Tag ‘protesto’

Para proteger o laquê, use 200 brigadianos

12:33 | 22/07/09 | Rodrigo Alvares

Brigada montou megaoperação para
proteger Yeda (Correio do Povo)

Menos de uma semana após o protesto em frente à casa da governadora Yeda Crusius, a Brigada Militar montou uma megaoperação no Centro da Capital para evitar possíveis manifestações de sindicalistas. Duas horas antes da chegada de Yeda, que havia confirmado presença em uma solenidade na Universidade Estadual do RS, 200 policiais fizeram um cordão de isolamento para garantir sua proteção.

Foto: Paulo Nunes
02brigad.jpg
“É uma escola de lata aí dentro, magrão?

Pessoas que passavam pelas imediações da Farrapos, Barros Cassal e Alberto Bins foram abordadas pela polícia. ‘Todas as pessoas que estivessem com algum volume saliente, como mochilas ou pacotes, foram revistadas’, admitiu o comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Leonel da Rocha Andrade.

A corporação atuou juntamente com dois pelotões do Batalhão de Operações Especiais (Boe), agentes do 11º BPM e da 4ª Companhia do 9º BPM. ‘Essa mobilização é para evitar incidentes que venham a denegrir ou muitas vezes tumultuar a comunidade’, completou Andrade.

O forte aparato de segurança chamou a atenção dos moradores, acostumados com o reduzido número de efetivo na área. O subcomandante-geral da BM, coronel Lauro Binsfeld, negou falta de policiamento e enfatizou que a segurança de Yeda será reforçada.

‘Temos que dar um basta ao movimentos radicais. A Brigada Militar não irá mais tolerar ações de falta de respeito‘, apontou Binsfeld, em referência ao ato do Cpers, na semana passada. O subcomandante afirmou que, a partir de agora, a mesma operação será repetida em todos os atos de governo.”

Melhor questionar de quem vem a falta de respeito no Rio Grande do Sul. Ainda bem que Yeda vai tirar uma semana de férias enquanto os prefeitos imploram ajuda em relação à gripe suína e assim evitar aglomerações no ambiente hermeticamente fechado que é o seu gabinete.

Tratamento de choque

11:48 | 18/07/09 | Rodrigo Alvares

Tiroteio (Painel/FSP para assinantes)

‘Não bastasse a precariedade das condições políticas, a governadora Yeda Crusius agora precisa de tratamento terapêutico.’

Da deputada Maria do Rosário (PT-RS), sobre a reação da governadora gaúcha, que chamou de ‘torturadores’ professores que faziam manifestação em frente à sua casa, na quinta-feira.”

Imagina se fosse com a Manuela

8:45 | 17/07/09 | Rodrigo Alvares


“Ela ficou desfilando, fora de qualquer sanidade mental”

Yeda Crusius quer passar o transtorno adiante?

18:08 | 16/07/09 | Rodrigo Alvares

As imagens com os netos da desgovernadora Yeda Crusius (PSDB) durante o protesto de hoje são sem dúvida deprimentes. Não vou entrar em questões familiares, mas como as sequências de fotos e o vídeo da Zero Hora não dão a noção exata da ordem cronológica dos acontecimentos, tem algo a ser considerado seriamente.

Foto: Roberto Vinícius/Agência Free
protestocasayeda4.jpg

A luminosidade das fotos da manifestação ajuda a esclarecer algumas coisas. Antes de a Brigada Militar retirar o pessoal do Cpers da frente da residência, Yeda aparece na parte de dentro do pátio com a filha, Tarsila, e os dois netos. Em outras imagens, aparece segurando um cartaz chamando os professores de torturadores.

Interlig Propaganda/Hopi Chapman
09197192.jpg

Não é exatamente um caso no qual a ordem dos fatores altera o produto, mas se Yeda decidiu fazer um show ao levar seus netos para a frente da casa e usá-los para passar de vítima, seria o aspecto mais condenável dessa história toda. Se tem 500 pessoas na porta da minha casa pedindo o meu laquê, a última coisa que vou fazer é levar meus filhos para perto delas.

Foi um constrangimento desnecessário. Se as crianças não conseguiam sair de casa para ir ao colégio, que tivesse deixado-as lá dentro ou que saíssem direto da garagem. Agora, ao invés de discutirem as condições precárias da Educação no Rio Grande do Sul e o protesto em si, as pessoas culpam o Cpers por traumatizar as crianças.

Não quero defender os professores, muito pelo contrário. O problema é a expressão de desdém misturada com felicidade que Yeda fez enquanto escrevia e mostrava o cartaz para que todos tirassem fotos das verdadeiras vítimas desse barraco todo. Se expor os netos a uma horda de manifestantes vai deixar marcas psicológicas neles, seria interessante saber quem decidiu montar esse circo na parte de dentro da mansão.

Update 19h24

Assista e tire sua própria conclusão:

Reprodução

yeent2.jpg

“Todos sabem onde eu moro. É uma casa sem muros”

Tucanos gaúchos têm bicos de lata

15:12 | 16/07/09 | Rodrigo Alvares

Nota Oficial do PSDB e da bancada do PSDB na AL

É com profunda tristeza e repúdio que os deputados do PSDB assistiram às ações truculentas protagonizadas no protesto que militantes caracterizados por partidos políticos e alguns sindicalistas realizaram hoje pela manhã em frente a casa da governadora Yeda Crusius.

O PSDB não pode acreditar que estas ações de violência tenham a aprovação da maioria do magistério. Continuamos acreditando que a maioria dos professores está junto com o Governo do Estado na busca da melhoria para a Educação do Rio Grande do Sul.

Ações como esta mostram cada vez mais que estes movimentos agem movidos por interesses político-partidários e não a favor de categorias e em benefício do Rio Grande do Sul. Democraticamente, respeitamos toda forma de protesto das categorias de classe.

Entretanto, ações de violência descabida como estas, descaracterizam o movimento que, por várias vezes, tem agido de forma irresponsável. Movimento que hoje protagonizou uma pressão moral e psicológica em crianças que precisavam ir para a escola.

Esta não é uma forma legítima de reivindicação. Não é dessa forma que se promove o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Não podemos permitir que movimentações como estas descaracterizem a gestão competente que tem sido demonstrada pela governadora Yeda Crusius.

Deputado Estadual Adilson Troca Líder da Bancada do PSDB na AL

Deputada Estadual Zilá Breitenbach Presidente Estadual do PSDB”

Escola de lata e demência
na casa de Yeda Crusius

13:23 | 16/07/09 | Rodrigo Alvares

Finalmente, alguém saiu do Twitter e resolveu fazer um protesto de verdade contra Yeda Crusius (PSDB). Pena que tinha mais oficiais da Brigada Militar do que manifestantes do Cpers em frente à casa da desgovernadora, na rua Araruama.

Não costumo ver os brigadianos prenderem os motoristas de ônibus quando trancam a avenida Mauá por ordem dos patrões e ferram com a vida de meia Porto Alegre. A menos que tenham pensado que os manifestantes fossem invadir e saquear a mansão de Yeda para descobrir por que diabos a desgovernadora não fala a verdade. Ela respondeu à altura, como sempre.

Fotos: Roberto Vinícius/Agência Free Lancer/AE
despeito.jpg
“Vou colocar vocês em uma escola de lata e jogar no Guaíba, caso voltem”

Como se pode ver nas fotos e no vídeo abaixo, o lugar não é exatamente movimentado para se dizer que estavam atrapalhando a ordem pública. Era tão pouca gente que bastava ficar do outro lado da rua. A Brigada só precisava esperar que eles gritassem, chamassem um pouco de atenção e fossem embora. Claro que não foi isso que aconteceu.

despeito-2.jpg
“Cadê o coronel Mendes quando eu preciso? Vocês não são de nada”

Se o Cpers começou o barraco, quem comandava do outro lado não fez questão de se lembrar do cargo que ocupa para ao menos se portar como tal. Saiu e ainda jogou gasolina na situação. Esse comportamento chulo de Yeda Crusius periga conseguir que todos passem a se comportem como ela, que chega ao absurdo de usar os próprios netos para condenar o protesto:

“A violência e o absurdo são tão grandes que só posso descrever com os meus netos. Crianças de oito e 11 anos saem chorando de casa. Esses falsos professores, eles não são professores porque professores não torturam crianças. Saiu o carro com minha filha e as crianças, mas duvido que possam fazer aula ou provas em condição normal. Tive que pedir desculpa para os meus netos. Vocês não são professores. Vocês são torturadores de crianças

protesto.jpg
“Do ponto de vista semiótico, a gente devia ter feito o protesto no dia 14″

Com certeza, a prole dos Crusius não estudam em uma escola de lata. Os manifestantes estão em frente na Praça da Matriz neste momento. Espero que a desgovernadora tenha o bom senso de mostrar um cartaz mais elaborado da sacada do Palácio Piratini. De preferência, de cabeça para baixo, como está acostumada a fazer.

A CPI de Yeda Crusius vai sair, não adianta

13:07 | 03/06/09 | Rodrigo Alvares

Agora que a pesquisa do Datafolha confirmou que a desgovernadora tem a pior avaliação da história, quem sabe o Democratas não exige que José Sperotto assine o requerimento da CPI para que os gaúchos não esperem pelo PDT.

O demonista pode se bandear para o PSDB, como já foi ventilado, e mesmo assim vai faltar uma assinatura. Certo. Mas se engana quem pensa que a oposição conta com os três deputados pedetistas, que deveriam marcar um X na lista de uma vez por todas porque, como todos sabem, tem eleição ano que vem e eles não querem estampar outdoors pelo Bovinão.

Yeda está no 1º Fórum do PSDB Mulher, em Brasília, onde espera receber apoio da alta tucanagem. Se até o fim do dia ela aparecer em alguma foto ao lado de José Serra ou Aécio Neves, eles podem dar adeus aos votos dos gaúchos no ano que vem.

Foto: Ronaldo Bernardi/ZH
cpi.jpg
88% dos gaúchos que querem CPI têm compromisso partidário?

Manifestantes ocupam fachada da
Assembleia com cartazes anti-Yeda (ZH)

Cartazes contra o governo Yeda foram colocados em frente à Assembleia Legislativa na manhã desta quarta-feira. O objetivo é fazer pressão sobre os deputados para que assinem a lista para abertura de CPI proposta para averiguar informações de corrupção dentro do governo. (…)

O líder do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Adilson Troca, explicou o protesto como sendo uma manifestação política. Segundo ele, os integrantes do protesto têm compromisso partidário. Sobre a pesquisa do Datafolha, comentou tratar-se de uma análise sobre ‘um momento político’.

“Se fosse sobre a gestão da governadora, certamente seria aprovada. O governo honra os compromissos do Estado e tirou-o do buraco“, disse Troca.

Chamando Coronel Mendes

19:02 | 14/05/09 | Rodrigo Alvares

Onde já se viu cerca de 3 mil pessoas transtornarem o trânsito contra a desgovernada e a Brigada Militar não fazer nada? É um absurdo o governo ser leniente assim, só pode ser porque até os brigadianos já se deram conta da demência institucionalizada.

Foto: Hugo Scotte/ RS Urgente
atoyedachuva2.jpg
“Ai, que absurdo. Invadiram a Assembleia para se expressar”

Sorte dos manifestantes que devia estar tudo engarrafado do mesmo jeito com a chuvarada da manhã e essa foto já valeu pela gripe. Continuem com o excelente trabalho, pessoal. Daqui a alguns dias, estarei na cidade e proponho um protesto sexy em frente ao Piratini. Todo mundo nu e em chamas na Praça da Matriz.

Qualquer problema, falo que Vik Muniz vai tirar uma foto de helicóptero das pessoas formando o rosto de Yeda Crusius. Mais detalhes pelo Twitter, em breve.

Gurizada combativa

15:51 | 14/04/09 | Rodrigo Alvares

Estudantes fazem apitaço contra o governo Yeda na Capital (ZH)

Foto: Robinson Estrásulas/ZH
estudantes3.jpg
“Subir a Orfanatrófio? Tu tá maluco, olha a lomba que a gente precisa subir”

Estudantes fizeram nesta terça-feira um apitaço contra o governo de Yeda Crusius no Colégio Estadual Dom João Becker, na zona norte da capital, por volta das 10h. Outra manifestação ocorreu por volta do meio-dia, na frente do colégio Protásio Alves, na Avenida Ipiranga.

Organizados pelo movimento denominado Os Novos Caras-pintadas, os estudantes apitaram por cerca de 20 minutos, de forma pacífica. À tarde, o movimento espera reunir estudantes no Colégio Estadual Paula Soares, ao lado do Palácio Piratini. A ideia é chamar a atenção das pessoas para o setor da educação no Estado.”

Uma crítica construtiva, pessoal: da próxima vez em que fizerem uma manifestação em frente ao prédio da Zero Hora - o do colégio Protásio Alves -, não sejam preconceituosos. Protestem também em frente ao Correio do Povo, O Sul e o Jornal do Comércio. O pessoal pode ficar magoado.

O galo tá cantando na Abadia

11:16 | 01/04/09 | Rodrigo Alvares

rally2.jpg

G20 call for action amid protests (BBC)

Riot police have been deployed after windows were smashed at the Royal Bank of Scotland and clashes with uniformed officers outside the Bank of England. (…)

The BBC’s Ben Brown said demonstrators in the City were also shouting ’storm the banks’ and handing out leaflets saying ‘hang the bankers’.”

Update 13h27: quebraram as vidraças da RBS.

rally3.jpg

London’s brilliant

12:58 | 31/03/09 | Rodrigo Alvares

Três amigos entram no vagão da Linha 1 do metrô de Londres que sai do Aerorporto de Heathrow e leem o mesmo jornal. De repente, um deles vira a página e aponta para a manchete: “Brown vows to clean up banks system” e fala:

“Vocês acham mesmo que isso vai dar certo?”

Pergunto a um deles qual é a expectativa em relação ao encontro do G20, na próxima quinta-feira. O pessimismo é geral.

“Não creio que possa se fazer muita coisa com tantas pessoas querendo decidir o que é melhor para elas. É simplesmente impossível fazer uma reunião direito em apenas um dia”.

Na BBC, os apresentadores falam como a Grã-Bretanha pode ajudar os Estados Unidos a reconstruir a economia mundial. Logo depois, conversam com um dos diretores do Climate Camp, cujo movimento começa a acampar em frente à Abadia de Westminster para o protesto de amanhã.

Foto: Rodrigo Alvares
west.jpg
“Ahoy, there”

A intenção é ficar lá para que tentem burlar a segurança no centro da cidade - que já tem barricadas montadas. O mais provável é que levem borracha dos 10 mil policiais - divididos em cinco grupos a um custo de US$ 10,5 milhões.

Para a Grã-Bretanha, nada pode dar errado nesse encontro. Mesmo que ele não mude nada.

Copie e passe antes que mascarem

21:01 | 18/02/09 | Rodrigo Alvares

Foto: Emílio Pedroso/ ZH
yodaoutdoor6.jpg
Atenção, desgovernadora: outdoor rebelde fincado em Eldorado do Sul

Demência se combate com demência

14:11 | 15/02/09 | Rodrigo Alvares

O A Nova Corja achou um abesórdo mau gosto por parte dos prófis gaúchos a acusação de que a desgovernadora do Estado do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, é a Face da Destruição do Bovinão.

Munidos do espírito de Ju$tiça, publicamos aqui a foto da verdadeira face da destruição não só do nosso Pa$to, mas de toda a Federação:

Arrrte: Leandro Demori
yoda_destruicao.jpg

A carapuça é branca

14:19 | 14/02/09 | Rodrigo Alvares

Foto: Divulgação/ MP
outdoor.jpg
Outdoor com rosto de Yeda em frente ao MP vira chamariz para pichadores

A FACE DA POLÊMICA (Zero Hora)

Começa retirada de outdoors

Após recomendar a retirada de cartazes e outdoors da campanha que apresenta a governadora Yeda Crusius como a face de mazelas como corrupção, violência e autoritarismo, o Ministério Público Estadual (MP) vai apurar se há crime de injúria na propaganda levada às ruas por 10 sindicatos de servidores, entre eles o Cpers-Sindicato.

O anúncio foi feito no final da tarde de ontem pelo subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Eduardo de Lima Veiga. No momento em que Veiga iniciou seu pronunciamento, a retirada já havia começado. No início da tarde, um outdoor instalado na frente da sede do MP, junto à orla do Guaíba, na Capital, foi coberto por papel branco. A expectativa do MP é de que a retirada dos painéis seja feita até domingo. (…)

Procurada por Zero Hora ontem, Yeda preferiu não se manifestar sobre as decisões do MP.

Até o momento, a ação do órgão atinge apenas as empresas responsáveis pela produção da campanha, a Interlig Propaganda, e por sua veiculação nos painéis, a LZ. (…)

– A primeira medida foi tentar fazer cessar a campanha no aspecto que, em tese, constituiria crime contra a honra. Enquanto permanecessem os cartazes e a campanha em andamento, se estaria renovando o crime a cada minuto. Seria um crime permanente – disse Veiga.

E completou:

– Apenas dissemos às empresas que isso parece ser ilícito e recomendamos que parem a prática. Elas pararam porque quiseram, mas é claro que isso terá consequências.”

Saudade do AI-5. A sorte dos gaúchos é que a desgovernadora continua fora do estado e na segunda-feira todos já terão esquecido que esses outdoors existiram. Como sempre.

Quero fotos

17:14 | 12/02/09 | Rodrigo Alvares

Começou há pouco o protesto do Cpers no Parque da Harmonia contra desgoverno de Yeda Crusius, apontada como “a face” de mazelas como corrupção, violência e autoritarismo, a campanha bancada por 10 sindicatos do funcionalismo.

mascarayeda.jpg
Máscara de Yeda é sucesso de vendas para o carnaval bovino

De acordo com a Zero Hora:

“Pouco antes das 17h, integrantes de movimentos sindicais revelaram o conteúdo da campanha bancada por 10 sindicatos do funcionalismo. A face da corrupção, segundo o movimento, é a de Yeda. O anúncio que tem a frase “Essa é a face da destruição do RS. Ela não pode continuar. Fora Yeda” traz a foto de Yeda.

Máscaras com o rosto da governadora foram distribuídas a dezenas de manifestantes. O grupo segue, em caminhada, até a esquina democrática, no centro da Capital.”

Os brigadianos devem estar adorando. Só não entendi por que vão passar na esquna democrática antes de ir para o Piratini, já que está no caminho.

Update 20h11: o governo vai mesmo processar todos que reproduzirem fotos de outdoors? Sugiro reprodução em massa. Das imagens, não do governo.

Face que aparece em outdoors espalhados pela cidade é de Yeda(ZH)

Foto: Tadeu Vilani/ Zero Hora
yedamascara2.jpg
A desgovernada vai puxar teu pé de nooooite