Todo o universo é provinciano

3:11 | 04/07/09 | Rodrigo Alvares

Entendo os nervos à flor de pele por causa dos fracassos conjuntos do futebol gaúcho nesta semana. Jamais exaltarei o bovinismo - até porque saí daí por criticá-lo -, mas enquanto somos chamados de bairristas e provincianos pelo centro do país, essas coisas ainda acontecem. Será que dá para ser mais original?

Juiz paulista diz que RS deveria ter deixado o país (ZH)

Sorte dos gaúchos que os poderes do desembargador Paulo Octávio Baptista Pereira estarão restritos ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O presidente eleito da Corte, com sede em São Paulo, afirmou recentemente que melhor seria se o Rio Grande do Sul não fizesse parte do Brasil.

“Se não fosse a Revolução Farroupilha, ou se nós não fizéssemos uma oposição a ela, quem sabe nós teríamos nos livrado do Rio Grande do Sul. Assim, o Estado estaria hoje ao lado do Uruguai”, disse Baptista Pereira.

As declarações do desembargador foram divulgadas durante um julgamento realizado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo no dia 16 de junho. A Corte analisava o direito dos presos provisórios de votar. Para Baptista Pereira, os defensores da proposta estavam querendo oferecer o ‘direito aos piores da sociedade, aos que estão presos‘. (…)

A polêmica veio à tona porque as declarações e a gravação da sessão foram divulgadas por reportagem do site Consultor Jurídico, especializado em Direito e Justiça. Na Justiça gaúcha, o teor gerou indignação. O diretor de Comunicação da Associação dos Juízes (Ajuris), desembargador Túlio Martins, disse lamentar a ‘bobagem’ dita pelo colega:

‘Esse desembargador esqueceu que jurou a defesa da Constituição. Trata-se de um comentário preconceituoso, superficial e pouco inteligente.’

O presidente da OAB gaúcha, Claudio Lamachia, considerou ‘inadmissíveis e despropositadas’ as declarações. Para ele, Baptista Pereira ‘pecou na falta de equilíbrio e ponderação’:

‘Tivesse o ilustre magistrado separatista a oportunidade de ter compartilhado com o povo gaúcho, certamente não estaria hoje com sua eleição contestada judicialmente‘, disse Lamachia, em referência a uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) que impediu a posse de Baptista Pereira na presidência do TRF.”

Não gosto de me ufanar, mas alguém precisa dizer a esse beócio que os gaúchos têm orgulho, sim, de fazer parte da federação. A menos que defender um estado fronteiriço com dois países não seja suficiente, aconselho o nobilíssimo a ir ao acampamento farroupilha, em setembro, trajando o uniforme da seleção argentina. Aí sim, vai saber o que é ser gaúcho e brasileiro - quer dizer, se a gauderiada deixar o infeliz sair de lá.

Oduj muito a mentalidade bovina, mas chega uma hora em que o vivente cansa de ouvir essas bobagens de separatismo e argentinismo. Pessoas morreram para defender as fronteiras e os gaúchos são estigmatizados por causa de uma guerra que durou dez anos, e não dez dias, como a “Revolução Constitucionalista”.

Está mais do que na hora de passar por cima desse provincianismo.

Tags: , , , ,

Postado por Rodrigo Alvares, 3:11, 04/07/09, na(s) categoria(s) Demência. Você pode acompanhar os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Deixe um comentário ou coloque um trackback em seu site.

54 comentários para “Todo o universo é provinciano”

  1. marlon diz:

    CALA A BOCA BAPTISTA

  2. Ariela diz:

    Me admira muito a cavalgadura do juiz.
    Então o sujeito detento, e olha que provisoriamente, não tem direitos?
    Ele deve fazer parte da turma de 64, para se referir a seres “piores”. A Justiça e os juízes existem para quê, então? se esses seres são assim piores, para que fim mantê-los encarcerados, hum?
    A questão do RS é boba, implicância de paulista que não sabe nada de nada.

    Esse juiz me fez lembrar muito o Festim Diabólico, do Hitchcock, em que um bon-vivant metido a intelectual acha que é um ser superior. Crendo em uma proposição lógica (sem entender do assunto), julga que uma frase é a realidade. A proposição, salvo engano do adiantado da hora, era “qualquer ser humano pode matar outro desde que se sinta capaz e mentalmente superior”. Daí que o personagem não só defende (como seu professor de filosofia, mas esse era um bufão) o homicídio legal, que seria realizado por seres superiores sobre inferiores, como ele de fato mata um amigo e celebra seu ‘funeral’ com um banquete sobre um caixão velado, onde repousa o corpo. O problema é que era apenas uma proposição.

    O meritíssimo não imagina, mas o RS, em imaginário, não faz e nunca fez parte.

  3. Carmencita diz:

    Isso tudo sem contar os juízes maçons que favorecem réus maçons.

  4. Andre Santos diz:

    Pois é, o que comentar depois de um JUIZ federal falar uma coisa dessas.
    Bom, infelizmente fizemos parte do mesmo paíz que uma pessoa deste tipo.
    Felizes seriam os que não dependessem de juízes desta extirpe.
    Pensando bem….. Ele está certo, seria OTIMO não pertencermos ao mesmo país que este descelebrado.
    Somos, pelo menos, mais educados que esta gente.

    Força Rio Grande.

  5. Carmencita diz:

    fizemos

    Não fazem mais?

    Extirpe estirpada.

    ÓPTIMO!

  6. Felipe do Campo dos Bugres diz:

    Paulo Octávio Baptista Pereira é O cara!

    Rodrigo Alvares, tu cagaste pela boca.

    É fácil defender o RS em SP.

  7. marlon diz:

    muito interessante o comentário da Ariela.

    alguns pitacos:

    a) teoricamente, os piores da sociedade são os que estão presos. claro que sabemos que no braziu não é assim, muito pelo contrário. de qualquer forma, e ainda teórica e politicamente, a exclusão do direito ao voto aos presos justificar-se-ia (pega na minha mesóclise, Jânio Quadros), dependendo do crime. a justificativa desse argumento é controversa e difícil de explicar, mas se encontra no argumento de Hannah Arendt pelo enforcamento de Eichmann (in Eichmann in Jerusalem, 1963).

    b) o Festim Diabólico ilustra exatamente o entendimento de Arendt do papel da ideologia em movimentos totalitários: parte-se de uma premissa (idéia) aceita como inquestionável, e todas as ações (praxis) são decorrentes da aplicação lógica dessa premissa. no nazismo, o movimento darwiniano da Natureza, que inevitavelmente exclui “raças” inferiores; essa premissa faz com que o extermínio - no filme, o assassinato - de “raças” consideradas, por quaisquer motivos ideológicos, como inferiores, seja apenas uma aceleração de um processo natural inevitável, e assim uma obrigação para com a Natureza; no stalinismo, troca-se “Natureza” por “História”, no sentido hegeliano: a eliminação de classes. inferiores).

    ideologia aqui corresponde exatamente ao seu étimo: ideo + logia, a lógica (incontestável em si mesma) de uma idéia (aceita como dogma, e portanto igualmente inquestionável).

    mas enfim, gostaria de saber mais da vida do Dr Baptista para compreender o que o fez pronunciar comentário tão infeliz.

  8. Paula Tejando diz:

    É fácil defender(?) o RS em SP.[2]

    Ah, e não esqueçam, o funeral do MJ será na próxima terça.

  9. Paula Tejando diz:

    Porque será que o Rodrigo cortou justo essa parte da declaração do juiz:

    “— Quando o juiz manda um sujeito desses para a cadeia ou é crime de muita gravidade ou é reincidência, ainda que seja provisoriamente.

    Foi nesse momento que o desembargador lembrou do Rio Grande do Sul em razão do episódio envolvendo um juiz que, em razão da superlotação dos presídios, recusou o pedido de prisão preventiva de 15 suspeitos de furtar caminhões em Canoas. O fato ocorreu em maio.

    — O Rio Grande do Sul é uma maravilha. Se dependesse desse Estado todos os problemas do país estariam resolvidos. Haja vista um colega lá, com quadrilha presa, mandou soltar porque não tinha vagas no presídio. É direito alternativo. Eles (os magistrados) fazem do jeito que acham. “Essa lei não serve, não é justa, então eu não a aplico, eu faço a minha aqui”. ”

    ????

    Responda-nos se puder, fiel escudeiro guasca.

  10. Paula Tejando diz:

    Pq será que o Rodrigou cortou justo esta parte:

    “— Quando o juiz manda um sujeito desses para a cadeia ou é crime de muita gravidade ou é reincidência, ainda que seja provisoriamente.

    [b]Foi nesse momento que o desembargador lembrou do Rio Grande do Sul em razão do episódio envolvendo um juiz que, em razão da superlotação dos presídios, recusou o pedido de prisão preventiva de 15 suspeitos de furtar caminhões em Canoas.[/b] O fato ocorreu em maio.

    — O Rio Grande do Sul é uma maravilha. Se dependesse desse Estado todos os problemas do país estariam resolvidos. Haja vista um colega lá, com quadrilha presa, mandou soltar porque não tinha vagas no presídio. É direito alternativo. Eles (os magistrados) fazem do jeito que acham. “Essa lei não serve, não é justa, então eu não a aplico, eu faço a minha aqui”. ”

    ????

    Responda se puder, fiel escudeiro guasca!

  11. Carmencita diz:

    O quê? O darwinismo se assemelha ao nazismo?

    A função do próprio direito é proteger humanos menos favorecidos, não importando suas capacidades. Ou (in)justiça já está apoiando largamente o extermínio de bebês indígenas doentes? E a pena de morte já voltou?

  12. Carmencita diz:

    O juiz quis comer uma gaúcha e ela não deu.

  13. Paula Tejando diz:

    O link para poderem ler na integra, sem (…):

    http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a2568719.xml

  14. Paula Tejando diz:

    A bovinada, como o Rodrigo, ‘adorou’ a matéria da ZH. Vejam o nível de alguns comments:

    “Antonio Diaz - cabanhafogonera@yahoo.com

    Ver o meu RIO GRANDE DO SUL separado do brasil e o meu sonho,como era do meu bisavo,avo pai e o meu,somos da fronteira somos outra gente nao temos nada a ver com o resto do brasil,temos tradiçao,cultura,sei que nao vou ver isso,nossos antepassados,sederam ao imperio,agora so resta lamentar,somos homens de a cavalo,e nunca o resto dese brasilsinho vai entender nossos ideais..”

  15. marlon diz:

    sim, carmencita; o darwinismo tem muitos elementos totalitários (assim como Hegel, Marx, Sorel, e mesmo Heizl). eu não usaria “assemelha-se”, o que é outra coisa; mas o fato de que os dois grandes movimentos totalitários, nazismo e stalinismo, apoiaram-se em Darwin, Hegel e Marx diz muito a respeito destes.

    em teoria, “humanos menos favorecidos” é uma coisa, criminoso é outra. (em teoria porque, na prática, a imensa maioria dos presos é composta de pessoas que podem ser consideradas “menos favorecidas”. isso não exclui a pertinência de discutir a teoria). a pena de morte existe na prática; a questão que apontei (Arendt e Eichmann) é absolutamente teórica, até pela impossibilidade de julgar (e punir) os crimes de Eichmann.

  16. Carmencita diz:

    Se for assim, até o cristianismo é evolucionista. Só os bonzinhos vão para o Céu.

  17. Rodrigo Alvares diz:

    Felipe: “É fácil defender o RS em SP.”?

    Desculpe, mas no RS nem me prestaria a fazer isso. Só não tenho vocação para Irton Marx e uma hora cansa.

  18. Rodrigo Alvares diz:

    Paula: acho lamentável que esse tipo de coisa ainda aconteça. A parte na qual ele fala bem do RS foi porque percebeu o nível de bobagem que tinha acabado de dizer e quis fazer uma média.

  19. Diogo diz:

    Orgulho de fazer parte da “federação”?

    Fale por você Rodrigo. Que fui vou procurar o significado de FEDERAÇÃO na Constituição e o verbete está na categoria ACRE.

    Cansamos de botar fogo no Pasto aqui no blog, ridicularizando o lugar comum do “gaúcho melhor em tudo” e não vai ser por motivo de polidez diplomática que eu vou deixar de afirmar que o Brasil é uma GRANDE M***.

    Me conta UM motivo para se ter orgulho do Brasil? Só o fato de que o RS [pequena M***] ter alguns indicadores sócio-econômicos ligeiramente melhores que a média nacional dá uma idéia do desafio.

  20. MONJOLO PANZOLINI diz:

    Rodrigo, ele não fala bem. Ele CHINELEIA - e com muita razão, neste caso - o RS. Aquele “é uma maravilha” é sarcástico.

    E sem essa parte do texto eu não tinha mesmo entendido qual diabos era o contexto da afirmação do rapaz.

  21. MONJOLO PANZOLINI diz:

    E pois é, eu conheço muita - MUITA - gente pra quem o Paulo Octávio viraria uma espécie de HERÓI ESTRANGEIRO.

    Ou seja, esse assunto é MAIS UMA polarização GAÓCHA.

  22. Thiago diz:

    No fim todos querem aperecer, essa é a verdade!

  23. Fábio Carvalho diz:

    Paula Tejando,

    O Rio Grande do Sul talvez ainda seja o único estado do país que NÃO TEM presos provisórios em delegacias. Eu já vi caso de réu condenado que cumpriu pena integralmente em delegacia. Isto é, não foi “apenas” porque o julgamento demorou: o sujeito foi condenado e continuou na delegacia, ao invés de seguir para uma penitenciária.

    Eu já li ou ouvi uma explicação (não sei se verdadeira) de que isso tem a ver com a recusa de magistrados gaúchos que se insurgiram ao verificar o recorrente descumprimento da lei de execuções penais. Muitos estados mantém masmorras nas delegacias porque lá, ora, lá estão os piores. Danem-se. Dane-se inclusive a lei.

    Ok, a governadora pensa haver excelente condição do Presídio Central, mas isso é outra história. É xenofóbico imaginar que isso tem a ver com o fato dela ser paulista. Daí um juiz de Canoas fez o que fez e o Baptista vem falar em lei.

    Com declarações desse tipo, poucos vão lamentar se Baptista perder a vaga para a desembargadora Suzana Camargo. Ela é a amiga do Gilmar Mendes que tentou fazer com que Fausto De Sanctis reconsiderasse a prisão preventiva do Daniel Dantas e ainda está implicada na história do “grampo ilegal” que a Veja denunciou.

  24. João Carlos Cembranel diz:

    1) Carmencita, o que disse sobre maçonaria é interessante e se o véu fosse descortinado acho que o blog teria assunto para uma década. Mas se bem que, quem tem Cristo no coração, não importa se o algoz é ou não membro de alguma ordem secreta ou não, estará sempre muito bem resguardado;
    2) Rodrigo filtrou também a parte que o site CONJUR é muito criticado porque teria feito o lançamento da discussão (= resbalado as lúdicas e tristes manifestações do Des. Baptista) somente porque o Des. paulista teve sua eleição para presidência questionada liminarmente na Justiça e o julgador/relator em Brasília é o Min. Eros Grau que tem como cidade natal a gauchissima Santa Maria. Portanto… touchè, ou seja, nada é ao acaso, nem as acusações, nem as manifestações, e nós aqui dando cordel estamos servindo de instrumento àqueles que não querem o Des. Baptista na presidência do TRF da 3ª Região. Aliás… isso me faz perguntar a mim mesmo: POR QUE NÃO QUEREM O DES. BAPTISTA NA PRESIDÊNCIA DO TRF-3ª REGIÃO?
    3º) Carmencita, infelizmente a base ideológica do nazismo tinha muito de Darwin e o tal “evoluscionismo”, afinal, quer queira ou não, para cada 1 morto por religião temos aproximadamente 5 mortos pela aclamada “ciência”, ou seja, fé & ideologia religiosa (ou fanatismo até) mata muito menos do que àqueles que creem na insípida, inodora e incolor ciência (!);
    4º) A todos aqueles que levantam a voz contra os Cristãos, antes de o fazê-lo, recomendo no mínimo, mas n.o. m.í.n.i.m.o. a leitura de um dos Evangelhos (recomendo São João, apóstolo do amor), se depois desta leitura básica ainda quiseram achincalhar ou desdenhar da fé ou de Deus, estão totalmente liberados. Mas o que não se pode aceitar quieto são pessoas que nunca botaram os olhos numa Bíblia, nunca pisaram numa Igreja (ou templo evangélico), nunca se preocuparam com os princípios religiosos, virem matraquear e desdizê-los. Eu discuto filosofia e religião, mas com quem no mínimo teve a condição de ter uma visão dos dois lados, já que simplismente descer a lenha sem nunca ter tido a preocupação sequer de ter procurado entender o significado, isso sim é o supra sumo da imbecibilidade.

    Resumo da ópera (para quem gosta de ler só o final do post):
    FAZER O BEM NÃO IMPORTA A QUEM é uma das finalidades mestras da existência humana, é ser, assim, humano.

    Abra$$o!

    (PS: o convite para o drink continua de pé, meio cambaleante, mas de pé!)

  25. Carmencita diz:

    Tem maçom querendo se fazer de desentendido.

  26. Carmencita diz:

    Já sei o que vou fazer. Vou combinar o local e o horário do drink. Aí caontato e contrato um amigo meu que é travesti para ir ao encontro. O Xhuxhu de Arimathéia é muito religioso e bonzinho. Discute religião cristã que é uma beleza. Vai mostrar o cajado do Senhor.

  27. Carmencita diz:

    Carmenrata:
    contato

  28. MONJOLO PANZOLINI .'. diz:

    TRÍPLICE E FRATERNO ABRAÇO, CEMBRANEL

  29. Rodrigo Alvares diz:

    Cembranel: “A todos aqueles que levantam a voz contra os Cristãos, antes de o fazê-lo, recomendo no mínimo, mas n.o. m.í.n.i.m.o. a leitura de um dos Evangelhos”.

    Fiz catequese e estudei em colégio franciscano. Estou liberado para praguejar.

  30. van diz:

    Darwin deve estar dando sua zilionésima virada no túmulo. Só faltou a apelação final dizendo que as mulheres realmente são o “segundo sexo” como está descrito na teoria do evolucionismo. Ninguém merece…

  31. Sbentenar Container diz:

    - Pelo menos nunca teríamos uma (des)governadora paulista na República Rio-Grandense.

  32. André diz:

    A putaria não tem limites no bovinão : http:// http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&uf=1&local=1&template=3948.dwt&section=Blogs&post=199994&blog=218&coldir=1&topo=3951.dwt

  33. André diz:

    A putaria não tem limites no bovinão : http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&uf=1&local=1&template=3948.dwt&section=Blogs&post=199994&blog=218&coldir=1&topo=3951.dwt

  34. GrabauskaSma diz:

    André!

    Depois do Santana pedir para “deixar a mulher trabalhar” o que tu queria!!!

    ahuaha.

  35. K. diz:

    Logo nós, que a cada solenidade nos sentimos desconfortáveis com o hino nacional, mas cantamos com orgulho o belicoso hino rio-grandense, logo nós como atacados por esse, argh!, separatista. Isso é um ultraje!

  36. K. diz:

    Analisando friamente, a reportagem publicada por ZH não tem o menor fundamento! A explicação do douto está na parte de baixo da página. Ele é contra a separação. Há um complô contra ele, pra pressionar o voto do Eros Grau, que é gaúcho, no STF. Fizeram tempestade em copo d’água. Pátria amada Brasil!

  37. Ariela diz:

    Pois é, Marlon, a coisa rende. Poucos entenderam Darwin, e, como a coisa vai, acho que vão queimar A Origem das Espécies por fanatismo qualquer dia.
    Adoraria prosseguir, mas em outro foro de discussão, por conta do limite do zoo.

  38. Ariela diz:

    Agora, sinceramente, fora a parte de tachar pessoas de “piores”, eu acho que o RS não tem nada a ver com o restante do país mesmo, assim como a maioria dos Estados da Federação nada têm a ver entre si, a não ser remotamente uma língua. O Brasil, esse gigante infantil (e babão), é um erro histórico. Por isso que demência pior que aqui, nem no Burundi.

  39. AUGUST.'. diz:

    Maçonaria: grupo de crentes em um ser superior diferente e não muito bem identificado (o “Grande Arquiteto do Universo”) que se reúne para realizar rituais sobrenaturais e, dizem, se ajudar mutuamente.

    Cristãos: pessoas crentes no ser sobrenatural que teria mandado seu filho à Terra na região do atual Israel há 2000 anos.

    Fé: acreditar em eventos sobrenaturais pq alguém, real ou, igualmente, sobrenatural, de forma próxima ou remota, disse que eles são verdadeiros.

    O que tais temas têm a ver com a notícia?

  40. Carmencita diz:

    Comentários mais TFP do Universo.

  41. van diz:

    Deixei o seguinte comentário no portal do Sr. Batista Pereira, assim mesmo sem o P:
    “Bom Dia,
    Acabo de ler matéria no blog A Nova Corja, q. reproduz matéria do Zero Hora sobre a infeliz declaração feita pelo Sr. em relação ao “nosso” Rio Grande do Sul.
    Como fica a auto estima de um povo, que se já não bastasse ser vítima e surrupiado, sem chances de justiça, por uma desgovernadora PAULISTA, ainda é atacado por um magistrado PAULISTA de forma tão estapafúrdia?
    Por que o Sr. não se inteira da situação dos presídios daquele Estado, já tão e sempre marginalizado. Por favor, no mínimo um pedido de desculpas.
    Ah, sou Fluminense e moro em São Paulo há anos. Foi uma observação infeliz e me envergonhou por ser Brasileira.”

  42. Foderantim diz:

    Acho que o J da paulicéia desvairada, desgarrada e engaysada tá mais é que é certo. Enfia tudo, de SônPala prá baixo no rabo do Uruguay (será que eles vâo querer) que o brasil ficaria bem melhor. Essa regiâo é onde existe o maior numero de gente corrupto por metro quadrado. Veado entâo, haja, haja.

  43. gg diz:

    Ah, parem, porra! Parem com essa bichice de orgulho ferido. Sejam homens.

    Vamos ser francos: este estado é muitoo atrasado. Tem cinema aqui? Não. Livraria? Não. Arte? Não. Arquitetura? Não. Beleza? Não. Restaurante bom? Não. Moda? Não. Time bom que ganha a Copa do Brasil? Não. Fábrica? Não - o Olívio não gostava. TEM JORNAL AQUI? Não, NEM ISSO tem! Ou seja, não tem aqui nada quase que seja remotamente parecido com um lugar civilizado. Por que é, então, que o Judiciário gaúcho se acha tão bom? Pelamordedeus. Não adianta disfarçar.

    OU como disse outro (redentor, gaúcho): A SOLUÇÃO PRA SUPERLOTAÇÃO DOS PRESÍDIOS NÃO ERA SOLTAR OS MARGINAIS. É difícil de entender? Quer que eu desenhe?

    Claro, os juizes gaúchos, que gostam de se congratular nas ocasiões sociais e na imprensa como “os mais avançados do Brasil”, agora ouviram a real impressão que os outros têm deles. Aliás, não é só magistrado que odeia magistrado. Acho que todo mundo que leu a tese sociológica mais recente da Justiça gaúcha também.

    Eu, se pudesse, mandava-os todos pro Uruguai, mesmo, para ir passear naquela rambla de Montevideo. O Uruguai, sim, que é bacana pra gaúcho-gaúcho-mesmo: lá não tem fábricas e tem 3 cabeças de gado para cada ser humano. Perfeito! Dá pra soltar todos os marginais por lá - e eles ainda fazem um churrasco!

  44. Juca Brito diz:

    A todos - repito, A TODOS que desejarem discutir comigo a existência das fadas madrinhas, eu recomendo - não, eu exijo - como pré-requisito absolutamente mínimo a leitura de alguma das memoráveis obras dos Irmãos Grimm.

    Este é um aviso final. Não discutirei fenomenologia fantástica, ocultismo ou angelologia com ignorantes por opção.

    E não adianta insistir.

    Fui claro?

    Se fui, pisquem duas vezes, rapidamente.

    Obrigado.

  45. João Carlos Cembranel diz:

    pisquei

  46. João Carlos Cembranel diz:

    pisquei novamente

  47. marlon diz:

    pegará.

  48. Carmencita diz:

    F@das madrinhas.

  49. ORRESTODOMUNDO diz:

    Em Floripa tinha(?) tabela de preços mais salgada para paulistas e argentinos… tenho certeza de que ser gaúcho é muito mais fácil do que ser paulista por esse braziu.

  50. Lula Lelé diz:

    Maçonaria: Ajuda entre amigos às custas do Estado.

  51. van diz:

    Juca Brito. Tb. o quê ser depois do finde torturado pelos moleques, comparecendo com a patroa, sem falar do churras e a pelada com o pessoal do escritório. Ê vidão! Recolhe os pedaços.

  52. Candice diz:

    Paula Tejando;

    Uma explication, please: “Sederam” no caso é estar com sede?

  53. yvan diz:

    Paulista é tudo puto.

  54. Bento diz:

    Me da um bom motivo para pertencer ao braziu??? Este pais que só quer saber de futebol e carnaval, adora ser manipulado e ainda se acha a nova potencia mundial… O merdil nem devia existir. É uma patria do faz de conta, dominada por um bando de corruptos. Que vivam eternamente de bolsa-familia. Obrigado sr juiz de merda, adeus braziu! Que vivam de bolsa-esmola, carnaval e futebol…
    VIVA A REPUBLICA RIO GRANDENSE!!!

Comente