Tag ‘porto alegre’

Bitoca no coração da ilegalidade

15:50 | 01/07/09 | Rodrigo Alvares

Foto: Divulgação
6607633.jpg
Flanelinha legalizado? Esperavam o que de quem fez o Camelódromo Aéreo?”

E pensar que eu achava a Ponte Estaiada de São Paulo feia até ver as grandes obras do governo José Fogaça, em Porto Alegre: o viaduto Leonel Brizola e o Camelódromo Aéreo. Passava bem feliz na saída do aeroporto Salgado Filho e perguntei “Que diabos, isso é o viaduto? Deviam ter deixado o Laçador embaixo”.

Tudo bem que a Ponte Estaiada tem servido mais para comerciais de carros, mas a licitação para o viaduto precisava ser tão muquirana? A menos que tenham preferido manter o padrão estético petista para a Terceira Perimetral.

Que orgulho entrar na cidade e ver o dito cujo com o brasão da cidade cercado de um tom bege. Depois, os porto-alegrenses não gostam quando quem vem de fora diz que a cidade é feia - e ei, não me entenda mal: sou guri de apartamento e adoru a muy leal e valorosa.

Aí temos o Camelódromo Aéreo. Precisa escrever mais? Precisa. É literalmente a legalização do banditismo que tem sido a tônica em Porto Alegre nos últimos anos. Por mais críticas que eu tenha em relação a Gilberto Kassab (DEMO/SP), ele fechou camelódromos como esse no meio da Avenida Paulista, há um ano e meio. Fogaça vai lá e constrói um com o teu dinheiro. A disputa pela ponta do retrocesso tá intensa.

Não basta a insegurança geral na capital gaúcha. “A ideia é que o uniforme e a carteira de identificação ajudem a BM a coibir achacadores”, escreve a Zero Hora. Não dou uma semana para falsificarem tudo isso no achacamento das pessoas pela cidade, como já acontece. Deveria ser o contrário, mas a prefeitura parece disposta a manter a criminalidade em alta.

Aliás, Fogaça está no Paço há quase cinco anos. Deu jeito na Máfia dos Carroceiros, criada pelo PT? O Poeta - assim espero - vai ficar oito anos na prefeitura. É metade do período em que os petistas ficaram lá. Não muda nada em Porto Alegre, só piora.

Ainda segue a tendência de avestruz do governo estadual. Prefiro nem pensar que Paulo Odone (PPS/RS) vai comandar uma secretaria para a Copa 2014.

Nunca pensei que sentiria falta dos trambiques petistas no Orçamento participativo.

Muay Thai x Vereadores de Porto Alegre

7:56 | 18/06/09 | Rodrigo Alvares

Quem me conhece há uns bons anos sabe que sou entusiasta do Muay Thai. Por isso, a vergonha absoluta quando esse tipo de coisa acontece em uma Casa onde a prioridade é nomear ruas e expulsar os gatos do perímetro.

Foto: Camila Domingues/ Câmara POA
dida.jpg
“Tenho contrato com a Nike. E esse teu terno reversível do Tevah?”

ETIQUETA NO PARLAMENTO (Zero Hora)

Olha quem está falando ao microfone
Reação de francês a suposto descaso na
Câmara da Capital acende controvérsia

A indignação de um lutador multicampeão francês, o franco-argelino Dida Diafat, com a suposta desatenção a seu pronunciamento na Câmara Municipal de Porto Alegre na tarde de segunda-feira expôs uma polêmica: quem presta atenção ao que é dito no parlamento?

Na tarde de segunda-feira, Diafat falou por cerca de quatro minutos como convidado do vereador João Pancinha (PMDB) na mesa da Câmara e impôs constrangimento a um grupo de parlamentares que conversava no plenário.

Aos 39 anos, 11 vezes campeão mundial de muay thai (arte marcial também conhecida como boxe tailandês), ator de filmes nos quais contracenou com o astro Jean-Claude Van Damme, Diafat defende há 15 anos a aplicação do esporte como forma de tirar crianças da miséria.

Ele se sentou à mesa da Câmara ao lado do presidente da Casa, Sebastião Melo (PMDB), por volta das 15h30min. Vestindo camisa polo e calça jeans, foi apresentado e convidado a saudar os presentes com um breve discurso logo após o também breve pronunciamento do compatriota François Sabado, dirigente do Novo Partido Anticapitalista (NPA), que foi à Câmara a convite do PSOL. Falando em inglês com forte sotaque, o visitante contou um pouco da sua vida e de como se salvou da pobreza por meio do boxe tailandês.

Diafat era traduzido por uma intérprete. Irritado com vereadores que conversavam no plenário, pediu atenção dos parlamentares.

– Sou próximo do governo francês e, quando falo com ministros, por exemplo, eles estão focados. Fiquei irritado ontem (segunda-feira) porque tive a sensação de que os políticos não se importam muito com as crianças brasileiras – disse Diafat ontem, rumo o aeroporto Salgado Filho, onde embarcaria para a França.

Depois de pedir atenção, Diafat repetiu parte da sua história e, novamente chocado com as conversas, fez um novo alerta.

O lutador, que veio ao Estado a convite da Confederação Brasileira de Muay Thai Tradicional para palestrar sobre o esporte, não culpa todos os parlamentares pelo incidente e espera que o ocorrido tenho sido resultado do seu inglês. Mas, ainda assim, saiu surpreendido pelo recepção.

– Nos Estados Unidos, Alemanha e Espanha, quando falamos de crianças, todo mundo escuta porque ama as crianças – disse ontem.

Diafat foi aplaudido e tirou fotos com parlamentares na Câmara. Nem todos os vereadores, no entanto, engoliram o puxão de orelha. O decano da Casa, João Dib (PP), aproveitou um aparte para repreender a atitude do estrangeiro, depois de sua saída.

– Ele não estava trajado convenientemente. Eu não merecia ter a atenção chamada por um diabo que veio sei lá de onde. Ele pode ser artista de cinema, mas eu sou vereador de Porto Alegre – disse o ex-prefeito, relembrando o episódio. (…)”

Falando nisso, já tiraram as crianças das esquinas da avenida Ipiranga? Ou das pontes que cruzam o Dilúvio? Era uma tarefa do PT e que José Fogaça (PP$/ PMDB) não consegue resolver há cinco anos. Alguém protesta? Claro que não. Dá trabalho ir até a prefeitura. É sujo e tem ciganas lá, cruzes.

Sim, são 20 anos de incompetência crônica dos bovinóides. E o que vocês fazem? Montam banquinhas na Redenção. Bom mesmo é providenciar para que as faixas de segurança de Porto Alegre sejam feitas em blocos de concreto.

O porto-alegrense merece a cidade onde vive

19:09 | 04/03/09 | Rodrigo Alvares

Lembro muito bem que quando comecei o A Nova Corja, em 2004, a intenção era registrar fatos corriqueiros da falência de Porto Alegre depois de 16 anos com a PT na prefeitura. Depois de todo esse tempo, era de se esperar um mínimo de políticas sociais e comprometimento com o cidadão.

Claro que não deu certo. O partido preferiu instrumentalizar o Orçamento Participativo nas vilas e acossar quem não concordasse com a distribuição de cargos, para ficar em um exemplo. Do outro lado, lembro de matéria do Estadão na qual a responsável pela Juventude da prefeitura à época declarou que as crianças tinham o direito de ficar nas ruas porque era “um espaço lúdico”.

diluvio.jpg
“Copa de 2014? Nem sei em que ano nós tamo, dusmeu”

Não que com o PT fora, as coisas tenham melhorado. A sequência de fotos registrada pela Zero Hora deixa bem clara a completa falta de comprometimento com a melhoria das condições de vida da população.

Enquanto José Fogaça sonha vencer a eleição no ano que vem legalizando o banditismo e a ilegalidade com a construção daquele Camelódromo Aéreo, não consegue resolver um problema simples como tirar as pessoas de baixo das pontes do Arroio Dilúvio.

O que, elas têm o direito de estar ali? Não, não têm. Nem adianta ver o índice de assaltos por ali. Apenas converse com outro porto-alegrense e perceba que a sensação de insegurança passa por toda a cidade, em todas as camadas sociais. O que foi flagrado ontem acontece há trocentos anos nas escuras.

O problema também é do governo estadual. Não é desculpa a falta de efetivo, salários baixos ou falta de viaturas. Conhecimento sobre os principais pontos da violência em Porto Alegre é o que não falta à Brigada Militar. Mas como sempre, o melhor é o secretário de Segurança ir à TV e dizer para “as pessoas não reagirem aos assaltos”. Claro, uma vez que são incompetentes para resguardar a tua vida, te vira.

Até porque os porto-alegrenses merecem estar nessa decadência. Enquanto os governos preferem discutir a Copa de 2014 e a sobrevivência política da desgovernada ao invés de garantir um mínimo de cidadania à população, que por sua vez não consegue fazer nada além de achar que é tudo normal.

Para encerrar, uma frase do brigadiano que salvou o cara:

“Me impressionou o fato de ninguém querer ajudar”

Camelódromo aéreo paira como um espelho

20:25 | 10/02/09 | Rodrigo Alvares

Leia como Porto Alegre livrou-se dos camelôs legalizando o banditismo desenfreado e ainda assim não vai limpar o centro da cidade. Na real, vai ficar pior. Mesmo assim, qualquer pessoa com o Tico e o Teco funcionando sabe que essa monstruosidade só vai servir para legitimar a sonegação de impostos, para ficar em algo leve.

Mais uma vez, a capital do Bovinão mostra toda a sua criatividade para solucionar problemas. Foi assim com o Tri - um bilhete único em pele de euro -, uma verdadeira engambelação para o bolso das pessoas. É uma vergonha que São Paulo tenha conseguido instituir o cartão e uma cidade como Porto Alegre não consiga resolver o problema do transporte público. Talvez seja a influência da máfia que impera no setor.

Aí anunciam a construção de um camelódromo aéreo. Fale isso em voz alta, porque o teu imposto pagou por essa biboca para que o banditismo continue tocando o horror no centro. Em São Paulo, a prefeitura fechou esses lugares na avenida Paulista e na rua 25 de Março. O que não é pouco.

Nem vou me dar ao trabalho de copiar todo o texto da ZH, porque esse fiasco deveria ficar restrito à província:

Estreia com produtos que são proibidos

Enquanto o secretário municipal de Produção, Indústria e Comércio (Smic), Idenir Cecchin, visitava o Centro Popular de Compras, uma equipe da RBS TV flagrava a venda de produtos piratas e contrabandeados nas bancas. Camisetas falsificadas de diversas marcas famosas estavam expostas sem constrangimento.

– Original, só na loja. Daí a gente vende a réplica – explicou uma camelô, que pedia R$ 30 por uma camisa Lacoste.”

Adoraria ver o Poeta caminhar do seu gabinete até esse lugar sem ser assaltado.

Vem fazer uma oficina em Porto Alegre

8:28 | 14/01/09 | Rodrigo Alvares

Do Painel da Folha de hoje:

Tiroteio

“Mesmo com tanto dinheiro, não se vê uma obra de infraestrutura. Espero que haja explicação para essa incompetência da governadora.”

Do senador MÁRIO COUTO (PSDB-PA), sobre a declaração da governadora Ana Júlia Carepa (PT-PA), para quem a ‘identidade ideológica’ do seu governo facilitou a liberação recorde de investimento público em obras para abrigar o Fórum Social Mundial.”


Toda a experiência em infraestrutura do último FSM, em Porto Alegre

Melhor o senador não esperar muita coisa de quem discute as mesmas idéias desde a primeira edição do Fórum, em 2001. Nem os petistas de Porto Alegre aguentavam os hippies que invadiam a cidade. Mas, curiosamente, os comerciantes capitalistas e malvados estão doidos para que o evento retorne ao Bovinão.

Uma coisa de cada vez, pessoal

5:56 | 23/12/08 | Rodrigo Alvares

Ninguém pode acusar os vereadores de Porto Alegre de falta de timing. Mal o Ministério Público engavetou a acusação de que alguns deles levaram propina para aprovar o projeto do Pontal do Estaleiro, e os líderes de cada partido se reuniram para decidir retirar a votação da pauta de 29 de dezembro.

A prioridade é discutir os projetos da dupla Gre-nal.

Foto: Pedro Revillon
pontal.jpg
“Aí, gurizada: vamos pensar a longo prazo OK? OK”

Até aí, compreensível. Pena que o veto do prefeito José Fogaça (PMDB) só voltará a ser mencionado lá pelos idos de janeiro, perto do carnaval - ou seja, nédedede até março.

Não dá para criticar as prioridades dos vereadores. Afinal, é só observar as cifras que envolvem os projetos para a Copa de 2014 e as que envolvem o Pontal. Assim é melhor, com o Plano Diretor da cidade retalhado durante o verão fica bem mais fácil dissuadir as pessoas.

Coisas que me matam lentamente

19:29 | 25/11/08 | Rodrigo Alvares

Vai tarde, mas não dá para deixar passar batido:

Supersecretaria da Copa (Página 10/ ZH)

O papel do vice-prefeito eleito José Fortunati como responsável pela secretaria que vai cuidar dos preparativos para a Copa de 2014 será um dos mais importantes no segundo mandato do prefeito José Fogaça.

Caberá a ele não apenas buscar o atendimento das exigências da Fifa para que Porto Alegre seja uma das sedes da Copa, mas buscar investimentos que melhorem a qualidade de vida na cidade.

Foto: Giuliano Thaddeu, Divulgação
fortcopa.jpg
“Quem, o Paulo Odone? O prefeito não é mais do partido dele, te liga”

Fortunati terá, entre outras, a incumbência de buscar junto aos deputados federais e senadores gaúchos o apoio para a construção do metrô.

‘A Copa é uma excelente desculpa para Porto Alegre dar um salto de qualidade, já que para cumprir as exigências da Fifa é preciso melhorar a segurança, o transporte, o saneamento básico e até o fornecimento de energia e as comunicações’ diz Fortunati.”

Boa sorte, Bovinão

13:15 | 25/10/08 | Leandro Demori

Amanhã é o dia e você vai ter que fazer uma força enorme para decidir entre José Fogaça e Maria do Rosário. É triste, eu sei, mas tente assimilar o golpe e evite ao máximo beijar a lona. Até Manuela D´Ávila já entendeu como as coisas funcionam.

Veja pelo lado bom: você pode ter um prefeito com a cara do Papai Dino.

focaga_dino.jpg

Em último caso, se for votar no PT e assistir a vitória do Fogaça, pode gritar por quatro anos que ele “não é a mamãe”.

E se for petista MESMO, sugiro relaxar. Pelo sorriso, nem Mariazinha está lá muito preocupada com o resultado de amanhã. Pisa fundo no COREGA, cumpanhêru.
maria_rindo.jpg

Por falta de personagem comparável na Família Dinossauro, pausa para CAVALO:
cavalo_rindo.jpg

abra$$o.

iPod Blogging - Debate Globo São Paulo

21:04 | 24/10/08 | Rodrigo Alvares

22h03: como o tédio com debates está em níveis perigosamente tediosos, o Conselho Editorial do A Nova Corja decidiu fazer um iPod Blogging das discussões no Fumaquistão e em Porto Alegre. Pause, só se eu vir a Marta Suplicy (PT) subir no pescoço de Gilberto Kassab (DEMO). Na capital bovina, nossos agent…, ops, repórteres decidiram que fazer live blogging é uma completa perda de tempo - no que sempre concordei. Aliás, esse é uma boa chance para nossos leitores praticarem aquele tal “Jornalismo Cidadão” e comentarem os melhores momentos do embate no Bovinão.

Mas se não for o caso, tente o iPod e deixe o caminho livre para a associação livre. Pretendo ouvir o último do Beck, Modern Guilt, mas não sei o que posso tirar daí. Enquanto a discussão não começa, leia entrevista que concedemos à revista Void - ficou bem bacana, aliás. E não costumo elogiar nada. Abaixo, alguns trechos:

ENFRENTANDO A CORJA

O Rio Grande do Sul é o tipo de lugar onde as pessoas vivem em uma realidade paralela, criada pelas próprias fantasias e alimentada, em grande parte do tempo, pela ignorância. Sabe aquele papo de que nos Pampas a coisa é diferente, de que nossos políticos não roubam, de que quase não somos brasileiros, ou de que o Humberto Gessinger é genial? (…) Leia e se mude para Salvador.

VOID: Quando o Nova Corja começou?

Walter:
Começamos em 2004 para cobrir as eleições municipais daquele ano, de maneira independente. O Rodrigo Alvares começou sozinho, e depois eu entrei, e aí teve outras pessoas que entraram e saíram nesse meio tempo, Carlos Bencke, Gabriel Brust, Daniel Gallas… Mas todos já saíram. Tem uma hora que não se consegue dar conta, não ganhamos nada com o blog, fazemos por prazer mesmo. (…)

VOID: E como vocês avaliam a gestão do Fogaça?

Walter: Quem?

Leandro: Nunca vi ele, se cruzar com ele na rua eu não reconheço (risos).

Walter: Morto.”

22h08: tédio mortal pronto para começar. Os candidatos foram devidadmente apresentados por Chico Pinheiro. Pelo menos, ele não mandou o espectadores relaxarem pelas próximas horas, como aconteceu na Band. Evitem propaganda subliminar por causa da novela A Favorita, por favor.

22h14:
ei, o G1 vai transmitir ao vivo os debates no Rio e em Belo Horizonte, mas continuo vendo a Patrícia Pillar na cama do Ary Fontoura. FOGE.

22h24: Chico Pinheiro diz que “tem certeza de que o debate será de alto nível”, mas pediu encarecidamente para as claques calarem a matraca pelas próximas horas.

22h27: ao que parece, Kassab vai demitir Kassabinho depois das eleições. Antes bulimia do que obesidade infantil. Pela expressão corporal, diria que Marta critica a gestão do demonista e tenta associá-lo a Celso Pitta.

22h30: Marta diz que “não tira as crianças do caminho, eu as coloco no CEU“.

22h34: o CEU é um instrumento de inserção social? Ainda bem que vou pro inferno.

22h37: como esperado, o tédio mortal. Será que no Bovinão já degolaram alguém?

22h42: ufa, terminou o primeiro bloco.

22h50: Marta continua a fustigar Kassab por sua associação com Pitta, mas não consegue responder quando é perguntada sobre os acusados pelo mensalão - era vice-presidente do partido à época. Como? Simples: o prefeito conhece o formato do debate e sabe que a petista não tem direito à resposta.

22h54:Eu penso nas pessoas como gente“, diz Marta. Que alívio.

Foto: Adriana Franciosi
debate.jpg
Enquanto isso, no Bovinão

22h59: o Blog da Rosane comparece, finalmente. “A uma pergunta de Maria do Rosário sobre os portais da cidade - que chamou de portais de baldeação - Fogaça acusou o PT de ser responsável pelo fato de o metrô nunca ter saído do papel o projeto do metrô. E disse que os portais da cidade foram premiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, com US$ 500 mil.

‘Se não é do PT, não presta’, disse Fogaça”. A apatia bovinense dos porto-alegrenses fica justificada quando passam a discutir a importância do Camelódromo Aéreo. É bem isso que a cidade precisa: mais comércio ilegal para financiar o banditismo desenfreado.

23h07: depois de passar os olhos no debate entre Gabeira e Paes, no Rio, só consigo perceber que o peemedebista consegue ser mais ensaboado do que o Verde quando responde a qualquer pergunta. Parada dura.

23h12: o terceiro bloco de perguntas em São Paulo volta com perguntas de tema livre. Segura firrrme.

23h16: alguém ligue para os assessores de Marta e avise que ela deve ler a regra do debate antes de tentar responder a Kassab quando ele sabe a última vez de falar.

23h20: continuo a esperar os famigerados “Vagabundo” e “Relaxa e goza”.

23h22: Marta pergunta para o espectador se ele recebe remédio em casa. Continuo a esperar meus tarja preta. Beijo, me liga.

23h24: “Pedágio urbano? Enviei o projeto à Câmara de Vereadores, mas não sei de nada”.

23h26: pedágio urbano ou não - e vai acontecer, não te ilude -, Kassab continua a fulminar Marta ao fim de cada bloco. Neste, sobrou até para o Delúbio, coitado.

23h30: lá vem o quarto bloco. Reza.

23h32: Kassab é amplamente melhor assessorado do que Marta, mesmo que invente um zilhão de dados. Chamem o Gilberto Carvalho de volta.

23h40: espero que a Globo tenha deixado o pessoal do CQC entrar no debate. Ver petistas descontrolados a bater num cara de quase 2m não tem preço.

23h43: o Bovinão debate (Blog da Rosane). “Parabéns à fonoaudióloga de Maria do Rosário. Em outros tempos, a esta altura do campeonato a candidata já teria perdido a voz. Rosário está aprendendo a usar melhor a voz e resistindo melhor do que em 2004, quando foi candidata a vice-prefeita.

Foto: Adriana Franciosi
116459post_foto.jpg
“Quem, eu me preocupar?”

23h51: vai começar o último bloco e fim do martírio. Mas aí vai um puxadinho do G1:

“DE DENTRO DO ESTÚDIO

Os deputados federais petistas José Mentor e Paulo Teixeira lamentam que Gilberto Kassab (DEM) tenha citado o mensalão no momento em que Marta Suplicy não tinha direito a réplica. A torcida de Kassab comemorou com gestos positivos. (Roney Domingos/G1)”.

23h55: Marta se despede das testemunhas sem deixar de ressaltar a grana federal que vai entrar na cidade caso seja eleita. Muito sutil. Kassab segue no tédio e me lembra Geraldo Alckmin. Encerra-se o debate e boa sorte neste domingo na hora de votar. Tu vais precisar para os próximos quatro anos.

Te vejo no debate

15:37 | 24/10/08 | Rodrigo Alvares

poafog.jpg

Do Terra:

“Porto Alegre: juíza manda tirar do ar site da prefeitura”

“A juíza eleitoral Helena Maciel determinou a retirada do ar do site da prefeitura de Porto Alegre e do Diário Oficial do Município. A decisão atende uma liminar apresentada pela Frente Popular. A coligação da candidata Maria do Rosário (PT) argumenta que nas páginas haveria publicidade institucional e uso ‘explícito’ do site da prefeitura na campanha de José Fogaça (PMDB).

A representação ainda pede a cassação do registro do peemedebista por uso da máquina pública. Mas, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), a juíza não fez menções sobre o assunto na sentença. A campanha de Fogaça tem 48 horas para apresentar a defesa na 161ª zona eleitoral de Porto Alegre.

Em nota, a coligação de Fogaça informou que ‘as medidas pertinentes para o cumprimento da decisão judicial serão analisadas e adotadas no âmbito restrito da administração municipal. Quanto à interpretação dos fatos publicizados, tanto no Diário Oficial de Porto Alegre (DOPA) como no Portal de Notícias da prefeitura, entendemos não haver qualquer vinculação, citação ou menção aos eventos da campanha eleitoral‘.”

Não obstante, na ZH:

Site de Fogaça é atacado por crackers, diz assessoria

5312813.jpg

“O site da candidatura de José Fogaça (PMDB) à prefeitura de Porto Alegre teria sido modificado por crackers no início desta sexta-feira, disse a assessoria do peemedebista. Por volta das 7h, integrantes da campanha do atual prefeito teriam verificado que havia uma ‘máscara’ na página. Um texto dizia ‘Fogaça despenca no final’. Na parte de baixo do site, dois cartuns faziam piada sobre o peemedebista.”

Nem o Guri Chorão citam na matéria

8:12 | 24/10/08 | Rodrigo Alvares

Eu já esperava algo nesse sentido, mas impossível evitar a vergonha alheia. Preciso encontrar quem faz o verniz dessas pessoas:

Pedro Simon ironiza depoimento de Lula para Rosário

O senador Pedro Simon (PMDB) discursou nesta noite durante o comício do candidato à reeleição em Porto Alegre, José Fogaça (PMDB). Simon brincou com a gravação do depoimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em apoio à candidata Maria do Rosário (PT). Para o senador, o presidente estava tendo uma postura correta até o momento, mas foi obrigado a falar.

‘Pena que Lula não ficou quieto, coitadinho. Mas foi tão forçado a falar que teve que dizer qualquer coisa.’”

Nota do editor: ao menos ele disse alguma coisa, não, Simon? Longe de mim defender Ffosso Guia, mas faz uns quatro meses que os bovinóides esperam que tu e o Rigotto falem alguma coisa sobre o exílio do Bu$atto.

“Simon continuou o discurso dizendo que os apoiadores de Fogaça entendiam a postura de Lula.

‘Foi da boca para fora’”.

Nota do editor: isso já é uma ação em si, o que contradiz por completo o que o Poeta fez na cidade. Ainda espero a explicação de Simon sobre a absolvição de Renan Calheiros. Que história bem esquisita foi aquela.

“O senador disse ainda que tem certeza que o presidente é uma boa pessoa e que em dois anos virá a Porto Alegre para ‘pedir desculpas pela gravação” e que o povo vai entender “porque vai ter escolhido o caminho que era melhor para a cidade’.”

Nota do editor: Lula precisa pedir desculpas é por não ter entrado com a Força Nacional de Segurança para liquidar a média semanal de escândalos no Piratini. Sorte que precisa descascar seus próprios abacaxis no Planalto.

“O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, também discursou, mas não fez referência à gravação de Lula. Mesmo assim, Lupi deu uma das declarações mais duras sobre as gestões do PT na Capital. Ele disse que Fogaça assumiu a prefeitura ‘no seu mais baixo grau de respeitabilidade’.”

‘A cidade sofria de baixa auto-estima’, disse Lupi.

Nota do editor: claro, ouvir isso de Carlos Lupi vai melhorar em muito a auto-estima dos porto-alegrenses. Só faltou o Paulinho da Força aparecer.

Não sou a favor de ninguém, mas vocês vão mesmo reeleger essa nulidade como prefeito da capital bovina, apesar de toda a catrefa que está ao lado dele? Deviam se adiantar e votar antecipadamente pela reeleição da desgovernada, para adiantar a castração.

Hoje é o Dia do Poeta

10:24 | 20/10/08 | Rodrigo Alvares

ws_obtemfoto.jpg
Celebrate

Do Estadão: “O primeiro dos cinco debates que acontecerão na última semana de campanha dos candidatos prefeitura de Porto Alegre transcorreu sem nenhum incidente. O candidato à reeleição José Fogaça (PMDB) queixou-se de ter sido chamado de autoritário pela sua oponente, Maria do Rosário (PT) e creditou a maioria dos problemas da cidade aos 16 anos da administração do Partido dos Trabalhadores interrompidos pela sua eleição em 2004“.

Tá, desintegrei

16:49 | 06/10/08 | Rodrigo Alvares

Do Blog da Rosane:

Alô, Manuela?

Antes de iniciar a caminhada na Rua dos Andradas no início da tarde, Maria do Rosário (PT) contou que tentou entrar em contato com Manuela D’Ávila (PC do B) pela manhã:

— Estou tentando falar com ela ao telefone. Já liguei várias vezes. Ô, Manuela, atende o telefone aí.
Rosário disse que irá tentar novamente e que tem certeza de que ela e a comunista irão conversar.

— Tenho certeza de que ela não me atendeu porque deve estar descansando. Eu também não liguei antes porque estava descansando.”

Parabéns bovinóide da capital

10:57 | 06/10/08 | Leandro Demori

Você acaba de reeleger 19 irrelevantes.

Nome do Vereador - Índice de projetos relevantes*
Carlos Todeschini - 26,2%
Bernardino Vendruscolo - 22,8%
Elói Guimarães - 22,7%
Professor Garcia - 21,4%
Luiz Braz - 21,1%
Aldacir Oliboni - 20,7%
Sofia Cavedon - 19,0%
Elias Vidal - 17,9%
João Antônio Dib - 15,0%
Maria Celeste - 14,7%
Adeli Sell - 11,8%
Carlos Comassetto - 10,7%
Maurício Dziedricki - 9,1%
Sebastião Melo - 8,8%
Dr. Goulart - 5,6%
Haroldo de Souza - 2,9%
João Carlos Nedel - 1,6%
Beto Moesch - 0,0%
Mauro Zacher - 0,0%

*Transparência Brasil

Live blogging - Eleições 2008 | 1º turno

13:44 | 05/10/08 | A Nova Corja

gado_eleicoes.jpg

13h36 (Leandro) - Acordei cedo para tomar remédios, uma gripe desgraçada me derruba há mais de uma semana. Ligo a TV para ver que horas são e vejo imagens de Maria do Rosário e Manuela votando, uma ao encontro da outra. Ué, elas votam na mesma urna? Que coisa. Poderiam trocar votos, beijos, tapas, Decongex Plus. Emoção no Bovinão: pesquisas dão as duas tecnicamente empatadas no segundo lugar enquanto o Poeta Fogaça espera zzz.z..z.z. Impossível prever qualquer coisa.

Em São Paulo a grande tensão é ver se Soninha computará mais votos do que Maluf. É algo tipo “saber se Rubinho Barrichelo vencerá Takuma Sato na ponta de baixo”. Emocionante. Fatalmente, Marta “Gozadinha” Suplicy x Kassab será o embate no segundo turno. Alckmin foi abandonado até por FHC. Assim não pode, assim não dá. Ontem andou circulando um e-mail na minha caixa de entrada insinuando algo sobre a sexualidade de Kassab. “Por que ele não mostra a sua família?”, perguntava o texto, logo após mencionar algo sobre deus, Jesus, etc. Vai ser interessante a disputa entre uma sexóloga e o Kassab, acusado de ter um relacionamento pouco tradicional. Ao menos sabemos que, de qualquer forma, o vencedor poderá consolar o perdedor: a solução de todos os problemas é relaxar e gozar.

No Rio, Eduardo Paes lidera com folga, mas a grande surpresa é Fernando Gabeira, que vem forte para o segundo turno. Boa briga no Favelão. Não tem ninguém da família Garotinho no páreo, logo, não haverá greve de fome. Ao contrário, se Gabeira confirmar segundo turno prevejo forte larica.

Abrimos aqui o ao vivo de Eleições 2008. Espero que Walter e Rodrigo acordem antes de amanhã. Vamos levar as atualizações até a divulgação dos resultados, que deve acontecer lá pelas 20h. Ou até a gente encher e mandar todos vocês embora do blog.

14h01 (Leandro) - - Presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, faz balanço sobre urnas. Sono.

14h08 (Leandro) - Algumas notícias de suma importância:
- Lula cumprimenta amigo de Frank Aguiar [clica e morre com a foto]
- Eleitora de 82 anos é dada como morta ao tentar votar em PE
- Cantora Gretchen vota [ahunnn]
- Cavalo invade local de votação em Gravataí

14h45 (Rodrigo) - Do nosso correspondente no Fumaquistão: “Depois de justificar o voto, segui em direção à feira para comprar alguns acepipes. No caminho, uma turista japonesa pede informações para chegar ao metrô e a acompanhamos até lá. Ela trumbicou em uma das várias calçadas irregulares e perguntou como os deficientes físicos e idosos fazem para contornar essas condições.

“Eles não fazem”, respondi.

“Mas e o governo?”, perguntou.

“O governo acha que os idosos já viveram demais”. Ela estava com uma expressão meio que de assustada quando a deixamos na estação.

Naquela ágora que é uma feira, mais democracia:

“Quem votou na Marta tem desconto na melancia”, gritava um vendedor.

“É por isso que a banca dele tá vazia”, retrucou outro.

14h55 (Walter) - Acordei. Zzz… ronc… zzz… Não, mentira. Já tinha acordado. E já votei. Ia anular diante do horror profundo, mas votei Lulu Genro. Sério. Foi a única que tocou o horror decentemente na bandidagem que impera em nosso pasto. Para vereador, anulei total e sem limites, ainda mais depois do estoooodo fatal da Transparência Brasil que postei ontem.

15h20 (Leandro) - Eleitor foi preso por fotografar a mãe na urna. Vamos evitar o abesórdo OK? Atenção Cel. Mendes: homem foi votar com REVÓLVER NA CINTURA em Novo Hamburgo. Gaúcho. Macho. Melhor deixar quieto OK? Enquanto sua mãe não vota vale olhar aqui as pesquisas Datafolha publicadas ontem: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Curitiba.

15h30 (Leandro) - Número de prisões por boca-de-urna deve ser recorde no Bovinão. Cel. Mendes acaba de dar entrevista dizendo que alguns presos optaram, como pena alternativa, VARRER O QUARTEL DA BRIGADA MILITAR. Rádio Gaúcha entrevistou Dona Janete, que neste exato momento passa o RODO no QG da puliça. “Tá muito sujo aí?”. “Tá mais ou menos, viu”. Fire.

15h32 (Rodrigo) - Do nosso correspondente no Fumaquistão: bah, eu sabia que não devia ter saído do meu esconderijo. Tem um helicóptero parado em frente à janela aqui da sucursal há uns 15 minutos. Saiu agora há pouco. Deve ter ido buscar reforços para me capturar.

15h35 (Rodrigo) - Do nosso correspondente no Fumaquistão: conheça melhor nossas reuniões de pauta:

Walter diz:
Ontem vi o Simon entrando no Zaffari da Protásio. Hoje vi o Odone almoçando no Barranco. Odeio demais.

Rodrigo diz:
POSTA

Leandro Demori diz:
sflkajfas

Rodrigo diz:
Tavam comendo o quê?

Walter diz:
Sei lá. Passei de carro.

Rodrigo diz:
Não atropelou por quê?

Walter diz:
Por causa do muro.

15h45 (Leandro)
- Notícias relevantes:
- Mesária embriagada é detida após atrapalhar votação em Rio Grande
- Na Paraíba, promotores trocam socos e prometem briga “até dentro da Igreja”
- Eleitor de 77 anos morre durante votação em Santa Catarina

15h58 (Leandro) - Remédios, dor, estou surdo de um ouvido. Não irei votar. Completamente impossibilitado de sair de casa. Postando de pijama desde sexta-feira. Poderia viver assim não fosse a falta de noção absoluta ao acordar no meio da madrugada. Ontem quase abri a porta do armário pra fazer minhas NECESSIDADES. Ouvir em mono é um lixo. Se fosse à urna votaria em Luciana Genro. Tá, mentira, votaria no Onyx. OK, mentira de novo. Anularia fortemente alegando visão turva. O remédio para descongestionar que estou tomando diz: “Não dirigir ou operar máquinas”. Urna eletrônica é uma máquina?

16h30 (Leandro) - Meia hora pro fim da votação. Saiam do blog para cumprir seus DEVERES CÍVICOS. Logo depois das 17h começamos a divulgar as pesquisas de boca-de-urna.

16h34 (Leandro) - Notícia irrelevante:
- Ayres Britto defende total liberdade da Internet nas eleições

16h47 (Walter) - Tédio previsível: “Internautas desrespeitam Justiça Eleitoral e colocam voto no YouTube

17h12 (Walter) - Boquinha de urna: “Pesquisa boca-de-urna indica Fogaça e Maria do Rosário no segundo turno“:

Poeta: 39%
Mariazinha: 23%
Man: 19%
Lulu: 9%
Onyx: 6%
Nelson Marchezan: 2%
Carlos Gomes: 1%
Vera Guasso: 1%

17h31 (Leandro) - Boquinha Rio de Janeiro:
Gabeira (23%) passa Crivela (20%) e vai ao segundo turno.

17h34 (Leandro) - Boquinha Salvador:
ACM Neto (27%) caiu. Ibope mostra João Carneiro (PMDB) e Walter Pinheiro (PT), que aparecem com 31% cada.

17h35 (Rodrigo) - Do nosso correspondente no Fumaquistão: Kassab esmirilhou Alckmin na boca de urna. Votos válidos deixaran-no com 32%. Chuchu tem 21% e Marta Suplicy lidera com 36%.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr
chuchupastel2.jpg
“É um pastel de vento, sim. E daí? Não tá vendo que é o símbolo da minha campanha?”

(more…)