Tag ‘PMDB’

Ore pelo PMDB

15:24 | 10/03/09 | Rodrigo Alvares

Eu tenho um sério problema de memória, isso é conhecido. Ainda bem que os registros do blog não me deixam em paz quando leio coisas como essas:

PMDB se vende por qualquer dois mil réis, afirma Pedro Simon

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) afirmou nesta segunda-feira (9), em Campinas (93 km de SP), que “a cúpula do PMDB se vende por qualquer dois mil réis” e que o partido não tem projeto para chegar à Presidência da República, mas sim para “conseguir alguns carguinhos”.

As declarações foram feitas durante entrevista coletiva após aula magna realizada pelo senador na abertura do ano letivo da PUC-Campinas. O tema da aula foi “Fraternidade e Segurança Pública”.

Ao ser questionado sobre a existência de corrupção nos partidos políticos, ele afirmou que no PMDB o caso é mais grave do que no PT e no PSDB.

‘O problema do PMDB –grave, mais do que os outros–, é que o PT é um partido que quer chegar ao governo, o PSDB é um partido que quer chegar ao governo e, no PMDB, a cúpula se vende por qualquer dois mil réis e não quer chegar no governo, quer pegar um carguinhos’, disse o senador.

No mês passado, o também senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), declarou que existe corrupção no PMDB.

Ainda durante a entrevista, Simon defendeu os nomes do governador do Paraná, Roberto Requião, do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e dos ministros da Defesa, Nelson Jobim, e da Saúde, José Gomes Temporão, como possíveis candidatos do partido à Presidência da República em 2010.

‘Candidato é o que não falta. Falta ter um comando com coragem de fazer isso [lançar candidatura própria] e não de se vender por qualquer dois mil réis’, disse Simon.”

Ao contrário do que os peemedebistas deliram, eles não servem de santos. Basta regredir pouco mais de dois anos só para ficar em um ano. Depois de ver o então governador Germano Rigotto (PMDB) perder miseravelmente as prévias do partido para a candidatura à presidência (hshshs) para Anthony Garotinho e cair do mundo da lua, Pedro Simon aceitou o Comandante Bolinha como vice em sua chapa, poucas semanas depois.

E não esqueçamos que isso aconteceu depois que a Veja derrubou a candidatura de Garotinho com uma série de denúncias que fizeram-no se trancar em casa para fazer greve de fome até a verdade vir à tona - mas nem isso conseguiu e depois descobriram que ele comia bolachas d’água no cativeiro.

Isso também é o PMDB. Que ninguém se iluda.

Essa eu quero ver

14:47 | 09/03/09 | Rodrigo Alvares

Do Painel, na Folha de S. Paulo de hoje:

Quem diria 1. No Rio Grande do Sul, palco no passado dos mais duros embates dentro do PT, o partido deve dispensar prévias, escolhendo por acordo seu candidato ao governo, provavelmente o ministro Tarso Genro (Justiça).

Quem diria 2. O otimismo no PT gaúcho é tanto que se considera possível até atrair o PMDB, oferecendo a Germano Rigotto uma das vagas na chapa para o Senado. Falta convencer o PMDB a não ter candidato ao governo. “

Enquanto isso, no Congresso

15:08 | 08/03/09 | Rodrigo Alvares

Jarbas Vasconcelos afirma que é alvo de espionagem (Folha)

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) pretende relatar na terça, no plenário do Senado, a denúncia de que teria sua vida investigada por empresa especializada em espionagem.

Segundo o senador, um detetive particular de Pernambuco o procurou para contar que a empresa americana Kroll havia tentado contratá-lo para investigar Jarbas.

Segundo o senador, o detetive recusou. ‘Vou fazer uma breve comunicação sobre o episódio’, disse. A reportagem não conseguiu falar com a Kroll. Segundo a revista Veja, a Kroll diz não espionar políticos.”

Deixem Gariba voar

9:53 | 16/12/08 | Rodrigo Alvares

Candidatura de Garibaldi irrita aliados (Zero Hora)

bannergaribaldiaustin2.jpg
“Quero mostrar que não sou mais um rostinho bonito no Senado”

Para garantir o comando do Senado a um aliado incondicional, a base aliada do Planalto desencadeou uma operação para minar a pretensão do atual presidente da Casa, Garibaldi Alves (PMDB-RN), de se reeleger para o cargo. O PMDB deve decidir amanhã sobre a candidatura de Garibaldi.

Para o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), “há impedimentos constitucionais e regimentais” que brecam as aspirações de Garibaldi, cuja concretização dependeria da alteração das regras que proíbem a reeleição dos dirigentes da Casa numa mesma legislatura.

Garibaldi entrou em atrito com o Planalto ao se manifestar contra a edição de medidas provisórias pelo governo e chegou, num gesto político, a ‘devolver’ a MP das Filantrópicas.”

Se tem uma coisa que Romero Jucá e todo o PMDB entendem é de alteração das regras. Engambelavam todo mundo naquele teatro mal ensaiado com a Arena e passaram por arautos da liberdade, como este senhor, que também quer apear Gariba da presidência do Senado.

Muitos erros justificam o Brasil

11:21 | 07/12/08 | Rodrigo Alvares

Eu a respeito e tal, mas vamos lá, a demência não pode ir tão longe:

“No mesmo ano (Rosane de Oliveira)

Uma fórmula para acabar com as eleições de dois em dois anos, criticadas por paralisarem o Executivo e o Legislativo, foi apresentada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, aos líderes do PMDB. A idéia é realizar a eleição nacional (presidente, governador, senador, deputado federal e estadual) e, seis meses depois, escolher prefeitos e vereadores. Tarso diz que o presidente do PMDB, Michel Temer, gostou da idéia“.

Claro que ninguém leva em consideração a inaptidão do brasileiro naquela coisa básica, assim, tipo, em combater o analfabetismo funcional. Outra: os gênios não perceberam que os milicos não vão voltar e que uma democracia decente te dá o direito de decidir se quer levantar a bunda gorda do sofá para votar no inútil da vez.

Mas não, temos esse cacareco da proclamada Constituinte Cidadã - valeu, Ulysses. A minha teoria de que o voto obrigatório serviria para embutir esse misterioso desejo de escolher quem vai nos enrabar mesmo que o ribeirinho do Amazonas reme 12 horas para não perder a chance de conseguir um emprego público é completamente irrelevante, embora tocante.

Ah, sim, para aproveitar, mais uma observação - e não, eu não gosto de fazer isso:

Excesso de candidatos

Quando fala nos nomes do PT que poderiam disputar o Piratini, o ministro Tarso Genro exagera:

“Nós temos vários nomes… Miguel Rossetto, Raul Pont, Olívio Dutra, eu e outros mais jovens que estão surgindo e não podemos descartar, como o Luiz Mainardi (prefeito de Bagé), o Pepe Vargas, a Maria do Rosário, o Henrique Fontana…”.

Tarso, desculpe, tu foi meu vizinho mas preciso te dar um update: o pessoal que não está em negrito deveria estar nas cabeças do partido - fora o nosso amigo Pont, claro - para qualquer cargo executivo desde 2002, quando tu conseguiu perder para o Guri Chorão o governo do Bovinão.

E os petistas não devem reclamar de nada. Tenho o escalpo do Marcos Valério.

Cartinha dominical

11:37 | 23/11/08 | Rodrigo Alvares

Pena que não chamaram ninguém do Ministério Público:

De: gastao.muri
Para: anovacorja@gmail.com
Data: 21 de novembro de 2008 11:36
Assunto: Palestra$ do PMDB no Litoral

OBSERVEM ISTO: Eliseu Padilha vai falar sobre fundamentos da Ge$tão Pública. Já Alceu Moreira falará aos seus pupilos sobre “Modelos de administraçõe$ e mandatos Peemedebista$”

ESTE É O PMDB REALIZANDO EVENTO AQUI NO LITORAL NORTE DO RS

Acompanhe:

Seminário de capacitação do PMDB.

Dia 22 de novembro – sábado – às 09h15min, no Hotel Samburá, à Avenida Beira Mar, 150, em Imbé-RS.

Programação do evento:

09h15min – Abertura oficial e análise do desempenho do PMDB nas eleições

09h30min – “Marketing e comunicação para o gestor público”

- José Luiz Fuscaldo, jornalista e publicitário.

10h30min – “Fundamentos da Gestão Pública”

- Dep. Federal Eliseu Padilha, Presidente FUG/Nacional e Sec. Geral do PMDB-RS.

11h30min – “Gestão de pessoas com ênfase em gestão de competências”

- Professor Joel Maciel, pesquisador em gestão de pessoas e conferencista.

12h00min – “Almoço”

13h30min – “Metodologia para captação de recursos públicos”

- Profª. Dóris Couto, orientadora da FAMURS na àrea.

15h00min – “Modelos de administrações e mandatos Peemedebistas

- Dep. Estadual Alceu Moreira, Presidente da Assembléia Legislativa do RS.

O público alvo são Prefeitos, Vice-prefeitos, Vereador, secretários municipais, assessores e demais partidários. Ao final do evento será entregue Certificado de Participação.

MÁRCIO RODRIGUES

Coordenador Regional do PMDB”

Boa sorte, Bovinão

13:15 | 25/10/08 | Leandro Demori

Amanhã é o dia e você vai ter que fazer uma força enorme para decidir entre José Fogaça e Maria do Rosário. É triste, eu sei, mas tente assimilar o golpe e evite ao máximo beijar a lona. Até Manuela D´Ávila já entendeu como as coisas funcionam.

Veja pelo lado bom: você pode ter um prefeito com a cara do Papai Dino.

focaga_dino.jpg

Em último caso, se for votar no PT e assistir a vitória do Fogaça, pode gritar por quatro anos que ele “não é a mamãe”.

E se for petista MESMO, sugiro relaxar. Pelo sorriso, nem Mariazinha está lá muito preocupada com o resultado de amanhã. Pisa fundo no COREGA, cumpanhêru.
maria_rindo.jpg

Por falta de personagem comparável na Família Dinossauro, pausa para CAVALO:
cavalo_rindo.jpg

abra$$o.

Convenção PMDB (Inter 4 x 0 Grêmio)

1:46 | 30/06/08 | A Nova Corja

Dando continuidade ao plano A Nova Corja de domínio político univer$al, apresentamos mais uma cobertura supimpa das eleições 2008. Desta vez nos superamos, vencemos a ressaca mortal do sábado a acordamos cedo (8h30) para acompanhar a convenção do PMDB que sabatinou o Poeta Fogazzz..z.zz.zza ao pleito bovino.

Enquanto a e$qu€rda revo£ucionária e progre$$i$ta continua fazendo doce para esta humilde Corja, prosseguimos no enfrentamento ao petismo internacional, vendendo nossa alma para o lado negro da força [direita], o único que tendeu tenéti.

Você pode conferir entrevistas fooondamentais como as do candidato a vereador João Pancinha e do presidente dos djóvens emedebistas Pablo Melo, ou pular para as partes um pouco menos inúteis [logo abaixo].

gaucho_beira_rio
Gaúcho do Beira Rio, candidato a vereador, colando os projetos no santinho. “Não dá, estou sem óculos.” Ouça djá a entrevista aqui.

haroldo
Haroldo de Souza, narrador de futebol e vereador. “Narra um gol do Fogaça pra gente?” Não. Ouça djá a entrevista aqui.

rigotto
Ex-governador Germano Mundo de Andy Rigotto foi ovacionado pela massa paga

zachia_simon
Deputado Fernando Záchia e Senador Pedro Simon [”Emedêbê”] só no biriri

placa
Organização total pra cumpanherada não se perder


O Poeta chega no recinto. A ma$$a faz valer seus merréis e delira falsamente


Veja djá vídeo totalmente sonolento: o discurso de Foga zzz..z..zz…za


Tiozão toooootalmente enlouquecido brincando de bombeiro

Veja mais vídeos [Ibsen Pinheiro, Pedro Simon, Vereadora Pigmeu…] em nosso mega canal multimída exclusivo e mais fotos no nosso Flickr.

Pen drive é intriga da oposição, diz Feijó

15:51 | 19/06/08 | Marcelo Träsel

A assessora do vice-governador publicou uma resposta à história do pen drive incriminando Feijó como um dos maiores sonegadores do Estado:

Esta teoria de que o feijó seria sonegador ou mau empresário sempre vem à tona quando querem tentar desmoralizá-lo, lembram quando ele foi a comissão se serviços públicos falar sobre o Lemos? As mesmas coisas foram ditas e respondidas pelo vice na hora. Se existisse qualquer processo contra ele por qualquer motivo que fosse isto já teria sido explorado e muito por seus centenas de inimigos políticos. A única forma de tentar desmoralizá-lo é agindo desta forma, espalhando boatos difamatórios.

Ela também fez um telefonema para avisar sobre a resposta. Reiterou que a desgovernadora já teria usado uma informação dessas há muito tempo (com o que o Con$elho Editorial da NC concorda) e apontou a equipe da Coletiva Editora* o grupo político de José A. Vieira da Cunha e José Luiz Fuscaldo, diretores da Coletiva.net, como fonte da renovação da boataria, porque são ligados ao PMDB — verdade, José A. Vieira da Cunha dirigiu a TVE durante o governo Britto. Ora, vejam só:

Coletiva.net com anúncio do Banrisul

Interessante que nosso leitor Políbio Braga também tem patrocínio do Banrisul, uma das empresas públicas prejudicadas pela divulgação da gravação da conversa entre o vice-governador e Bu$atto. Outro que tem patrocínio do Banrisul é o Previdi, amigaço do Políbio Braga que tem batido forte no vice-governador. Não custa lembrar também que durante o depoimento de Feijó à Comissão de Serviços Públicos, sobre o Banrisul, em abril de 2007, ele foi chamado de psicopata pelo deputado peemedebista Alceu Moreira.

De novo, quem tiver uma teoria da conspiração pode usar o espaço de comentários.

O Con$elho Editorial da Corja aproveita para avisar a integrantes de todos os partidos, CCs, funcionários públicos e assemelhados que podem enviar seus boatos sempre que quiserem, tendo certeza de que serão divulgados sem a menor checagem de fatos. Todos os editores da NC são filhinhos de papai irresponsáveis, cujo único prazer é ver o circo pegar fogo.

* A redação anterior dava a entender que a empresa Coletiva.net tinha a ver com o caso, quando na verdade a assessora se referia aos proprietários da mesma. O pessoal de lá fez a gentileza de nos avisar. Evidentemente, a culpa do equívoco é do redator do post, não da assessora.

PMDB bovino também é poe$ia

19:37 | 02/05/08 | Walter Valdevino

Poema para o PMDB
Postado em: 28/04/2008

Geraldo Antonio Both*

Como é lindo estar aqui
Neste encontro estadual
Discutir ética e moral
E preparar as próximas eleições

O PMDB tem história
E a história aqui contada
É uma marca registrada
No cenário nacional

Os cursos de qualificação
Através do Ensino a Distância
E de suma importância
Pro prefeito e vereador

E nós coordenadores
Temos essa grande missão
De levar a qualificação
Aos quatro cantos do Estado

*Coordenador regional do Vale do Paranhana”

TOTALMENTE TRANSTORNADO

12:47 | 22/03/05 | Walter Valdevino

Não pode ser sério isto:

Lula desiste da reforma ministerial, informa fonte

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comunicou ao PMDB que desistiu de fazer uma reforma ministerial. Ele informou que vai apenas nomear o deputado Paulo Bernardo (PT-PR) novo ministro do Planejamento, cujo cargo estava sendo ocupado interinamente por Nelson Machado, e fazer uma mudança pontual na Previdência, substituindo o ministro Amir Lando, que é do PMDB, pelo seu colega de partido, o senador Romero Jucá. “Quero comunicar a vocês que pensei muito, ontem à noite, e vou apenas preencher o Planejamento e fazer uma troca na Previdência”, disse Lula, segundo um dos participantes do encontro do presidente com a cúpula do PMDB.

Se for verdade, o ANALFABETO surtou de vez. Desde o ano passado tá anunciando essa reforma, coisa que politicamente dá um desgaste tremendo, e agora me vem com essa de que não vai fazer nada. Governo TOTALMENTE PERDIDO.

Happy Tree Family

15:40 | 28/10/04 | Rodrigo Alvares

Da Folha:
O PT joga mais duro na eleição de Porto Alegre do que em São Paulo, segundo o governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB).

(…)

Ainda indefinida, a eleição de Porto Alegre teve alguns excessos nos últimos dias. Partidários dos dois candidatos chegaram a trocar agressões físicas e acusações de uso da máquina pública na eleição.

Rigotto desaprovou os excessos, mas considerou “normal” a disputa acirrada. “O jogo é muito pesado devido ao simbolismo de Porto Alegre, onde o PT elegeu quatro administrações sucessivas. É uma referência, uma vitrine do PT. Perder o governo do Estado em 2002 e possivelmente perder outra referência em 2004 seria muito ruim para o partido. Por isso que o jogo é muito pesado e o PT está jogando tudo, mais até do que em São Paulo, para reverter o resultado”, afirmou ele à Folha Online.

O governador justificou sua opção por Fogaça com o apoio que teve do atual candidato quando se elegeu em 2002 e também devido ao bom relacionamento do PPS com partidos que fazem parte de sua base na Assembléia Legislativa do Estado.

Rigotto pulou do barco federal porque sabe que o PMDB não vai levar a candidatura à vice-presidência em 2006. E pior, nosso governador acreditava que seria o candidato.

Dito isso, gostaria de saber o que o presidente da empresa de calçados Azaléia, o ex-governador Antônio Britto, fazia no Palácio Piratini no mesmo momento em que Germano Rigotto oficiaizava seu apoio a José Fogaça.
Também gostaria de saber quanta grana esta empresa - que recebeu verba do Fundopem durante o governo Britto - investiu na campanha de Fogaça.