Tag ‘Delúbio’

Cadê o Roberto Jefferson quando preciso?

15:14 | 19/03/09 | Rodrigo Alvares

delubio.jpg
“Não avisei que o Brasil é uma piada de boteco?”

Delúbio visita petistas no Congresso e pede para voltar ao partido (Folha)

Tesoureiro do PT durante o escândalo do mensalão, Delúbio Soares pediu para voltar ao partido. A cúpula simpatiza com o retorno, que depende de votação do diretório nacional.

Em carta de três parágrafos entregue ontem ao presidente da sigla, deputado Ricardo Berzoini, Delúbio disse que sofreu uma pena dura e que merece uma segunda chance. À tarde, o ex-tesoureiro visitou gabinetes petistas no Congresso, num lobby pela sua reabilitação. Não deu declarações, só sorrisos.

Berzoini prometeu a Delúbio, expulso no auge do escândalo, em 2005, que colocará o pedido em votação na próxima reunião do diretório, em maio. O deputado preferiu não comentar ontem o assunto: ‘Tenho a obrigação de conduzir esse processo, portanto, não falo sobre seu mérito’. (…)

Há pelo menos um ano Delúbio vem pavimentando seu retorno ao PT. O ex-tesoureiro viajou para vários Estados organizando plenárias com a militância, nas quais propagandeava sua lealdade ao partido que ajudou a fundar e a suposição de que nunca se beneficiou do esquema. Nas entrelinhas, o recado era o de que assumiu o ônus da culpa calado.

Segundo relatos de pessoas influentes na máquina partidária, a volta de Delúbio tem muita simpatia na legenda. Sua mulher, Mônica Valente, é integrante do diretório, e ele conta com o apoio do ex-ministro José Dirceu –apontado como ‘chefe da quadrilha’ do mensalão no inquérito que corre sobre o caso no STF (Supremo Tribunal Federal), no qual Delúbio também é réu. Todos negam irregularidades.

‘Os argumentos dele fazem sentido. Pretendo avaliar com calma o pedido’, disse o líder do partido na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), um dos visitados pelo ex-tesoureiro.”

Agora só falta o Silvinho Pereira exigir a Land Rover de volta.

Apareceu a Margarida, olê, olê olá!

20:59 | 21/04/08 | Leandro Demori

Delúbio celebra aliança PT-PMDB

Um dos articuladores da união entre os partidos, Ex-tesoureiro
petista participou de churrasco e admitiu ter atuado pelo acordo

Até agora restrito às articulações de bastidores em prol da aliança entre PMDB e PT em Goiânia, o ex-petista Delúbio Soares tomou parte ontem nas comemorações do sucesso do acordo, em churrasco promovido em uma chácara, e admitiu ter trabalhado pelo resultado. Expulso do PT em função do escândalo do mensalão, Delúbio se intitulou “defensor histórico” da união e disse que os dois partidos devem se unir contra PSDB e DEM no Estado.

(…)

“Defendo há muito tempo essa aliança entre PMDB e PT e não tenho dúvidas de que ela dará certo”, disse o ex-tesoureiro, na Chácara Samambaia, localizada na região do Câmpus 2 da Universidade Federal de Goiás (UFG). “Estou muito satisfeito com essa aliança, não como filiado do partido, mas como petista”, disse, segundo relatos de petistas presentes no churrasco.

(…)

Delúbio aproveitou o discurso para falar de seu envolvimento no escândalo do mensalão. Disse que se sente “injustiçado” pela acusação de que operacionalizou a distribuição de dinheiro a parlamentares em troca de apoio no Congresso.