Tag ‘mensalão’

Defesa de cueca

15:30 | 10/07/09 | Rodrigo Alvares

O PT poderia ter escalado alguém melhor que José Genoino (PT/SP) para defender o currículo da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT/RS). É o equivalente a pedir para Cezar Busatto (PPS/RS) chamar todos de safados para proteger a saraivada de acusações contra o desgoverno Yeda Crusius.

Petista defende Dilma contra ataques
da oposição sobre erro em currículo (PT)

emprestimobmg.jpg
“Não fui avalista do PT. Não fui avalista do PT. Não fui avalista do PT”

O deputado federal José Genoino (PT-SP) rebateu duramente, nesta quinta-feira (9), a exploração política que a oposição tem feito por causa de informação colocada no currículo da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Em discurso no plenário, respondeu diretamente ao deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), que fez acusações e ilações a respeito do caso.

A oposição tem repercutido reportagem de uma revista mensal sobre o suposto erro do currículo da ministra, o que foi desmentido em nota divulgada há dois dias pela Unicamp. (…)

‘Qual é o interesse de um líder partidário transformar um erro na Unicamp como se fosse um crime da ministra Dilma? Atingi-la politicamente, porque a ministra Dilma é uma liderança importante do Governo, coordena programas estratégicos e se projeta no cenário nacional como uma provável liderança na disputa de 2010′, afirmou Genoino.

O parlamentar petista observou que a reportagem, publicada na revista Piauí, foi originada de uma informação inverídica, mas mesmo assim a imprensa e os articulistas têm feito coro com a oposição. (…)

Genoino criticou Aleluia por ter feito ‘colocações desrespeitosas, com objetivo político de atingir a ministra Dilma Rousseff’, chegando a levantar os Códigos Civil e Penal.”

Exagero. Genoino ficou muito tempo no quarto dos fundos de sua casa depois de renunciar à presidência nacional do PT porque o assessor de seu irmão foi preso no aeroporto de Congonhas com US$ 100 mil escondidos na cueca, no auge do mensalão.

Apesar das falcatruas que estão sob investigação do STF, Lula foi reeleito e o deputado voLLtou ao Congresso. Não serão esses erros no currículo de Dilma que vão estragar a candidatura dela à presidência da República.

Vai, Delúbio. Ser aloprado é o que há

11:09 | 30/04/09 | Rodrigo Alvares

Blog em favor da volta de Delúbio ao PT provoca
mal-estar entre políticos (Folha/ assinantes)

del.jpg

A campanha de reintegração do ex-tesoureiro Delúbio Soares ao PT produziu mal-estar no partido ao expor, na internet, o nome de apoiadores da causa. No ar, um blog em favor da volta de Delúbio exibe uma galeria de fotos que inclui do senador Eduardo Suplicy (SP) ao ex-ministro e prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho. (…)

Até terça, as fotos eram acompanhadas pela inscrição ‘galeria de apoiadores’ (Morri demais). Ontem, depois de o ex-tesoureiro ter sido procurado pela Folha, o título mudou para “companheiros pestistas”.

‘Não sei de campanha. Não estou participando disso. Nem participo mais do diretório’, reagiu a senadora Ideli Salvatti (SC).

Marinho informou, por intermédio de sua assessoria, não ter autorizado o uso de sua imagem, nem mesmo assinado qualquer documento em favor de Delúbio.”

Cadê o Roberto Jefferson quando preciso?

15:14 | 19/03/09 | Rodrigo Alvares

delubio.jpg
“Não avisei que o Brasil é uma piada de boteco?”

Delúbio visita petistas no Congresso e pede para voltar ao partido (Folha)

Tesoureiro do PT durante o escândalo do mensalão, Delúbio Soares pediu para voltar ao partido. A cúpula simpatiza com o retorno, que depende de votação do diretório nacional.

Em carta de três parágrafos entregue ontem ao presidente da sigla, deputado Ricardo Berzoini, Delúbio disse que sofreu uma pena dura e que merece uma segunda chance. À tarde, o ex-tesoureiro visitou gabinetes petistas no Congresso, num lobby pela sua reabilitação. Não deu declarações, só sorrisos.

Berzoini prometeu a Delúbio, expulso no auge do escândalo, em 2005, que colocará o pedido em votação na próxima reunião do diretório, em maio. O deputado preferiu não comentar ontem o assunto: ‘Tenho a obrigação de conduzir esse processo, portanto, não falo sobre seu mérito’. (…)

Há pelo menos um ano Delúbio vem pavimentando seu retorno ao PT. O ex-tesoureiro viajou para vários Estados organizando plenárias com a militância, nas quais propagandeava sua lealdade ao partido que ajudou a fundar e a suposição de que nunca se beneficiou do esquema. Nas entrelinhas, o recado era o de que assumiu o ônus da culpa calado.

Segundo relatos de pessoas influentes na máquina partidária, a volta de Delúbio tem muita simpatia na legenda. Sua mulher, Mônica Valente, é integrante do diretório, e ele conta com o apoio do ex-ministro José Dirceu –apontado como ‘chefe da quadrilha’ do mensalão no inquérito que corre sobre o caso no STF (Supremo Tribunal Federal), no qual Delúbio também é réu. Todos negam irregularidades.

‘Os argumentos dele fazem sentido. Pretendo avaliar com calma o pedido’, disse o líder do partido na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), um dos visitados pelo ex-tesoureiro.”

Agora só falta o Silvinho Pereira exigir a Land Rover de volta.

Big Brother Mensalão

17:31 | 13/01/09 | Rodrigo Alvares

Nos últimos anos, tem sido a mesma coisa. Eles entram e saem do noticiário e tanto faz, porque ninguém lembra direito o que fizeram para conquistar aquele naco de exposição.


“Não avisei que íamos virar uma enorme piada de salão?”

A prática é a mesma: armam conchavos, manipulam a audiência para escapar do paredão, choram e se fazem de vítimas, mas no fim das contas saem da programação com um cacife maior do que quando entraram.

Mas alguém sempre tem de matar a bola no peito e levar o prêmio. Mesmo que esteja doido para (hshshs) para chutá-la na direção da tribuna de honra.


“Quando será que o Genoino e o Zé vão me visitar?”

O problema é que isso não é Big Brother. Isso é Brasil.

Chama o irmão do Genoino

14:00 | 22/12/08 | Rodrigo Alvares

MPF denuncia réu do mensalão detido em Guarulhos (Folha)

O Ministério Público Federal ofereceu denúncia à 5ª Vara Federal de Guarulhos contra o empresário Enivaldo Quadrado, pelo crime de falsidade ideológica. Réu no processo que tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) para investigar o esquema do mensalão, Quadrado foi preso pela Polícia Federal há duas semanas no aeroporto de Guarulhos, ao desembarcar de um vôo proveniente de Portugal com 361,4 mil euros –equivalente a R$ 1,157 milhão no câmbio da última sexta-feira (19)– escondidos nas meias, na cueca e numa pasta. (…)

A pena por falsidade ideológica varia de um ano a cinco anos de reclusão. (…) Há uma semana, o juiz federal João Miguel Coelho dos Anjos, da 5ª Vara, decidiu manter Quadrado preso provisoriamente. No pedido de liberdade provisória, o empresário alegou ter bons antecedentes, que não ofereceria risco à ordem pública, à instrução criminal e à aplicação da lei penal.

Sobre o fato de figurar como réu na ação do STF sobre o mensalão, o empresário alegou presunção de inocência, pois ainda não foi sentenciado. Para o juiz, os argumentos não foram suficientes. (…)

“Através dos fatos ora apurados, verifica-se que o agente não deixou de praticar crimes; pelo contrário, fez do crime um meio de vida, sendo a prisão necessária para manter a ordem pública e para evitar que Quadrado pratique novos crimes“, disse o procurador da República Steven Shuniti Zwicker, autor da manifestação da Procuradoria.”

Aparelho? Só conheço o Moving Sound

9:32 | 10/12/08 | Rodrigo Alvares

Para quem ainda acha que tudo é coincidência, um pouquinho de Elio Gaspari:

O mensalão e as cuecas vão bem, obrigado

Só a Polícia Federal poderá dizer de onde vieram e para onde iriam os 361 mil (R$ 1,1 milhão) escondidos nas meias, na cueca e na pasta de Enivaldo Quadrado. Logo ele, réu no processo do mensalão por traficâncias de lavagem do dinheiro destinado a parlamentares de base de apoio de Nosso Guia. (…)

Não se sabe se João Paulo Cunha ainda assina documentos com a caneta Mont Blanc que recebeu do poderoso Marcos Valério ou se continua pedindo à mulher que cuide de alguns de seus saques bancários. (…)

Os mensaleiros petistas movem-se com a mais absoluta naturalidade. Pudera, o PSDB manteve na sua presidência por quase um ano o senador Eduardo Azeredo, patrono do mensalão mineiro. (…)

A máquina petista continua voraz, mas ficou chique, parecida com a tucana. Ela elegeu o comissário Luiz Marinho para a Prefeitura de São Bernardo com um ervanário que resultou no gasto global de R$ 47 por voto recebido. Até aí nada demais, mesmo sabendo-se que o companheiro Obama pagou menos da metade disso. Puxando-se mais um fio da meia, a repórter Renata Lo Prete informa que um dos principais doadores para a campanha do comissário foi a empresa Quattor, que tem 40% de seu capital nas mãos da Petrobras. (…)

O segredo é confeccionar bolsos nas cuecas

9:39 | 09/12/08 | Rodrigo Alvares

Passageiro flagrado com euros em Cumbica foi citado no caso mensalão (G1)

A Polícia Federal prendeu na madrugada de domingo (7), em flagrante, o passageiro Enivaldo Quadrado, que desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, de um vôo vindo da Europa, com mais de 360 mil euros não declarados. Ele é um dos envolvidos no escândalo do mensalão e responde a processo por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

A corretora dele, a Bônus-Banval, funcionava em um prédio em São Paulo. Segundo a acusação do procurador-geral da República, saiu da corretora parte do dinheiro pago a parlamentares, em troca de apoio político ao governo federal. Na viagem à Europa, Quadrado ficou hospedado em Madri. De lá, voltou para São Paulo, com escala em Lisboa.

Na chegada ao Aeroporto de Guarulhos, ele preencheu um documento no qual a Receita Federal pergunta se o passageiro está portando valores superiores a R$ 10 mil ou o equivalente em moeda estrangeira. A resposta dele foi não. No desembarque, policiais federais fizeram uma abordagem de rotina ao passageiro e descobriram que ele tinha maços de dinheiro vivo nas meias, na cintura, dentro da cueca e também numa pasta de mão.

Enivaldo disse que estava carregando 300 mil euros. Mas, na contagem, agentes da Receita Federal e da PF verificaram que havia mais: um total de 361.445 euros, quase R$ 1,2 milhão.

Para as autoridades, o homem teria dito que o dinheiro foi empréstimo de um amigo português e seria usado para a compra e revenda de carros no Brasil. A Receita Federal já determinou o confisco de cada nota. O advogado de Enilvaldo Quadrado disse que só vai se manifestar quando tiver acesso ao auto de prisão em flagrante.”

Deve ser mais uma invenção da Mídia Má, Feia e Bobona. Recomendo aos petistas que trabalhem na confecção de cuecas com bolso e sapatos blindados para evitar os contantes tiros nos pés. O segredo do negócio é se preparar com antecedência para 2010. Imagine qual não foi a reação de José Dirceu (PT/SP), por exemplo.

Muitos erros justificam o Brasil

11:21 | 07/12/08 | Rodrigo Alvares

Eu a respeito e tal, mas vamos lá, a demência não pode ir tão longe:

“No mesmo ano (Rosane de Oliveira)

Uma fórmula para acabar com as eleições de dois em dois anos, criticadas por paralisarem o Executivo e o Legislativo, foi apresentada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, aos líderes do PMDB. A idéia é realizar a eleição nacional (presidente, governador, senador, deputado federal e estadual) e, seis meses depois, escolher prefeitos e vereadores. Tarso diz que o presidente do PMDB, Michel Temer, gostou da idéia“.

Claro que ninguém leva em consideração a inaptidão do brasileiro naquela coisa básica, assim, tipo, em combater o analfabetismo funcional. Outra: os gênios não perceberam que os milicos não vão voltar e que uma democracia decente te dá o direito de decidir se quer levantar a bunda gorda do sofá para votar no inútil da vez.

Mas não, temos esse cacareco da proclamada Constituinte Cidadã - valeu, Ulysses. A minha teoria de que o voto obrigatório serviria para embutir esse misterioso desejo de escolher quem vai nos enrabar mesmo que o ribeirinho do Amazonas reme 12 horas para não perder a chance de conseguir um emprego público é completamente irrelevante, embora tocante.

Ah, sim, para aproveitar, mais uma observação - e não, eu não gosto de fazer isso:

Excesso de candidatos

Quando fala nos nomes do PT que poderiam disputar o Piratini, o ministro Tarso Genro exagera:

“Nós temos vários nomes… Miguel Rossetto, Raul Pont, Olívio Dutra, eu e outros mais jovens que estão surgindo e não podemos descartar, como o Luiz Mainardi (prefeito de Bagé), o Pepe Vargas, a Maria do Rosário, o Henrique Fontana…”.

Tarso, desculpe, tu foi meu vizinho mas preciso te dar um update: o pessoal que não está em negrito deveria estar nas cabeças do partido - fora o nosso amigo Pont, claro - para qualquer cargo executivo desde 2002, quando tu conseguiu perder para o Guri Chorão o governo do Bovinão.

E os petistas não devem reclamar de nada. Tenho o escalpo do Marcos Valério.

The Economist: “A queda de um oportunista”

15:40 | 05/12/08 | Rodrigo Alvares

Foi exatamente esse o título da matéria da The Economist sobre a condenação do banqueiro mais querido do país: Daniel Dantas. Fora o histórico básico e o perfil do baiano no texto, tem umas frases bem interessantes, que nem petistas e tucanos - e, por que não, todo mundo - gostariam de ler na publicação inglesa:

“A suposta influência do senhor Dantas nos círculos do governo aumentou sua notoriedade. Durante os anos 90, quando muitas estatais foram privatizadas, o senhor Dantas se posicionou como o homem com os contatos e experiência necessários. Ele desfrutava de acesso fácil a interlocutores do então presidente Fernando Henrique Cardoso, sem contar reuniões com o próprio.

Essa influência também se fez presente no atual governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O senhor Dantas é acusado de ter sido um dos financiadores do mensalão - esquema de compra de votos no Congresso montado pelos líderes do Partido dos Trabalhadores em 2003/2004.

Muitos destes que fizeram negócios com o senhor Dantas inistem que eles eram legítimos e baseados na boa fé. Entre eles, Luiz Eduardo Greenhahgh, um advogado e ex-deputado petista, que o banqueiro contratou como consultor.”

Mas o melhor ainda é o fim do texto:

Tarso Genro, o ministro da Justiça, diz que o julgamento do senhor Dantas mostra que as instituições jurídicas agora funcionam de forma apropriada. É muito cedo para saber se ele está certo.”

Que falta não faz um Marcos Valério

16:05 | 28/08/08 | Rodrigo Alvares

maria1.jpg

Cco: Delúbio Soares (delubio.soares@pt.go.br)

Apareceu a Margarida, olê, olê olá!

20:59 | 21/04/08 | Leandro Demori

Delúbio celebra aliança PT-PMDB

Um dos articuladores da união entre os partidos, Ex-tesoureiro
petista participou de churrasco e admitiu ter atuado pelo acordo

Até agora restrito às articulações de bastidores em prol da aliança entre PMDB e PT em Goiânia, o ex-petista Delúbio Soares tomou parte ontem nas comemorações do sucesso do acordo, em churrasco promovido em uma chácara, e admitiu ter trabalhado pelo resultado. Expulso do PT em função do escândalo do mensalão, Delúbio se intitulou “defensor histórico” da união e disse que os dois partidos devem se unir contra PSDB e DEM no Estado.

(…)

“Defendo há muito tempo essa aliança entre PMDB e PT e não tenho dúvidas de que ela dará certo”, disse o ex-tesoureiro, na Chácara Samambaia, localizada na região do Câmpus 2 da Universidade Federal de Goiás (UFG). “Estou muito satisfeito com essa aliança, não como filiado do partido, mas como petista”, disse, segundo relatos de petistas presentes no churrasco.

(…)

Delúbio aproveitou o discurso para falar de seu envolvimento no escândalo do mensalão. Disse que se sente “injustiçado” pela acusação de que operacionalizou a distribuição de dinheiro a parlamentares em troca de apoio no Congresso.

TV Ratinho vai dar pau nu inimigu!

18:51 | 18/03/08 | Leandro Demori

ratinho
Borrachada & gritaria: cabo-eleitoral do PT com café no bule

Foi pro ar oficialmente a REDE MASSA, de propriedade de Carlos Massa, o Ratinho. A rede é retransmissora do SBT no Paraná e deve investir no jornalismo borrachada & gritaria que consagrou o apresentador no Brazil suado. Pra quem não lembra, Ratinho foi acusado de receber R$ 5 milhões (“cinco paus”) do mensalão (sim, ele existiu) pra falar bem do PT, do prefidende Lula e de Marta Gozadinha Suplicy em 2004.

Com a Rede Massa na mão, Ratinho fará a cobertura de todo o Paraná pra tentar eleger seu filho Ratinho Jr prefeito de Curitiba. Ratinhoinho, já pré-candidato pelo PSC, tem como carro-chefe de sua plataforma política a construção de uma linha de metrô na capital coxa-branca.

Ratinho pai, além de dono de TV, possui três rádios FM nas principais cidades do Pinheirão (Curitiba, Maringá e Londrina), uma dúzia de fazendas de gado e café, uma holding, uma empresa de licenciamento de marcas e uma cervejaria em vias de ligar os tubos. Um homem do povo.

Sem Land Rover? Não trabalhamos

22:52 | 12/03/08 | Rodrigo Alvares

Ainda bem que não me prestei a ir até lá tentar uma entrevista. Se bem que é essa a punição esperada para quem era papagaio de pirata no PT (assistir Entreatos) e se safou de se sentar com José Dirceu no processo por formação de quadrilha.

0,,13957983-EX,00.jpg

Silvio Pereira não trabalha no primeiro dia de pena alternativa (G1)

“Um dos acusados de participar do esquema do mensalão, o ex-secretário do PT Silvio Pereira começaria nesta segunda-feira (12) a cumprir pena alternativa em São Paulo. No entanto, ele não aceitou a tarefa indicada pelo subprefeito

Silvio Pereira não ficou nem uma hora na Subprefeitura do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, e foi embora sem trabalhar. Ele começaria hoje a prestar serviços à comunidade, acompanhando uma equipe que iria fiscalizar os serviços feitos no bairro - como a limpeza dos bueiros e a varrição das ruas, por exemplo. Mas, segundo o advogado dele, Silvio não quer esse tipo de trabalho. (…)

‘A preocupação dele é de não fazer um trabalho que seja meramente burocrático. Ele quer fazer um trabalho social em benefício da comunidade e da população e não só burocrático, como por exemplo entrar numa sala e passar o dia batendo carimbo’, disse o advogado.”

Apavorados

11:43 | 09/10/04 | Rodrigo Alvares

Equipe de Duda ajudará petista em Porto Alegre

O candidato do PT à Prefeitura de Porto Alegre, Raul Pont, terá o reforço da equipe do marqueteiro Duda Mendonça para sua campanha em rádio e TV. A assessoria será paga pelo Diretório Nacional do partido, pois, segundo o coordenador de comunicação de Pont, Felipe De Angelis, o PT local não tem dinheiro para bancar o marqueteiro. Os valores não foram revelados. O contato da equipe de Duda com Pont será feito pelo publicitário Augusto Fonseca, que ficará trabalhando em Porto Alegre.

Fonseca foi o representante da campanha de Fernando Pimentel (PT), eleito prefeito de Belo Horizonte no primeiro turno. “É um reforço importante para a nossa campanha. O pessoal do Duda é ótimo em rádio e TV”, afirmou De Angelis. Duda só não coordenou a campanha de Pont porque não houve acerto financeiro. O valor era superior a R$ 3 milhões. Pont enfrenta José Fogaça (PPS) no segundo turno.[Folha de São Paulo, 09/10/04].