Tag ‘PT’

Cadê Bubu para negociar?

20:02 | 26/07/09 | Rodrigo Alvares

Yes… (Painel/ FSP para assinantes)

Fracassaram as conversas da equipe de Luiz González, marqueteiro do PSDB, com a Blue State Digital, que estruturou a bem-sucedida campanha de marketing digital e telefônico de Barack Obama na internet.

…we can!

Com isso, sobra no jogo para tentar fechar com os magos da internet para 2010 o estafe de Dilma Rousseff, que teve novas e animadoras conversas com a empresa nos EUA nas últimas semanas. Em agosto, o chefão da Blue State, Ben Self, desembarca no Brasil para as tratativas finais.”

Deviam ter chamado o Voluntário para negociar com Self.

Crise? Não é comigo

15:45 | 03/07/09 | Rodrigo Alvares

Que mimo o texto do presidente do Senado, José Sarney (PMDB/MA-AP), na Folha de S.Paulo de hoje (para assinantes):

Pinotti, um vazio que fica

Neruda, quando Silvestre Revueltas morreu, disse num verso forte que sua impressão era que um carvalho tinha tombado no meio do tempo. Essa é a sensação que temos quando perdemos um amigo que não era só uma ligação sentimental, mas um homem que carregava qualidades e virtudes que envolvem nessa perda a sociedade, o patrimônio humano do País. (…)

Quando morre um homem como o professor Pinotti, ficamos menores em nossa paisagem humana e de valores.”

Foto: Fabio Motta/AE
fabiomotta-sarneylandia.jpg

Todo o respeito a Pinotti, mas se ninguém caiu na história de que Sarney ocultou da Justiça Eleitoral uma casa de Brasília avaliada em R$ 4 milhões e culpou o contador, o excelentíssimo perdeu uma boa chance de tentar se defender de tantas denúncias.

Ainda bem que o capitão hereditário do Maranhão e do PMDB tem o apoio dos paladinos da Ética: Lula e seus senadores do PT, que como Sérgio Moraes (PTB/Ferradura), estão se lixando para tudo. Menos para 2010.

De volta para o presente

12:13 | 10/06/09 | Rodrigo Alvares

Está uns 11 graus em Porto Alegre, tempinho gostoso para tirar a luva na Esquina Democrática e escrever em um abaixo-assinado que não vai dar em nada. Quando os petistas convocam a imprensa para prestar “satisfação à sociedade”, como os deputados do partido fizeram ontem, geralmente é porque o barco já começou a fazer água. Eles tentam convencer mais dois deputados a assinarem o requerimento para a CPI das Boletas, mas a desgovernadora agiu bem na moita para impedir que todo o pessoal do PDT votasse em bloco contra ela.

E se é para entrar nesse assunto, de que adianta mesmo um partido ter um líder de bancada se ele não consegue que seus parlamentares obedeçam às ordens dele? Leonal Brizola deve estar se revirando na tumba. O caso de José Sperotto já era esperado, mas as mesmas regras se aplicam. Falta de liderança e pulso firme.

Ao invés de dar um exemplo para a sociedade gaúcha, punir esses parlamentares e iniciar a CPI de uma vez, o PT e os deputados signatários do requerimento de instalação da CPI lançam, ao meio-dia de hoje, uma campanha pela coleta de assinaturas da população pela abertura imediata da comissão de inquérito.

Eles estarão na Esquina Democrática, onde será instalada a banca para receber as adesões e também para gravar vídeo-recados para os deputados. Se não fosse pelos videocasts, eu diria que estamos retrocedendo para a década de 1990. Só vai faltar Antônio Britto (PPS) reaparecer por aí. Se a estratégia der certo, ótimo. Do contrário, só vai parecer mais dos tantos shows que o partido dava quando tinha alguma reserva ética.

Enquanto isso, os outros deputados brincam de esconde-esconde porque precisam de mais provas. Mesmo com todo esse circo montado, fontes da Assembléia dizem que o clima na Casa é de medo e insegurança para ver se essa CPI sai mesmo. O deputado Cassiá Carpes (PTB) poderia dar o Rabisco Mágico, mas precisa de mais provas.

Como, vai faltar uma assinatura? Melhor ler o regimento interno da Casa e ver qual é a prática nesses casos. Não é à toa que Yeda Crusius também está desesperada, mas em garantir apoio$ dos deputados aliados.

Apelo pela desgovernabilidade

13:11 | 08/06/09 | Rodrigo Alvares

Do Painel, na Folha de S.Paulo de hoje:

Mundo ideal. O PSDB gostaria que Yeda Crusius anunciasse o quanto antes a decisão de abdicar da reeleição, fazendo apelo pela governabilidade. Isso permitiria ao partido se aproximar de José Fogaça (PMDB), segundo colocado no Datafolha e ameaça real a uma vitória do PT no Rio Grande do Sul.

“Delúbio cumpre sua missão”

15:58 | 08/05/09 | Rodrigo Alvares

Delúbio Soares discursou há pouco na reunião do Diretório Nacional do PT para retirar seu pedido de retorno ao partido. Os petistas vão definir as diretrizes internas para as candidaturas de 2010, então nada mais simbólico do que o ex-tesoureiro do mensalão pedir penico.

delubio-fala-dn.jpg
“Pago o quinhão que me foi destinado ao lado de José Dirceu”

Abaixo, trechos do que Delúbio falou:

“Presidente Ricardo Berzoini,

Companheiros do Diretório Nacional do PT,

Companheiras e Companheiros,

São 38 anos de luta, 30 no PT. Esse é o meu DNA.

Compareço com o pouco que tenho a vos oferecer: toda uma vida na trincheira do único partido ao qual pertenci e ao qual, mesmo tendo sido expulso, paradoxal e ironicamente, ainda pertenço.

Penso ser desnecessário relembrar de minha postura de fidelidade e disciplina, de fraternidade e de companheirismo, em todos os momentos de nossas vidas, a partidária e a pessoal. Disso me orgulho tanto quanto a de ter cumprido fiel e integralmente as missões que o partido me delegou. (…)

dn3.jpg

Não há glória maior que a de se saber guerreiro fiel dos ideais acalentados na alma. A ficha de filiação, em assim sendo, vale menos do que a convicção de que todo sofrimento é nada diante da grandeza do ideal. (…)

Não creio que seja obra da má-sorte, dos astros ou simplesmente do destino, nem quem sabe das maquinações dos inimigos de sempre, a dura quadra pela qual passei e ainda hoje –menos que ontem- passo.

Ingênuos são os que creem na atividade política ou na luta social, nos embates entre concepções ideológicas e nas disputas pelo poder, sem que se pague o preço da opção exercida. (…)

A fatura da eleição de um presidente petista, mais cedo que tarde, nos seria cobrada.

Alguns petistas a estão pagando, com o preço da proscrição política, da desmoralização pessoal, da marginalidade social, da incompreensão ou da ingratidão de companheiros sinceros, mas equivocados.

Pago o quinhão que me foi destinado ao lado de José Dirceu e de outros poucos companheiros, cujas companhias enobrecem, mas não confortam, já que gostaria de estar sozinho, somente eu, apenas minha singularíssima pessoa de matuto goiano e petista renitente, enfrentando o pelotão de fuzilamento moral dos adversários que derrotamos, dos interesses que contrariamos, de certa parte da mídia e -desgraça das desgraças- de uns poucos petistas que erraram e erram, em avaliação rasa, imediatista, eleitoreira e desprovida de razão. (…)

Na única oportunidade em que o dinheiro público esteve ao alcance de minhas mãos, tanto o TCU quanto os nossos adversários constataram a seriedade com que lidei com ele.

Do que me acusam? Quantos são os políticos brasileiros que realizaram campanhas eleitorais sem que alguma soma, por menor que fosse, não tenha sido contabilizada?

Eu quero um PT para implodir

16:12 | 05/05/09 | Rodrigo Alvares

Os últimos dias têm sido dignos de acreditar na existência de um Bizarro PT. Se não tratasse do PT, claro. Em que mundo estamos quando Ricardo Berzoini (presidente nacional da sigla) vem a público dizer que “Tarso Genro precisa lembrar que o PT gaúcho faz parte do Brasil”? Ele deve estar cheio de moral (José Dirrrceu) para essa pachorra toda.

Logo quando os petistas gaúchos começam a sair do autismo para decidir quem será o candidato ao governo do Bovinão em 2010, Berzoini vem falar que eles devem respeitar o estatuto partidário e esperar o PMDB para firmar um acordo nacional da política de alianças.

Mas não deixa de ser engraçado ver os petistas cometerem o mesmo erro em nível nacional que seus pares bovinos, anos atrás. Vão gerar uma discussão completamente desnecessária e desunir o partido mais uma vez.

Se é para ficar nas regra$ interna$ dos petistas, não lembro de Berzoini ter sido repreendido depois de contratar Os Aloprados que participaram da compra dos documentos que vinculariam tucanos à máfia dos sanguessugas, em plena sucessão de 2006. O então presidente do diretório bovino David Stival e companhia foram condenados na Justiça pelo mensalão, ao menos.

Ninguém se iluda que Berzô defende essa demência sem saber como funciona a dinâmica política no RS. Se o PT gaúcho não tivesse cometido tantas cagadas nos últimos dez anos - nem vou listá-las agora -, o gritedo dos aliados do ministro da Justiça contra as declarações de Berzoini até faria algum sentido.

Segundo a Zero Hora de hoje, “o secretário nacional de finanças do PT, Paulo Ferreira, disse ontem que o diretório nacional, em 8 de maio, deverá aprovar uma resolução para ressaltar a ‘primazia das questões nacionais’. O texto deverá deixar claro que as decisões nos Estados não devem obstruir o diálogo nacional com o PMDB.”

Que graça: o PT vai esperar pelo PMDB com sua pré-candidata à presidência em meio a um tratamento de quimioterapia. A única questão nacional que lembro do PT aplicar com sucesso foi o mensalão. Não sobrou para ninguém, mesmo. Nem para o diretório gaúcho.

Foto: Marcelo Oliveira/ Ag.RBS
carna.jpg
“Que horas o Tarso, o Zé e a Yeda chegam, Olívio? Temos um acordo”

Óbvio que o mensalão lembra sempre uma pessoa em especial. José Dirceu postou no seu blog que admite participação nessa implosão do partido no Rio Grande do Sul:

Por uma tática nacional em 2010

Evitei entrar na polêmica gaúcha até agora por considerá-la divergências naturais do PT local (…). Lá, há várias visões e táticas eleitorais para 2010: candidatura própria; aliança com o PMDB; um nome novo ou um já testado para disputar as eleições ao governo; a definição, já no mês que vem, da candidatura ao governo; e Tarso Genro como candidato. (..)

Daí eu não entender porque Tarso Genro exige desculpas do presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, por ter se posicionado pelo adiamento da decisão no Estado, levando em conta a questão nacional das alianças para o palanque de nossa candidata, Dilma Rousseff. Berzoini externou uma posição tão legítima quanto a dos que defendem a definição já!

Nesse debate, quero repelir o uso da expressão “manobra” pelo ministro da Justiça ao se referir a uma provável participação minha nessa defesa do adiamento. (…) Melhor é enfrentar o debate sobre como o partido vai disputar as eleições sem os aliados de sempre, PSB e PC do B, já que estes podem apoiar um candidato do PMDB (e o PTB e o PDT também).

Se esse candidato peemedebista for o atual prefeito e Porto Alegre, José Fogaça, o vice-prefeito José Fortunati (ex-petista) assumirá a prefeitura e, inevitavelmente, será candidato a reeleição em 2012.

Restaria ao PT, então, fazer alianças com o PSOL e o PSTU. Outra questão a ser discutida é sobre quem deve ser o candidato. Um novo nome ou as lideranças que já foram testadas e estão consolidadas, como Olívio Dutra - que abriu mão - ou Tarso Genro?

É possível unificar o PT gaúcho, e mesmo com a candidatura Fogaça (apoiada por nossos ex-aliados) ter um palanque forte para Dilma, abrindo mão da candidatura ao Senado e a vice para outras correntes do partido que não a Mensagem ou a DS?

Faltou Dirceu contar quando Yeda Crusius será apeada do Piratini, já que tem tanta certeza da eleição de Fogaça com o apoio do PT gaúcho. Vai ser hilário se a desgovernada cair depois do tal acordo nacional, em fevereiro de 2010, e o PSDB resolver apoiar Fogaça para o governo do estado.

E os petistas gaúchos ali parados, sabendo que foram castrados por José Dirceu.

Vai, Delúbio. Ser aloprado é o que há

11:09 | 30/04/09 | Rodrigo Alvares

Blog em favor da volta de Delúbio ao PT provoca
mal-estar entre políticos (Folha/ assinantes)

del.jpg

A campanha de reintegração do ex-tesoureiro Delúbio Soares ao PT produziu mal-estar no partido ao expor, na internet, o nome de apoiadores da causa. No ar, um blog em favor da volta de Delúbio exibe uma galeria de fotos que inclui do senador Eduardo Suplicy (SP) ao ex-ministro e prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho. (…)

Até terça, as fotos eram acompanhadas pela inscrição ‘galeria de apoiadores’ (Morri demais). Ontem, depois de o ex-tesoureiro ter sido procurado pela Folha, o título mudou para “companheiros pestistas”.

‘Não sei de campanha. Não estou participando disso. Nem participo mais do diretório’, reagiu a senadora Ideli Salvatti (SC).

Marinho informou, por intermédio de sua assessoria, não ter autorizado o uso de sua imagem, nem mesmo assinado qualquer documento em favor de Delúbio.”

Se não der com Dilma, Delúbio

12:15 | 27/04/09 | Rodrigo Alvares

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT/RS), só precisou de um câncer para o PT finalmente se unir e humanizá-la perante a opinião pública. Também pudera, porque caso ela não consiga se candidatar à sucessão presidencial, não sobra ninguém no partido.

Impossível imaginar essa situação há um ano, quando o presidente Lula lançou sua pré-candidatura à presidência. Sugiro aprovar a volta de Delúbio Soares com urgência.

Antes um nome forte, Antônio Palocci (PT/SP) caiu em desgraça quando quebrou o sigilo bancário do caseiro Francenildo. Mesmo que o STF arquive o processo, o ex-ministro da Fazenda enfrenta resistências internas até para concorrer ao governo de São Paulo - é a melhor opção dos petistas.

Se tivesse sido escolhido por Lula para ser o pré-candidato, há quase um ano, Tarso Genro (PT/RS) poderia ser um nome viável. Mas com todas as barbeiragens no Ministério da Justiça, a briga com José Dirrrceu e a eterna candidatura ao governo bovino limitam demais o espectro de ação do ministro da Justiça.

Outros nomes, como o do governador baiano, Jacques Wagner, e do mineiro Patrus Ananias (ministro do Bolsa Família) também têm sido aventados, mas não chegam nem perto da aprovação que Dilma conseguiu alcançar. Ciro Gomes? Ciro Gomes é o caralho, como ele próprio deixou bem claro semana passada.

delubio2.jpg
“Posso vencer o Serra numa boa. Sou muito mais gatinho”

O melhor é chamar Delúbio Soares de volta. Ele ganha até de José Dirceu no quesito “Peidei, tô na Mídia Má” que os petistas tanto odeiam, mas adoram quando aparecem.

Por ter sido tesoureiro do partido, tem alto trânsito com os financiadores de campanha e seria o candidato mais reconhecido pelos eleitores.

Ele também traria mais bonomia ao PT assim que começasse a contar piadas do mensalão durante os comícios e no horário eleitoral, com depoimentos dos amigos José Genoino, Silvinho Land Rover, Duda Mendonça e José Dirrrceu.

Cadê o Roberto Jefferson quando preciso?

15:14 | 19/03/09 | Rodrigo Alvares

delubio.jpg
“Não avisei que o Brasil é uma piada de boteco?”

Delúbio visita petistas no Congresso e pede para voltar ao partido (Folha)

Tesoureiro do PT durante o escândalo do mensalão, Delúbio Soares pediu para voltar ao partido. A cúpula simpatiza com o retorno, que depende de votação do diretório nacional.

Em carta de três parágrafos entregue ontem ao presidente da sigla, deputado Ricardo Berzoini, Delúbio disse que sofreu uma pena dura e que merece uma segunda chance. À tarde, o ex-tesoureiro visitou gabinetes petistas no Congresso, num lobby pela sua reabilitação. Não deu declarações, só sorrisos.

Berzoini prometeu a Delúbio, expulso no auge do escândalo, em 2005, que colocará o pedido em votação na próxima reunião do diretório, em maio. O deputado preferiu não comentar ontem o assunto: ‘Tenho a obrigação de conduzir esse processo, portanto, não falo sobre seu mérito’. (…)

Há pelo menos um ano Delúbio vem pavimentando seu retorno ao PT. O ex-tesoureiro viajou para vários Estados organizando plenárias com a militância, nas quais propagandeava sua lealdade ao partido que ajudou a fundar e a suposição de que nunca se beneficiou do esquema. Nas entrelinhas, o recado era o de que assumiu o ônus da culpa calado.

Segundo relatos de pessoas influentes na máquina partidária, a volta de Delúbio tem muita simpatia na legenda. Sua mulher, Mônica Valente, é integrante do diretório, e ele conta com o apoio do ex-ministro José Dirceu –apontado como ‘chefe da quadrilha’ do mensalão no inquérito que corre sobre o caso no STF (Supremo Tribunal Federal), no qual Delúbio também é réu. Todos negam irregularidades.

‘Os argumentos dele fazem sentido. Pretendo avaliar com calma o pedido’, disse o líder do partido na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), um dos visitados pelo ex-tesoureiro.”

Agora só falta o Silvinho Pereira exigir a Land Rover de volta.

Ideologia: eu quero uma pra vender

17:31 | 10/03/09 | Rodrigo Alvares

Da coluna Panorama Político, no O Globo de hoje:

Banco do Brasil quer comprar o Banrisul

Quando o governo Lula chegar ao seu final, em 2010, é possível que nenhum banco público estadual sobreviva. O Banco do Brasil já adquiriu o Besc (Santa Catarina), o BEP (Piauí) e a Nossa Caixa (São Paulo). Agora, está negociando o preço da compra do BRB (Brasília) e realizando auditoria para definir o valor do Banestes (Espírito Santo).

Os próximos alvos do BB são o Banpará (Pará) e o Banese (Sergipe). O Caso do Banrisul (RS) é o mais complicado, pois será preciso mudar a Constiuição estadual. Mas no BB se avalia que a compra da Nossa Caixa abriu uma janela ideológica para viabilizar o negócio.”

Se isso acontecer mesmo, vai ser uma graça ouvir os argumentos dos petistas no ano que vem.

Essa eu quero ver

14:47 | 09/03/09 | Rodrigo Alvares

Do Painel, na Folha de S. Paulo de hoje:

Quem diria 1. No Rio Grande do Sul, palco no passado dos mais duros embates dentro do PT, o partido deve dispensar prévias, escolhendo por acordo seu candidato ao governo, provavelmente o ministro Tarso Genro (Justiça).

Quem diria 2. O otimismo no PT gaúcho é tanto que se considera possível até atrair o PMDB, oferecendo a Germano Rigotto uma das vagas na chapa para o Senado. Falta convencer o PMDB a não ter candidato ao governo. “

De tédio não se morre no Bovinão

19:45 | 15/01/09 | Rodrigo Alvares

O nosso amigo Raul Pont não demorou para soltar uma nota sobre o novo cargo que Cezar Busatto (PP$) irá desempenhar em Canoas, cidade onde o petista Jairo Jorge assumiu a prefeitura no início do mês:

Indicação de Busatto é equivocada

O líder da bancada do PT, deputado estadual Raul Pont, manifesta a sua contrariedade com o indicação feita pelo prefeito de Canoas, Jairo Jorge, para que Cezar Busatto assuma a Secretaria Especial de Estratégia e Inovação.

Nota do editor: parece muito com a designação do Sealopra, do Mangabeira Unger.

A trajetória política do ex-deputado Cezar Busatto entra em contrariedade com o projeto político-ideológico, e com a forma que pensa e age o Partido dos Trabalhadores em suas administrações no Executivo e na Assembléia Legislativa.

Nota do editor: não, não entra em contrariedade. Basta ver o banditismo instalado no Bovinão enquanto os dois grupos brincavam de governar.

Consideramos ações como estas inoportunas, visto que não agregam ao governo, e constituem um símbolo negativo, não apenas pela atuação de Cezar Busatto, enquanto deputado de oposição ao governo Olívio, mas também pelo forma que saiu do governo Yeda durante a CPI do Detran.

Nota do editor: mas Busatto foi voluntário na campanha de Barack Obama e pode ter mudado.

Diante de um posicionamento idêntico, do partido e de sua bancada na Assembléia, o líder da bancada do PT, deputado Raul Pont reitera e reforça os pedidos já feitos por outros dirigentes para que o prefeito Jairo Jorge reconsidere seu convite ao ex-parlamentar.

Nota do editor: …roonc..zzz..zz

Raul Pont
Líder da Bancada do PT”

Quem tem saudades de Renan Calheiros?

9:17 | 07/01/09 | Rodrigo Alvares

É duro acreditar que alguém na famigerada blogosfera política pense muito diferente sobre a condição atual como Fernando Rodrigues faz na Folha de hoje:

A política como ela é

BRASÍLIA - A cada dois anos repete-se, em janeiro, uma novela manjada. Políticos se digladiam na disputa para presidir a Câmara e o Senado pelo biênio seguinte.

É raro, mas às vezes surge alguma novidade. Desta vez, a tentativa de ser o ‘fator diferencial’ veio de Tião Viana, candidato a presidir o Senado -e eleito pelo PT do Acre’

O petista conseguiu produzir uma carta-compromisso com 1.527 palavras sem fazer uma única promessa concreta. Eclético, misturou Lei Áurea, Juscelino Kubitschek, Tancredo Neves e Antonio Carlos Magalhães. No trecho obrigatório ‘vou-agradar-a-oposição’, transbordou ambivalência ao mencionar sua posição a respeito do uso indecente de medidas provisórias pelo Poder Executivo:

‘Enfatizo minha posição contrária à (…) gana legiferante do Executivo, de que o excesso de medidas provisórias seria a perfeita ilustração, prática que subverte terrivelmente a agenda legislativa’.

E daí? Daí, noves fora, nada. Não ajuda muito considerar uma perfídia as MPs baixadas por Lula. O importante é alterar o sistema. Mas o tom melífluo de Tião Viana esclarece sua intenção a respeito. Ele afirma estar “convencido de que há saídas para o problema” e que vai ‘debatê-las com os colegas’.

Em resumo, se vencer e vier a se sentar na cadeira de couro tingido de azul da presidência do Senado, Tião Viana já tem uma desculpa.

Depois de alguns meses de inação, será indagado por que não cumpre a promessa de alterar a regra das MPs. Responderá: ‘Eu tentei, mas meus colegas não quiseram’.

O mais estapafúrdio nessa história é a empreitada de Tião Viana estar sendo, em grande parte, apoiada por senadores de oposição. PSDB e DEM não têm candidato próprio.

Acreditam ou fingem acreditar na promessa vaga do petista Viana contra o petista Lula. É difícil saber quem engana quem.

Coisas que me matam lentamente

13:41 | 21/12/08 | Rodrigo Alvares

concursomusicasdopt.jpg

Votação popular pela internet vai até 10 de janeiro de 2009

Para começar a fechar o ano com chave de ouro, o PT decidiu lançar seu 1º Concurso de Músicas de Campanha.

O prêmio é para a galera Old School (pré-Marcos Valério): as 13 vencedoras serão gravadas em um CD, cujo lançamento está marcado para 10 de fevereiro, data do 29º aniversário do PT.

Mesmo com as duas músicas de Pepe Vargas (Cassias do Sul/ PT) que estão na corrida, ficarei na torcida por esta, de Santana do Livramento:

Vaneirão do Elifas

Dia cinco de outubro
avise a população
vamos direto no treze
pra ganhar a eleição

querem a casa arrumada
treze é o voto do momento

pra que esperar 4 anos
isso é ruim pra Livramento

REFRÃO

Vota, vota meu povo
vai de treze consciente
vamos Eleger o ELIFAS
pra ser prefeito da gente

ele vai trazer melhoras
na saúde e educação
plano fundiário pro povo
vai ganhar a eleição

depois ligar para o LULA
que é nosso amigo do peito
vai ter verba Federal
com ELIFAS de Prefeito
.”

A arte dos erros

15:05 | 12/12/08 | Leandro Demori

O mensalão como obra do PêTê e gerência em Minas Gerais não tem qualquer relação direta com u-maior-brasileiru-vivu Oscar Niemeyer, exceto por Brasília e Belo Horizonte serem, digamos, a maquete do arquiteto. Impossível não notar que as maiores obras do comunista mineiro servem de luogo para as trampas Trabalhadoras. Roubar é uma arte, mas roubar dentro de uma obra de arte é mais arte do que filme iraniano em preto-e-branco mudo de um guri que busca o pai em meio a escombros da guerra.

[pausa para lágrima escorrendo na face, lenta como só uma lágrima pode ser]

Ontem, Oscar Niemeyer esteve em Neverland-DF para a inauguração de mais um esconderij… digo, prédio: a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola [sinta orgulho, cante o Hino]. Digitei “Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola” no Gúgueu:

Da revista aU:

Apesar de estar pronta há um ano e ter sido inaugurada duas vezes em 2006, a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola continua fechada para o público. A razão, segundo a administração da instituição, seriam os vazamentos e o excesso de insolação nas fachadas longitudinais. Segundo a Secretaria da Cultura do DF, os cobogós - elementos vazados que, teoricamente, deveriam proteger o acervo e as salas de leitura da luz e do aquecimento excessivos - foram executados num tamanho maior do que o previsto pelo projeto, como forma de contenção de gastos.

niemeyer_fumatori.jpg
À frente, Oscar Niemeyer. Ao fundo, contenção de gastos

Indignado com a falta de senso artístico do governo, tentei entrar em contato com Oscar Niemeyer. Mandei um email.

“Caro mestre, a situação é absurda. Mudar o projeto por contenção de gastos?? E o que vem depois, substituir o almoço pela janta no Bolsa Família?? Atte, LD”

Niemeyer, muito gentil, me respondeu de pronto:

“Meu jovem, o pior não são as janelas, não. Mudaram todo o meu projeto, uma desfaçatez. Segue croqui anexo. SDS, ON”

predio_pt_niemeyer.gif

Sabe que aquilo me subiu o sangue? Como você pode bem ver aqui, só mantiveram UMA das torres! Mandei outra mensagem em seguida:

“OS, evito (aliás, nem consigo) comentar. Meus dedos tremem de raiva. Você é um gênio da raça, essa gente realmente não te merece. Assim, como exercício de criação mesmo, fiz uma pequena modificação no seu croqui: anexei duas escadas-caracol externas para que as pessoas possam ter (digamos) outro ponto-de-vista. Segue:

predio_pt_niemeyer_ss.gif

Gostou?

abraço filial, LD.”

Vou fazer café e esperar a resposta.