Tag ‘mansão’

Crise? Não é comigo

15:45 | 03/07/09 | Rodrigo Alvares

Que mimo o texto do presidente do Senado, José Sarney (PMDB/MA-AP), na Folha de S.Paulo de hoje (para assinantes):

Pinotti, um vazio que fica

Neruda, quando Silvestre Revueltas morreu, disse num verso forte que sua impressão era que um carvalho tinha tombado no meio do tempo. Essa é a sensação que temos quando perdemos um amigo que não era só uma ligação sentimental, mas um homem que carregava qualidades e virtudes que envolvem nessa perda a sociedade, o patrimônio humano do País. (…)

Quando morre um homem como o professor Pinotti, ficamos menores em nossa paisagem humana e de valores.”

Foto: Fabio Motta/AE
fabiomotta-sarneylandia.jpg

Todo o respeito a Pinotti, mas se ninguém caiu na história de que Sarney ocultou da Justiça Eleitoral uma casa de Brasília avaliada em R$ 4 milhões e culpou o contador, o excelentíssimo perdeu uma boa chance de tentar se defender de tantas denúncias.

Ainda bem que o capitão hereditário do Maranhão e do PMDB tem o apoio dos paladinos da Ética: Lula e seus senadores do PT, que como Sérgio Moraes (PTB/Ferradura), estão se lixando para tudo. Menos para 2010.

Sem puxão de peruca cabelo, por favor

0:13 | 25/09/08 | Walter Valdevino

Giovani Grizotti no Direto da Fonte:

Mariângela desafia Yeda em reunião do Conselho

Alguns integrantes do Conselho Estadual da Cultura saíram chocados da reunião de hoje do colegiado, diante da declaração da presidente Mariângela Grando. Ela disse que só deixa o cargo “depois que Yeda explicar a compra de sua casa”.

Man$ão - Capítulo 1022, volume 2

19:55 | 30/08/08 | Walter Valdevino

Arffff.

Enquanto a notícia bananense do sabadão é a denúncia da Veja de que a Abin arapongava de fato os telefones do $TF, aqui no Bovinão - algumas horas após o início da maior feira bovina do universo - surge mais um capítulo na história da man$ão desgovernada da desgovernadora Yoda Cru$iu$.

yodaboi.jpg
Mu (Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini)

Como postamos aqui, ontem a Rosane de Oliveira publicou na Página 10 da Zero Hora e em seu blog um anúncio da edição número 12 da revista Imóvel Class de março/abril de 2006 no qual a casa comprada pela desgovernadora no dia 06/12/06 era anunciada por R$ 1,45 milhão (pobreza. nojo).

Só lembrando: o valor final e fatal da venda foi de R$ 750 mil (R$ 550 mil à vista e mais R$ 200 mil quando zzz… ronc… zzz). O anúncio será entregue nesta segunda pelo advogado Pedro Ruas (P$OL) ao conselheiro Porfírio Peixoto, presidente em exercício do TC€.

Pois bem, ontem mesmo o advogado criminalista de Yoda, Paulo Olimpio Gomes de Souza, foi pessoalmente na RBS entregar para a Rosane de Oliveira um anúncio da própria Zero Hora, do dia 26 de novembro de 2006, no qual a man$ão era ofertada por R$ 850 mil. Oito meses depois e $eu Laranja, atolado até o pescoço em dívidas, teria reduzido o preço da casa em R$ 600 mil (pobreza. horror). Ok? Ok.

Ok, se não tivesse começado uma $u$peita meio estranha (aqui no blog no comentário do alex e no blog da Rádio Gaúcha, por exemplo). Vejamos com atenção:

yodacasa5.jpg

$umiram duas suítes.
$umiram 2 garagens.
$umiram R$ 600 mil (esmola. lastimável)

O que isso quer dizer? Absolutamente nada, ora.

Zzz… ronc… zzz.

Saindo para encher a cara, ok? Ok.

Demori: a$$uma o controle do blog. Estou tentando te ligar pela linha supostamente sem grampo, mas há chiado. Estou desconfiado. Ok? Retorne ligação. Ok?

Man$ão - Capítulo 934

9:07 | 29/08/08 | Walter Valdevino

Je$u$. Ninguém agüenta mais essa história da man$ão desgovernada da desgovernadora.

Tico e Teco estão tão atrapalhados com essas milhares de ver$õe$ para justificar a compra da man$ão que simplesmente desistiram de acreditar em qualquer coisa. Não está colando nenhuma das versões. Ok? Ok. Ok.

yodacasa3.jpg
Brega. Demais.

Pois bem, a última novidade está lá no blog da Rosane de Oliveira e pode ser resumida na imagem abaixo:

yodacasa2.jpg

“A história sem fim da compra da casa da governadora Yeda Crusius ganhará um capítulo adicional hoje, quando o advogado Pedro Ruas, do PSOL, entregar ao conselheiro Porfírio Peixoto, presidente em exercício do Tribunal de Contas do Estado, cópia da edição número 12 da revista Imóvel Class de março/abril de 2006.

A revista contém um anúncio, com foto, de uma casa de 467 metros quadrados, quatro suítes, piso e piscina aquecidos, piso de mármore italiano na sala de estar, canil, garagem para três carros e outros itens para atrair clientes potenciais. Preço: R$ 1,45 milhão.

É a casa que Yeda comprou no início de dezembro do mesmo ano por R$ 750 mil, quase metade do valor pedido oito meses antes.”

ISSO TEM QUE TER FIM.

Ok?

Ok.

Exclusivo ($$$): dívidas do Sr. Laranja com o Banrisul

21:58 | 13/08/08 | A Nova Corja

De tédio não se morre no Bovinão, nosso querido pa$to.

Não é que bem na semana em que o Procurador Geral do Ministério Público de Contas, Geraldo da Camino, irá divulgar seu relatório sobre as desculpas da querida desgovernadora Yoda Cru$iu$ sobre a compra mi$terio$a de sua man$ão, um pombo-lôco-correio dá de cabeça nas vidraças blindadas do 98º andar do Busine$$ Center da Nova Corja Corp. (mudamos de andar por segurança, medo da Tauru$, ok?) e nos deixa um documento MUY intere$$ante.

Lembra de um dos nossos posts que citava o Estadão e dizia isto?:

Além disso, o partido [Pê Tê] quer que o Ministério Público de Contas verifique se o Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) lançou na conta de provisão de créditos de liquidação duvidosa dívidas que o vendedor do imóvel, Eduardo Laranja da Fonseca, teria com a instituição.”

Obviamente todos os bovinóides (zzz…zzz..zzz) ficaram curiosos para saber que dívidas seriam essas de Laranja e sua Self Construtora com o Banri$ul. Pois o pombo-lôco nos esclareceu (quase) tudo. Eis a montanha de dinheiro (clica na imagem para ler maismaiordegrande):

O que isso quer dizer? Muita coisa ou pouca coisa. Que Laranja estava realmente na fo$$a e aceitou vender a man$ão por R$ 250.000 (pobreza) a menos do que foi oferecido a José Luís Borsatto? Ou que está muito estranha essa situação de Laranja, devendo essa bagatela mas não sendo cobrado pelos R$ 2.251.011,28 (pobreza)? Ou a dívida com o Banri$ul não tem nada a ver com a dívida de Laranja com o Itaú (rolos conhecidos dos processos 70025387580, 001/1.06.0200512-8, etc.) usada pelo advogado de Yoda para justifcar os R$ 200 mil que faltam para fechar a conta da man$ão?

Aguardem as cenas dos próximos capítulos.

De tédio não se morre no Bovinão, nosso querido pa$to.

UPDATE (05:03 - zzz…zzz…zzz) - Xiiii. Maldito pombo-correio assanhadinho que andou entrando em outras janelas:

Folha de S. Paulo de hoje (quinta-feira, 14/08/08):

Banrisul só cobrou vendedor de casa a Yeda após escândalo

Banco estatal demora 5 meses para entrar com ação de cobrança de dívida de R$ 2,2 mi

Para oposição, empresário pode ter se beneficiado no banco por causa de relação com governadora; Banrisul e Yeda negam irregularidades”

(more…)

Araruama, 806 para PCPA

15:30 | 07/08/08 | Walter Valdevino

yodapresidiocentral.jpg
Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

O Millenium Falcon da Yoda

15:56 | 22/07/08 | A Nova Corja

Segundo a Rosane de Oliveira na Zero Hora de hoje, “o advogado Paulo Olímpio Gomes de Souza deve entregar hoje à tarde ao procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo da Camino, os documentos sobre a origem dos recursos usados pela governadora Yeda Crusius para a compra de sua casa, no final de 2006“.

Enquanto não temos notícia dos documentos, aproveitamos para lembrar da representação do P$OL e do PV que deu origem ao pedido de explicação dos $$$$$$$ para a compra da casa e divulgar a que o Pê Tê também enviou a Geraldo da Camino em 10 de julho. Esta segunda representação engloba a questão da casa, as falcatruas do João Luiz Papai Noel Vargas, (presidente do TC€ bovino) e o caso da empresa MD Serviços de Segurança Ltda., envolvida com as falcatruas do Detran.

Você pode ler a representação do Pê Tê na íntegra, em pdf, aqui.

Para facilitar o serviço, colocamos abaixo os pontos mais interessantes relacionados à casa da desgovernadora e à evolução de seu patrimônio. Será que o desgoverno vai conseguir provar que a aritmética do Pê Tê está errada? Teve pelo menos uns 4 meses para isso…

1
) A questão: “A governadora comprou a residência na Rua Araruama, uma casa de 467 metros quadrados em Porto Alegre dia 6 de dezembro de 2006, por R$ 750 mil, sendo avaliada em R$ 900 mil pela prefeitura da capital. No bairro Chácara das Pedras, onde se situa a residência da governadora, abriga mansões com avaliação de mercado girando em torno de R$ 1,3 a R$ 1,5 milhão.”

2) A alegação de Yoda: “A Governadora pagou um preço inferior ao avaliado pela prefeitura e ao valor praticado no mercado, através, segundo ela mesma da venda de alguns bens:

a) um veículo Passat;
b) um apartamento em Brasília, que possuía dívida decorrente de financiamento;
c) um apartamento em Capão da Canoa, que além de nunca ter estado em seu nome, tem registro de indisponibilidade pela Justiça desde 2002, devido a um processo de falência do co-proprietário, o que significa que não poderia ser alienado, doado, transferido ou dado como pagamento.

3) “A situação patrimonial em maio/2006“:

yodapratrimonio1.jpg

4) “A situação patrimonial em dezembro/2006” [apesar do “Abril/2008″ na tabela]:

yodapratrimonio2.jpg

5) Investimentos financeiros: “O total de valores e investimentos financeiros, que presume-se utilizados, foram atualizados pelo IGP-M, e acrescidos da taxa de 1% ao mês, assumindo-se que estavam aplicados.”

yodapratrimonio3.jpg

6) Apê em Bra$ília: “O Apartamento em Brasília possuía dívida imobiliária (alienação fiduciária). Mantendo-se as taxas praticadas pela CEF, o valor declarado da venda e calculando o saldo devedor para quitação, este possui valor líquido aproximado de R$ 206.922 mil:”

yodapratrimonio4.jpg

7) O Pa$$at: “O veículo PASSAT IRC 4554 que teria sido vendido, avaliado pelo melhor preço pela tabela FIPE/FGV, utilizada pelas seguradoras para estipular o valor de mercado importa em R$ 27.3 mil.”

yodapratrimonio5.jpg

OB$ no$$a: Na sua prestação de contas, a nossa querida desgovernadora declarou que seu estimado Passat Alemão 1998 custava R$ 43 mil em maio de 2006. Para tentar explicar a compra da casa nova, disse que vendeu o carrinho que está na foto abaixo, quando recebeu o então candidato à presidência Geraldo Alckmin (PSDB) no Salgado Filho.

chuchu05b.jpg
Carroça

Momento de silêncio profundo

Ok, vamos lá: longe de nós questionar a lisura da desgovernadora, mas achamos brabo que alguém tenha sido idiota o suficiente para pagar R$ 43 mil por esse carro.

Como existe internet para tudo, tu pode ver por quanto algumas pessoas se dispuseram a vender aqui e aqui. Agora é ver quanto o groupie de Yeda pagou pela carroça.

8) Resultado final da conta toda: “ATUALIZANDO A CONTA DE RECEITAS, AO VALOR DE MERCADO POSSÍVEL (DE FORMA EXTREMAMENTE GENEROSA) TEREMOS:”

yodapratrimonio6.jpg

Zzzz…zzzz…zzz…zzz.

Yoda $$$$ counter

18:05 | 14/07/08 | Walter Valdevino

Lembra da ação por improbidade admini$trativa aberta pelo P$OL e pelo PV contra a desgovernadora Yoda Crusius?

Pois o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo da Camino, concedeu hoje prazo de 15 dias para que Yoda faça o que já poderia ter feito há muitos séculos: apresentar documentos provando a compatibilidade entre a compra de seu ca$ebre e sua renda.


Cafona

Nada mais adequado, portanto, para estragar a divulgação da tal Carta-compromisso (exaustivamente comentada no post abaixo), aquela que acabará de uma vez por todas e num passe de mágica com toda a bandidági que toma conta do nosso imenso pasto.

yodacompromisso.jpg
Foi o Prof. Fernande$ que escreveu? É esgoto isso aí? (Foto: Jefferson Bernardes/Palácio Piratini)

15 dias e contando…

Zzz…zzz…zzz…zzz.

PSOL + PV x Yoda

18:17 | 30/06/08 | Walter Valdevino

O PSOL e o PV convocaram a impren$a (é nóis) para uma coletiva agora de tarde para anunciar oficialmente que protocolaram hoje de manhã, junto ao Ministério Público de Contas do Bovinão, uma ação por improbidade admini$trativa contra a desgovernadora Yoda Rorato [afff] Crusius.

100_5339b.jpg
Roberto Robaina, advogado Pedro Ruas e Luciana Genro

A ação está fundamentada na Lei Estadual 12.980/2008 e nas leis Federais 8.429/1992 e 8.730/1993 que, segundo o documento apresentado, “buscam coibir o enriquecimento ilícito na gestão pública, expondo situações e circunstâncias onde a posse ou propriedade de bens pode dar margem à investigação e punição“.

Para quem prestou atenção, a lei estadual é de 2008. Sim, a própria desgovernadora aprovou a lei que, por sua vez, é projeto do deputado Adão Villaverde (Pê Tê). Si deu mau.

Como você já deve desconfiar, a ação tem por objetivo saber como raios a desgovernadora comprou sua mansão na rua Araruama, 806, na capital bovina, já que ela insiste em não explicar a compra para nós, pobres bovinóides.

yedacasanova1.jpg
Brega

Como isso daqui está virando uma repartição pública de tanto documentos que andamos postando, lá vai abaixo o registro de imóvel da man$ão tucanóide, seguido da íntegra da ação. Você já sabe: clica pra ver grandão.

Mais fotos da coletiva no nosso Flickr e os cinco vídeos da coletiva no nosso Youtube: 1, 2, 3, 4 e 5.

registro1a.jpg

**************

registro2a.jpg

Páginas da ação aqui: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7.