Tag ‘patrocínio’

Oi, adoramos que vocês se informem. Para nós

7:11 | 20/01/09 | Rodrigo Alvares

‘Pai’ da internet faz abertura oficial da Campus Party 2009

Tim Berners-Lee participou de contagem regressiva no palco.

Governador José Serra e prefeito Gilberto Kassab compareceram.

Foto: Renato Bueno/G1

“Oi, pessoal. Olhem o nosso prazer em compartilhar informação com vocês”

“O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o governador do Estado, José Serra, também participaram da abertura. Kassab reforçou o apoio da prefeitura ao evento, e terminou puxando palmas em homenagem aos participantes.

O governador Serra confessou que, desde que aderiu à internet, considera-se um ‘viciado’, e disse que a Campus Party Brasil está se tornando, para a tecnologia, o que a Fórmula 1 é para o automobilismo.”

A Nova Corja na Campus Party

18:52 | 19/01/09 | Rodrigo Alvares

Os organizadores da Campus Party 2009 clamam que o evento tem 43 patrocinadores, entre empresas privadas e governos. A maior parte do festerê é bancada, como quase todo mundo sabe, pela Telefônica. Até aí, tudo bem.

Foto: Rodrigo Alvares

Bem-vindo, cale a boca e faça mega uploads

O que eu não entendi muito bem durante a entrevista coletiva deles foi a irritação quando perguntei qual era o valor total para bancar o festerê no Centro de Eventos do Imigrantes. Apesar de a Telefônica ter dispendido cerca de 40% dos R$ 10 milhões gastos no ano passado, disseram que em 2009 tudo sairia por R$ 7 milhões.

Foto: Rodrigo Alvares

“Aqui, nós temos superinternautas”

Como os banners do encontro também mostravam os logotipos do governo federal (Ministério da Cultura), Prefeitura de São Paulo e Caixa Econômica Federal, questionei quanto cada empresa pública pagou para ter seu nome ali. Ninguém na mesa quis responder quanto de dinheiro público foi investido.

“A informação é pública”, mandaram. “Temos 49 empresas privadas aqui. É melhor perguntar a elas”. Depois de inisitir mais um pouco, eles gentilmente me mandaram procurar essas coisas no Diário Oficial. Mal aí.

Se virem, mas divulguem nosso banco

16:09 | 07/12/08 | Rodrigo Alvares

Para deixar de lado pendengas clubísticas herdadas pelo mestre Júlio de Castilhos, segue esse post antes de começar os jogos de Grêmio e São Paulo e já com as últimas conquistas e visibilidade dos Bonecos da Lagoa.

Não está na hora de os dois principais times do Bovinão se livrarem daquele “Banrisul” nas respectivas camisetas? Nada - ou tudo - contra o bancomelhorporqueénosso. Mas convenhamos, a dívida está paga (A/C Paulo Odone, Cc: Vitório Píffero), o governo teve uma baita visibilidade e o diabo a quatro nos últimos anos.

grenal_volta7.jpg

E para o quê? Receber R$ 3,6 mião por ano cada, enquanto os times do Sudeste recebem uma média de R$ 15 milhões. Alguém de fora do pasto vai argumentar: “Então, meu, nossa torcida é muito maior e ganhamos mais títulos. Por que você num torce pro Timão ou pro Palmeiras, que estão sempre ganhando títulos?”.

A minha resposta é sempre a básica para encerrar o assunto: “Olha, só discuto futebol com quem já venceu duas Libertadores para cima”. Mas fujo do assunto.

É insano o acordo de Grêmio e Inter com o desgoverno. A dívida para com o banco está paga - e mesmo que não estivesse - existem mil jeitos de negociá-la. Mas não, Yoda insiste em manter todos os times do Bovinão sob seu cabresto.

Agora, sem essa mongolice bipolar - sim, é difícil, mas vamulá -, tu realmente acha que não tem empresas babando para substituir aquele “Banrisul” nas camisetas? Com um orçamento superior ao que a estatal paga? São cerca de 10 milhões de consumidores com bom poder aquisitivo, apesar da falência estadual.

Antes de surtarem nos comentários, pensem nas principais “Fala, Liderança” dos dois times - exemplos: Odone, Yoda, Záchia, Vaz Neto - e que tipo de acordo foi firmado para renovarem esse patrocínio jurássico.

Consiga o máximo

13:53 | 25/07/08 | A Nova Corja

Juramos que gostaríamos de ser pessoas altruístas, sem interesses materiais. Óbvio que a maioria dos links que temos no nosso di$putado blogroll estão lá porque temos algum interesse financeiro com eles. Por isso, ficamos super-empolgados quando vimos esses links que estariam no blogroll do nosso amigo (cof…proce$$o) de graça, para servir à população.

Claro que isso atiçou nossa curiosidade. Enviamos e-mail para a ouvidoria da Agergs questionando o assunto. A resposta foi a seguinte:

De: Ouvidoria
Para: Rodrigo Alvares
Data: 17 de julho de 2008
Assunto: Re: Banner de patrocínio

Prezado Sr. Rodrigo,

A AGERGS não possui contrato para colocação de banners ou outro tipo de divulgação no site do jornalista Políbio Braga nem em qualquer outro site.

Atenciosamente,
Claudia Vieira Coronas
Coordenadora da Ouvidoria”

Isso aliviou nossa alma. Até que vimos isso hoje de tarde:

polibiolinkpatrocinado2.jpg

Seria um equívoco FATAL no códego do blog…?

link_patrocinado

Fireworks MX Dreamweaver MX target. Created Thu Jul 24 11:20:59 GMT-0300 (Hora oficial do Brasil) 2008

http://www.getmax.com.br/link_patrocinado.gif” name=”link_patrocinado” height=”190″/>”

De qualquer forma, lá vamos nós novamente…

De: Rodrigo AlvaresOuvidoria
Para: Ouvidoria
Data: 24 de julho de 2008
Assunto: Re: Banner de patrocínio

Prezada Cláudia,

o site do jornalista agora diz que esses links são patrocinados. Você reafirma que a Agergs não possui contrato para colocação de banners ou outro tipo de divulgação?

Grato pela atenção,
Rodrigo Alvares

Até que chegou a resposta fatídica. Prometemos que vamos deixar a dona Cláudia em paz:

De: Ouvidoria
Para: Rodrigo Alvares
Data: 24/07/2008
Assunto: Re: Banner de patrocínio

Prezado Sr. Rodrigo,

Acabei de confirmar com o setor que efetua os pagamentos na AGERGS. Não existe nenhum contrato para divulgação da Agência em sites da internet.”

Bom fim de semana.