sorte”

    … E SE ARREPENDEU…

    http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=5039228&tid=5249177182435792517

  232. Bruno diz:

    Fiz esse curso.
    Me disseram que mudaria minha vida , minha forma de agir e de pensar , sairia de lá uma outra pessoa.
    Prá mim , uma puta lavagem cerebral. É exatamente como foi descrito.
    Vc sai de lá meio xarope , mas depois que caiu a ficha, comecei a questionar um monte de coisas do “curso”.
    Não sei , acho que as pessoas que veem nisso a oitava maravilha do mundo são as mesmas que tornam-se fanáticas religiosas.
    Basta um pouquinho de discernimento prá sacar que cursos desse tipo não são tão bonitos quanto parecem.

  233. Carlos diz:

    Ela diz que os treinadores eram torturadores, porém acredito que a pior das torturas é julgar algo que não se conhece, não foi até o final e não deu chance para descobrir os porques de cada dinamica.

    pior do que agua na cabeça, passar frio ou calor ou até mesmo enfrentar uma fila e etc é talvez não falar com a filha pelo simples fato de ser inflexivel com sua verdade. Existem sim treinamentos que fazem suas emoções borbulharem para que cada ser humano possa não somente conhecer melhor a si, mas para que possa taambém controlar aquilo que vem limitando. A opinião desta mulher é somente a idéia dela de ver o mundo. Coitada!

  234. Fausto diz:

    Olha, eu fiz o curso e os outros que seguem a mesma linha, sinceramente eu nunca li tanta bobagem junta.
    Esta senhora simplesmente surtou, na verdade ela não conseguiu olhar para a podridão que deve ter dentro de si e foi muito mais fácil criticar e jogar em cima dos outros o que não foi capaz de vivenciar, se eu fosse ela ia pedir perdão para sua filha correndo.
    O Tadashi é um super mestre, enxerga muito além do que possamos imaginar é ético e uma pessoa doce, criou treinamentos que são copiados no mundo inteiro.
    Se você tivesse vivenciado o treinameto até o fim teria descoberto,como se achou coitadinha de mim se mandou antes, acredito que os outros121 que ficaram estão bem melhor que você.Coitadinha

  235. Patricia diz:

    É simples de resolver essa questão. Vamos lá…

    Só algumas coisas a serem ponderadas:

    Atitude de vencedor (ou pelo menos de alguém que se acha seguro, maduro, íntegro e completo o suficiente pra não precisar fazer curso, terapia ou qualquer coisa que seja pra melhorar sua mente) é julgar algo sem ter propriedade no que estar falando? Isso é racional? Bom, acho que não…

    Enquanto tu está aqui criticando algo que, segundo tu, não é do teu interesse, neste exato momento tem alguma coisa muito mais útil e edificante para sua vida que tu poderia estar fazendo. Seja no seu trabalho realizando o trabalho acumulado, seja em casa planejando o seu fim de semana, seja com um namorado/namorada aproveitando o tempo livre… Mas onde tu está? Tu está aqui, na frente do computador lendo algo que não é do teu interesse, algo que não te acrescentará em nada (ao menos que tu queira ir até lá, passar por aquilo ATÉ O FIM e escrever um artigo PROFISSIONAL, neutro e imparcial sobre o assunto), ao invés de simplesmente CUIDAR DA SUA VIDA. E depois, tu vai reclamar que é culpa da sociedade, é culpa do ser humano, é culpa de Fulano, Ciclano, Beltrano, mas enquanto tu estava aqui, com certeza tem alguém que está fazendo isso no teu lugar. E tu perde o emprego, ou perde o amigo, ou ganha um belo par de chifres na cabeça. E a culpa nunca é sua, claro, né? “Porque a sociedade…”
    “Porque meu amigo…”
    “Porque meu chefe…”

    Mas nunca “Porque EU fui incompetente em não tentar o máximo que podia, por mim mesmo, pela pessoa que amo, pelo que acredito, pelo que defendo, porque fiquei me distraindo com coisas insignificantes e esqueci o que era importante.”

    Está aí a prova da incompetência desta mulher. MAIS uma vez, desistiu de alguma coisa na vida, ao invés de se propor em ir até o final.
    Achou-se SÁBIA, INTELIGENTE, EXPERIENTE o suficiente para prever o que iria acontecer do início ao fim.
    Como meu pai sempre disse: “De tanto pensar, morreu o burro.”
    (As pessoas, pensam, pensam, pensam e nunca FAZEM, ou VIVEM nada. Eis o erro de tantos disseminadores filosóficos que falavam sobre o casamento quando nunca haviam tocado numa mulher, ou falam sobre o trabalho sem nunca terem trabalhado, ou falam sobre o homem, tendo sempre se isolado deles e nunca convivido em sociedade. Pura hipocrisia.)
    Burro é aquele que acha que conhece o mundo sem nunca ter saído de frente da televisão.
    Afinal de contas, se tu visse uma cirurgia de qualquer coisa que fosse até o final, NUNCA se operaria.
    Se tu visse um filme pela metade, NUNCA iria dizer que adorou…

    Acredito que a atitude de uma pessoa SÁBIA é a atitude da dúvida. Sempre da dúvida. Ou seja: não pensar que sabe de tudo. SER HUMILDE para dizer pra si mesmo “Não sei. Vou ponderar sobre o assunto, vou conhecer.”. Ou se, ao menos não estiver disposto a conhecer, nunca se referir a tal assunto, por não ter CONHECIMENTO SUFICIENTE para falar sobre ele. Simplesmente diga “Não sei. Não conheço.”. Fica até mais bonito e admirável do que ter uma opinião formada pra tudo.

    Quanto à questão de Tadashi ser tratado como um deus, ou como um profeta, ou sei lá o que…

    Bem, se ela tivesse chegado ao final do curso, enxergaria a coisa de uma maneira TOTALMENTE DIFERENTE, pois a coisa que mais admirei naquele curso, foi justamente a falta de hierarquia, ou a concentração de poder em apenas uma pessoa. Muito pelo contrário. O Tadashi passa pela maioria das coisas com as pessoas. Ele (e também todos outros terapêutas, médicos, auxiliares, etc) também tem pouco tempo, também tem poucas horas de sono, também tem que se dedicar, também tem que cumprir horário. Ninguém ali é poupado ou privilegiado. Eles todos comem com a gente, dormem em dormitórios igual aos nossos, levam bronca igual a gente, meditam como a gente, cansam como a gente, se divertem como a gente (e NOS DIVERTIMOS MUITO NESSE CURSO, pra que saibam: dançamos, cantamos, nos alegramos, brincamos, etc). Tudo igual. E todos ali, inclusive o Tadashi, passaram pelo treinamento.

    Agora imagina o seguinte: quanto tempo tu desperdiçou lendo linhas e linhas sobre opiniões leigas sobre o assunto, quando poderia ter pesquisado cientificamente sobre o assunto? Sim! Isso tem embasamento científico, “doutor”. Filosofia, Psicologia, Medicina… Tem tudo isso. Não tem nada de charlatanismo, de religião. Nada disso. Muito pelo contrário. E falo até como alguém da área da Psicologia.

    Depoimento pessoal: Sou ateu, apolítica, totalmente contra religião, totalmente contra visões extremistas e condicionadoras e/ou bilotadoras. Não fui levada por chefe, NÃO trabalho em empresa (nem pretendo), fui ao curso levada pelo meu pai. E ele é uma pessoa muito bem sucedida profissionalmente. Dono de empresa. Muito inteligente, já conheceu muita coisa nessa vida. Muitas religiões furadas, muita gente babaca, muito charlatão. E tenho plena CONVICÇÃO de que não me levaria a uma baboseira qualquer - como, por exemplo, NUNCA me forçou a acreditar em religião ou deus nenhum - e, realmente, não levou a uma porcaria.
    Sempre tivemos uma relação muito distante. E depois do curso isso mudou muito, principalmente porque percebi o quanto ele me ama ao ter tido a atitude de me levar ao curso - entre outras coisas que vivenciei ali dentro - ,pois é assim que saímos de lá: com vontade de ver quem amamos felizes, confiantes, em paz.

    Quanto à comparação do exercício com uma sessão de descarrego de crentes. Enfim, o que posso dizer a ti? Lamentável…
    Talvez tu devesse aprender a pesquisar mais sobre o quão longe o CÉREBRO (e não estou falando aqui, em nenhum momento de ALMA, ou PLASMA, ou espírito, perceba isso!) do ser humano pode chegar. Isso é provado científicamente e NADA tem a ver com possessão ou espiritismo, religião, etc.

    Quanto ao público que já passou por esse curso: eu, pessoalmente, conheci empresários, médicos, biólogos, psicólogos, artistas plásticos, dentistas, etc. Pessoas que estudaram muito sobre tudo, em faculdades que são formadoras de pessoas céticas, apolitizadas, críticas, acostumadas a pesquisar muito e não cair em qualquer argumento.

    O erro (e não estou falando de CULPA, porque a filha teve uma atitude LINDA em querê-la indicar ao curso - eu mesma quero levar minha mãe) está em não terem te deixado ESCOLHER ir ao curso. Porque dizem muitas vezes a nós lá dentro: “Não queremos ninguém aqui por obrigação, por necessidade de agradar a alguém. Se estiver aqui por isso, pegue seu dinheiro de volta e vá embora.”.
    Portanto, talvez deveriam ter percebido que a pessoa não estava com vontade de ir ao curso e não ter mais insistido.
    Cada um tem direito a confiar no que quiser, isso está inclusive na Constituição.
    E, como eles mesmos dizem lá: o curso nem sempre é bom pra todo mundo. Tem gente que precisa de outras abordagens, outras técnicas. E tem também gente que NÃO QUER mudar, não quer expandir seu campo de conhecimento. Tem gente que simplesmente NÃO QUER. Então, não adianta forçar, porque da mesma forma que - os que criticam tanto esse pensamento, agora caem do cavalo - quando alguém QUER alguma coisa, vai lá e consegue (quando TEM NOÇÃO de querer algo possível, E ISSO ELES DIZEM PRA GENTE O TEMPO TODO, que não adianta se enganar querendo que apareça um elefante cor de rosa na sua frente, que NÃO vai acontecer, a pessoa tem que ter noção de quantidade e possibilidade), quando alguém não quer algo, não tem como acontecer.

    E aos que não fizeram e leram por vontade de conhecer sobre o assunto ao invés de criar uma opinião (e opinião não é conhecimento), legal. É isso aí. Mas lembrem-se que mesmo lendo, não vivenciaram. Então cuidado no julgamento das informações que leram: tanto pra quem fez quanto pra quem não fez, ainda assim, as informações não são neutras. Crie a sua própria, sem ser permeada ou diluída em nenhuma das opiniões. Que seja SUA. Não de alguém + a sua.

    A quem quer fazer e está lendo e pesquisando sobre se faz ou não: NÃO FAÇA. Porque se tu quisesse mesmo ir, já teria pedido à pessoa que te falou do curso pra te levar somente por ter percebido a mudança de comportamento dela ou por ter se encantado com o que ela falou ou como falou a respeito do curso, mas tu está aqui, ponderando.
    Portanto, já dá pra ver que tu não está preparado pra ir, então não vá pra não perder teu tempo e teu dinheiro e amanhã não bancar o papel ridículo de colocar a culpa na pessoa que te indicou o curso por ter “passado a pior humilhação da minha vida, coitada de mim! e como fica meu esmalte, meu cabelo? como fica meu PHD em Medicina/Engenharia/Filosofia/Psicologia…”.

    Enfim. Aos que foram ao curso e leram, nos lembremos que estamos aqui defendendo no que acreditamos e no que vivemos, dizendo que vamos seguir o que conseguimos aprender na vida e no curso, afirmando do quanto foi útil e bom pra nós e etc, então, lembremos a nós mesmos: “Que as ações confirmem as palavras”.

    E simbora pilotar nosso avião!!!

    Estou indo pilotar o meu… Bye!

  236. KXFT diz:

    cada dia que passa, fico mais descrente quanto a este Leader Training, minha esposa fez, era a esperança da cura, era a solução e o caminho para a felicidade. Hoje ficou tudo conturbado, se trata de uma lavagem cerebral infindável, algo lamentável. Esta regressão abre feridas, e não mostra curas, ela grifa os problemas, deixando em negrito.
    Hoje refletindo eu tenho certeza, a felicidade e o reencontro está em nossas atitudes, acredito em meu amor verdadeiro, acredito numa reconquista, mudança de hábitos e manias podem dar resultados e rapidamente tudo entrar no eixo. O estrago na cabeça de uma pessoa que se batiza como Baby Silva é grandioso. Não recomendo este tipo de curso, desculpe os Babys Silvas foram lavados cerebralmente para chamar de treinamento, eles não gostam da palavra curso. É muita bobagem.
    Estes cursos são pura lavagem de dinheiro, onde quem ministra não emite recibos, é tudo uma falcatrua tão grande.

  237. KXFT diz:

    é verdade que o curso faz quem quer, mas se trata de um grande golpe publicitário, onde se induz a um erro pelo grande marketing bem feito

  238. Marce diz:

    hahaha muito engraçado!!!!!
    Um post de uma fracassada que se propôs a fazer uma coisa e não terminou, assim como deve ser em tudo na vida dela.
    E vários comentários maldosos de quem tem vontade de fazer e não pode, então fica mais fácil criticar.
    Lamentável….
    Sorte que o Tadashi e o Instituto estão muito acima disso, o sucesso e as milhares de pessoas que já passaram por lá dizem tudo.
    Tanto que ele não precisa de marketing, como dito acima, o marketing é feito por quem já fez o curso e recomenda para que outras pessoas tenham a chance de conhecer, se conhecer e mudar.
    4444444444444444444444444444444444444444444444444444444444444

  239. Napoleon diz:

    Depois de ler vários comentários e o depoimento da “tal” que não quis de identificar ( isso já mostra que ela não tem cara e coragem para enfrentar criticas e opiniões), entendo que cada um é responsável por aquilo que acredita e luta.
    O curso não promete nada, não muda nada, não idealiza nada, quem idealiza, muda ou promete é você mesmo.
    Sempre tive uma filosofia de vida em acreditar nos meus objetivos, lutar pelo meu sucesso e confiar na minha capacidade de vencer, independente do curso, escola ou formação que tenha.
    Quem fica atrás de uma tela de computador relatando “sua frustação” em não confiar, não acreditar na sua própria capacidade de superar desafios, realmente deixa claro sua total falta de coerencia em saber diferenciar sua vida com o mundo.
    Ninguem é obrigado a fazer, ninguem é obrigado a ficar, ninguem é obrigado a mudar, ninguem é obrigado a idealizar, assim como para algumas pessoas esse curso “ajudou” a ter mais motivaçoes pessoais, para outras isso foi apenas um “eu já sabia” e nem por isso essas pessoas adotaram uma postura do tipo “ah estou revoltada com o mundo e vou divulgar”.
    Ai eu pergunto… Quantas vezes você cumprimentou o gari que varre sua rua todos os dias? quantos bom dia você falou para o padeiro que te vendeu os paes? e isso você não aprende no curso, mas sim pelo que você é criado e vivenciado, portanto antes de criticar e/ou elogiar pergunte a si mesmo o que tem feito para melhorar seu próprio mundo…

    Fazer o não fazer? quem decide é você, assim como casar ou não casar, comprar um apto ou nao comprar, trocar de carro ou não trocar, enfim… para tudo a escolha é SUA e não de quem te deu de presente ou falou que é uma maravilha ou horrivel.

    Sabias palavras da Patricia diz: 4:14, em 10/05/10 que por sinal tem sua própria opinião e segue sua VIDA como acha melhor pra si.

    Para quem fez e foi até o final. A DECISÃO FOI SUA
    Para quem fez não chegou até o final. A DECISÃO FOI SUA
    Para quem não fez e deseja fazer. A DECISÃO É SUA
    Para quem não pensa e nem quer fazer. A DECISÃO É SUA

  240. Renault diz:

    Achei o texto hilario…claro fora a dificuldade de entender as pausas e pontuacoes um tanto estranhos…o que faz uma pessoa procurar um treinamento assim, ficar reclamando e sair antes do fim? Hilario!

  241. Camilo diz:

    Para quem já fez o curso e tem dinheiro para algo mais sofisticado:

    http://bit.ly/aixkYn

    :D

  242. Evandro diz:

    Se o curso é bom, porque ninguem descreve o curso do começo
    ao fim.
    Afinal se é boa a experiencia nada mais logico que passar isso
    a outras pessoas, que não 1.500,00 para pagar o curso.

  243. Evandro diz:

    que não tem 1.500,00

  244. Tati diz:

    Estou indignada com o q li….

    Fiz o curso a 2 semanas, e não consigo acreditar que as coisas que vivi foi um fingimento????

    Realmente essa pessoa não tem estrutura psicologica, fisica e emocional, tenho plena certeza q o investimento de 1500 reais como ela diz, foi completamente em vão…

    Álias, ela é tão fraca, q desistiu antes de viver os melhores momentos da vida dela, pois é assim q descrevo os momentos finais do curso…

    Todo meu investimento foi pra meu crescimento interior, e se necessário investiria tudo novamente, mas tem pessoas que realmente merecem um cruzeiro para ver o Roberto Carlos de shortinho….. é por causa dessas pessoas que o mundo é da maneira que é!!! Affff

  245. Cristina diz:

    Eu sei o que ela passou, sei e senti a mesma coisa…fiquei revoltada em ver tantas pessoas inteligentes se submeterem a uma técnica antiga chamada ” LAVAGEM CEREBRAL”…são utilizadas várias técnicas para te deixar a flor da pele, só mesmo uma pessoa racional o suficiente para ter a certeza que aquilo não passa de um controle mental que tentam fazer com você e que os treinadores, são atores, representando o papel do seu ” EU “. Incrível, mas 99,99 % das pessoas se entregam e entram de cabeça nessa técnica absurda de lavagem cerebral…tentam te tirar do controle o tempo todo, não te deixam ir ao banheiro e nem ter contato com o mundo lá fora. Ahhh, te oferecem banana o tempo todo…sabe pq? pq as refeições precisam ser curtas para criar tensão, e a banana, contendo 3 açucares naturais (sacarose, glucose e frutose) combinado com fibras, te dá uma reserva instantânea de energia.
    Posso dizer que esse final de semana ficará para sempre na história da minha vida, sendo colocado no arquivo da minha vida e da minha mente, pois como eles mesmo dizem: “SOMOS UMA MÁQUINA PERFEITA, UM COMPUTADOR, ONDE TUDO ESTA GRAVADO”…na minha máquina perfeita eu gravo isso “COMO GANHAR DINHEIRO DE FORMA FÁCIL CONTROLANDO A MENTE HUMANA”

  246. Cristina diz:

    Abaixo, veja as seis técnicas de conversão da mente humana…pra quem fez esse treinamento como eu do início ao fim, com certeza deve lembrar de cada uma delas nessas palavras abaixo:

    Seis Técnicas de Conversão

    Cultos e organizações [que ensinam] potencial humano estão sempre procurando por novos convertidos. Para conseguí-los, eles precisam criar uma fase cerebral. E geralmente precisam fazê-lo em um curto espaço de tempo — um fim-de-semana, até mesmo em um dia. O que se segue são as seis técnicas primárias usadas para gerar a conversão.

    O encontro ou treinamento tem lugar em uma área onde os participantes estão desligados do resto do mundo. Isto pode ser em qualquer lugar: uma casa isolada, um local remoto ou rural, ou mesmo no salão de um hotel, onde aos participantes só é permitido usar o banheiro, limitadamente. Em treinamentos de potencial humano, os controladores darão uma prolongada conferência acerca da importância de “honrar os compromissos” na vida. Aos participantes é dito que, se eles não honram seus compromissos, sua vida nunca irá melhorar. É uma boa idéia honrar compromissos, mas os controladores estão subvertendo um valor humano positivo, para os seus interesses egoístas. Os participantes juram para si mesmos e para os treinadores que eles honrarão seus compromissos. Qualquer um que não o faça será intimado a um compromisso, ou forçado a deixá-los. O próximo passo é concordar em completar o tre inamento, deste modo assegurando uma alta porcentagem de conversões para as organizações. Eles terão, normalmente, que concordar em não tomar drogas, fumar, e algumas vezes não comer…ou lhes são dados lanches rápidos de modo a criar tensão. A razão real para estes acordos é alterar a química interna, o que gera ansiedade e, espera-se, cause ao menos um ligeiro mal-funcionamento do sistema nervoso, que aumente o potencial de conversão.

    Antes que a reunião termine, os compromissos serão lembrados para assegurar que o novo convertido vá procurar novos participantes. Eles são intimidados a concordar em fazê-lo, antes de partirem. Desde que a importância em manter os compromissos é tão grande em sua lista de prioridade, o convertido tentará trazer à força cada um que ele conheça, para assistir a uma futura sessão oferecida pela organização. Os novos convertidos são fanáticos. De fato, o termo confidencial de merchandising nos maiores e mais bem sucedidos treinamentos de potencial humano é “vender com fanatismo!”

    Pelo menos muitos milhares de pessoas se graduam, e uma boa porcentagem é programada mentalmente de modo a assegurar sua futura lealdade e colaboração se o guru ou a organização chamar. Pense nas implicações políticas em potencial, de centenas de milhares de fanáticos programados para fazer campanha pelo seu guru.

    Fique precavido se uma organização deste tipo oferecer sessões de acompanhamento depois do seminário. Estas podem ser encontros semanais ou seminários baratos dados em uma base regular, nos quais a organização tentará habilmente convencê-lo — ou então será algum evento planejado regularmente, usado para manter o controle. Como os primeiros cristão revivalistas descobriram, um controle de longo prazo é dependente de um bom sistema de acompanhamento.

    Muito bem. Agora, vamos ver uma segunda dica, que mostra quando táticas de conversão estão sendo usadas. A manutenção de um horário que causa fadiga física e mental. Isto é primariamente alcançado por longas horas nas quais aos participantes não é dada nenhuma oportunidade para relaxar ou refletir.

    A terceira dica: quando notar que são utilizadas técnicas para aumentar a tensão na sala ou meio-ambiente.

    Número quatro: incerteza. Eu poderia passar várias horas relatando várias técnicas para aumentar a tensão e gerar incerteza. Basicamente, os participantes estão preocupados quanto a serem notados ou apontados pelos instrutores; sentimentos de culpa se manifestam, e eles são tentados a relatar seus mais íntimos segredos aos outros participantes, ou forçados a tomar parte em atividades que enfatizem a remoção de suas máscaras. Um dos mais bem sucedidos seminários de potencial humano força os participantes a permanecerem em um palco à frente da audiência, enquanto são verbalmente atacados pelos instrutores. Uma pesquisa de opinião pública, conduzida a alguns anos, mostrou que a situação mais atemorizante na qual um indivíduo pode se encontrar, é falar para uma audiência. Isto iguala-se à lavar uma janela externamente, no 85º. andar de um prédio. Então você pode imaginar o medo e a tensão que esta situação gera entre os participantes. Muitos desfalecem, mas muitos enfrentam o stress por uma mudança de mentalidade. Eles literalmente entram em estado alfa, o que automaticamente os torna mais sugestionáveis do que normalmente são. E outra volta da espiral descendente para a conversão é realizada com sucesso.

    O quinto indício de que táticas de conversão estão sendo usadas é a introdução de jargão — novos termos que tem significado unicamente para os “iniciados” que participam. Linguagem viciosa é também freqüentemente utilizada, de propósito, para tornar desconfortáveis os participantes.

    A dica final é se não há nenhum humor na comunicação…ao menos até que os participantes sejam convertidos. Então, divertimentos e humor são altamente desejáveis, como símbolos da nova alegria que os participantes supostamente “encontraram”.

    Não estou dizendo que boas coisas não resultem da participação em tais reuniões. Isto pode ocorrer. Mas afirmo que é importante para as pessoas saberem o que aconteceu, e ficarem prevenidas de que o contínuo envolvimento pode não ser de seu maior interesse.

    Através dos anos, tenho conduzido seminários profissionais para ensinar às pessoas a serem hipnotizadores, treinadores e conselheiros. Tive [como alunos] muitos daqueles que conduzem treinamentos e reuniões, que vêm a mim e dizem, “estou aqui porque eu sei que aquilo que faço funciona, mas não sei o por quê”. Depois de mostrar-lhes o como e o por quê, muitos deles tem deixado este negócio, ou decidido abordá-lo diferentemente, de uma maneira mais amorosa e humana.

    Muitos destes treinadores tem se tornado meus amigos, e marcou-nos a todos ter experimentado o poder de uma pessoa com um microfone na mão em uma sala cheia de pessoas. Some um pouco de carisma, e você pode contar com uma alta taxa de conversões. A triste verdade é que uma alta porcentagem de pessoas quer ceder o seu poder - eles são verdadeiros “crentes”!

    Reuniões de culto e treinamentos de potencial humano são um ambiente ideal para se observar em primeira mão o que é tecnicamente chamado de “Síndrome de Estocolmo”. Esta é uma situação na qual aqueles que são intimidados, cocontrolados e torturados começam a amar, admirar e muitas vezes até desejar sexualmente os seus controladores ou captores.

    Mas permitam-me deixar aqui uma palavra de advertência: se você pensa que pode assistir tais reuniões e não ser afetado, você provavelmente está errado. Um exemplo perfeito é o caso de uma mulher que foi ao Haiti com Bolsa de Estudos da Guggenheim para estudar o vudu haitiano. Em seu relatório, ela diz como a música eventualmente induz movimentos incontroláveis do corpo, e um estado alterado de consciência. Embora ela compreendesse o processo e pudesse refletir sobre o mesmo, quando começou a sentir-se vulnerável à música ela tentou lutar e fugir. Raiva ou resistência quase sempre asseguram conversão. Poucos momentos mais tarde ela sentiu-se possuída pela música e começou a dançar, em transe, por todo o local onde se realizava o culto vudu. A fase cerebral tinha sido induzida pela música e pela excitação, e ela acordou sentindo-se renascida. A única esperança de assistir tais reuniões sem sentir-se afetado e ser um Buda, e não se permitir sentimentos positivos ou negativos. Poucas pessoas são capazes de tal neutralidade.

    Antes de prosseguir, vamos voltar às seis dicas de conversão. Eu quero mencionar o governo dos Estados Unidos, e os campos de treinamento militar. O Corpo de Fuzileiros Navais (the Marine Corps) afirma que quebra o moral dos homens antes de “reconstruí-los” como novos homens - como fuzileiros (marines)! Bem, isso é exatamente o que eles fazem, da mesma maneira que os cultos vergam o moral das pessoas e as reconstróem como felizes vendedores de flores nas esquinas. Cada uma das seis técnicas de conversão é usada nos campos de treinamento militar. Considerando as necessidades militares, não estou fazendo um julgamento quanto a se isto é bom ou ruim. É UM FATO, que as pessoas efetivamente sofrem lavagem cerebral. Aqueles que não querem se submeter devem ser dispensados, ou passarão muito de seu tempo no quartel.

  247. Cristina diz:

    Vendo uma propaganda manipulativa de uma seita religiosa atormenta você?

    Se você respondeu com SIM, há um motivo muito bom para isso. A maioria das pessoas se acham imunizados a este tipo de técnica persuasiva. Elas acham que apenas um tolo pode cair nessa.

    ERRADO!

    Pessoas inteligentes, como você são até mesmo mais suscetíveis para essas técnicas. Há dois motivos porque essas técnicas funcionam melhor com pessoas cultas.
    1. Ninguém pode controlar o que ele não pode prever então se você não conheça as sugestões plantadas em sua mente, então você não vai conseguir filtrar-las.

    2. O segundo motivo é porque desejamos a acreditar que somos mais inteligentes para não ser enganados. Este é o motivo porque mais pessoas que se acham inteligentes acabam caindo nessa.
    É verdade que você é tão suscetível a manipulação como qualquer outra pessoa que esta sendo sugado a uma seita ou ser convencida de dar R$ 2000 para algo.

    Então qual é a melhor arma? É desenvolver pensamento critico. quando você esta ciente do que pode ser feito, você fica numa posição privilegiada porque você sabe mais sobre a forma que nossa mente pensa até melhor do que 99.99% da população….. incluindo até pessoas super inteligentes e até psicólogos.

    Então enquanto acredito que formas de controle mental funcionam, também acredito em colocar esta informação nas mãos de numero maiores de pessoas.
    Se você quer esta informação, OTIMO! se não, há uma multidão de Lobos Males por aí esperando a mastigar esse rebanho de ovelhas e conduzi-las para o abate.

    A escolha é sempre sua. Eu não posso decidir para você. O fato é que agora mesmo, VOCÊ que esta em controle. Espero que você toma a decisão certa.
    Sinceramente
    Robert Abraham

  248. Rafael diz:

    Sinceramente Leandro , acho que as vezes oque não serve para vc pode servir para outros , então pare de ser imbecil, de fazer comentários inúteis e vá fazer algo que realmente vc possa ajudar o próximo , como por exemplo ficar quieto .

  249. Genesio diz:

    Acho que a mulher que fez o treinamento no Tadashi é muito fraquinha e não aprendeu a ouvir os NÃOS da vida e por isso quer prejudicar as pessoas que querem melhorar , vc acha que a Marilia Gabriela recebeu propina ou simplesmente conheceu melhor o treinamento e percebeu que quem é a babaca é a pessoa que fez o treinamento e desistiu (FRACA).

  250. Guerra de mulheres? Ha. Ha. Ha. « Cynthia Semíramis diz:

    […] esconder as atrocidades que os homens criam e cometem, como se eles tivessem o direito de matar, torturar e humilhar em nome de um espírito de competição. Seres humanos podem agir de forma podre e nojenta, mas dividi-los por sexo, como se um agisse de […]

  251. Liza Silva diz:

    Gracas a Deus sou uma pessoa muito feliz e de bem com vida, e adorei o treinamento, assim como todos os meus amigos e parentes que o fizeram, com certeza essa senhora que o descreve exageradamente, deve ser uma lunática, infeliz e sozinha, pois nem a filha quer saber mais dela de tão ruim que a coitada deve ser, vai ver a filha a levou pra ver se ela se tornaria uma pessoa melhor, mais infelizmente não adiantou.

  252. Bia Silva diz:

    Eu sinto muito que o curso não tenha adiantado pra vc, menina. Talvez vc precise de algo mais forte. Ou apenas aceitar que vc precisa ser ajudada e confiar em quem quer te ajudar.
    E sinto muito, Leandro, de vc apenas conseguir julgar a busca de cada um, sempre de forma crítica, sem que isso possa agregar algo a alguém. Tente buscar o que é seu. Talvez vc ache. E eu tenho certeza de que qdo vc chegar lá, vc vai entender que cada um encontra de um jeito. E que nenhuma dessas formas é certa ou errada. Existe apenas a sua busca e a sua forma de chegar lá.

  253. Patrici diz:

    Voçe devia ter ficado ate o final do curso. Perdeu a melhor parte.

  254. Luana diz:

    Gente…estou chocada com todos os relatos que li até agora…Estou assustada! Meu marido está lá neste final de semana fazendo esse curso, indicado por amigos… E eu dei a maior força…mas sem saber desses detalhes comentados por algumas pessoas que não gostaram do curso. Bom, eu espero que meu marido goste e tire algum proveito disso. Só achei uma coisa bem estraanha… quem ler todos os comentários acima, verá que 99% das pessoas que fizeram o curso e falam bem dele, são as que escreveram de forma bem agressiva e até ofensiva à Van. Inclusive criticando a relação dela com a filha! Ué??? Cadê o amor que essas pessoas aprenderam no curso? Não pedem para que haja paz na Terra? Então porque criticar tanto a opinião dessa moça? Simplesmnete cada um pode ter um ponto de vista. Não há necessidade de insultos….

  255. Jose Silva diz:

    Curioso que ela nao colocou o que acontece quando ela volta, do corredor, ao barracao.
    Forte 4braço.

  256. marlon diz:

    vazem do blog.

    tem cur$o rolando lá no Rio. vão tudo pra lá AGORA.

  257. Karina diz:

    Só tenho uma coisa a dizer, realmente ela é uma perdedora!!! ahahahahahah
    E pra todos aqueles que pilotam seu avião… não importa o que pensam sobre o curso, nós sabemos o que sentimos e ponto final! E quem quiser saber que experimente! Quem não quiser pense o que quiser!!! ahahahaha

    bjokas,
    Karina

  258. Carlos diz:

    Eu li, e fiquei pasmo. Eu não fez o mesmo treinamento, e pior, como ela é perdedora e submissa, ela ficou como ficam os perdedores, criticando.
    O Leader Training , todos são ganhadores, pois ganham a vida renovada, deixam para lá todas as dificuldades, todos os medos, e aprendem muito a dominar seus sentimentos, a lidar com o stress, etc.
    Desde que fiz, minha vida tomou outro rumo.
    E aproveitei e fiz o Leader Training 2 também, Gaivotas, e “juro”, voei.
    Carlos

  259. Amanda SILVA diz:

    Sinceramente, você que escreveu sobre o treinamento é uma pessoa que precisa de muita ajuda mesmo!!
    Esta experiencia nada mais é do que uma ferramente para que você possa se descobrir e se revolser consigo mesma! E por consequência ser uma pessoa melhor, uma amiga melhor, uma funcionária melhor, uma filha melhor, ou até uma mãe melhor (coisa esta que aparentemente piorou, já que deixou de falar com sua filha!).
    A pessoa que se julga resolvida o suficiente para falar que não precisa de ajuda, e mais, que a ajuda que lhe foi apresentada foi uma grande “palhaçada” ou seja lá como classificou sua vivência neste 3 dias, realmente deve ter traumas tão grandes, que nem mesmo com as tecnicas utilizadas para baixar sua guarda - sim, eles realmente irão te esgotar ao máximo, sem a menor compaixão! ficará sem comer, sem dormir, sem conforto, mas tudo para que voce se permita mexer com feridas que nunca cicatrizaram, e que voce insisti que fecharam ou pior, nem existiram - não tenha conseguido entender a finalidade do treinamento, precisa procurar ajuda urgente, pois é capaz de, cedo ou trade, cometer uma barbaridade!
    Só pára para refletir: independente de qualquer crença, como você é capaz de ficar sem falar com a sua própria filha por discordar das opniões dela??? Não consegue perceber que tem algo muito errado nessa historia??? Ela é sua filha!!!!
    Pode nao ter sido com este treinamente, mas espero que consiga a ajuda que merece!

    Um super 4 pra você!

  260. Amanda SILVA diz:

    Ah, outra coisa…. o curso pode até ser uma grande lavagem cerebral, mas de que importa???
    Não sou extremista, mas neste caso acredito que se aplica o velho ditado “OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS”.
    Pode ser mesmo uma grande lavagem de dinheiro, e lavagem cerebral, mas e dai?? Se aquilo que vivenciou - por mais que tambem possa ter sido tudo fruto da sua imaginação - te fez mais forte, mais confiante, mais amável, mais capaz, ou seja, uma pessoa melhor, é o que vale!!! Você mudou, e pra melhor… e no fim, é só isso que importa!!

    Tambem acho isso da igreja Evangélica… nossa, como é pentelho ficar ouvindo aquelas pessoas querendo te arrastar para a igreja com elas, te “evangelizar”, dando seus “depoimentos”.
    E certamente, a igreja evangélica é uma grande lavanderia de dinheiro, mas se no fim das contas, ela “recupera” drogados, suicidas, casais em crises ou qualquer outra pessoa que esteja querendo melhorar na vida, não importa como ela chegou ao resultado… o que importa é que aquela pessoa que estava desiludida da vida, agora está feliz!!
    E na boa, o que as pessoas querem nesse mundo?? Serem felizes!! Pronto… chegamos a um denominador comum!
    Entao nao importa como vai chegar no resultado desejado, apenas busque por ele…. E de forma alguma, julgue as pessoas que o procuraram por um caminho diferente do que voce escolheu! “O que seria do verde, se todos gostassem do azul?”

    Sou um SILVA no Nucleo Ser com muito orgulho, e buscarei pelos outros cursos, e me tornarei Renascida, Gaivota e Etc.

    Um 4 a todos!!

  261. Maurício diz:

    Conheço o LT há 11 anos. Nunca participei, mas meu pai, minha mãe e mais dezenas de pessoas próximas já foram.
    E tenho que confessar… Esta foi a versão mais escrabrosamente sensacionalista e exagerada que já ouvi.
    A pessoa que escreve é exatamente o tipo de pessoa que PRECISA passar pelo treinamento… PELO TREINAMENTO INTEIRO!!!
    Alguns dos conceitos levantados por esses “monstros” fizeram de mim uma pessoa muito mais íntegra, pois foram passados a mim numa época em que minha personalidade ainda estava em formação.
    Há muito mais do que foi contado e MUITO menos também.
    Mas se escrever e detonar com uma coisa que você não consegue entender, pois é mais importante PARECER uma pessoa ao que realmente acontece, escreva. O importante é que isso não seja tomado como verdade por muitos que não conhecem ou pouco conhecem. Assim você castra a possibilidade das pessoas se interessarem, irem… e terem uma opinião completamente oposta à sua.
    Sinceramente, não acho errado escrever e dar sua opinião. Mas que fique claro aos outros que a SUA opinião não é verdade incondicional! Neste caso, pelo contrário… Tem muito mais gente criticando você do que apoiando. Mais… Os que apóiam, são os que não participaram.
    Uma pena.

  262. Cristina diz:

    A coisa não é bem assim não….fiz este treinamento e amei!!!!Desde o começo todos os palestrantes deixam bem claro que só fica quem quer…o exercício de ficar virado para a parede dura no máximo 40 minutos, não três horas como foi colocado…e durante o treinamento tem muitos momentos de incentivo, não é só pressão. Você só colocou a sua versão dos fatos.

  263. MS diz:

    Fica claro o quanto esse tal treinamento e, também toda discussão em torno deste, desperta nas pessoas emoções e comportamentos, até então reprimidos, que, queiram vocês ou não, mais cedo ou mais tarde, precisarão ser enfrentados.
    Ok, você pode reprimir seu lado fracassado, frustrado e etc defendendo-se com todo tipo de argumento, recebendo, inclusive, apoio dos não menos fracassados e frustrados, mas lembre-se ele, seu lado, ainda esta lá pronto para incomodá-la/lo, para castigá-lo/la a qualquer momento.
    Resumindo, você pode criar todo e qualquer tipo de defesa, encontrar aliados, esbravejar, criticar e etc, etc, etc, mas enquanto você não encarar de verdade essas emoções, sentimentos, esses comportamentos mecânicos que o/a impedem de ser MAIS feliz nada, absolutamente, nada vai mudar na sua vida. Ou seja, ou você enfrenta ou continua com a cabeça enfiado no buraco feito um avestruz.
    Abraços

  264. ROBERTO diz:

    Boa Tarde!

    comungo do mesmo raciocinio.

    Quem faz é um verdadeiro idiota!

    É lamentavel Life Leader Training só reforça o seu lado negativo, a ex:

    se voce é uma pesso com desejo de poder acreditará que realmentem o tem,sem respeitar o limite dos outros.O outro não existe.

    O Sr “Michael”Ribeiro quem é este “guru”??? Maikel??? Por que não João,

    Pedro,Marcos,tem gente que gasta uma grana para vivenciar besteira.

  265. Ludovick diz:

    Essa mulher não entendeu nada.
    E todos ficam comentando um relato que na verdade pode ser mentiroso ou imaginário.
    Este treinamento é como aqueles filmes que no início parece ruim e tem gente que vai dormir. Mas quem fica até o final aprecia o fruto de um grande suspense.
    Ela não conseguiu ir até o fim, pena.
    Existem vários desses Leader Trainings, eu fiz um em Caxias do Sul, no hotel Samuara. Foi um grupo fantástico, nada de roupas pretas e pancadarias. Pelo contrário, muita agitação e alegria.
    Lavagem cerebral e torturas… hehehe.. não vi isso..
    Já fiz muito treinamento no Brasil e no exterior e não vi nada igual. É realmente bom.

  266. Ludovick diz:

    Ah..
    E eles dão todo o contexto técnico sobre tudo o que vai acontecer e o que aconteceu. Nada sai sem explicação. Mas você tem que ficar até o final.

  267. Thalita diz:

    Sómente quem odeia esse treinamento é o vencedor!
    O relato da Van é agua com açúcar se comparado com várias denuncias na Policia Federal e Ministério Público.E Graças á inteligencia emocional e grande força mental ela não embarcou nessa píramide charlatã e insana.E não se esqueçam que muitos estão vigiando atentamente esses grupos e seus sub-grupos.Aguardem que está bem perto disso tudo vir a tona.
    Namastê Queridos!!!!

  268. MS diz:

    Olá Thalita,
    Considerando sua citação de denúncia na PF e MP, inclusive afirmando que algo esta para acontecer, acho importante que você tenha, desta vez, o bom senso de informar onde podemos consultar tal denúncia e o que podemos fazer para, se for o caso, apoiá-las ou refutá-las.
    Muita informação ao vento, isso não funciona e nem acrescenta nada a quem queira, ou não, participar de algum treinamento, seja ele leader treaining, ou qual não. Por favor, preste um serviço a este grupo que vem discutindo o artigo em questão, seja mais específica.
    Grato

  269. MS diz:

    Conheço muito bem o treinamento do Tadashi, também conheço o do seu irmão Yoshio e de outros tantos. Posso afirmar que 60% do treinamento, além de justificável possui embasamento científico. Os detalhes e sustentação sobre o que acabo de afirmar não cabe neste espaço, só acessando alguns artigos ou estudando o assunto com total imparcialidade, comece estudando psicologia, em seguida Freud e Jung.
    Quanto aos 40% diria que não passa de marketing, de estratégia para captação de novos participantes e manutenção dos atuais para novos treinamentos, mas quem não faz isso, qual empresa, ou veículo de comunicação, não atua desta maneira.
    Todo veiculo de comunicação faz isso, X% presta o resto é ibope, talvez o problema esta na capacidade da pessoa de filtrar o bom do não bom quando exposta a esses processos, mas isso é uma questão de inteligência e preparo emocional.
    E tenho dito.

  270. Jaqueline diz:

    Boa tarde!
    Meu marido esta seguindo para Sao Paulo neste momento para fazer o tal curso…Depois de ler tudo isso, fiquei bem preocupada do que ira acontecer…Tomara que ele consiga fazer e gostar das tecnicas sobre a raiva…Quando ele retornar escreverei contando a opiniao dele.

  271. Helio diz:

    Tudo que esta escrito nesse bloquezinho é tudo mentira…Infelizmente existem muitos idiotas no mundo que querem atrapalhar o trabalho dos outros.
    Mais de 300mil pessoal fizeram o curso, e muitas pessoas continuam fazendo….
    Acho que não preciso dizer mais nada…

  272. Filipe diz:

    O curso é justamente para isso, aprender a lhe da com essas emoções, em algum dia na vida voce pode ser humilhado ou passar por situações deste tipo, temos que esta preparados para encara-las de frente. Conheço varias pessoas que fizeram este curso, gostaram muito… eu vou fazer esse ano!!!

  273. Alan diz:

    As pessoas são livres para fazer suas escolhas. Ninguém pode impor sua vontade às outras, essa é a base do respeito. Aos que não acreditam, não façam o curso e sejam felizes. Aqueles que acreditam, façam o curso e sejam felizes. Eu fiz o curso e gostei. Muitos podem estar me conferindo inúmeros “adjetivos”, mas como pode ser observado no texto, a autora afirma de abandonou o curso e, pela descrição, eu explico a todos que a desistência ocorreu exatamente na metade do curso. Diante disto eu só posso falar uma única coisa: Por ter abandonado o curso, a autora tem uma visão parcial e não completa deste, por isso é que sua opinião é fruto de uma interpretação fragmentada. Certo é que, ao final do curso, ela até poderia não ter gostado deste, mas isso não há como precisar de forma imparcial. Por fim, a autora diz que a filha dela fez o curso e gostou, este fato faz com que aquela acabe, de alguma forma, desvalorizando esta. O hábito de desvalorizar aquilo que não se entende ou não conquista fica nítido. Fico triste com uma única coisa: Como a mediocridade é capaz de se sobrepor ao Amor, mãe e filha ficarem sem se falar por causa de um curso, é o extremo do desrespeito da individualidade.

  274. Paulo diz:

    Quando você tem uma paisagem em forma de quebra-cabeça , você pode pegar uma peça, que representa apenas uma pedra e avaliar o quebra-cabeça por esta parte. Enquanto que ao monta-lo, vc avalia o todo e a beleza da paisagem.
    O comentário dessa pessoa me parece uma observação com um olhar muito pequeno e precoce, sem terminar a montagem da paisagem.

    Um bebe quando nasce, passa por dificuldades e desconfortos, resultando um novo ciclo de sua vida. Uns podem interpretar como uma catástrofe, outros apenas como um novo ciclo.

    NÃO EXISTE MUDANÇA, QUANDO NÃO SAÍMOS DO CONFORTO!

    Eu , minha família e vários amigos fizemos o treinamento e tivemos um aprendizado fantástico……..

  275. Renata diz:

    Eu fiz este curso em 2004, até hoje uso para minha vida, pelo que li sua amiga foi fraca e agora ela vai passar o resto da vida dela sendo uma derrotada, porque é isso que ela é,Sinto muito por ela ter desistido e não entendi se vc fez ou não o curso , mais acho que 1° vc deveria fazer para depois criticar, tudo isso é ridiculo, sinto muito por vcs.

  276. Tessália de Souza diz:

    Meu querido Leandro, a garota foi fazer o curso por alguma razão que desconhecemos. Creio eu que ela queria tirar uma pedra no sapato que a incomodava. No entanto, os seus pensamentos destrutivos ( que tudo no final vai dar “merda), ela preferiu continuar a sua caminhada pela vida com a pedra no sapato.
    Tudo depende do enfoque do nosso eu para lidar com as situações que nos incomodam. O sucesso não significa fama ou dinheiro, mas sim, o seu desenvolvimento em superar e eliminar estes pensamentos destrutivos.
    E vc já tirou a pedra que está no seu sapato?????
    “Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio interior.” (Dalai-Lama)

  277. Selma diz:

    Bom, fiz esse curso, mas no Nucleo Ser em São Roque, já tem dois anos mais ou menos, por muita insistencia de uma amiga que achava que eu iria resolver meus medos e problemas. Realmente as pessoas surtam, eles fazem você imaginar coisas. Realmente é uma tortura, saí de lá meio abobalhada, fiquei de cama uns dois dias e por uns dois meses me sentindo perdida, meu marido disse que ficou com medo da minha reação. Conheço pessoas que fizeram o promeiro osegundo e continuam, não critico quem o faça, mas pra mim foi só o primeiro, não indico pra ninguém. Podem me julgar, me chamarem de derrotada, pois foi assim que sai de lá, fiquei até o final. Nunca tive medo de nada, sempre corri atras das coisas, sempre animada, hoje realmente me sinto uma derrotada, sem animo, sem perpectiva, parece que nada da certo, tenho medo das coisas e das pessoas, acho sempre que estou por baixo, procurei um psiquiátra e to começando um tratamento. Realmente surtei. Esse domingo vou com meu marido buscar a sobrinha dele que tá fazendo no Tadashi, ela quem pediu pra fazer e ele levou, só vou busca-lá porque vou dirigir, mas não quero participar de nada. Espero que pra ela a experiência seja outra.

  278. Marcus diz:

    Fiz o curso em 2009, em resumo tudo que você passa no curso é o que você passa na vida real.
    No final do curso você percebe que os “torturadores” estavam apenas fazendo um “personagem” e são todos gente boa, uma equipe bem capacitada de médicos e psicólogos. O papel que eles desenvolvem vida é cumprido de forma real, às vezes pelo seu chefe, por seus pais, por seu inimigos… enfim.
    Acredito que houve muito exagero. Afinal de contas não é utilizado um balde d´água como punição e sim um dos colaboradores derrama um pouco de água de um copo descartável na sua nuca e lhe dá uma toalha. Isso acontece quando você não cumpre regras simples como chegar no barracão na hora marcada, não cumprir os horários ou não fazer corretamente as atividades.
    Na vida um projeto atrasado, uma falta a uma reunião importante, não realizar uma cirurgia a tempo tem consequências bem maiores do que um simples copo d´água na sua nuca.
    Ninguém no curso sai sem pelo menos ser molhado na nuca uma unica vez. E no final o Tadashi fala que quem não gostou de ser molhado e está com raiva pode pegar água e jogar nele… nessa hora praticamente todo mundo vai lá enche o copo e molha o Tadashi absurdamente, ele sim sai todo molhado.
    Tudo no curso tem um objetivo, a terapia da raiva ajuda a trabalhar a grande mágoa que as vezes guardamos (de nossos pais, do emprego que perdemos, de abusos sofridos na infancia). Carregando essas magoas vc nao consegue seguir em frente e nessa hora você coloca tudo pra fora… lógico que você vai surtar… vc tá trabalhando a grande mágoa da sua vida o que você espera? No meu curso teve gente que lembrou de abusos, de traições, etc…
    Ao meu ver no relato acima a pessoa estava se concentrando em ser rebelde e reparar mais nos outros que em si mesma… pois só retratou as coisas ruins pelas quais passou…
    Exemplo: depois das 121 pessoas te falarem coisas ruins e você se sentir mal em um segundo momento as 121 pessoas te falam coisas boas e voce se sente bem…e sim no primeiro momento algumas pessoas choraram e no segundo momento as mesmas pessoas estavam rindo. Isso é para mostrar que estamos suscetíveis à opinião dos outros e no final da atividade temos que criar uma frase nossa que sempre que alguem tente nos colocar pra baixo devemos repetir para nós mesmos para não ficarmos à mercê dessas influências …
    Realmente dormimos pouco e em alguns momentos você tem que escolher entre dormir ou fazer as atividades. Quem aqui nunca perdeu noites de sono fazendo uma monografia ou algum projeto importante?
    E no final você percebe que são nas situações mais adversas que você consegue dar o melhor de você mesmo.
    Enfim o curso só repete tudo que passamos aqui na vida e o nosso comportamento (rebeldia, aceitação, revolta, conformismo, entusiasmo, cooperação) é a forma como encaramos a vida e as coisas que acontecem. O objetivo do curso é claro, tirar você da zona de conforto… quem não está aberto a mudanças íntimas e reflexão realmente vai destestá-lo.

  279. Malu diz:

    Fiquei triste de ler isso aqui… Passei pelo treinamento e foi ótimo pra mim! Não pirei, não mudou minha vida drasticamente! Tudo isso que ela escreveu é mentira, não é tão puxado assim. Não ficamos tanto tempo sob pressão e não é tortura. Li o texto rindo! Que exagero! Adoro os terapeutas.
    Fico triste de ter esse blog que conte uma parte de curso (mesmo com mentiras!). Uma pessoa que não fala com a filha também, não deve ser muito normal!

  280. Alexandre Silva Pereira diz:

    Não falava com meu pai nem com minha mãe…hoje sei o tanto que são importantes pra mim.Sou amigo dos Dois.
    Pra quem acha que tem haver com capitalismo,conheci um engenheiro que largou um salario de R$ 15000,00 pra somente 3 anos depois do curso ainda trabalhar como cozinheiro embora tenha formado-se em gastronomia e o objetivo seja ser chefe.SUAS PALAVRAS FORAM NUNCA FUI TÃO FELIZ,TAMBÉM NÃO É FAÇA SÓ O QUE DEIXA FELIZ.Ou seja se for feliz comendo coma,se for feliz estando magro emagreça…

    SOU FELIZ DEMAIS,E espero que um dia todos vcs que criticam e os que apoiam sejam felizes de verdade,Obrigado a Deus por ser “SILVA”,e 2 melhor 100000000 vezes obrigado por Minha esposa amantíssima também ter feito ser HJ uma “Baby SILVA”

  281. Fabio diz:

    ” O Sabio cala, quem não sabe é quem mais fala ”

    Nós “Silvas”, não queremos ter razão, nós queremos ser felizes!

    Por isso, pouco importa as mentiras que li aqui porque essas mentiras não conseguem me causar sentimento algum!

    Sejam felizes!!! Vamos vooaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar!!!

  282. Beto diz:

    Caro Fábio

    Lembre-se voar não é para qualquer um, quanto mais pilotar seu próprio avião!!!

    Grande 44444444444444444444444444444444444444444444444444444

  283. Ricardo Yagi diz:

    Leandro,

    Muitas pessoas fizeram o LT até o final e pelo que li, ela nem teve coragem de terminar!
    Este é um treinamento onde seu ego é desafiado e os mais fracos desistem.
    Qual é a validade de um depoimento incompleto diante de depoimentos totalmente favoráveis aos grandes resultados obtidos na vida pessoal de desenas de milhares de pessoas?

  284. Ruy Barbosa diz:

    Não sei como fui parar aqui. Mas achei o tema interessante e irei postar algo.

    Não existe verdade absoluta. Vivemos num verdadeiro bombardeio de informações controladas por pessoas querendo nos convencer disso ou daquilo.

    Leiam aquelas revistas recheadas de gráficos “explicando”, por exemplo, um caso de corrupção política. A revista que deveria ser imparcial - e a Polícia Federal já mostrou gravações de que muita gente da imprensa faz reportagem comprada (vão ler inquéritos nas varas federais) - te direciona da forma exata como pessoas querem que você entenda. E, como eu disse, a verdade absoluta não existe. Ao longo do tempo nós apenas deixamos outras pessoas nos convencerem de que a verdade delas é a mais adequada aos nossos sentimentos.

    RB
    Salvador-Ba

  285. Paulo diz:

    Acho incrível como a defesa do curso é feita: ofensas pesadas a menina que fez o e-mail (coitada, fraca, etc…) (mas ele não deixa as pessoas pacíficas, civilizadas, etc?), colocar que se vc estiver pesquisando o curso, não é para fazer…(ou seja, é como o Pró-Vida, ouve e acredita, não questione)… e por fim a superiosidade de quem fez o curso, afinal eles se redescobriram, são outra pessoa, quem não faz tem medo de fazer, ou não quer expandir a consciencia….. arrogancia, arrogancia e arrogancia….. please, pelo menos assumam que fazer o curso não diminui sua arrogancia….

  286. carlos diz:

    gente , li cada bate boca aqui, absurdo. quando tudo se resume em uma unica palavra, palavras que disse o Cezar. analizar os dois lados da Moeda, tens toda razão Cezar, e cade o outro lado da moeda para analizarmos? terei que pagar pra ver?

  287. Carlos diz:

    meus caros, esta vai para aqueles que fizeram o curso até , a familia silva merece palmas fez uma lavagem celebral violenta nestas pessoas, reparem que todo depoimentos a favor nos sites relacionados, são iguais, todos tem a mesma fala, sempre o mesmo discurso, pô gente vamos acordar deste transe hipinotico? o unico que faz milagres foi Jesus cristo, vcs precisam se apegar mais a Deus, isso sim. conheço 5 pessoas que fizeram o curso, todas de minha familia, e o discurso delas sobre o LT, são identicos, e no podem falar o que acontece la dentro.
    se o que faz bem, o que é bom para todos, não deveria ser negado se falar? não veem algo de muito extranho nisso ? o que é bom não deve ser escondido, esta é a verdade. cade o outro lado da moeda? como disso um dos protetores ai acima, “ninguem ve o outro lado da moeda”, pois bem quero ver, cade? ahhh me esqueci, vcs foram obrigados mentalmente a negar a esta pergunta, certo?
    um destes meus parentes quer que eu faça, ira até me pagar para eu fazer, pois bem, farei e se for bom mesmo, mudo meu depoimento, e abro o jogo para todos, pq não nego a ninguem o que é bom para o ser humano.
    a e detalhe, estes meus parentes que fizeram, dizem ter se transformado em outra pessoa (como vc le em todo depoimento), confesso que aos meus olhos eles continuam igual , como sempre foram, mesmas atitudes, mesmo animos, mesmas raivas, e mesmo profissionalismo, nada mudou neles, mais ele continuam a achar que mudaram, então meus caros que gostaram do curso, e não querem dizer nada a respeito, se calem, pq sem prova de nada, vcs não tem motivos para falar.

  288. Publius diz:

    meus caros, esta vai para aqueles que fizeram o curso até , a familia silva merece palmas fez uma lavagem celebral violenta nestas pessoas, reparem que todo depoimentos a favor nos sites relacionados, são iguais, todos tem a mesma fala, sempre o mesmo discurso, pô gente vamos acordar deste transe hipinotico? o unico que faz milagres foi Jesus cristo, vcs precisam se apegar mais a Deus, isso sim. conheço 5 pessoas que fizeram o curso, todas de minha familia, e o discurso delas sobre o LT, são identicos, e no podem falar o que acontece la dentro.
    se o que faz bem, o que é bom para todos, não deveria ser negado se falar? não veem algo de muito extranho nisso ? o que é bom não deve ser escondido, esta é a verdade. cade o outro lado da moeda? como disso um dos protetores ai acima, “ninguem ve o outro lado da moeda”, pois bem quero ver, cade? ahhh me esqueci, vcs foram obrigados mentalmente a negar a esta pergunta, certo?
    um destes meus parentes quer que eu faça, ira até me pagar para eu fazer, pois bem, farei e se for bom mesmo, mudo meu depoimento, e abro o jogo para todos, pq não nego a ninguem o que é bom para o ser humano.
    a e detalhe, estes meus parentes que fizeram, dizem ter se transformado em outra pessoa (como vc le em todo depoimento), confesso que aos meus olhos eles continuam igual , como sempre foram, mesmas atitudes, mesmo animos, mesmas raivas, e mesmo profissionalismo, nada mudou neles, mais ele continuam a achar que mudaram, então meus caros que gostaram do curso, e não querem dizer nada a respeito, se calem, pq sem prova de nada, vcs não tem motivos para falar.

  289. José Pedro Castilho diz:

    O treinamento não muda ninguem. Você é o que é. Imbecil, ao meu ver, é que vai lá esperando que outros o mudem. O esforço é seu. Não culpe o outro pelo SEU fracasso.

  290. Camilo C.E.O. diz:

    Em 08/04/12: “pô gente vamos acordar deste transe hipinotico? o unico que faz milagres foi Jesus cristo”

    askçdhgaçslkdhgaçlhsdjalçfhsçld

  291. Thais diz:

    Desculpa, mas já fiz este curso e foi MARAVILHOSO.
    As dinamicas são maravilhosas, mas você foi alguém que não soube tirar proveito do curso e nem entender o que ele quis acrescentar na sua vida.
    Cada um tira as suas conclusões, pode ter sido bom pra mim, como foi ruim pra você. Só acho errado você estar passando uma imagem tão ruim do curso, sendo que para muitas pessoas não foi assim.
    Então, se você não gostou, fique na tua, porque pra muitos fez efeito e é sim, um fim de semana maravilhoso, de muito aprendizado ;)

    Totalmente errado e banalizado isso que acabei de ler.

    E outra, as pessoas que dão o curso, são pessoas incríveis!

  292. Lívia diz:

    Esse texto enorme, chato e “rebuscado” (claro, para passar a imagem de uma pessoa inteligente e culta) não passa de uma opinião totalmente distorcida, inventada e ignorante sobre esse treinamento.

    Há certas pessoas que vivem para criticar os outros como uma forma de se “auto elogiar”. Claro, “se os ‘outros’ são burros, idiotas, ‘ovelhas’, eu sou esperta e dona de si.”

    Diminuir ou criticar alguém não nos torna inteligente nem melhores.

    Sinto pena dessa pobre pessoa, que não foi capaz de desafiar seus medos, inseguranças, e de assumir o fracasso.

    Espero que os leitores não se deixem levar por esse texto extremamente de mal gosto e mentiroso.

    O objetivo do treinamento é transformar as pessoas e o mundo em um lugar melhor. Graças a Deus, ainda tenho fé na humanidade, e creio que uma ‘maçã podre’, ao contrário do que alguns acreditam, NÃO tem o poder de apodrecer todas as outras.

    Espero, de coração, que VOCÊ encontre seu caminho.

  293. Meire diz:

    Fiz esse treinamento por volta de 2002, 2003 não lembro com exatidão, mas lembro do corredor maldito e outras coisas terríveis.
    Tive o desprazer de ver pessoas falando e chorando como crianças, entre outros surtos. Enfim, não aconselho NINGUÉM a gastar tanto dinheiro nisso, tampouco a querer fazer parte dessa alienação que eles chamam de família SILVA.

    Relato INCRIVELMENTE LÚCIDO E LITERAL do que ocorre nesse “curso LT”

  294. Luis diz:

    Se o treinamento é tão bom, porque os que o fazem são instruídos a não falar do que se passa lá?

    Ninguém nunca passou mal nestes treinamentos? Observem, se for radical como o descrito, não se pode crer que neste tempo todo, ninguém tenha tido alguma espécie de mal-estar

    Se o desejado é “melhorar a humanidade”, porque tem um valor digamos “elevado?

    Aliás este sistema de “doutrinamento”, com uso de simbologismos, palavras fortes e afins, que levam as pessoas a uma catarse, dá bastante certo, foi amplamente utilizado na Alemanha nazista, basta verem os discursos de Nuremberg.

  295. MICHEL diz:

    Primeiro respondendo ao Luis, logo acima:
    As pessoas não costumam falar oque passam por lá porque a experiência de cada um é única, não pode ser vivida por outro, a lei da ação e reação não empurra todos da mesma maneira.
    Se alguém passou mau? de forma alguma, ninguém é torturado, nem abusado, nem obrigado a se submeter a nada, se submete quem quer, e posteriormente se definir os próprios limites, e os avaliados pela equipe médica.
    Melhorar a humanidade, sim…mas não é um serviço de caridade, é um serviço caro, que exige muita estrutura, muitos profissionais, além do que, embora a descrição do texto que gera todo esse fórum seja que mau se come, eu garanto, todos fazem suas refeições com muita calma…e tem tempo de sobra para isso, e são 6 deliciosas refeições diárias, o hotel custa, os profissionais custam, são muitos, a dedicação deles é integral, e uma vez tendo pago o treinamento você frequenta quantas reuniões quizer, reuniões em espaços caros de serem locados e ninguém te cobra um real sequer por elas.

  296. Miguel Fracchia Neto diz:

    NÃO LEIA!
    Eu fiz o Leader Training1 Arita “concorrente do Tadashi”, paguei o curso, e como a maioria avassaladora pretendo fazer o Leader Training2, Leader Training3..
    Se você tem interesse vai fazer o curso não leia esse blog!
    Pois estragará toda a graça do curso que é um curso de vivencia e não de teorias, que deve ser feito livre de pré-conceitos, e não com pré-julgamentos.

    mas se vc leu até aqui..
    É um curso em que se trabalha as “QUATRO” emoções; raiva, medo, tristeza e felicidade, E NÃO APENAS RAIVA.
    Trabalha também as setes saudes; fisica, espiritual, mental, familiar, social, profissional, e financeira.
    Por que deixei a financeira por ultimo pois sem as outras você não se consegue essa.

    Aguá na cabeça;
    com calor em dias quentes pra mim, está longe de ser tortura, mas lá no curso é interpretado como castigo, o mesmo de ficar num banquinho da frente na pré-escola.

    Bater numa cadeira para trabalhar a raiva;
    Gera muita polemica, mas é questão de cultura, no Japão onde a técnica começou, existente em todas as empresas, Nissan, Toyota, etc..
    Existe uma sala com o bonequinho do seu chefe para ser espancado, exatamente para descarregar a raiva no boneco, e não no seu chefe.
    Assim como no curso, para você descarregar sua raiva na cadeira, e não no seu colega de trabalho quando discute com você, ou no seu vizinho de carro quando te fecha no transito.

    Concluindo, as pessoas que não gostaram, ou não fizeram até o final, são as mesmas que agridem as pessoas verbalmente, ou fisicamente em suas vidas, pois lá você percebe o quanto é ruim fazer isso com os outros..
    Sem mais façam o curso, e tire suas propias conclusões!
    Abr4ços, e obrigado, obrigado, obrigado..

  297. Rafael diz:

    Gostei muito do blog e quero deixar meu comentário: Dias atrás fui convidado a participar de um treinamento desse tipo, o tal de LT, promovido pela Lotus Treinamentos. Como QUALQUER um deveria proceder, procurei informações por toda a internet antes de assumir qualquer compromisso, (lógico), principalmente informações imparciais, já que os websites e as entrevistas televisivas chupavam horrores o saco do procedimento. Esse papo furado de “vivência”, “4 emoções”, etc, é só um pretexto para atrair curiosos, ninguém deve se submeter a procedimentos sem antes ter ciência do que se trata. Isso é charlatanismo. Resumindo, sou extremamente cético à fórmulas mágicas de sucesso, religiões e filmes The Secret. Felicidade e sucesso se conquista através de coisas simples como honestidade e amor pela família.

  298. Pitty diz:

    Eu tenho nojo de tudo aquilo que manipulam as pessoas de forma mesquinha e com segundas intenções… E tenho pena das pessoas que não conseguem perceber que estão sendo manipuladas e enganadas.

    Concordo com o Rafael… “Felicidade e sucesso se conquista através de coisas simples como honestidade e amor pela família.”

  299. Luiz Fernando SILVA! diz:

    Ahh!! Pois é, Fiz esse mesmo treinamento. Tenho orgulho de ter ido até o fim e tenho certeza que essa pessoa que escreveu esse texto é uma derrotada! tanto é que desistiu do treinamento, Por isso tomou essa decisão de criticar o treinamento.

    Não existe nenhuma formula magica para o sucesso. Simplismente o treinamento da caminhos a pessoas que realmente querem mudar a sua vida.

    Posso dizer com toda a certeza, Quando fiz o meu treinamento, foi o melhor final de semana da minha vida!.

  300. Rafael diz:

    Observe o trecho desse comentário:

    “Ahh!! Pois é, Fiz esse mesmo treinamento. Tenho orgulho de ter ido até o fim e tenho certeza que essa pessoa que escreveu esse texto é uma derrotada! tanto é que desistiu do treinamento, Por isso tomou essa decisão de criticar o treinamento.”

    No ser humano, o orgulho de fazer coisas inúteis, ou até de justificá-las, vem de um antigo trauma que a habilidade de pensar causa: o arrependimento. Os seres humanos se arrependem constantemente, seja na compra de um automóvel, de uma casa, ou até mesmo em coisas inúteis como um “curso” dessa natureza. Em seguida, o medo e a insegurança de assumir a “cagada” causam a euforia de argumentar com todas as forças sua justificativa contrária ao fracasso, pois jamais admitirá ter sido feito de trouxa, imbecil por ter gastado 2 mil reais, muitas das vezes parcelado, porém sem ter retorno útil. Compram carros ruins por preços abusivos, sejam eles nacionais ou importados, mas sempre precisam defender com unhas e dentes a marca fabricante e o modelo do automóvel. Agora falemos sério: Isso é hipocrisia! É a coisa mais nojenta que o ser humano insiste em carregar desde o dia que inventaram a religião. É raro encontrar pessoas com senso crítico e opiniões imparciais, a grande maioria segue a correnteza, a moda, sem sequer refletir e qustionar o porquê. Assistem televisão para seguir uma tendência, usa roupas que não gosta para impressionar desconhecidos, anda com carros novos sem poder pagá-los… e no final? Quando não sabem mais o que fazer para achar uma “razão de viver”, fazem esses LT’s, Silva’s e vomitam sua hipocrisia, seu orgulho de ter ido até o final do curso. Depois aindam buscam fóruns de pessoas pensantes, imparciais, com muito senso crítico… e então exageram no argumento “ad hominen”, pois é a única arma que resta ao hipócrita.

    À vocês religiosos, piramideiros, treinadores, Silva’s, hipócritas, demagogos… vai o meu profundo e sonoro desprezo. Lanço um desafio: tentem converter a mim. Todos vocês são escória, lixo intelectual, falsos profetas, chalatães, comedores de vômito. Suas vacas gordas estão doentes e logo morrerão.

  301. Rafael diz:

    Toda essa “revolta da família Silva” em justificar o dinheiro mal investido tem outro nome: Vagabundice. Preguiça de estudar, ler bons livros, aprender. Não conseguem ter personalidade própria, por isso precisam ser condicionados como ratos de laboratório, como cobaias. Precisam de “Guias”, padres, pastores, orixás… senão cometem uma cagada atrás de outra.

    Pessoas medíocres.

    Aprendam a respeitar as diferenças e priorizem o que simplEEEEEEsmente são no íntimo. E outra: Parem de escrever “simpliiiiiiismente”, putaquepariu! De onde tiraram isso??? Gente burra.

    (Argumentum Ad Hominen - Ligado no máximo)

  302. Rafael diz:

    Outra coisa: Toda essa “revolta da família Silva” em justificar o dinheiro mal investido tem outro nome: Vagabundice. Preguiça de estudar, ler bons livros, aprender. Não conseguem ter personalidade própria, por isso precisam ser condicionados como ratos de laboratório, como cobaias. Precisam de “Guias”, padres, pastores, orixás… senão cometem uma cagada atrás de outra.

    Pessoas medíocres.

    Aprendam a respeitar as diferenças e priorizem o que simplEEEEEEsmente são no íntimo. E outra: Parem de escrever “simpliiiiiiismente”, putaquepariu! De onde tiraram isso??? Gente burra.

    (Argumentum Ad Hominen - Ligado no máximo)

  303. Luciana diz:

    Após ler todo o relato, minha conclusão: Leandro escolheu ser um derrotado para sua vida e não sairá do lugar para mudar isto. Atitudes esperadas de pessoas que não alcançam a vitória: falta de humildade e crítica.

  304. Zinho diz:

    Infelizmente, se não teve capacidade e coragem de terminar o curso e experimentar os resultados com uma cabeça aberta, sabendo observar o mundo de uma forma diferente, não deveria relatar as pessoas como uma tortura.
    Todos os dias somos “torturados” (como disse), ou é pelo seu chefe em um projeto que está no limite, ou sua mãe que briga com você sem pensar nos seu sentimentos.
    Lá tudo é feito acima de tudo com respeito, e cada um tem ou não a opção de sair do curso, pegar seus “cheques” e voltar para casa, basta ser fraco como foi a pessoa deste relato.

    A conclusão é de cada um, só vivenciando isso para saber se vai mudar sua vida ou não. Não existe lavagem cerebral, o que existe são pessoas que estão acomodadas na vida, e quando saem da zona de conforto temo comportamento acima, DESISTEM.

    Fraco, Fraco, Fraco, Fraco…
    Derrotado, Derrotado, Derrotado…

  305. Rafael diz:

    Zinho, quanto te pagam para comentar em sites como esse? Fiquei sabendo que as pessoas quando se formam nesses cursos ganham certos “privilégios” se atraírem novas vítimas.

    Hahaha!

    Ainda não me convenceu.

  306. João Roberto diz:

    Fiz Leader Training do Arita com Layr Malta já faz uma década. E o que me lembro a respeito curso me faz endossar o texto.
    Eu desaconselho qualquer um a fazer esse treinamento. É, a meu ver, uma coisa estúpida que impressiona aqueles que têm mente fraca e problemas emocionais.
    Da mesma forma que a autora do texto, fiquei muito chateado com meus ditos “padrinhos” por me fazerem perder tempo e dinheiro com esse curso.
    Mas, fica a critério de cada um.

  307. Marcos diz:

    Quanta besteira eu li aqui… principalmente palavras de idiotas que nunca passaram pelo curso…isto é que nem querer adivinhar se o Papa é bom na cama ou não… ficar adivinhando e julgando…. falem do que vocês sabem ou conhecem… não fique falando de coisas que nem conhecem… a proposito…
    Fica um convite a todos estes que falam sem saber… vamos abrir uma barraca para ler tarot ou bola de cristal e quem sabe poderiamos abrir um juri… para sair por ai julgando outras pessoas… o que acham….

  308. Lira diz:

    Realmente acredito que esses treinamentos realizam uma lavagem cerebral, e como uma pessoa acima já comentou, reparei que aqueles que já fizeram e idolatram o curso e o Tadashi, são os mais agressivos, e ofendem aqueles que não gostaram do curso.

    Fica aqui uma pergunta: Por que uma pessoa que não gostou do curso do Arita não pode ter sua opinião e não gostar do curso?

    Por que tanta agressividade por parte dos que fizeram o curso e idolatram o Tadashi.

    Por que chamar os outros que não gostaram do curso de derrotados, imbecis, etc.

    Não dizem ter se tornado PESSOAS MELHORES após o curso?
    Essa atitude mostra exatamente o contrário, que se tornam pessoas arrogantes e que não admitem uma opinião contrária.

    Nunca fiz o curso, e nem quero fazer, pois estas tais pessoas que realizaram o curso e se DIZEM TER TORNADO PESSOAS MELHORES, se tornarm pessoas prepotentes, e intolerantes com uma opinião diversa.

  309. Lira diz:

    Realmente acredito que esses treinamentos realizam uma lavagem cerebral, e como uma pessoa acima já comentou, reparei que aqueles que já fizeram e idolatram o curso e o Tadashi, são os mais agressivos, e ofendem aqueles que não gostaram do curso.
    Fica aqui uma pergunta: Por que uma pessoa que não gostou do curso do Arita não pode ter sua opinião e não gostar do curso?
    Por que tanta agressividade por parte dos que fizeram o curso e idolatram o Tadashi.
    Por que chamar os outros que não gostaram do curso de derrotados, imbecis, etc.
    Não dizem ter se tornado PESSOAS MELHORES após o curso?
    Essa atitude mostra exatamente o contrário, que se tornam pessoas arrogantes e que não admitem uma opinião contrária.
    Nunca fiz o curso, e nem quero fazer, pois estas tais pessoas que realizaram o curso e se DIZEM TER TORNADO PESSOAS MELHORES, se tornarm pessoas prepotentes, e intolerantes com uma opinião diversa.

  310. Lira diz:

    Realmente acredito que esses treinamentos realizam uma lavagem cerebral, e como uma pessoa acima já comentou, reparei que aqueles que já fizeram e idolatram o curso e o Tadashi, são os mais agressivos, e ofendem aqueles que não gostaram do curso.
    Fica aqui uma pergunta: Por que uma pessoa que não gostou do curso do Arita não pode ter sua opinião e não gostar do curso?

  311. Luize diz:

    Pessoal,
    Um grande amigo meu participou desse curso e voltou achando-se perfeito, inabalável. Acredita piamente nas pseudo técnicas do Tadashi e só fala disso o tempo todo. É irritante. Acha-se superior aos demais e isso, francamente, é um erro.

  312. Eduardo diz:

    Ola pessoal. Eu fiz o curso e não sou radical. Acho que o curso é uma grande experiencia pessoal mas cada um sabe se deve ou não participar. Realmente eu mudei após o curso, talvez minha mudança possa incomodar outras pessoas, mas eu fiz o curso para mim e não para os outros. Se foi uma lavagem cerebral, pode até ser e não ligo, melhorou muito a minha vida. Sou mais feliz e as vezes é bom tomar um “choque” para corrigirmos alguns erros que cometemos em nossa vida. Resumindo: Ouvir a opinião dos outros sobre o curso é legal, mas vivencia-lo é diferente. Grande abraço a todos e sejam felizes !

  313. Fabiola diz:

    Fiz o curso e achei que foi muito útil em minha vida.Estou gestante e passei a todo momento sendo acompanhada pelos médicos da equipe. Em nenhum momento passei mal e passei as 35 horas acordada!!!!Digo a vocês que foi importante,tenho uma vida financeira ótima,sou empresaria,casada ,tenho filhos ,uma casa que mais poderia querer ter? mais descobri que temos muito coisa a fazer pelas pessoas que amamos e por nos mesmos !!!A mudança em nossos hábitos mudam nossas rotinas e passamos a valorizar as pequenas coisas.Mais como nosso amigo que da seu depoimento acima precisamos viver o momento deste curso para entender realmente o que acontece!!!!

  314. Giuliano diz:

    Nossa só tenho a rir de quem acha que algum curso vai mudar sua vida…mudar é uma atitude interna de perseverança e calma, leva tempo e aplicação, bem como fazer exercício físico, requer motivação interna, nenhum curso ainda mais com o teor deste modifica ninguém, apenas aqueles com cabeça fraca ou que nunca sofreram acreditam que isso é eficaz, pagar para se foder é o cumulo da idiotisse, óbvio que quem fez, quer repassar toda a merda para a humanidade e por isso recomenda e cala-se, mesmo que pense que foi a pior merda que já fez com seu proprio dinheiro. Se quem faz o curso se tornasse O Vencedor este custaria muito mais que 1.500 contos…e teriamos uma legião de Comedores de Alma no Mercado…bom esta é a minha opinião já fiz inumeros treinamentos, inclusive alguns em hoteis no meio do mato, e tendo que comer mal e dormir mal, não nada deste tipo..Recomendo um curso que é realizado em Monte Verde no Alive Eco Hut, pelo menos neste as necessidades são minimas e a reflexão é total, não necessitamos apanhar para aprender, e como disse um amigo acima, sucesso não é ter coisas, e sim não precisar ter.
    Mas isso se percebe só depois de apanhar muito, ou quando se é uma alma elevada, sou uma das pessoas mais ambiciosas que conheço, hoje com 30 anos, tenho junto com minha esposa, uma casa paga, carros, emprego estável, e só agora percebi que na verdade o que mais desejo é paz de espirito e isso não posso e nem consigo comprar.

    Recomendo viver e se alegrar das pequenas coisas, Sucesso mesmo é ser feliz.

  315. Marcius Rodrigues diz:

    Primeiramente, artigo mal escrito. Linguagem confusa, gramática ruim, tom agressivo, conteúdo vulgar.

    Não consegui terminar de ler. O texto reflete a visão arrogante e assutada de uma pessoa que necessita se colocar como mais inteligente que outras 100 mil que fizeram o curso. Eu fiz o Leader Training. E saí muito grato.

    Dizem que os cães com cabeça pequena são mais bravos, por conta do cérebro preso em crânio um apertado. Este sufoco cerebral leva ao comportamento geralmente agressivo.

    Esta teoria confere com o relato: Um produto de animal com cabeça pequena e descontrole emocional, mordendo e latindo por ser excluída.

    Tenho mais dó da filha da autora do que da autora em si. Comportamento escolhemos. Pais, não.

    Viva a diversidade! O que seria das pessoas médias e brilhantes, se não fossem as pobres e limitadas como a colérica autora deste relato cego?

  316. Samir diz:

    Caro Leandro,

    Você não sabe o que diz. Infelizmente, você é um anestesista no mundo.

    Sim, há um cunho comercial em qualquer empresa que ministra o LT, mas também há em qualquer religião existente no mundo, em qualquer corporação e, inclusive, neste blog que você usa para espalhar sua opinião caluniosa, a diferença é que isso é transparente e não é escondido com nomenclaturas como dízimo, por exemplo.

    Sim, fiz o LT e sim, mudei minha vida, tornei-me uma pessoa melhor, melhorei minha condição profissional, financeira, minha relação com amigos e familiares. Hoje, me sinto realizado como ser humano e não tenho mais medo de viver e nem me preocupo em pré-julgar os outros, pois entendo que o que importa é entender quem eu sou e o outro cabe a mim aceitar do jeito que é.

    Você provavelmente deve ter iniciado um treinamento e fugido após a primeira noite, pois de fato, é complicado confrontar a si mesmo, para isso é preciso muita coragem.

    Se ter foco em minha vida, pensar como um vencedor, encarar as adversidades de cabeça erguida, amar as pessoas como elas são e demonstrar esse carinho, entender o que sinto, entender o que penso e agir de forma harmoniosa com isso, acreditar que eu posso conquistar meus sonhos e objetivos e atingir sucesso e felicidade é ser imbecil, então prefiro ser imbecil, pois de acordo com sua visão, quando eu era “espertalhão”, minha vida era baseada em angústia, magoas, raiva reprimida, conflitos, preconceitos e medo.

    Antes do LT eu tinha muitos conflitos com minha esposa e parentes, depois, tudo mudou. Aprendi a conversar, a ouvir, a compreender que as diferenças enriquecem, que o orgulho destrói, que a vida não possuí regras, que existem diversos caminhos e que tudo é possível. Aprendi também, que as adversidades existem, mas que focar no problema gera um novo problema e que diante do obstáculo eu devo ter calma e atenção para estar focado nas soluções e assim vivo muito melhor.

    Se você conheceu alguém que passou a dar bunda, como você disse, que bom para essa pessoa, ela deve estar muito feliz agora que sabe quem é e jamais vai perder tempo escrevendo algo para difamar alguém ou um grupo.

    Quanto a você meu caro, tens direito a opinião, porém, dê sua opinião baseado em fatos e não em preconceitos. Viva em paz e respeite as escolhas dos outros, pois nem você nem ninguém tem telhado de vidro para atirar tantas pedras.

  317. Sami diz:

    Sugestão: faça o curso até o fim.

  318. Priscila diz:

    Talvez se vc (pessoa que narrou a experiência) tivesse feito os exercícios como eles instruiram, teria visto tudo de outra forma e tivesse entendido o pq tanta gente gosta e recomenda o curso. O LT é uma experiência totalmente pessoal, é para você olhar pra dentro, e não ao redor como você olhou o tempo todo! Enquanto você olha o povo berrar na terapia da raiva era para vc estar fazendo os exercício de respiração para poder regredir no momento traumatico da sua vida, e te garanto q vc choraria assim como as outras pessoas q vc estava olhando, ao invés de fazer o seu.
    Eles são uma equipe FODA de psicólogos, com conhecimentos científicos pra conseguir mudar a vida de muita gente com algumas terapias de regressão - que a pessoa só consegue fazer se seguir a orientação- não foi seu caso não é mesmo?
    Vou te falar uma coisa… não sei se você lembra que eles diziam que você ia sentir 4 sentimentos. O último do curso é a alegria. E te digo com certeza, que completar o LT é demais, uns dos melhores dias da minha vida!
    Volta lá, faz de novo, mas dessa vez, ESCUTA as pessoas, e FAZ o seu curso ao invés de observar as pessoas fazendo o delas.. não tem a ver com os outros, tem q ver com vc.

  319. Fernando diz:

    esse Limit é uma furada uma merda de curso onde um bando de trouxas paus mandados frequentam por que não conseguem ser bem sucedidos nas suas vidas, façam me o favor parem de gastar 1500 com essa merda de curso que até hoje não mudou a vida de ninguém que fez, conheço umas 20 pessoas que fizeram e continuam na mediocridade de suas vidas porem ficam postando fotos no facebook fazendo aquela merda de 44444444444444444

  320. Luiz Eduardo diz:

    Curso para panacas ! Esses donos do Limit são os mais expertos em lucrar dinheiro, conseguem converter um bando de otários que divulgam essa farsa como se fosse a salvação. Como o cara disse acima, também conheço muitos que fizeram e continuam na mediocridade mas segundo eles com o poder da mente eles deixam um ovo em pé kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vão trabalhar, vejam se os grandes gênios e pessoas bem sucedidas passaram por esse tipo de curso.

  321. Pedro Paulo diz:

    Cada um tem a sua opinião.
    Mas é impressionante como essa pessoa que narrou os fatos o fez de uma forma TOTALMENTE leviana e irresponsável. Uma coisa é CERTA…. a minha vida foi uma ANTES do TADASHI e é OUTRA de pois do LT.
    Obrigado TADASHI e toda sua equipe, pelos ensinamentos e pela MARAVILHOSA experiência vivencial. Conheci pessoas incríveis, pessoas que tenho contato até hoje.
    E você que escreveu esse texto… o problema que você tem deve ser muito sério. Se até com a sua filha e genro você não se dá!!!! A vida deve ser muito TRISTE para você.
    TADASHI, LT ou qualquer outro curso não é RELIGIÃO. É uma experiência vivencial. Uma pena você não ter se entregado ao curso. Realmente você jogou fora R$ 1.500,00. Porque você NÃO aproveitou. E a todo momento ele diz que quem quisesse ir embora era só dizer que eles devolveriam o dinheiro. Sua história não tem fundamento. Seu problema é muito mais sério. Seus traumas devem ser gritantes.

    E PARA VOCÊ QUE NÃO CONHECE… VALE A PENA. MINHA VIDA É OUTRA. PELO LADO PESSOAL, PROFISSIONAL E FAMILIAR!

  322. Paula diz:

    Trabalhei em 1998/1999 em um hotel no interior de São Paulo o qual recebei grupos para este curso. Na época 17 anos e ficava horrorizada com as pessoas saindo machucadas, sagrando, toalhas sujas de vômitos, … enfim. Ninguém do hotel tinha/tem acesso no salão onde tem os cursos/ou pessoas são torturadas. Lembro que deste espaço saia um odor , cheiro de sujeira. Hoje trabalho com vendas / consultora de imóveis, trabalho com pessoas que já fizeram o “curso” e cada vez que toco no assunto com estas pessoas só me faz ver que estou certa. Que minha impressão deste ” curso ” sempre este certa, isto não é um curso isto é lavagem cerebral, pois tem até regressão. Pessoas saem de lá traumatizadas.

  323. Marcos diz:

    Algúem já viu uma pessoa bem sucedida fazer essa merda de curso ? Eu não, o que vejo é um monte de gente perdida que cai na lábia desse Tadahisi e cia que pra mim são os mais expertos

  324. pedro diz:

    Oque eh esses 4 que as pessoas que fizeram o curso mandam? Conheço uma pessoa que fez e gostou e fika mandando esses 4

  325. Mazinha diz:

    Interessante.
    Vou fazer o curso. Estou super interessada, principalmente depois de ler esse relato. Adoro tudo que ponha à prova meu instinto, minha fera.

    Acredito que essas vivências trazem sim uma tônica pro nosso comportamento. Muitas vezes precisamos nos desprender daquele lixo todo que guardamos enquanto vivemos nessa sociedade banalizada, e penso que no LT temos essa oportunidade, encarar aquilo que está enraizado, oculto.

    Assim como na análise, tudo que vem pra consciência é de difícil digestão, por isso muita gente passa mal, pq não tem estrutura pra lidar com suas verdades. Por isso conheço pessoas que começaram a terapia de análise e sairam na terceira sessão, por isso existem técnicas como a Calatonia que mexem com sua energia sutilmente e já te fazem chorar. Por isso pessoas fazem o curso de Renascimento do Osho, e relatam os mesmo sintomas. Porque mexe muito com suas emoções.

    Pra mim um depoimento desse vem de alguém que nunca teve contato com seu âmago (podia ter começado com algo mais leve). Que se sente tão pequena, que tudo parece enorme. Tanto que só senti uma posição de vitimismo vindo dela, afinal eram todos monstros e torturadores, né? Mas pra filhinha dela não eram assim. Sim, o monstro está nos olhos de quem vê. O medo é tão grande, mas tão grande em lidar com o desconhecido (não apenas o desconhecido a ser vivido lá, mas o desconhecido de si mesmo) que tudo parece um terror.

    Imagino que um curso desse não seja feito com o propósito de te tornar um super empresário multimilionário, mas com certeza, te faz rever sua vida, te faz sentir vencedor (e isso pode ser projetado em todos os ambitos de sua vida).

    Se colocar à prova não é sinônimo de querer ser fodão no mundo. Mas saber qual é o seu limite, e ter certeza que pode se superar. É você consigo mesmo!

    É uma ferramenta a mais no galgar da vida - que se você quiser desafiá-la de modo a ser grande em conquistas, desenvolvimento e conhecimento - é tão ou mais brutal do que umas vivências previamente estudadas, com intuitos e finalidades definidos.

    Não guenta zero dois? Então pede pra sair!!!!

    Eu vou fazer o curso e tenho certeza que vou gostar!
    Valeu

  326. Pepe diz:

    Tu já fez o curso e ta aqui se fazendo. Vai, viuvinha.

  327. Andressa diz:

    Fiz o curso do Arita neeste mês e não recomendo para ninguém… não cheguei ao fim pois não quis me submeter a punição que eles dão para quem não segue as normas deles.

    Na tentativa de me convencer a ficar, só me colocaram para baixo e me disseram coisas absurdas que não acredito que um psicólogo ou qualquer outra pessoa que trabalhe lidando com pessoas deve dizer…

    No momento estou seriamente preocupada com este treinamento e no quanto eles conseguem fazer com que os treinandos saiam de lá sentindo-se maravilhosamente bem, e isso só faz com que estes indiquem outros e assim sucessivamente…

    Não sei ao certo se o que eles fazem é uma lavagem cerebral, só não recomendo para ninguém.

    Podemos ser pessoas melhores sem sermos humilhados… sem ficarmos sem dormir, sem sermos obrigados a fazer o que ELES estipulam…

    O Arita é uma empresa com fins lucrativos… O curso hoje custa pouco mais de R$2.300,00… Detalhe: O próprio Arita (quem conduz o curso) diz que o único objetivo deles é fazer as pessoas mais felizes, e que isto, dinheiro nenhum paga. Contra senso, não?

  328. Vita Bras diz:

    Ora, pessoal, pra que tanta mágoa? A senhora não gostou, e pronto. Está no seu direito.
    Ninguém é obrigado a entender o propósito do curso, ainda mais se já vai na defensiva cujo pensamento seletivo é “serei manipulada, olha aí…começou!”
    E quer saber? Fiz o curso, e é lavagem cerebral sim, o próprio dono da empresa FALA ISSO no fim do curso.
    Se todas lavagens cerebrais servirem pra encararmos a vida com mais coragem e as pessoas com mais empatia, eu realmente gosto de lavagem cerebral.

  329. Vita Bras diz:

    Ora, pessoal, pra que tanta mágoa? A senhora não gostou, e pronto. Está no seu direito.
    Ninguém é obrigado a entender o propósito do curso, ainda mais se já vai na defensiva cujo pensamento seletivo é “serei manipulada, olha aí…começou!”
    E quer saber? Fiz o curso, e é lavagem cerebral sim, o próprio dono da empresa FALA ISSO no fim do curso.
    Se todas lavagens cerebrais servirem pra encararmos a vida com mais coragem e as pessoas com mais empatia, eu realmente gosto de lavagem cerebral. Cada um com sua opinião. Em tempo: balde = copinho de plastico, com toalha na sequencia.

  330. Vita Bras diz:

    Ora, pessoal, pra que tanta mágoa? A senhora não gostou, e pronto. Está no seu direito.
    Ninguém é obrigado a entender o propósito do curso, ainda mais se já vai na defensiva cujo pensamento seletivo é “serei manipulada, olha aí…começou!”
    E quer saber? Fiz o curso, e é lavagem cerebral sim, o próprio dono da empresa FALA ISSO no fim do curso.
    Se todas lavagens cerebrais servirem pra encararmos a vida com mais coragem e as pessoas com mais empatia, eu realmente gosto de lavagem cerebral. Cada um com sua opinião. Em tempo: balde = copinho de plastico, com toalha na sequencia.

    Parabéns pelo blog!

  331. Vita Bras diz:

    Ora, pessoal, pra que tanta mágoa? A senhora não gostou, e pronto. Está no seu direito.
    Ninguém é obrigado a entender o propósito do curso, ainda mais se já vai na defensiva cujo pensamento seletivo é “serei manipulada, olha aí…começou!”
    Cada um com sua opinião. Em tempo: balde = copinho de plastico, com toalha na sequencia.

    Parabéns pelo blog!

  332. Vita Bras diz:

    Desculpe, moderadores, a mensagem não aparecia (foi exibido um erro de script) e depois várias mensagens foram postadas.

    Foi mal :D

  333. Vita Bras diz:

    Haha!! Lembrei de uma situação engraçada. É comum (não “correto”) nos ofendermos com quem denigre a imagem de alguém ou algo que acreditamos muito, ou que teve uma participação marcantemente positiva em nossas vidas.

    É como o dia que assisti um filme do Georges Méliès, e aquilo me marcou muito (até pela paixão que tenho por cinema). Como aquilo produziu em mim sentimentos fortes e marcantes, natural que eu desejasse que outras pessoas passassem pela mesma experiência.

    Chamei amigos cinéfilos pra ver o mesmo filme comigo. Eu quase chorando pelo tamanho respeito que tenho pelo trabalho do Méliès, e um tempo depois, deparo com meus dois amigos sonolentos e aborrecidos.

    Me xingaram até, inclusive por terem pago pela experiência tediosa, negativa.

    Ou seja, se você não curte certas experiências (filmes, cursos de vivências, estilos de viagens, terapias) NÃO FAÇA, e se você fez e gostou, NÃO CONVIDE o outro na expectativa de que “se eu gostei, ele vai gostar”.

    Não será bom, acredite.

  334. Maris diz:

    É lamentável ver à que ponto chega o “SER HUMANO”.Vi tanta falta de respeito, tanta agressividade em inúmeras postagens, que me faz entender o real teor da frase: “A maior defesa é o ataque”. Se cada um de nós, nos preocupássemos em melhorar o nosso “EU”, nos preocuparíamos menos com os outros, então viveríamos em um mundo melhor!!!! Eu fiz o Leader Training do Instituto Tadashi Kadamoto, e confesso que pensei em desistir por inúmeras vezes, cheguei a sentir raiva de determinados terapeutas, mas entendi que esse era um sentimento que deveria ser tratado dentro de mim, e lhes garanto que ao término do curso( o qual eu chamo de tratamento intensivo e não curso), sai completamente grata… Mas não vem ao caso as maravilhas que senti e recebi ao término do mesmo, pois acredito que apenas as pessoas que estão preparadas para evolução, é que são capazes de entender o inexplicável…. Namastê <3

  335. Marcel diz:

    Concordo com o Cesar em tudo, fiz e indico, falar sem conhecimento ou apenas com a impressão de uma pessoa é piada, são milhões de pessoas assim como a própria filha da relatante, que estão muito felizes e satisfeitas com o investimento que fizeram.
    Com certeza o resultado não é igual para todos.

  336. Guilherme diz:

    Pessoal , existe alguma forma de reverter o que foi feito la dentro desse , curso , uma amiga fez e voltou totalmente estranha , disse que amou o curso , quer sair do trabalho , saiu de casa , largou o namoro entre outras. Ela e as pessoas que fizeram o curso , dizem que é magico mas quem ta de fora percebeu a mudança pra pior.

  337. Eu sou imbecil diz:

    Pessoas,

    dar uma opinião de um curso que você não teve a vontade de terminar e ver do que realmente se trata é uma burrice, imbecilidade, coisa de bosta como vcs falaram ai. O treinamento é sobre pressão, a intensão é aflorar seus sentimentos, de medo, raiva, amor, alegria entre outros e assim você poder entendê-los e conviver melhor com eles. Os próximos cursos dele, a maioria, incentiva o amor, e não ter que ser vencedor, alias ser vencedor para eles é tomar as rédeas da sua vida e fazer o que vai te deixar feliz e sentindo uma pessoa de sucesso. Eles jamais ensinam você a passar por cima dos outros, esta dinamica que se referiram serve somente pra levantar a gana de você viver sua vida, aproveitar as oportunidade e sair da zona de conforto. Todos que fizeram o curso que eu conheço, começaram a ser pessoas mais RESPEITADORAS, AMÁVEIS, FELIZES, MELHORES PAIS, MELHORES FILHOS, MELHORES AMIGOS e PARARAM DE FALAR PALAVRÃO(que estranho né, eles te xingam e vc sai de lá Zen) Como jornalista que são, vocês deveriam pensar antes de falar. No início do treinamento o Tadashi deixa claro que vai despertar sentimentos em vc, e que eles são bons nisso. Pobre de vocês que preferem ser racionais, falar mal do que não conhece ao invés de se permitir viver novas experiências. Entendo que a pessoa fugiu do treinamento no meio, porque não entendeu aquilo ser correto, o que respeito plenamente, mas se esta pessoa ficasse até o final talvez entenderia. Mas é absurdamente errada ela querer denegrir algo que ela não conheceu efetivamente. Posso garantir a vocês que o treinamento te faz buscar ser alguém melhor e não alguém que atropela os outros.. Isso você aprende na sua empresa, na faculdade, no mba, mas lá, eu aprendi a viver melhor, me amar, amar ao próximo, cuidar da minha saúde e buscar minha felicidade, saindo da maldita zona de conforto que o capitalismo canibal me colocou. Abraços

  338. silvana diz:

    socorro minha irmã fez este final de semana o que fizeram com ela, fecho os olhos e fico a imaginar que campo de concentração.
    Tem alguma maneira de tirar ela deste tranzi, como faço. Que a ficha dela cai que ela consegue enxergar o que ela fez é horrível.
    Gente é serio até se separar do marido por um dia levar tudo pra casa de minha mãe, gente não sei mais o que faço, eu estou muito preocupada.
    Socorro ajudem.

  339. mm diz:

    O povo sem oque fazer..
    Deus deu a vida para cada um cuidar da sua se quiserem tenho bastante gatos, cada um tem sete vidas , querem?

  340. [Leader Training MOB] O que acontece? diz:

    […] Voc? ? um imbecil Vou abrir a semana com uma pequena hist?ria para aqueles que nasceram para brilhar. Isso mesmo: voc?, VOC?! que nasceu para o sucesso por que, afinal, ser um loser ? para o perdedores, oh! redund?ncia da exist?ncia. Deixe isso para os outros, aqueles que eram a m? influ?ncia na “Inf?ncia Segundo Sua M?e”. Sinceramente? N?o sou l? de me impressionar muito. Trabalhei em reda??o por anos, recebia fotos de pessoas completamente mutiladas por uma barbaridade qualquer da vida e, enfim, a gente acaba se acostumando. Como tenho meus limites pessoais e perder a humanidade n?o faz parte do meu projeto de vida decidi sair dessa. A pol?tica, por mais suja que possa ser, acaba virando uma imensa piada. Afinal de contas, se VOC? que ? o interessado maior em melhorar as coisas n?o faz nada, eu ? que n?o me sinto na obriga??o de fazer. Mas preste aten??o nessa hist?ria. Preste muita aten??o nessa hist?ria. Voc? que est? a? pensando em como se integrar ao mondo capitalista que ir? lhe trazer a felicidade, o mondo capitalista que fantasia na sua exist?ncia doente. Voc? que n?o “mede esfor?os”, que “veste a camisa”, que faz hora-extra sem receber porcaria alguma e que passa por cima de tudo e de todos porque, “Ei, o mercado de trabalho ? Thomas Hobbes, merrm?o”. Pois saiba que voc? ? um idiota. Leia este e-mail que recebi durante o final de semana e tenha certeza disso: VOC? ? um tremendo, um imenso, o maior idiota de toda a exist?ncia. “Ent?o, fui pro curso sozinha, pois ? assim que tem que ser. N?o pode ir com seu carro, n?o pode conhecer ningu?m l? dentro. E assim foi. Ah! 1.500 reais. Por dois dias. Tem que ser levada por algu?m que j? fez o curso. O lugar ? paradis?aco. Em meio ? campos de golfe, chal?s e flores e mais flores, se esconde um barrac?o sem janelas de uns 7?5 m. Um contrato ? assinado: a obedi?ncia ?s regras ? condi??o sinequanon. Fazer o qu?? voc?. j? t? l? mesmo… 122 pessoas agrupadas no barrac?o, cadeiras rigorosamente enfileiradas, palco na frente. ? feita uma palestra para apresenta??o da chefia. Uns dois m?dicos, v?rios terapeutas, cada cara mais esquisita. (Come?o a desconfiar que entrei numa roubada). Depois de uma leve palestra introdut?ria, cheia de recomenda??es e regras, come?a o workshop. Retiram-se as cadeiras. N?s que temos que arrumar e desarrumar tudo. Quando se entra no barra??o n?o pode sair. Nem se voc?. tiver morrendo por falta de ar, nem com crise epil?tica. Ir ao banheiro ent?o, nem pensar! Celulares e outras mordomias s?o terminantemente proibidos. Conversas ou risos, forget it. Eles dizem o que tem que ser feito e voc?. repete. Detalhe: al?m da cara de mal encarados, eles todos se vestem de preto total. Os homens de terno. 1? exerc?cio: uma fila parada e a outra andando olhando e gritando para quem estava parado, de um a um, coisas meigas como: COVARDE, IMPOTENTE, BOSTA, PREPOTENTE, ETC. Assim de um em um todos eram expostos a ouvir por 121 vezes, e a dizer 121 improp?rios. Algumas pessoas, Leandro, choravam muito. Desesperadas. Outras pareciam o Hanibal em dia de festa. N?o podia rir, por todos os lados havia um deles te fiscalizando e SURPRISE, te castigavam por qualquer coisa que achassem merecedora de. Eu, essa criatura selvagem que voc?. j? conhece, me rebelei nos primeiros 5 minutos e levei um balde de ?gua fria na cabe?a. Depois do quinto balde e encharcada, fui levada por dois torturadores para fora e convidada a me retirar. “Agora eu vou ficar. E voc?s. parem de pegar no meu p?”. E eles: “Pelo contr?rio, vamos pegar muito no seu p?”. OK. Isso durou das 19:56 at? ?s 4:32 da manh?. Os hor?rios s?o assim. Tinhamos q. voltar ao barrac?o ?s 7:00. Detalhe: tinha que voltar com um texto decorado sobre vencedores e perdedores. “E, a? de quem n?o souber tudo na ponta da l?ngua, os castigos v?o ser t?o terr?veis que voc?s. nunca mais se recuperar?o. Coisas inimagin?veis poder?o ocorrer” - Imagina, tava todo mundo fragilizado, cansado, s? escutando grito, confinado, o ar condicionado ora muito frio, ora muito quente, sem poder tomar nem ?gua, nem ir ao banheiro, sem poder falar com a pessoa ao lado, BIZARRO, SINISTRO - A?, pequeno, que eu tava com uma enxaqueca de matar e como n?o podia tomar rem?dio, fiquei numa fila que eles me colocaram para conversar com o m?dico, que me disse com grande t?dio que minha dor de cabe?a era uma muleta e era bom eu desafi?-la. Sa? dali atordoada e procurando meu chal?. S? via as pessoas sonambulando, robotizadas, tentando decorar aquela j?ia de literatura:… “Se voc?. pensa que ? um derrotado voc?. ser? derrotado . Se n?o pensar, quero a qualquer custo, n?o conseguir? nada.”… O quarto era min?sculo e tinha 4 camas. Isso era o q. menos importava, porque a ?ltima coisa a fazer era dormir. Fiquei debaixo do chuveiro por muito tempo, tentando recobrar minha sanidade. E pensei “fucsia” com esses versos de merda, “sucesso a qualquer custo” n?o ? minha praia. Sa? de l? melhorzinha e mal tive tempo de engolir um suco e j? escutei os acordes de “Assim Falava Zaratrusta” que era o sinal de que faltava um minuto para entrar no barrac?o. Quase ningu?m decorou e quem decorou o fez com erros. Da? fomos todos castigados. Nos levaram para um corredor de 3 m. de largura por 10 de comprimento. Formamos filas e tinhamos que ficar est?ticos com distancia de um palmo entre um e outro. Vigiados de perto n?o pod?amos fechar os olhos, nada. Ficamos assim por umas 3 horas. Eles iam chamando um por vez, e pod?amos escutar os gritos vindos do barrac?o. ? incr?vel a fragilidade do ser humano. Naquelas horas tudo passava na minha cabe?a. De choque el?trico a torturas inimagin?veis. Era isso que eles se referiam quando disseram que nunca poder?amos imaginar etc. A nossa imagina??o bate qualquer realidade: o medo, o p?nico te assombra de tal forma que nenhuma realidade pode ser pior. Mas a espera, o sofrimento te detonam de tal forma que baga?o ? pouco. Quando voc?. sai dali tem uns minutos para comer e uma nova chance de memorizar o texto. S? pra n?o te dar um segundo de paz. Soa o Zaratrusta e volta pro barrac?o. Entra o Tadashi. Pede o texto. Grita, Berra, e muda de assunto: “Terapia da Raiva”: explica uma forma??o esdr?xula e um c?rculo se forma no centro. Todos temos que respirar de uma determinada maneira, em determinada posi??o. Isso com ele aos gritos, num microfone, e os “torturadores” andando entre n?s, fiscalizando. Da? que o bicho pega. ? inacredit?vel. Se eu n?o tivesse visto acho que n?o acreditaria, pois ningu?m que sai de l? conta o que viu ou o que se passou. S? de te contar, j? estou passando mal. Por isso parei antes. A rea??o das pessoas varia muito: alguns fazem que v?o vomitar, outros vomitam… detalhe: fica tudo l?. Outros come?am a estrebuchar, tipo Igreja Universal ou Terreiro. A gente tem que ficar com os olhos abertos, respirando olhando pra frente. Mas o q. voc?. n?o v? nem pela vis?o perif?rica, voc?. pressente pelos ru?dos. ? macabro. Os torturadores v?o avisando pro Tadashi quem est? pronto (surtado), e a pessoa ? encaminhada para o centro onde TODOS assistem aquela pessoa gemer, urrar, e o Tadashi vai botando pilha pra pessoa surtar mais um pouquinho. Quando em frangalhos, um torturador recolhe aquele ser que vai para uma parte do recinto, onde guarnecidos com bast?es de madeira, batem em almofadas, ensandecidos, ou se atiram pelas paredes, uma coisa. Eu vi isso acontecer 121 vezes e s? pensava: ‘Somos animais e selvagens. Um le?o n?o faria isso, nem um elefante. Qual a explica??o disso? Nunca mais confiarei em ningu?m da minha esp?cie.” Eu estava nessa onda quando Tadashi, him himself personifica ao meu lado, segura meu bra?o e manda: “Agora voc?” Eu disse: “Mais tarde eu vou, ainda n?o estou preparada” E ele, malvado: “Voc? vai!” Eu praticamente berrei: “N?O VOU”. Ele: “Ou vai ou sa? agora” Eu disse: “Saio com prazer”. Se voc?. me perguntar o sentido de tudo isso, talvez voc?. possa me dizer. O que sei ? que j? s?o 180 mil pessoas que participaram desse treinamento e pertencem ? “Fam?lia Silva” e existem muitos outros cursos “avanc?”. Tem um em que a pessoa ? obrigada a andar num caminho em brasas. Ele ? referenciado e tratado como “Tadashi, meu rei”. ? tipo um reverendo moon dos tr?picos. O que sobrou disso tudo foi uma descren?a enorme na racionalidade do ser humano. Sabe, eu fiquei durante bastante tempo chocada. Escrevi pro XXX, reda??o da XXX, ele me respondeu, pessoalmente, dizendo at? o nome do rep?rter que mandaria l?. Acontece que o cara, Tadashi, ? muito inteligente, muita gente viu a entrevista na Mar?lia G. e senso comum, “ele ? o cara”. Acontece que a partir de ent?o passei a acreditar que ela leva bola, pois ? imposs?vel, como uma jornalista s?ria, n?o checar, n?o investigar. O mais sinistro ? que mesmo sem conversar com “os colegas”, voc?. percebe que tem muita gente p?bre, digamos assim. Com o tempo, conversando com pessoas que j? ouviram falar dele, soube que muitas empresas mandam empregados. Vamos imaginar, por hip?tese, voc?. ? empregado e seu chefe manda voc?. fazer um curso desse: “leadership trainning”, no m?nimo ? pra te preparar pra alguma fun??o de maior responsabilidade, certo? Em chegando l?, voc?. desistiria, ou passaria por cima dos outros que nem um trator pra mostrar pro seu chefe que voc?. ? um fod?o? Agora, pra mim, o que realmente pegou foi o fato de minha filha e meu genro terem ido, cada um na sua vez, terem insistido muuuiiito pra eu ir e continuarem frequentando e amando o Tadashi. N?o entendo de jeito nenhum. Ela ? arquiteta, mas sofre de paulistice, vai ver que ? isso. Resultado dois pontinhos, estamos sem nos falar. Isso ? grave. Claro que pode publicar, vai ser um prazer! Acho que nem tem a ver citar nomes. Vou gostar de ler sua vers?o. Quem sabe tu n?o me ajuda a entender? N?s estamos aqui pra acrescentar, n?o ? mesmo? Manda ver. Bjo.” http://www.novacorja.org/?p=4939 […]

  341. Bonny Tai diz:

    Nunca li tanta besteira em toda a minha vida, com certeza esse texto foi escrito por algum invejoso, que tem inveja do bem que esse treinamento faz a vida das pessoas. Se fosse tudo isso mesmo, mais de 150 MIL PESSOAS não teriam feito. Muito feio fazer isso, vc deveria ter vergonha de existir. Te desejo o melhor, quem sabe assim vc para de tentar atrapalhar a vida das pessoas.

  342. Antonio Lima diz:

    Quem foi o jumento que criou A nova Corja………o curso apenas faz vc enxergar sua sombra e sua luz……agora realmente um jumento não tem essa capacidade.

  343. Gisele diz:

    Também participei desse treinamento e sinceramente, não gostei, porém, cada um tem sua opinião. Abçs

  344. Marcela Machiaveli diz:

    Confesso que li este relato e primeiramente fiquei revoltada de tanta bobagem, depois fiquei indiferente. fiz o curso e realmente a pessoa nao entendeu o proposito …claro nao chegou ate o final.
    Levei meu pai para Fernando de Noronha e para entrar em uma das praias, nao podiamos estar com protetor solar e quando entrasse na agua deveria boiar para nao pisar nos corais…ele respondeu para o moco que orientava que ele nao queria entrar nessa merda, pois nao podia fazer nada…o que dizer para ele??? Nada ne??? Vergonha, vergonha alheia…eh isso que sua filha deve estar sentindo de voce.
    Ja amava o Tadashi, agora amo demais…que bom que mandou ela embora, esse tipo de pessoa nao merece receber essa transformacao.

  345. Melissa diz:

    Bom…este blog me ajudou a consolidar minha opinião sobres esses cursos que se dizem “transformadores”, ou melhor reprogramadores de comportamentos. As dinâmicas usadas nada mais são do que Programação Neuro Linguística e os “treinadores” as utilizam como ferramentas de lavagem cerebral para garantirem mais “alunos”, e consequente mais dinheiro. Só isso. Podem até simular a vida real, como dito em alguns comentários…Mas porque pagaríamos para saber o que já sabemos? Porque não sabemos “antes” do curso que as vivências são metáforas daquilo que vivemos todo santo dia…Senão não faríamos, não é mesmo? E mesmo passando por tudo o que foi relatado, com algumas exceções, exageros ou dinâmicas diferenciadas de empresas diferentes, o final é praticamente o mesmo…A grande maioria sai de lá amando o tal curso e tentando arrastar a Humanidade para serem melhores…Melhores em quê, mesmo? Ah tá…naquilo que já sabiam desde antes…Rsrsrs…Melhores estão as contas bancárias dessas empresas “especialistas” em ministrar esses treinamentos de “Como chorar três dias sem parar” ou “Como ser idiota sem perceber e ainda querer que todos sejam como EU…”

  346. Melissa diz:

    Ah. já ia esquecendo…1(nós…(nesse caso, eles…)) 2 (amamos…) 3 (muito) 4 ( vocês)…. quem não amaria alguém que te pagasse 1.500,00 para você ministrar um curso que fala sobre tudo aquilo que todos já sabem ( mas com alguma maquiagem…teatrinho, etc…), levasse água na cabeça, chorasse litros, se tornasse um marionete e ainda multiplicaria seu rabanho de imbecis??? Um mega 4 (de urso) pra vocês…rsrs

  347. Ricardo diz:

    Vocês são todos idiotas, não tem forças e buscam nas lamentações dos outros, lei da atracão você atrai o que mais quer sendo assim, melhor eu sair só deixo essa mensagem para vocês refletirem!!!

  348. Anderson diz:

    Será que algum LIDER, BABY SILVA, BABY TADASHI, GAIVOTA, PILOTO DE AVIÃO E OUTROS, podem dizer o que realmente acontece, com detalhes? Vamos parar com essa história de surpresa e talz…assim a polêmica acaba e todo mundo vive feliz para sempre, fazendo ou não esse treinamento…

  349. Alexandre diz:

    Eu fiz o outro, do Nucleo Ser, que dizem ser a mesma coisa e o que tenho a dizer é: não percam tempo com essa porcaria de treinamento. Só serve para desestabilizar o psicologico para que vocês paguem por terapias após o treinamento. Sobre o que acontece lá já muito bem descrito nesse post. Tem que decorar um texto chamado filosofia do sucesso do Napoleon Hill, fora outras babaquices de vivências em grupo e besteiras do genero. SAIAM FORA!

  350. Helena diz:

    Se o objetivo do LT e tirar o indivíduo da zona de conforto, dar mais valor à família, entender quem ele é a aceitar o outro do jeito que o outro é, respeitar a si mesmo e ao próximo etc, por que tanta agressividade contra quem não concorda com o curso? Tanto desrespeito com as opiniões contrárias?
    O justo nesse caso não seria apenas emitir sua opinião, sem se manifestar sobre as demais? (apenas um grupo pequeno de pessoas que fizeram o curso agiu assim…)
    Não estou vendo aqui pessoas respeitadoras e amáveis. Estão sendo, sim, em sua maioria, agressivas e arrogantes com aqueles que falam mal dos cursos.
    Se a filha e o genro da Van alcançaram a tal “transformação”, não deveriam respeitá-la e aceitar sua decisão? Se foi a Van quem se desentendeu com eles, não deveriam buscar reaproximação, entendimento? A parte boa desse capítulo é que filha e mãe, por fim, se entenderam e estão juntas.
    Já minha opinião sobre esses treinamentos se baseia nas atitudes e comportamento diário de pessoas bem próximas, que já foram Silva, Gaivota, são Fênix… e que, no entanto, apesar do belo discurso, não mudaram uma linha na maneira com que lidam principalmente com a família. As prioridades são invertidas. Os valores são invertidos. O respeito passa longe e quando se aproxima é proporcional ao que lhes interessa naquele momento.

  351. thais diz:

    Olha só posso dizer uma coisa…. esse cara MUDOU minha vida! Desculpe minha amiga se vc é fraca e não aguenta o tranco! !!! Esse cara faz vc refletir milhares de vezes e analisar coisas que jamais iria analisar! Meu amor se vc conseguiu escrever apenas coisas ruins, é pq sua vida é desta forma e vc não faz nada pra mudar nunca.

    Terapia jamais resolveria seu problema! !! Antes de declarar como funciona o processo pq vc não avalia sua vida?!

  352. Gabriel diz:

    Pessoal, sei q muitos se alteram com esse tema, mas só quem fez o curso tem o direito de elogiar ou criticar. Isto posto, quem fez o curso pode ter amado ou odiado, cada um absorve da forma que quer. Quem criticou as pessoas q nao fizeram o curso, não deveriam criticar pois quem não fez, jamais entenderá. Quem fez e não gostou, esta no seu direito. Vamos ser mais razoáveis e dar credito! Não acredite e nem desacredite, apenas de credito. Como seres humanos temos o direito ao livre arbítrio e às nossas próprias opiniões! 4444

  353. Melissa diz:

    Já disse uma sábia terapeuta: qualquer mudança, para ser permanente, deve vir de dentro. Mudanças provindas de fora, ou seja, provocadas por alguém, ou por um treinamento, ou por dinâmicas, ou por histerias coletivas, como as promovidas pelo cursos mencionados, são temporárias e a essência de cada um permanece. O único que muda de verdade alguém é Deus. E só.

  354. QUINCA diz:

    Fiz o curso a 15 anos, e depois desse ainda complementei a cada etapa da vida com o curso necessário ao momento vivido.Assim como em todos os cursos do instituto é frisado para que não se tire conclusões antecipadas, portanto as pessoas que saíram antes realmente devem estar frustradas pois não concluíram o iniciado. Portanto não sabem o motivo das atitudes iniciais.
    Trata-se de um curso técnico desenvolvido inicialmente no Japão e EUA para acima de tudo aumentar a auto estima do individuo e que com isso consiga estar mais apto as barreiras que o ser humano enfrenta nas diferentes etapas da vida.Assim como Pedro Paulo comentou a vida se separa em antes e depois do curso.Pena que todos não consigam aproveitar e entender a técnica que é extraordinariamente muito bem aplicada pelão japonês e sua equipe.
    Eu só agradeço.
    F.T.

  355. Desentupidora São Paulo diz:

    Esse tema é intrigante.

  356. Gustavo diz:

    Acabei de retornar deste curso. Fica aqui minha indignação em relação ao método utilizado para tentar fazer as pessoas a sair da sua zona de conforto e ter mais atitude.
    O curso não condiz ao que pretendem passar. Explicam que engolimos a nossa raiva durante toda nossa vida e isso faz muito mal, mas lá eles te humilham e te fazem passar toda raiva e ódio possíveis e aguentar calado, ou seja engoli-los. Qual o ensinamento disso tudo?
    Vc e humilhado e vê pessoas passando por humilhação o tempo todo, desde idosos sendo chamados de caveira, até pessoas com problemas na perna se rastejando na sala por horas por não conseguir levantar e ninguém ajuda esta pessoa, até que o palestrante decide levantar esta pessoa impulsionando-a com a perna. E bizarro de ver, acontecem cenas realmente surreais.
    E incrível como as pessoas aceitam este tipo de maus-tratos e no final saem felizes e se sentindo vencedoras. Não e necessário vc ser humilhado e sentir a maior raiva do mundo pra se sentir vivo.
    O pior de tudo e que e enganado no início pois eles dizem que o treinamento não será fácil mas que trata-se de um quebra-cabeça que a ultima peça quando for colocada vc entenderá tudo e agradecerá por tudo que passou. Mas fica aguentado toda aquela humilhação e berros na orelha, e no final das contas não tem nenhuma recompensa. Nada de bom e aprendizado zero.
    A ignorância e falta de aceitação social da pessoa que passa por este procedimento e se sente bem ao final, tem que ser muito grande. Pois não preciso passar por uma situação tão ruim para me sentir forte e vencedor. Já me sinto como tal por ter chego até o presente momento da minha vida.
    Agradeço a tentativa de me fazer uma pessoa melhor, mas intensificou uma raiva que não existia em mim. Por exemplo no dia seguinte que cheguei, me deparei aos berros extremos como nunca havia acontecido com um atendente de telemarketing de uma empresa X que tentava me empurrar um novo cartão de crédito.
    Enfim, foi o dinheiro mais mal gasto em toda minha vida e terei que gastar o dobro agora para me recuperar num hotel 5 estrelas na praia com massagista diariamente. Já liguei na empresa do treinamento e pedi meu dinheiro de volta, já que está e uma das propagandas deles. Vou esperar pra ver! E volto aqui pra avisar o que deu, e caso não receba o dinheiro divulgo o nené da empresa.
    NÃO RECOMENDO ESTE CURSO, NEM PARA MEU PIOR INIMIGO!

    Nome completo: Gustavo de Campos Lazari

    RG.:30266545-6

    CPF.:221801198-01

    Tel. celular:(11)98331-6821

    Tel. Residencial:

    Endereço residencial completo: (CEP)R Aleixo Garcia 75. Apto 63. CEP 04545-010

    E-mail:gugacampos81@hotmail.com

    Data de nascimento: 24/11/1981

  357. Ricardo CB diz:

    Vou escrever este post em 3 partes:
    1- Meu relato.
    2- Como é o curso.
    3- Minha opinião.

    1- Meu relato:
    Fiz esse treinamento em 1999.
    Trabalho na área de TI e o gerente de uma empresa onde eu estava alocado me convenceu a fazer o treinamento/curso.
    Eu, como cético, não acredito em coisas milagrosas.
    Fui e paguei do meu bolso. Não fui obrigado e nem fui para melhorar minha performance. Eu tinha 28 anos e tinha acabado de perder minha mãe com um câncer devastador. Estava muito triste com a vida. Tinha também rompido um relacionamento com uma garota que eu adorava demais. A única coisa que tava funcionando para mim era o meu trabalho. Nada do que fizeram la comigo foi nem perto do que a vida me fez assistindo o sofrimento da minha querida mãe. O treinamento pra mim era água com açúcar. Eu considero a vida uma peça de teatro, onde entramos se ser consultados, e saímos sem sermos avisados. O treinamento (ou curso, como alguns preferem) é um teatro. Você pode entrar no clima, curtir, levar tudo na esportiva e tentar ver algo que sirva pra sua vida. O cara nunca te viu, nunca conviveu com você e grita na tua cara “Covarde!”. Oras, se você não é covarde, aquilo passa como se tivessem te chamado de José sendo seu nome Pedro! Mas se você realmente se achar um covarde, aquilo vai doer. E você vai reagir.

    Levei um amigo lá. Ele trabalhava comigo e tinha uma atitude incompatível com a importância dele na empresa. Também tinha uma atitude displicente com relação à vida dele. Ele foi lá. Passou por tudo isso que foi dito. E eu ainda pedi atenção especial…
    Ele continua trabalhando comigo. Continua meu amigo. Nos consideramos como irmãos. Ele diz que o curso não mudou ele em nada, mas todos que o conhecem acham o contrário, que ele mudou muito e para melhor.

    Tenho na minha família pessoas muito queridas que também têm atitudes estranhas com a vida. Mas não as levei lá. Eu imagino que não seria bom para elas. Tenho certeza que minha irmã, por exemplo, surtaria e sairia de lá pior do que entrou. Ela não aguentaria aquilo tudo. E não teria paciência de ir até o final e entender que tudo não passa de um jogo. Um jogo como aquelas pegadinhas que te provocam pra ver sua reação, e depois te contam que era brincadeira.

    2- Como é o curso
    Eu assumi o compromisso de não contar como é o curso e não costumo quebrar minha palavra. Mesmo assim eu vou contar como é o curso, mas não vou quebrar minha palavra.
    O curso um conjunto de dinâmicas de grupo (ou em grupo) onde as pessoas recebem tarefas ou são instigadas a reações diante de situações extremas. Existem castigos e recompensas. Castigos infantis (que muitos consideram humilhação). Recompensas igualmente infantis (que muitos consideram enganação). É evidente que ninguém te agride. Ok, podem te chamar te algo que você não goste. Mas pense comigo: Se você sabe que você não é aquilo, não vejo por que se sentir ofendido. Eu não me senti. E fui castigado, mas fazia parte do show. O curso também tem algo muito sutil que foi evidenciado naquele que participei: O espírito de equipe, grupo, união, ou seja lá o como quiserem chamar. Num determinado exercício os líderes eram punidos por erros de seus liderados. Num dado momento, uma líder se indignou por ser punida, e o monitor/treinador/ou como queiram chamar a pessoa que coordenava o exercício concordou com ela que era absurdo ela ser punida por um erro da equipe dela. Ela foi poupada. E toda a equipe (incluindo aqueles que tinha feito tudo corretamente, como eu) fomos punidos. Ela reclamava, dizia tudo aquilo era injusto. E nós eramos punidos (quem fez o curso sabe do que se trata) um atras do outro, e o treinador dizia a ela: Veja o que você esta fazendo com sua equipe…. Ela furou a fila, e pediu para ser punida no lugar do próximo liderado. A punição imediatamente foi encerrada. Ela entendeu que as atitudes dela refletiam nas pessoas da equipe dela. Como nossas atitudes impensadas normalmente fazem sofrer aqueles que amamos…
    O curso é puxado. Você é colocado no seu limite. Mas o nome do treinamento já te revela bastante sobre como é: Leader Trainning! No final, caso tenha curiosidade de chegar até lá, a pessoa é levada e perceber quantas avaliações precipitadas nós fazemos, quanto sofrimento atoa nós passamos, quantas vezes pintamos o fantasma bem mais feio do que ele realmente é. E todos são convidados a viver uma nova vida, com base naquilo que foi experimentado.

    3- Minha opinião
    Primeiramente não concordo com as pessoas que aqui escreveram que se trata de um golpe. As pessoas que levam (ou padrinhos) acreditam que aquilo tudo será útil para seus afilhados. Acreditam que os afilhados sairão de lá com algum aprendizado, alguma coisa que valha o dinheiro pago. Elas sabem o que acontece, afinal, já passaram por tudo aquilo! Também acho que cabe ao padrinho avaliar se aqueles exercícios são adequados às aos seus afilhados. Eu não levei várias pessoas da minha família que eu gostaria muito que enxergassem a vida de outro ponto de visa. E não as levei por uma razão simples: É muito ingênuo pensar que um único remédio pode curar qualquer problema.

    Mas eu também não compartilho da postura daqueles que, gostando do treinamento, chamam os outros de fracos, mimados, covardes, etc. Cada pessoa tem uma história de vida. Como diz uma música da Gal, cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é. Eu não me sinto ofendido se um motorista me xingar de qualquer coisa que seja. Eu sei que é o calor do momento. Se que se ele me conhecer melhor, talvez mude de opinião. Ou não! Devemos respeitar as pessoas e suas opiniões, ainda que totalmente errôneas.

    E quanto àqueles que opinam que o curso é um monte de coisas mas sequer o fizeram, eu diria o seguinte: Você está opinando sobre a sensação de algo que não sentiu!!! Fazendo uma analogia: Pense que você é solteiro e está decidindo se casa ou não casa. Então começa a ler relatos de pessoas casadas. Daí você lê os relatos de pessoas que separaram, com detalhes de como foram seus casamentos. Depois lê relatos daqueles que estão casados há 20, 30 anos. O que você diria daqueles que continuam achando que tomaram a melhor decisão da vida deles? Que fizeram lavagem cerebral (dado o relato de sofrimento dos outros).

    Gente, o treinamento pode ser ótimo para uns e péssimo para outros. Depende de cada um. Depende do momento de cada um, Depende das experiências de cada um. Depende de como se enxerga a vida, de como se encara os desafios. Eu gostei, e recomendo às pessoas que me perguntam sobre fazer ou não fazer. Mas sempre acho que devemos deixar claro que não é moleza, não é um clube onde você vai desfrutar de regalias e não é pra qualquer um.

    Concordo com o que postaram um dos Leandros, um Paulo e a Patrícia.

    Infelizmente as pancadas e os baldes de água fria da vida são muito mais reais, muito mais doloridos, e muito menos evitáveis.

    Por fim, deixo a seguinte pergunta: Para quem já assistiu o filme “A Lista de Schindler”, qual seria sua opinião sobre o filme e sobre Oskar Schindler se tivesse assistido apenas 2/3 do filme?
    []´s a

  358. must see diz:

    must see…

    A Nova Corja » Blog Archive » Você é um imbecil…

  359. Melissa diz:

    Ricardo, até concordo com você sobre respeito às opiniões e tal…mas…o problema é que, como as técnica utilizadas nesses treinamentos se baseiam em Programação Neuro Linguística, os treinandos não são capazes de expressar opiniões próprias…Afinal, PNL, nada mais é que Lavagem Cerebral, e não é necessário participar de um treinamento desses pra saber que a lavagem cerebral conduz as opiniões para a finalidade de quem a aplica, no caso, as empresas que ministram os treinamentos, a fim de conquistarem mais treinandos e conseguirem mais receita. Só isso. Mais nada.

  360. Henrique N diz:

    Melissa, o Leader Training NÃO é um treinamento de PNL.
    Não confunda as coisas.

    Já fiz ambos treinamentos e a diferença é gigantesca.

    Não estou defendendo, acho o Leader Training ruim e a maioria das empresas que oferece não faz nada do que prega, é tudo da boca pra fora, pergunte a pessoas que conhecem pessoalmente Arita, Tadashi e o Rodrigo da Lotus. Todos esses são pessoas sem a menor habilidade de lidar com pessoas e que usam uma formula pronta para ganhar dinheiro.

  361. Melissa diz:

    Concordo de novo quanto à sua opinião, Ricardo…rsrs…sei que o Leader Training não é um treinamento que visa ensinar PNL…mas que os métodos aplicados para que as pessoas se sintam bem ao final do curso, e todas as dinâmicas aplicadas, se baseiam na PNL, que,na minha opinião, nada mais é que lavagem cerebral, com a exclusiva finalidade real de fazer com que as pessoas que participam desses treinamentos tragam mais pessoas para participarem e assim, engordem o bolso das empresas que ministram tais cursos.

  362. Melissa diz:

    Ou seja, a fórmula pronta é baseada em PNL…(por sinal, bem parecida com a tal máquina da felicidade da novela das sete, né? rsrs)

  363. Desentupidora SP diz:

    Concordo plenamente com o ultimo comentário.
    Desentupidora SP

  364. Desentupidora e Dedetizadora SP diz:

    A verdade é que o treinamento é bom.
    Dedetizadora e Desentupidora SP - São Paulo

  365. Desentupidora SP - Desentupidora São Paulo diz:

    Verdade….

Comente